14 de out de 2019


[Resenha] Irremediável Tentação - Lauren Royal

Ficha Técnica 

Título: Irremediável Tentação
Título Original: Lost in Temptation
Autor: Lauren Royal
ISBN: B07VQGJ52L
Páginas: 449
Ano: 2019
Tradutor: Bianca Carvalho
Editora: Cherish Books
Inglaterra, 1815: Sendo a mais velha de três irmãs, Lady Alexandra Chase sempre fez o que se esperava dela. Mas quando o homem que ama desde sua infância retorna de um longo período no exterior, a jovem de repente se vê ansiosa para que o pretendente escolhido por seu irmão não a queira. Alexandra até decide que irá recusá-lo, porém, o homem de seus sonhos informa que não tem intenção de se casar com ela. A última vez em que Tristan Nesbitt viu Alexandra, ele era um homem comum, sem esperança de se casar com a filha de um marquês. Sete anos depois, retornando como Lorde Hawkridge, acredita que poderá reivindicar a mulher que há muito tempo capturou seu coração. Mas um terrível escândalo manchou seu nome na Inglaterra - um escândalo tão horrível que casar-se com Alexandra arruinaria não apenas a reputação impecável da moça, como também a de toda a sua família. Para o bem de Alexandra, ele deve lutar contra seus desejos implacáveis e ficar o mais longe possível dela...

Resenha


Irremediável Tentação é o primeiro livro da série Regency Chase e a terceira aposta da Cherish Books no gênero romance de época.

Nessa história Lauren Royal nos apresentará Lady Alexandra Chase, a mais velha das filhas do marquês de Cainewood. Ela sempre foi apaixonada pelo Sr. Tristan Nesbitt, melhor amigo do seu irmão Griffin, mas nunca demonstrou seus sentimentos por ele, afinal, sabia que seu pai jamais permitiria que ela se casasse com um homem sem título. Não que ele também expressasse qualquer reação diante dela, era apenas a irmã mais nova de seu amigo. Mas, sabendo que enquanto Griffin iria para a guerra Tristan iria para a Jamaica afim de aprender sobre os negócios do tio, era certo que deveria esquecer essa paixonite e seguir sua vida porque quando ele voltasse de lá, três anos depois, ela já teria debutado e com certeza estaria casada.

Entretanto, sete anos após a partida de Tristan para a Jamaica, Alexandra ainda não se casou - não que ela tivesse qualquer controle sobre isso. Com diversas mortes na família - avó, pai, mãe e irmão mais velho - ela e as irmãs mais novas, Juliana e Corinna, ficaram no castelo de Cainewood afastadas do contato com a sociedade londrina. Mas como o período do último luto está chegando ao fim, Alexandra está esperançosa que lorde Shelton faça uma proposta à seu irmão antes que a próxima temporada se inicie. Ela só não imaginava que justo agora Tristan reaparecesse em sua vida.

Tristan era filho de um segundo filho, um homem simples, e teve uma ótima educação graças a generosidade do seu tio, o marquês de Hawkridge e, por isso, quando seu tio o encaminhou para a Jamaica quando ele finalizou os estudos, ele sabia que deveria ir, passar os três anos lá ou mais se o tio assim achasse necessário e voltaria para trabalhar para ele. Era o que esperava para seu futuro. Mas quando retornou à Inglaterra, o pai faleceu e o deixou em uma situação financeira extremamente crítica. Coincidentemente, seu tio, que vinha definhando em casa após o acidente que matou sua esposa e filhos, faleceu, o que fez de Tristan o novo marquês de Hawkridge. E claro, uma suspeita de assassinato pairando sob sua cabeça. Mesmo agora, quatro anos após ter herdado o título, a sociedade ainda não o aceita, mas, após receber uma carta de Griffin pedindo ajuda, ele sairá de Hawkridge Hall.

Agora, com 22 anos e sabendo que Tristan agora é um marquês e que seu irmão certamente não terá motivo para impedir um compromisso dela com o amigo, Alexandra decide que não quer que lorde Shelton lhe faça uma proposta e sim Tristan, ela só não sabia da mácula que recaiu sobre ele.
Ele nunca indicou nenhum interesse por ela, mas claro que não faria isso. Assim como Alexandra, Tris conhecia seu lugar. Mas isso não a impedira de desejar saber se ele se importava.
Posição 2%
Embora sinta atraído por Alexandra desde sempre, Tristan sabe que, mesmo agora tendo um título, não pode se casar com ela, nem com nenhuma mulher para ser bem sincero. Entretanto, o destino dará um empurrãozinho nesse casal.

Quando vamos passando pelos capítulos, vendo a história se desenrolar sob a perspectiva dos protagonistas, vamos entendendo um pouco de como eles chegaram ao momento atual. Sobre o Tristan mesmo, é muito importante saber sobre o passado dele, a relação com o pai, a mãe, como se tornou cético em relação ao amor, como ele encara a vida e como Alexandra muda completamente algumas certezas que ele tem.
Aquela constatação fez um caroço subir em sua garganta.
— Eu não acredito em destino — ela disse a ele. — Nem em se conformar. Eu acredito em me esforçar para melhoras as coisas.
Posição 28%
Lauren coloca na história não apenas o romance dos protagonistas como esboça ao fundo um possível casal para outro livro da série, uma investigação e suspense ao longo das mais de 400 páginas desse livro. Também não trabalhou apenas os protagonistas, os irmãos Chase, as primas deles e os funcionários de Hawkridge Hall também são ótimos personagens e espero ver muito mais deles nos próximos livros. Tudo é tão bem amarradinho que nos vemos envolvidos do começo ao fim em Irremediável Tentação e ficamos na esperança de que a Cherish traga para o Brasil os demais livros dessa série.

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob 😉
Comentários
1
Compartilhe

12 de out de 2019


[Proxima Parada] Fortaleza, Ceará


Olá amores, como vamos todos?

Na nossa Parada de hoje continuamos a explorar os destinos brasileiros. Dessa vez visitaremos juntos uma das minhas cidades favoritas no nordeste: Fortaleza.

Fortaleza, a capital do Ceará, é mais uma capital localizada na costa nordestina do Brasil. Sempre que falamos em Fortaleza logo lembramos das belíssimas praias e falésias que podem ser visitadas nesta cidade.

O estado do Ceará como um todo é muito famoso pelo povo acolhedor, comidas deliciosas, cachaça bem perfumada e comediantes de tirar o fôlego!

Durante a minha visita à Fortaleza, também tive a oportunidade de fazer o passeio para as praias que incluía Canoa Quebrada. Porém para a minha infelicidade eu carreguei a nuvem de chuva da Irlanda na bolsa e infelizmente pouco pude aproveitar no dia de visita à Canoa Quebrada. Ainda assim recomendo fortemente uma visita a esse paraíso Cearense.

Falésias de Canoa Quebrada

Na cidade de Fortaleza visitei a Catedral Metropolitana, que segue o estilo Gótico e tem uma extensão bem imponente. Muito me lembrou as igrejas de mesmo estilo nas bandas de cá da Irlanda e Reino Unido.

Catedral Metropolitana
 
Vista interna da Catedral Metropolitana
Logo ao lado é possível visitar o Mercado Central, cheio de produtos locais que variam desde bolsas, produtos em couro, cachaças, infinitos tipos de lembrancinhas, comida típica e caseira para você levar ou experimentar no local. Uma visita com tempo para explorar as lojas é muito válida. Dentre alguns produtos que comprei, recomendo a cachaça Meladinho para quem gosta dessa bebida legitimamente brasileira.

Mercado Central 

Saí dessa loja cheia de garrafinhas de cachaça para trazer de presente rs
Continuando o caminho, ao sair do Mercado podemos visitar o Centro de Arte e Cultura Dragão do Mar. Este centro cultural engloba biblioteca, observatório, cinemas, teatro e dois museus - Museu de Arte Contemporânea e Museu da Cultura Cearense. Estes por sua vez, com diversas exposições interessantíssimas de artistas cearenses e até internacionais.

Centro Cultural Dragão do Mar

Exposição no Museu de Arte Contemporânea
À noite e fins de semana, também é possível ver bastante movimentação de jovens nos bares e restaurantes e até na Praça do Dragão do Mar. Ali é possível experimentar o interessantíssimo e muito traiçoeiro chopp de vinho.  Essa bebida muito específica de um bar fortalezense é muito interessante, de cor escura e sabor adocicado, de fato lembra um híbrido de chopp com vinho, extraindo o melhor de cada.

Quarteirão do Centro Cultural Dragão do Mar

Experimentando o chopp de vinho
Partindo para as praias de Fortaleza, não poderia deixar de falar das duas famosíssimas, a Praia de Iracema e a Praia do Futuro. Com grande extensão de banco de areias, as praia são bem limpas e de um visual muito interessante, rodeadas de grandes prédios e hotéis de luxo à beira-mar. No aterro, na Praia de Iracema também é possível explorar uma feira ao ar livre, que tem uma boa extensão e muito nos remete ao Mercado Central. A grande diferença é a oportunidade de barganha com os comerciantes.

Feira na Praia de Iracema
Ao falar de Fortaleza não podemos deixar de falar e muito menos perder a oportunidade de provar um Baião de dois e um belo caranguejo. Estes dois pratos muito típicos de lá são de fato imperdíveis! No mercado do peixe é inclusive possível desfrutar de frutos do mar frescos que podem ser preparados na hora após a compra.

Durante essa visita infelizmente não tive a oportunidade de assistir a uma apresentação dos comediantes cearenses, muito famosos em todo o Brasil. Sem dúvidas, numa próxima oportunidade, essa experiência estará no topo da minha lista!

E quanto a vocês? Já visitaram  essa belíssima capital nordestina? Compartilha aqui comigo o que você achou de Fortaleza! Nos vemos em breve para explorarmos juntinhos algum novo destino. Em breve estaremos de volta aos destinos Europeus. Um grannnnde beijo e até lá!
Comentários
2
Compartilhe

10 de out de 2019


No Escurinho do Cinema #316


E aí pessoal, tudo bem??
Vamos conhecer os filmes dessa semana?

Projeto Gemini
Direção: Ang Lee
Elenco: Will Smith, Mary Elizabeth Winstead, Clive Owen
Gênero: Ação, Ficção científica
Duração: 1h57min
Nacionalidades: EUA, China
Sinopse: Henry Brogan (Will Smith) é o melhor assassino profissional do mundo, com uma taxa de sucesso maior do que de qualquer outro, mas, quando decide se aposentar, acaba se tornando um alvo da Agência de Inteligência de Defesa dos Estados Unidos, para quem trabalhava anteriormente. Enquanto luta para se manter vivo, ele se depara com um clone de si mesmo e descobre que as ações do governo americano são para esconder um grande segredo, que só Brogan, com toda sua experiência, é capaz de desmascarar.



O Pintassilgo
Direção: John Crowley
Elenco: Ansel Elgort, Oakes Fegley, Nicole Kidman
Gênero: Drama
Duração: 2h30min
Nacionalidade: EUA
Sinopse: Um atentado terrorista no Metropolitan Museum of Art, em Nova York, modifica para sempre a vida do jovem Theodore Decker (Oakes Fegley). Além de sua mãe falecer no evento, ele é incentivado por um desconhecido a levar consigo um quadro lá exposto, O Pintassilgo, além de um anel com o brasão de sua família. Nos dias seguintes Theo recebe o abrigo da sra. Barbour (Nicole Kidman) e, ao pesquisar sobre o brasão, conhece Hobie (Jeffrey Wright), um vendedor de antiguidades que agora é o tutor de Pippa (Aimee Laurence), filha do homem desconhecido, que também estava no museu no momento do atentado. Tal encontro modifica para sempre a vida do garoto, seja por seu interesse no mercado de antiguidades ou mesmo pela paixão que nutre pela jovem.



Greta
Direção: Armando Praça
Elenco: Marco Nanini, Démick Lopes, Denise Weinberg
Gênero: Drama
Duração: 1h37min
Nacionalidade: Brasil
Sinopse: Pedro (Marco Nanini) é um enfermeiro de 70 anos que trabalha em um hospital público de Fortaleza. Sua melhor amiga é Daniela (Denise Weinberg), artista transexual que enfrenta graves problemas de saúde. Quando ela precisa ser internada, mas não encontra leito disponível, Pedro sequestra um paciente recém-chegado, Jean (Démick Lopes), e o abriga em sua casa. Inicialmente, o enfermeiro tem medo do rapaz agressivo, que se esconde da polícia por ter assassinado um homem a facadas. Depois, nasce entre eles uma relação de cumplicidade e afeto.


Em Guerra
Direção: Stéphane Brizé
Elenco:Vincent Lindon, Mélanie Rover, Jacques Borderie
Gênero: Drama
Duração: 1h53min
Nacionalidade: França
Sinopse: A administração da fábrica Perrin Industrie decide pelo fechamento total da empresa. Tendo o acordo feito dois anos antes desprezado e as promessas não respeitadas, os 1100 funcionários, liderados por seu porta-voz Laurent Amedeo (Vincent Lindon), recusam esta decisão brutal e vão fazer de tudo para salvar seus empregos.



A Noite Amarela
Direção: Ramon Porto Mota
Elenco: Rana Sui, Ana Rita Gurgel, Felipe Espíndola
Gênero: Terror
Duração: 1h42min
Nacionalidade: Brasil
Sinopse: Em um breve feriado, um grupo de jovens decide ir até uma ilha. No entanto, lá se mostra um lugar extremamente escuro tanto durante o dia quanto à noite e acontecimentos sinistros acontecem enquanto os amigos estão por lá. Ou seriam meras alucinações?



E então, pretendem assistir algum?
Comentários
1
Compartilhe

7 de out de 2019


[Opinando] A Leitura na Minha Vida


Hello guys, are you ok?

Acredito que a maioria de vocês que leem esse blog são amantes da leitura, não é verdade? Pois então, vocês já pararam para pensar em como se tornaram leitores? Em como isso mudou a vida de vocês?

Eu me recordo que sempre que viajava com minha mãe e minha irmã para a casa da minha avó no interior, minha mãe comprava alguma revista em quadrinho na rodoviária para que eu ficasse quieta na viagem e não fosse conversando com minha irmã (que sempre ficava enjoada nessas viagens). Assim, eu adorava viajar para poder ganhar uma revistinha nova.

Também me lembro que, quando estava terminando o ensino fundamental, mudei para uma escola que tinha como parte da grade curricular a leitura de livros paradidáticos. Não lembro de todos, mas alguns ficaram na minha memória: O Mistério do Caderninho Preto, Coração de VidroCanção para DéboraA Hora do Amor. O que eu quero dizer com isso? Simples. Não eram livros clássicos, com escrita rebuscada e escrito para adultos. Acredito que a diferença está nesse ponto.

Com o passar dos anos, o gosto pela leitura só foi aumentando, fazendo com que eu fizesse um cadastro na biblioteca da cidade para ter acesso a mais livros e o horizonte se ampliou, me permitindo conhecer outros autores, outras histórias, outros mundos.

Ler faz parte da minha vida e, como sinto prazer com isso! Quando terminei a faculdade, pude me dedicar novamente a essa atividade tão gostosa e fui ampliando meu ritmo de leitura, pegando livros emprestados para ler, descobrindo o que eu gostava e também o que não me agradava.

No início do ano estava conversando com uma colega de trabalho e ela mencionou que adorava o fato de me ver sempre nas horas vagas lendo um livro, que queria ter esse hábito e eu lhe respondi que para mim isso era natural porque eu havia descoberto qual era o tipo de história que me agradava e que ela só precisava descobrir o dela também e tirar um tempo para essa atividade. Há dois meses, ela me parou no corredor da empresa e me falou que agora estava lendo todos os dias, mas que não eram livros como os meus, com uma história e sim livros de PNL. Vou repetir aqui o mesmo que disse para ela: não existe livro certo e livro errado, nem um livro melhor que o outro, existe apenas o livro que te agrada. A gente vive uma realidade em que a maioria das pessoas, embora reconheçam a importância da leitura, não leem. Logo, é um desserviço fazer essa distinção.

Assim como a leitura ganhou importância na minha vida durante a infância, acredito que essa é a melhor fase para despertar o interesse pela leitura. Se uma criança é incentivada desde cedo com a escuta de histórias e, posteriormente, a ler os livros, desenvolverá o hábito e descobrirá o prazer da leitura. Por isso, desde que passei a frequentar as bienais do Rio e de São Paulo, compro livros para as minhas primas para incentivá-las a conhecer esse mundo fantástico.

Exposição "Olá, Mauricio!" no Centro Cultural FIESP, na Avenida Paulista, até 15/12/2019
Na semana passada mesmo, com esse espírito de reviver a leitura da minha infância, fui com uma amiga à exposição "Olá, Mauricio!", que ficará até 15/12/2019 no Centro Cultural FIESP, na Avenida Paulista, em comemoração aos 60 anos de carreira do Mauricio de Sousa, que faz parte da vida de muitos de nós, concordam?

Agora eu convido vocês para refletirem sobre isso. Como começaram a gostar de ler? Vocês já incentivaram alguém a ler? Como se sentiram com isso? Não deixem de me contar, certo?

Comentários
2
Compartilhe

5 de out de 2019


[Resenha] Medicina dos Horrores - Lindsey Fitzharris

Ficha Técnica 

Título: Medicina dos Horrores
Título Original: The butchering
Autor: Lindsey Fitzharris
ISBN: 978-85-5100-522-4
Páginas: 320
Ano: 2019
Tradutor: Vera Ribeiro
Editora: Intrínseca
Em Medicina dos Horrores, a historiadora Lindsey Fitzharris narra como era o chocante mundo da cirurgia do século XIX, que estava às vésperas de uma profunda transformação. A autora evoca os primeiros anfiteatros de operações — lugares abafados onde os procedimentos eram feitos diante de plateias lotadas — e cirurgiões pioneiros, cujo ofício era saudado não pela precisão, mas pela velocidade e pela força bruta, uma vez que não havia anestesia. Não à toa, os mais célebres cirurgiões da época eram capazes de amputar uma perna em menos de trinta segundos. Trabalhando sem luvas e sem qualquer cuidado com a higiene básica, esses profissionais, alheios à existência de micro-organismos, ficavam perplexos com as infecções pós-operatórias, o que mantinha as taxas de mortalidade implacavelmente elevadas. É nesse cenário, em que se considerava mais provável um homem sobreviver à guerra do que ao hospital, que emerge a figura de Joseph Lister, um jovem médico que desvendaria esse enigma mortal e mudaria o curso da história. Concentrando-se no tumultuado período entre 1850 e 1875, a autora nos apresenta Lister e seus contemporâneos e nos conduz por imundas escolas de medicina, os sórdidos hospitais onde eles aprimoravam sua arte, as “casas da morte” onde estudavam anatomia e os cemitérios, que eles volta e meia invadiam para roubar cadáveres. Chocante e revelador, Medicina dos Horrores celebra o triunfo de um visionário, cuja busca para atribuir um caráter científico à medicina terminou por salvar milhões de vidas.

Resenha


Quando a gente pensa em hospitais, a ideia que vem à mente é a de lugares limpos e estéreis, com pessoas usando máscaras e luvas e tudo sendo higienizado. Uma sala de cirurgia com o mínimo de pessoas possível, onde os médicos operam com calma um paciente sedado e anestesiado. Mas nem sempre foi assim.

Lindsey Fitzharris nos transporta pra Inglaterra vitoriana, onde menos de duzentos anos atrás a medicina era praticada da forma mais porca possível. Nesse cenário horroroso, as cirurgias eram feitas em anfiteatros e qualquer um podia assistir. Pessoas que vinham do trabalho e levavam a poeira e os germes da rua pras operações. Médicos usavam os jalecos sujos uns dos outros e quanto mais encardido o tecido, mais ele era respeitado. Como o conceito de microorganismos não era conhecido, os instrumentos não eram limpos entre as cirurgias, o que levava os índices de morte por septicemia a níveis gritantes.

É nesse momento tenebroso, em que médicos acreditavam que doenças eram causadas por “ar ruim” (o famigerado miasma), que surge Joseph Lister. O jovem médico de aspirações grandiosas revolucionou a medicina com a adoção de práticas de higiene e esterilização. O que parece tão simples pra gente, a ideia de desinfetar as mãos antes de entrar em contato com o paciente, causou uma rixa enorme na comunidade médica, dividida entre aqueles que se dispunham a testar o método de Lister e os que acreditavam que sua teoria era loucura.

Quando você consegue relevar as descrições vívidas dos procedimentos médicos (que envolvem cirurgias feitas sem anestesia com o paciente estrebuchando de dor e sangue voando pra tudo que é lado), o livro cria um retrato fascinante de um médico que nunca deixou de pesquisar. Um apaixonado pela ciência e pela arte de cuidar das pessoas, que dedicou sua vida à medicina e a tratar bem seus pacientes.
Todo paciente, até o mais degradado, deve ser tratado com o mesmo cuidado e a mesma consideração que se dariam ao próprio príncipe de Gales.
Lister, p. 161
A determinação de a gentileza de Lister ficam registradas como as características mais marcantes de um profissional que revolucionou sua área e cujas descobertas salvam vidas todos os dias. De prédios lúgubres e infectados conhecidos como “casas de morte”, hospitais passaram a ser lugares de cura graças à pesquisa de Lister sobre microorganismos. Medicina dos horrores é um registro de como a medicina nem sempre foi aplicada com base em evidências científicas e do quanto ela evoluiu em pouco mais de 150 anos.

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
1
Compartilhe

3 de out de 2019


No Escurinho do Cinema #315


E aí pessoal, tudo bem??
Vamos conhecer os filmes dessa semana? Entre eles está o tão comentado filme do Coringa, hein!? Quero muito ver esse filme.

Coringa
Direção: Todd Phillips
Elenco: Joaquin Phoenix, Robert De Niro, Zazie Beetz
Gênero: Drama
Duração: 2h02min
Nacionalidades: EUA, Canadá
Sinopse: Arthur Fleck (Joaquin Phoenix) trabalha como palhaço para uma agência de talentos e, toda semana, precisa comparecer a uma agente social, devido aos seus conhecidos problemas mentais. Após ser demitido, Fleck reage mal à gozação de três homens em pleno metrô e os mata. Os assassinatos iniciam um movimento popular contra a elite de Gotham City, da qual Thomas Wayne (Brett Cullen) é seu maior representante.



Angry Birds 2 - O Filme
Direção: Thurop Van Orman
Elenco: Marcelo Adnet, Fábio Porchat, Monica Rossi
Gênero: Animação, Comédia
Duração: 1h37min
Nacionalidade: EUA
Sinopse: Red e seus amigos dedicam a vida a proteger a Ilha dos Pássaros dos contantes ataques vindos da Ilha dos Porcos. Entretanto, quanto uma terceira ilha surge e começa a atacá-los, Leonardo, o rei dos porcos, decide procurar seu arquinimigo em busca de uma trégua para que, juntos, possam enfrentar a ameaça em comum.



As Loucuras de Rose
Direção: Tom Harper
Elenco: Jessie Buckley, Julie Walters, Sophie Okonedo
Gênero: Musical, Drama, Comédia
Duração: 1h40min
Nacionalidade: Reino Unido
Sinopse: Rose-Lynn Harlan (Jessie Buckley) é uma cantora de Glasgow, na Escócia, que sonha em se tornar uma estrela da música country em Nashville, no Tennessee. Acabando de sair da prisão e mãe solteira de dois filhos, ela é forçada a encarar responsabilidades mais urgentes e arruma um emprego de diarista, mas acaba encontrando em seu caminho quem dê apoio para o seu sonho aparentemente louco.


Ela Disse, Ele Disse
Direção: Cláudia Castro
Elenco:Duda Matte, Marcus Bessa, Maisa Silva
Gênero: Romance, Comédia
Duração: 1h31min
Nacionalidade: Brasil
Sinopse: Rosa (Duda Matte) e Léo (Marcus Bessa) são adolescentes de 14 anos que acabaram de entrar em uma nova escola, onde precisam lidar com a difícil tarefa de fazer novos amigos. Enquanto Léo logo demonstra interesse em futebol, Rosa enfrenta problemas com Júlia (Maísa), a garota mais popular do colégio.



Encontros
Direção: Cédric Klapisch
Elenco: François Civil, Ana Girardot, Eye Haïdara
Gênero: Drama
Duração: 1h50min
Nacionalidade: França
Sinopse: Rémi (François Civil) e Mélanie (Ana Girardot) têm em torno de 30 anos e, apesar de morarem em prédios um ao lado do outro, não se conhecem. Ambos estão solteiros e enfrentam problemas pessoais: ele, devido à demissão de praticamente todos de seu antigo trabalho enquanto foi promovido para outro setor, ela sem conseguir superar o término de um longo relacionamento, cujo fim já tem um ano. Cada um à sua maneira, os dois buscam meios de lidar com o momento depressivo através das redes sociais: ele pelo Facebook, ela através do Tinder.



O Homem Ideal?
Direção: Carles Alberola
Elenco: Carles Alberola, Alfred Picó, Cristina García
Gênero: Comédia
Duração: 1h29min
Nacionalidade: Espanha
Sinopse: Jaume e Raquel são um casal exemplar, com uma relação de dar inveja em qualquer um. Quando eles organizam um encontro às cegas para seu amigo Rubén, que se divorciou faz dois anos e sofre de depressão, eles conhecem uma mulher que coloca sua vida de cabeça para baixo, provando que nunca é tarde demais para recomeçar.




E então, pretendem assistir algum?
Comentários
0
Compartilhe

30 de set de 2019


[Meme] Nosso Mês - Setembro


Olá lindíssimos, tudo bem?

Chegou a hora de conferir as leituras do mês e, como esse foi um mês de muitas mudanças na minha vida e ainda estou em fase de adaptação, li bem pouquinho, mas pretendo voltar ao meu ritmo natural de leitura aos poucos. E vocês? Leram o que gostariam esse mês? Ganharam/compraram muitos livros?

Lay

Livros lidos: 
1. Uma Paixão e Nada Mais - Mary Balogh (Resenha)
2. A Casa dos Novos Começos - Lucy Diamond (Resenha)
3. Irremediável Tentação - Lauren Royal


Recebi este mês:
1. Um Dorama Para Chamar de Meu - Marina Carvalho (Parceria Astral Cultural)
2. Onde Mora o Amor - Jill Mansell (Parceira Arqueiro)
3. A Dama Mais Apaixonada - Julia Quinn, Eloisa James e Connie Brockway (Parceira Arqueiro)


♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Então meus queridos, gostaram de conferir nossas leituras e os livros que recebemos? E vocês, como foram esse mês??

Para quem ainda não sabe, nós criamos um perfil no Instagram onde estamos postando nossas leituras, então nos sigam e confiram o que estamos lendo, deem suas opiniões, sugestões e comentários!!

Vamos lá começar um novo mês de leituras!!

Beijos
Comentários
2
Compartilhe

28 de set de 2019


[Resenha] A Casa dos Novos Começos - Lucy Diamond

Ficha Técnica 

Título: A Casa dos Novos Começos
Título Original: The House of New Beginnings
Autor: Lucy Diamond
ISBN: 978-85-8041-958-0
Páginas: 320
Ano: 2019
Tradutor: Viviane Diniz
Editora: Arqueiro
Um romance que mescla humor, temas sérios - como perda e luto - e as responsabilidades de mulheres contemporâneas. Em uma casa elegante próxima à orla, três moradoras têm mais em comum do que imaginam... Uma terrível descoberta leva Rosa a largar uma carreira de sucesso em Londres e, num impulso, recomeçar a vida como sous-chef em Brighton. O trabalho é árduo e estressante, mas a distrai. Bem, pelo menos até ela conhecer a adolescente emburrada que mora no apartamento ao lado, que a faz questionar suas escolhas. Georgie se muda para o Sul com o namorado, Simon, atrás de uma incrível oportunidade... para a carreira dele. Mas ela está determinada a ser bem-sucedida como jornalista e faz de tudo para trabalhar para uma revista local. A princípio, a cidade parece recebê-la de braços abertos, mas não vai demorar muito até ela se meter em várias enrascadas. Após uma grande tragédia, Charlotte passa as noites isolada em seu apartamento. Porém, Margot, uma senhorinha estilosa que mora no último andar, tem outros planos para ela. Querendo ou não, Charlotte vai precisar encarar o mundo real... e todas as suas possibilidades. Quando as três se conhecem, a esperança renasce, a amizade floresce e um novo capítulo se inicia na vida dessas mulheres.

Resenha


A Casa dos Novos Começos faz parte da coleção Romances de Hoje da Editora Arqueiro e foi minha oportunidade de conhecer a escrita da Lucy Diamond.

Georgie Taylor acabou de deixar seu emprego como bibliotecária em Stonefield para seguir Simon, seu namorado, no novo emprego dele como arquiteto em Brighton, mas assim que chegou, viu que o apartamento que ele alugou estava bem longe de ser como ela havia pedido que ele procurasse. O número onze da Dukes Square, mais conhecido como SeaView, não era o que esperava, mas era o que tinha e é lá que ela precisará ficar pelos próximos seis meses, até que Simon conclua o trabalho do hotel e possam voltar para Stonefield e seguir os planos dela: casar, comprar um terreno e construir a casa dos sonhos, ter cachorros e tudo mais que ela desejar. O problema será passar esses seis meses longe das amigas e de tudo que conhece.

Charlotte Winters é uma das moradoras do SeaView e deixou sua vida em Reading quando uma tragédia se abateu sobre sua vida e, sem saber como seguir em frente estando tão próxima de tudo, resolveu recomeçar em outro lugar. O problema é que, mais de um ano se passou desde que se mudou e esse recomeço ainda não é visível. Na verdade, ela está cada vez mais isolada de tudo, mas ao conhecer Margot Favager, sua vizinha do andar de cima, sua vida ganhará uma nova perspectiva. 

Rosa Dashwood trabalhava com publicidade em Londres, mas ao descobrir que foi rudemente enganada pelo namorado perfeito, ela resolveu fugir e mudar completamente de vida, por isso, agora  mora em SeaView, trabalha como ajudante em um restaurante com turnos insanos e um chefe que não chama ninguém pelo nome e grita e arremessa coisas em todos. Sim, um emprego de merda, mas ela sempre gostou de cozinhar e trabalhar na cozinha do Hotel Zanzibar tem lhe dado a experiência que ela precisa nessa mudança de carreira.
"A décima primeira casa na astrologia é a casa dos amigos, esperanças e desejos, objetivos e ideais. Não poderia ser melhor!"
Posição 3%
Embora não se conheçam inicialmente, essas três mulheres têm em comum a busca por um recomeço: Georgie precisa se encontrar e viver a própria vida e não estar sempre à sombra de Simon; Charlotte precisa superar o luto e seguir em frente e Rosa precisa entender que nem todos os homens são desleais.

Além dessas três mulheres, que serão as protagonistas dessa história, outros personagens são fundamentais para ajudá-las nesse processo: Margot, Jo, Bea, Gareth e Ned. Cada um ajudará da sua maneira, mas todos são importantes para que elas deixem o casulo e se abram novamente para a vida.
Ali estava sua resposta. Podia ter ido atrás de Simon para Brighton, mas talvez estivesse na hora de retomar aquela ambição abandonada, assumir o leme de sua vida e virá-lo em uma direção totalmente nova, para onde quisesse ir. Ah, agora, sim!
Posição 9%
Ver Georgie retomar suas aspirações no trabalho, Rosa ganhar confiança cozinhando cada vez melhor e não apenas sendo uma ajudante de cozinha e Charlotte passando a interagir com outras pessoas é incrível. As histórias que a Lucy traz são inspiradoras, mas achei a escrita devagar e o livro demorou a me conquistar por isso. Ainda que estivesse esperando para ver as conquistas das personagens, sabia que, pelo ritmo que a história estava sendo contada, isso iria demorar para acontecer, mas quando cheguei ao final, tudo se encaixou perfeitamente.

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
0
Compartilhe

26 de set de 2019


No Escurinho do Cinema #314


E aí pessoal, tudo bem??
Vamos conhecer os filmes dessa semana?

Ad Astra - Rumo às Estrelas
Direção: James Gray
Elenco: Brad Pitt, Tommy Lee Jones, Ruth Negga
Gênero: Ficção científica, Drama
Duração: 2h04min
Nacionalidade: EUA
Sinopse: Roy McBride (Brad Pitt) é um engenheiro espacial que decide empreender a maior jornada de sua vida: viajar para o espaço, cruzar a galáxia e tentar descobrir o que aconteceu com seu pai, um astronauta que se perdeu há vinte anos no caminho para Netuno.



Hebe - A Estrela do Brasil
Direção: Maurício Farias
Elenco: Andréa Beltrão, Marco Ricca, Danton Mello
Gênero: Biografia, Drama
Duração: 1h52min
Nacionalidade: Brasil
Sinopse: Hebe Camargo (Andréa Beltrão) se consagrou como uma das apresentadoras mais emblemáticas da televisão brasileira. Sua carreira passou por diversas mudanças ao longo dos anos, mas foi durante a década de 80, no período de transição da ditadura para a democracia, que Hebe, ao 60 anos, tomou uma decisão importante. A apresentadora passou a controlar a própria carreira e, independentemente das críticas machistas, do marido ciumento e dos chefes poderosos, se revelou para o público como uma mulher extraordinária, capaz de superar qualquer crise pessoal ou profissional.



Abominável
Direção: Jill Culton, Todd Wilderman
Elenco: Chloe Bennet, Sarah Paulson, Tenzing Norgay Trainor
Gênero: Animação, Aventura, Comédia
Duração: 1h37min
Nacionalidade: EUA
Sinopse: Yi (Chloe Bennet) é uma adolescente que, certo dia, descobre que um yeti está no telhado do prédio em que ela mora, em Xangai. A partir disso, ela e seus colegas passam a chamar a criatura mística de "Everest" e, ao criarem laços com o animal, decidem levá-lo até sua família, que está no topo do planeta. Porém, os três amigos terão que conseguir despistar o ganancioso Burnish (Eddie Izzard) e a zoóloga Dra. Zara (Sarah Paulson), que querem pegar o yeti a qualquer custo.


Filhas do Sol
Direção: Eva Husson
Elenco:Golshifteh Farahani, Emmanuelle Bercot, Zübeyde Bulut
Gênero: Drama
Duração: 1h51min
Nacionalidade: França
Sinopse: Bahar (Golshifteh Farahani) é a comandante das Filhas do Sol, um batalhão composto apenas por mulheres curdas que atua ofensivamente na guerra do país. Ela e as suas soldadas estão prestes a entrar na cidade de Gordyene, local onde Bahar foi capturada uma vez no passado. Mathilde (Emmanuelle Bercot) é uma jornalista francesa que está acompanhando o batalhão durante o ataque. O encontro entre as duas mulheres, dentro do cenário caótico que as cercam, irá mudar a vida de ambas permanentemente.



Predadores Assassinos
Direção: Alexandre Aja
Elenco: Kaya Scodelario, Barry Pepper, Morfydd Clark
Gênero: Terror
Duração: 1h28min
Nacionalidade: EUA
Sinopse: Quando a Flórida é vítima de um imenso furacão, os tsnunamis levam todos os habitantes a evacuarem o local. Mesmo assim, a jovem Haley (Kaya Scodelario) se recusa a sair de casa enquanto não conseguir resgatar o pai, gravemente ferido. Aos poucos, o nível da água começa a subir, Haley também se fere e tanto ela quanto o pai precisam enfrentar inimigos inesperados: gigantescos crocodilos que chegam com as águas.



E então, pretendem assistir algum?
Comentários
2
Compartilhe

23 de set de 2019


[Resenha] Uma Paixão e Nada Mais - Mary Balogh

Ficha Técnica 

Título: Uma Paixão e Nada Mais
Título Original: Only enchanting
Autor: Mary Balogh
ISBN: 978-85-306-0010-5
Páginas: 288
Ano: 2019
Tradutor: Livia de Almeida
Editora: Arqueiro
Ao voltar para casa depois das Guerras Napoleônicas, Flavian, o visconde de Ponsonby, ficou arrasado ao ser abandonado pela noiva. Agora a mulher que partiu seu coração está de volta, e todos estão ansiosos para que eles reatem o noivado. Exceto Flavian, que, em pânico, corre para os braços de uma jovem sensível e encantadora. Apesar de ter sido casada por quase cinco anos, a viúva Agnes Keeping nunca se apaixonou, nem quer se apaixonar. Aos 26 anos, ela prefere manter o controle de suas emoções e de sua vida. Porém, ao conhecer o carismático Flavian, fica tão arrebatada que acaba aceitando seu impetuoso pedido de casamento. Quando descobre que Flavian pediu sua mão apenas para se vingar da antiga paixão, Agnes decide fugir. Mas Flavian não tem a menor intenção de deixar a esposa partir, principalmente após descobrir que, para sua própria surpresa, está completamente apaixonado por ela.

Resenha


No quarto livro da série Clube dos Sobreviventes, teremos a oportunidade de conhecer o misterioso Flavian Arnott, o visconde de Ponsonby, que desde o primeiro livro da série despertou minha curiosidade em entender as sequelas que a guerra tinha deixado nele, pois eu só percebia a gagueira e poucas vezes mencionaram que ele tinha acessos de fúria.

No início desse livro Flavian faz uma visita ao amigo Vincent Hunt, que dará um baile para comemorar seu casamento e de fato assumir seu lugar como o visconde de Darleigh e como senhor de Middlebury Park. Atendendo ao pedido de Sophia, esposa de Vincent, Flavian convida a Sra. Agnes Keeping para uma dança. E depois dança mais uma vez com ela por livre escolha.

O baile passa e, seis meses depois, Flavian e seus amigos estão de volta a Middlebury Park para a reunião anual do Clube dos Sobreviventes, que este ano não acontecerá em Penderris Hall em virtude do recente nascimento do filho de Vincent e Sophia. Flavian só não fazia ideia que tinha mexido tanto com a vida da jovem viúva com quem dançou meses atrás e de que isso também mudaria o rumo da sua vida.

Agnes tem apenas 26 anos, mas já é viúva há três anos e no último ano foi morar com a irmã mais velha, Dora, em Inglebrook. Como Dora era professora de música e tinha o visconde e a viscondessa como alunos, foi natural que Agnes conhecesse os dois e criou um vínculo forte de amizade com eles, principalmente depois de conhecer o talento de Sophia e indicou o trabalho dela para um primo de seu falecido marido, que trabalhava como editor.
Estar apaixonada não era nada agradável - a não ser, talvez, quando ela revivia certa valsa sem música e certo beijo que pareceu chocante e lascivo na ocasião, mas que provavelmente não deveria ser considerado assim por nenhum padrão vigente. No entanto, não era possível viver para sempre de lembranças e de sonhos. Não era possível ignorar para sempre o fato de que estava só e de que talvez fosse permanecer assim pelo resto da vida.
P. 76
Em seu primeiro casamento Agnes não teve paixão ou amor. Ela considerava que era um casamento seguro e isso era o que ela acreditava ser o melhor que poderia esperar da vida. Mas agora, anos depois do seu casamento ter chegado ao fim, a atenção que recebeu do visconde de Ponsonby desperta algo que ela nunca imaginou que poderia viver.

Ao conhecermos mais Flavian, vamos descobrir que com o ferimento que sofreu na guerra, sua memória ficou com lacunas que ele ainda hoje não conseguiu recuperar e que, além disso, sofreu uma traição de sua noiva praticamente na mesma época.

Ao retornar ao vilarejo de Inglebrook, dessa vez com todos os amigos reunidos, Flavian se mostra mais inquieto do que o comum e a razão é o "retorno" de sua ex-noiva ao seu círculo de amizades, afinal, ela voltará a ser sua vizinha em Cadlebury Abbey, residência oficial da família. Entretanto, para equilibrar essa aflição, Flavian descobrirá que os breves encontros com a Sra. Keeping lhe trazem uma paz que já não acreditava ser capaz de sentir.
— Acredito que o senhor conheceu muito bem a infelicidade, lorde Ponsonby, e que isso o tornou cínico. A infelicidade pessoal, sem relação com seus ferimentos. E agora persuadiu-se de que a paixão tem mais importância que a satisfação tranquila e o amor comprometido.
P. 91
Flavian é muito mais do que mostrou no decorrer da série, seu arquear de sobrancelhas e comentários ácidos demonstrando falta de interesse na maioria dos assuntos nada mais é do que uma máscara de proteção, da mesma forma que Agnes demonstra frieza quando o assunto é esperar viver um grande amor e construir uma família. O trauma sofrido na infância repercute ainda em seu comportamento.

Diferente de Uma Loucura e Nada Mais, quando mencionei  que a história focou mais em Samantha do que em Ben, o integrante do Clube dos Sobreviventes, aqui voltou a ser equilibrada, mostrando o passado  de Flavian e Agnes igualmente e nos mostrando as feriadas deles e sua busca para curá-las.

Compre na Amazon

P.S.: Se quiser adicionar esse livro na sua lista de leitura do Skoob basta clicar na capa que você será redirecionado para a página do livro no Skoob. 😉
Comentários
2
Compartilhe
 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações