23 de jan. de 2020


No Escurinho do Cinema #331


E aí pessoal, tudo bem??
Prontos para conferir as estreias dessa semana? Então vamos lá!

1917
Direção: Sam Mendes
Elenco: George MacKay, Dean-Charles Chapman, Mark Strong
Gênero: Drama, Histórico, Guerra
Duração: 1h59min
Nacionalidade: Reino Unido, EUA
Sinopse: Os cabos Schofield (George MacKay) e Blake (Dean-Charles Chapman) são jovens soldados britânicos durante a Primeira Guerra Mundial. Quando eles são encarregados de uma missão aparentemente impossível, os dois precisam atravessar território inimigo, lutando contra o tempo, para entregar uma mensagem que pode salvar mais de 1300 colegas de batalhão.



Um Espião Animal
Direção: Nick Bruno, Troy Quane
Elenco: Will Smith, Tom Holland, Rashida Jones
Gênero: Animação, Ação
Duração: 1h40min
Nacionalidade: EUA
Sinopse: Quando um evento inesperado acontece, Lance Sterling (voz de Will Smith), o melhor espião do mundo, precisa unir forças com o inventor Walter (voz de Tom Holland) para salvar o dia.



Um Lindo Dia na Vizinhança
Direção: Marielle Heller
Elenco: Tom Hanks, Matthew Rhys, Chris Cooper
Gênero: Drama, Biografia
Duração: 1h47min
Nacionalidade: EUA
Sinopse: Fred Rogers (Tom Hanks) foi o criador do Mister Rogers' Neighborhood, um programa infantil de TV muito popular na década de 1960, nos Estados Unidos. Em 1998, Tom Junod (Matthew Rhys), até então um cínico jornalista investigativo, aceitou escrever o perfil de Rogers para a revista Esquire. Durante as entrevistas para a materia, Junod mudou não só sua visão em relação ao seu entrevistado como também sua visão de mundo, iniciando uma inspiradora amizade com o apresentador.


A Possessão de Mary
Direção: Michael Goi
Elenco: Gary Oldman, Emily Mortimer, Owen Teague
Gênero: Drama, Terror
Duração: 1h24min
Nacionalidade: EUA
Sinopse: David (Gary Oldman) é um capitão de colarinho azul que luta para melhorar a vida de sua família. Estranhamente atraído por um navio abandonado que está em leilão, David impulsivamente compra o barco, acreditando que será o bilhete de sua família para a felicidade e a prosperidade. Mas logo depois que eles embarcam em sua jornada inaugural, eventos estranhos e assustadores começam a aterrorizar David e sua família, fazendo com que se voltem um contra o outro e duvidem de sua própria sanidade.




E então, pretendem assistir algum?
Comentários
1
Compartilhe

22 de jan. de 2020


[Eventos] Batman 80 Anos


Não sei vocês, mas eu passei minha infância assistindo muitos desenhos na TV e, entre os personagens que eu mais gostava, estava o Batman e tudo porque ele era um super-herói sem super-poderes, ele simplesmente é muito inteligente e tem dinheiro para colocar suas ideias em prática.

O personagem foi criado em 1939 pelo roteirista Bill Finger e pelo desenhista Bob Kane e sua primeira aparição foi na revista Detective Comics #27, na história "The Case of the Chemical Syndicate". Em 2019 o personagem completou 80 anos e isso levou a exposição Batman 80 anos, no Museu da América Latina.

A exposição, que iria até o início de dezembro foi prorrogada até 02/02/2020, então, se gostam do personagem e tiverem a oportunidade, visitem, está maravilhosa!






Do lado de fora temos carros maravilhosos e, para entrar de fato na exposição, temos a entrada da mansão Wayne. Seguindo, na sala da mansão tem muito material: bonecos, revistas antigas nacionais e internacionais, sempre explicando o ano, a nacionalidade e o conteúdo da história.

 


 

 


Em seguida passamos para a misteriosa Batcaverna. #Uhul


 




A exposição está linda, detalhada e um verdadeiro presente para os fãs. Passei mais de duas horas la para conseguir ver tudo. E claro que no final ainda tem a lojinha que acaba com a gente, né?!

 

 


 

 

Se você já foi na exposição, me conta aí, o que achou? E se não foi ainda, o que acha de dar um pulinho lá?
Comentários
3
Compartilhe

20 de jan. de 2020


[Resenha] As Dez-Vantagens de Morrer Depois de Você - Fernanda de Castro Lima

Ficha Técnica 

Título: As Dez-Vantagens de Morrer Depois de Você
Autor: Fernanda de Castro Lima
ISBN: 978-85-76867746
Páginas: 252
Ano: 2019
Editora: Verus
Coisas mágicas acontecem quando a gente se abre para o mundo. Gabriela Muniz tem dez desafios a cumprir, um mais desconcertante que o outro. Saltar de paraquedas é só o começo ― ela ainda vai ter que distribuir abraços a desconhecidos, aprender a dançar, cantar para uma multidão, entre outros itens da lista que sua amiga Júlia deixou para ela. A ideia surgiu em uma tarde em que as duas não tinham muito o que fazer: inventar dez coisas para a amiga cumprir caso a outra morresse. E que fossem coisas absurdas, já que, aos dezessete anos, a morte era algo muito, muito distante. Mas, quando Júlia sofre um terrível acidente, resta a Gabriela a memória de sua melhor amiga ― e a lista de desafios, que agora terão de ser cumpridos. Entre situações que tiram a pacata Gabriela completamente da zona de conforto ― é sério que a Júlia incluiu “Se apaixonar” na lista? ―, ela talvez aprenda que a vida pode ser mais leve quando vivida com alegria e intensidade, e que coisas mágicas acontecem quando a gente se abre para o mundo.

Resenha


Perder alguém que a gente ama é sempre uma experiência horrível e difícil de colocar em palavras. Ainda mais quando esse alguém era a pessoa mais importante do mundo e as coisas começam a não fazer mais sentido. As Dez-Vantagens de Morrer Depois de Você é uma história sobre perda e também sobre conexão, com a memória de quem se ama e com outros aspectos de si mesma. Júlia morreu num acidente de carro e deixou para sua amiga dez envelopes coloridos com desejos. Cada envelope contém algo que Júlia achava que faria sua amiga mais feliz. Conforme Gabriela vai realizando os desejos, ela se aproxima cada vez mais de uma versão de si mesma que lida melhor com o luto e se permite encontrar outras pessoas importantes além da amiga morta.

A amizade de Júlia e Gabriela sempre foi muito forte. Forte o bastante para que ninguém mais se aproximasse das duas e, quando a primeira morre, a segunda fica praticamente sozinha. Afinal, a única pessoa que poderia consolá-la está morta. E parte do processo de realizar os pedidos de Júlia envolve conhecer novas pessoas e "se jogar no mundo". Como se fosse uma forma de quebrar o luto e seguir adiante.

O livro possui uma escrita fluida, apesar de alguns dos diálogos (principalmente as mensagens de texto) não funcionarem muito bem. Além disso, Júlia é claramente uma mulher na geladeira, já que não possui nenhuma função na trama além de motivar a protagonista. Mas nada supera Fabinho, o único personagem gay da história, que é a encarnação do estereótipo negativo do "gay de estimação": irritante e sem propósito nenhum dentro da trama, ele só está ali pra cumprir cota e parece a interpretação que uma mulher heterossexual tem de um rapaz gay, ao invés de um personagem de verdade. E eu perdi a conta de quantas vezes a protagonista poderia estar morta, porque muitas das ações dela não funcionariam na vida real (entrar no carro de gente desconhecida é uma péssima ideia até na ficção).

Apesar disso, é reconfortante ver uma história centrada na amizade de duas meninas e em como elas se preocupam uma com a outra. As melhores partes do livro são as interações de Júlia e Gabriela e o retrato de uma amizade que não é perfeita e por isso mesmo parece real. As duas se apoiam, implicam uma com a outra, brigam e se resolvem, como amigas de verdade. É nesses momentos que a história parece mais honesta. As Dez-Vantagens de Morrer Depois de Você é um livro que vai funcionar muito melhor com o público jovem. Uma história sobre amizade recomendada para quem não se imagina sem a melhor amiga. E para quem gosta de um drama também.

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
1
Compartilhe

18 de jan. de 2020


[Resenha] Milionário Arrogante - Vi Keeland & Penelope Ward

Ficha Técnica 

Título: Milionário Arrogante
Título Original: Mister Moneybags
Autor: Vi Keeland & Penelope Ward
ISBN: 978-65-5056-001-0
Páginas: 268
Ano: 2019
Tradutor: Alline Salles
Editora: Charme
Conheci Bianca em um elevador. Ela estava indo me entrevistar quando ficamos presos. A jornalista morena linda presumiu que eu fosse um garoto de entregas por causa da forma como estava vestido. O que ela não fazia ideia era que eu, na verdade, era Dex Truitt, o empresário rico e bem-sucedido, que ela apelidou de “Milionário Arrogante” ― seu compromisso da tarde. Bianca me contou o quanto odiava o tipo de Dex: esnobe, almofadinha, nascido em berço de ouro e que não aproveitava as coisas simples da vida. Então, depois que, finalmente, o elevador recomeçou a se mover, cancelei a entrevista e a deixei acreditar que eu era alguém diferente: um ciclista mensageiro chamado Jay. Adorava o jeito como ela olhava para o falso eu e não queria que acabasse. Comecei a sair com ela como “Jay”, o tempo todo deixando-a entrevistar meu eu verdadeiro por e-mail. Não esperava que nossa química on-line fosse ser tão intensa. Não esperava a confusão em que tinha me metido. Não esperava que Jay e Dex se apaixonassem por ela. E ela estava se apaixonando por dois homens. Só que ambos eram eu. E, quando ela descobrisse, nós dois iríamos perdê-la. Nada poderia ter me preparado para aquele dia. E eu, certamente, não estava preparado para o que aconteceu em seguida. Todas as coisas boas acabam, certo? Só que eu não esperava que o nosso fim chegasse.

Resenha


Milionário Arrogante também faz parte da série Cocky Bastard, assim como Metido de Terno e Gravata que li esse ano. Ainda que não tenham sido publicados pela mesma editora e eu não tenha lido na ordem da publicação, isso não faz diferença, pois são personagens totalmente diferentes e, pelos dois que li, não interagem entre si.

Nessa história conheceremos Bianca George, uma jornalista em uma missão: entrevistar o esquivo CEO da Montague Enterprises, Dexter Truitt. Bianca é formada pela Wharton Business School e, depois de anos trabalhando como corretora de derivativos em Wall Street, decidiu mudar de carreira antes que adoecesse mais. Por isso, passou a escrever como freelancer para a Finance Times e outras revistas de negócios. Agora ela tem a chance de fazer uma entrevista que pode alavancar sua carreira, afinal, ninguém conhece o rosto por trás da grande empresa de capital de risco.

Ao contrário do pai, antigo CEO da empresa, Dexter não queria aparecer na mídia, seu foco era trabalhar e para isso não precisava mostrar seu rosto. Outra grande diferença entre ele e o pai é o fato de que Dex pai era um grande mentiroso; fosse nos negócios ou em casa, ele era um mentiroso compulsivo, o que o levou diversas vezes às mídias com vários escândalos. Mas após anos de reclusão e recusas, Dex aceitou conceder uma entrevista exclusiva com direito a fotos para a Finance, ele só não imaginava como conheceria sua entrevistadora: parados no elevador.

Bianca e Dex se conheceram quando ela estava a caminho da entrevista, mas estava tão concentrada no celular e em seu quase atraso que nem percebeu que havia outra pessoa no elevador. Assim, quando ele parou sem energia e no escuro, a voz de Dex a assustou. Ao  saber que ela faria uma entrevista com ele e que para ela era uma um milionário arrogante, ele não pensou duas vezes ao criar um alter ego Jay Reed para passar mais tempo com ela.
Isso era louco. Dex estava bravo com Jay por sequer pensar em transar com ela. E Jay estava irritado com Dex por julgá-lo pelos pensamentos que surgiam naturalmente. Talvez, Dex e Jay devessem já reservar uma vaga em um manicômio.
P. 55
Alternando a narrativa entre Dex e Bianca, vemos Dex se enrolar cada vez mais na mentira que criou na mesma proporção em que sente que Bianca é uma mulher diferente. Já para Bianca a coisa é um pouco mais complicada, enquanto realiza a entrevista com Dex por chat e descobre que estava errada ao rotular o homem pelas ações dos outros, encontrar Jay ocasionalmente tem sido uma grande alegria. Mas é claro que a mentira uma hora é descoberta é resta saber se Bianca perdoará Dex quando descobrir, afinal, ambos tem histórico de mentiras na família.

Mais uma vez Penelope e Vi me surpreenderam com o enredo, afinal, achava que a história giraria em torno dessa mentira, mas veremos muitas outras vindo a tona para estremecer o relacionamento já conturbado deles.

Com relação a esse livro, só tenho uma pequena ressalva no final, quando pareceu ser muito enrolado e depois correu para concluir. Apesar disso, a história me agradou muito e já quero ler os outros títulos dessa série.

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
1
Compartilhe

16 de jan. de 2020


No Escurinho do Cinema #330


E aí pessoal, tudo bem??
Prontos para conferir as estreias dessa semana? Então vamos lá!

Jumanji: Próxima Fase
Direção: Jake Kasdan
Elenco: Dwayne Johnson, Jack Black, Kevin Hart
Gênero: Aventura, Comédia
Duração: 2h04min
Nacionalidade: EUA
Sinopse: Tentado em revisitar o mundo de Jumanji, Spencer (Alex Wolff) decide consertar o jogo de videogame que permite que os jogadores sejam transportados ao local. Logo o quarteto formado por Smolder Bravestone (Dwayne Johnson), Moose Finbar (Kevin Hart), Shelly Oberon (Jack Black) e Ruby Roundhouse (Karen Gillan) ressurge, agora comandado por outras pessoas: os avôs de Spencer e Fridge (Danny DeVito e Danny Glover) assumem as personas de Bravestone e Finbar, enquanto o próprio Fridge (Ser'Darius Blain) agora está sob a pele de Oberon.



O Escândalo
Direção: Jay Roach
Elenco: Charlize Theron, Nicole Kidman, Margot Robbie
Gênero: Biografia, Drama
Duração: 1h49min
Nacionalidade: EUA
Sinopse: Um gigante do telejornalismo e antigo CEO da Fox News, Roger Ailes (John Lithgow) tem seu poder questionado e sua carreira derrubada quando um grupo de mulheres o acusam de assédio sexual no ambiente de trabalho.



Os Miseráveis
Direção: Ladj Ly
Elenco: Damien Bonnard, Alexis Manenti, Djebril Didier Zonga
Gênero: Drama, Policial
Duração: 1h42min
Nacionalidade: França
Sinopse: Stéphane (Damien Bonnard) é um jovem que acaba de se mudar para Montfermeil e se junta ao esquadrão anti-crime da comuna. Colocado no mesmo time de Chris (Alexis Manenti) e Gwada (Djibril Zonga), dois homens de métodos pouco convencionais, ele logo se vê envolvido na tensão entre as diferentes gangues do local.



E então, pretendem assistir algum?
Comentários
2
Compartilhe

13 de jan. de 2020


[Resenha] Uma Herdeira Apaixonada - Lisa Kleypas

Ficha Técnica 

Título: Uma Herdeira Apaixonada
Título Original: Devil's daughter
Autor: Lisa Kleypas
ISBN: 978-85-306-0039-6
Páginas: 272
Ano: 2019
Tradutor: Ana Rodrigues
Editora: Arqueiro
Embora a bela jovem viúva Phoebe, Lady Clare, nunca tenha conhecido West Ravenel, ela sabe uma coisa com certeza: ele é mau e um valentão podre. Quando estava no colégio interno, ele fez da vida de seu falecido marido uma desgraça, e ela nunca o perdoará por isso. Mas quando Phoebe participa de um casamento de família, encontra um estranho arrojado e impossivelmente charmoso, que a abala com um choque de atração de fogo e gelo. E então ele se apresenta ... como ninguém menos que West Ravenel.
West é um homem com um passado manchado. Sem perdão, sem desculpas. No entanto, a partir do momento em que conhece Phoebe, West é consumido por um desejo irresistível ... sem mencionar a amarga consciência de que uma mulher como ela está fora de seu alcance. O que West não negocia é que Phoebe não é uma dama aristocrática. Ela é filha de uma Wallflower obstinada que há muito tempo fugiu com Sebastian, lorde St. Vincent - o libertino mais diabolicamente perverso da Inglaterra.
Em pouco tempo, Phoebe começa a seduzir o homem que despertou sua natureza ardente e demonstrou um prazer inimaginável. Sua paixão avassaladora será suficiente para superar os obstáculos do passado?
Só a filha do diabo sabe ...

Resenha


Ah, gente, como eu esperei por esse livro. West foi um personagem que me conquistou desde o início da série Os Ravenels e eu queria muito que ele encontrasse uma mulher que o entendesse e aceitasse. Obrigada Lisa Kleypas por encontrar a herdeira perfeita para ele.

Uma Herdeira Apaixonada é o quinto e penúltimo livro da série e foi o momento de West ser o protagonista. Depois de iniciar essa série como um fanfarrão, já no final do primeiro livro vimos como ele mudou para melhor. Como passou a ter responsabilidades no Priorado Eversby para ajudar o irmão, que havia acabado de herdar a propriedade falida, o título de Conde de Trenear e a responsabilidade pela viúva e as três irmãs do antigo conde e seu odiado primo, Theo Ravenel.

Embora inicialmente tenha aconselhado o irmão a vender tudo e não se preocupar com responsabilidades que não eram suas, no momento em que Devon resolveu que assumiria tudo, West sempre esteve ao seu lado e assim vemos uma característica que é muito forte nele: lealdade. West aprendeu o máximo possível sobre cultivo, criação de animais, avanços tecnológicos que poderiam ser implantados no Priorado para melhorar os rendimentos e a vida dos arrendatários. Ao longo dos outros livros só vimos o aprofundamento dessa característica dele, e como ele cada vez menos ia à Londres para se divertir.
No passado, West gostava da companhia de estranhos, indo de um evento social a outro em busca de diversão constante. Adorava intrigas, flertes, vinho e a agitação incessante que mantinha seu olhar direcionado estritamente para tudo que houvesse de superficial. Desde que fora para o Priorado Eversby, porém, aquele estilo de vida se tornara estranho para ele.
P. 22
Phoebe é irmã de Gabriel, que conhecemos no livro Um Acordo Pecaminoso, ou seja, filha do maravilhoso Sebastian, que conhecemos na série As Quatro Estações do Amor, e teve sua história contada no livro Pecados no Inverno - agora dá para entender a razão do título em inglês, né?! Bem, mas Sebastian não é razão desse livro kkk. Phoebe está a caminho do Priorado Eversby com toda sua família para o casamento de Gabriel e Pandora, o que é um misto de emoções para ela. Phoebe estava em período de luto pelo marido e agora precisa retomar sua vida e assumir as responsabilidades pela Mansão Clare até que Justin, seu filho mais velho, tenha idade para assumi-la. Mas além da pressão de voltar a interagir com pessoas de fora do seu círculo familiar, Phoebe sente-se apreensiva por conhecer West Ravenel, que, mesmo não conhecendo pessoalmente, sabe que deve ser um tirano cruel imoral ainda pior do que era quando mais jovem.

Quando era criança, o melhor amigo de Phoebe, Henry, foi para o colégio interno e lá conheceu o tirano West Ravenel, que o atormentava diariamente de maneiras diferentes, por isso, era tema recorrente nas cartas que Henry escrevia para a amiga. Anos mais tarde, Phoebe e Henry se casaram, mas em alguns momentos eles ainda lembravam como West fez os dois anos que permaneceu no colégio interno serem difíceis. O problema é que, ao conhecer West, Phoebe percebe que não dá para não gostar da pessoa que ele se tornou.
— Ah, por favor — disse ele, bem-humorado. — Não é possível que não tenha percebido como ele a olhava, como se você fosse uma lagosta prestes a ser cozida. Faz tanto tempo que já nem sabe identificar quando um homem se sente atraído por você?
P. 39
A atração entre eles é intensa e cada um tem seus motivos para correr desse sentimento: Phoebe não quer ser desleal com os sentimentos de Henry e West não acredita que merece ser feliz ao lado de alguém acima de sua classe social, certamente a filha de um duque e viúva de um lorde não ficaria com alguém como ele, com um passado obscuro e sem nada a oferecer.

Para aumentar o problema, Justin e Stephen, os filhos de Phoebe, logo se encantam com West e o sentimento é recíproco, o que a faz ver como seus filhos precisam de um pai presente, o que eles não tiveram: Justin porque o pai estava sempre muito fraco e doente e Stephen nem chegou a conhecê-lo.
— Phoebe, você sempre foi protegida de homens como eu. Nunca teve de encarar as consequências do passado sórdido de alguém. Eu não poderia fazê-la passar por isso, ou os meninos. Eles precisam de um pai de quem queiram estar à altura, não cujas culpas precisem expiar. Quanto a mim... não fui feito para o casamento. E se fosse, nunca tomaria como esposa alguém tão acima de mim em todos os aspectos. Tenho consciência de como isso soa tacanho, mas mesmo homens tacanhos conhecem seus limites.
P. 151
Eu passei o livro todo imaginando como eles superariam as barreiras que eles mesmos haviam erguido e quem cederia primeiro. Mas quando aconteceu, foi lindo demais ver esse casal junto. Além disso, o fato deles terem se conhecido por causa do casamento de Gabriel e Pandora, fez com que vários personagens que eu adoro das séries As Quatro Estações do Amor e Os Ravenels reaparecessem. 😍 Meu querido Sebastian apareceu bastante e eu fiquei como? Suspirando o livro todo, ora com ele, ora com West. 😍😂
— (...) Acompanhe o Sr. Ravenel a meus aposentos privados. Parece que terei de dar conselhos a outro dos atormentados pretendentes da minha filha. Isso deve ser penitência por minha juventude de dissipações.
P. 254-255
Agora é esperar o último livro da série e saber como a Lisa conduzirá esse romance que ela já contou quem será o par da Cassandra. Curiosidade define. 🤔

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
3
Compartilhe

11 de jan. de 2020


[Resultado] Sorteio de Natal


Olá meus queridos, como estão?

Vi que vocês participaram bastante do Sorteio de Natal e agradeço imensamente, vocês são demais!!
Agora, vamos saber quem é o sortudo ou sortuda que ganhou esse sorteio? Cruzem os dedos 🤞🏾🤞🏾🤞🏾



a Rafflecopter giveaway

Parabéns Angela Cunha!! Você recebeu um e-mail e têm 72 horas para respondê-lo e garantir seus prêmios.

Obrigada a todos pela participação e uma dica para quem participa dos sorteios: confere se estão seguindo TODAS as regras, hein?! Até a próxima! 😉
Comentários
3
Compartilhe
 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações