24 de mar de 2011


[Resenha] Bilionários por acaso: A criação do Facebook

Um livro no mínimo interessante. Uma leitura diferente, pelo menos para mim, que estou acostumada com literatura tipo romance. O relato do surgimento de um site, que você utiliza diariamente, as intrigas, as brigas, os insights, enfim, cada por menor de sua criação e desenvolvimento, é sem sombra de dúvidas interessante.
Quando lemos esse livro, somos apresentados logo de início ao personagem Eduardo Saverin, brasileiro, que foi morar em Miami com aproximadamente 11 anos quando seus pais descobriram que seu nome estava em uma possível lista de provaveis sequestrados por conta da fortuna de sua família. Eduardo foi estudar em Havard e lá conheceu um nerd como ele, Mark Zuckerberg. Depois de um incidente com Mark que quase o expulsou da universidade, Mark teve a ideia de criar um site de relacionamentos, uma rede social interativa. Mas para que isso desse certo ele precisa da ajuda de seu amigo Eduardo que entraria com a parte financeira do site e ele ficaria a cargo da parte de criação e codificação. Com essa parceria, surgia o site thefacebook.com uma empresa com dois sócios, Mark Zuckerberg com 70% e Eduardo Saverin com 30%. Depois de uma explosão de sucesso, em apenas 4 dias mais de 900 usários já estavam cadastrados no site e em poucas semanas 85% dos estudantes de Harvard há estavam conectados, Eduardo, como diretor financeiro da empresa, passou a procurar anunciantes para o site, pois o dinheiro que ele havia emprestado ao thefacebook.com iria ficar escasso a medida que mais usuários se cadastrassem e eles precisassem de servidores mais potentes.

Enfim, quando o sucesso do site sai dos muros de Havard e começa a atingir outras universidades, os seus criadores começam a ganhar mais notoriedade dentro de sua comunidade por conta da revolução que o thefacebook representava. Mas sempre que vemos o sucesso de algo, e esse sucesso chega rapidamente sempre há quem queria seu pedaço do bolo, na minha opinião é o representa bem o personagem Sean Parker, alguém querendo fazer parte do sucesso de Mark e Eduardo.

É claro que, una-se a um aproveitador, a determinação de um gênio em não querer que nada atrapalhe o sucesso do seu projeto e teremos o que aconteceu com Eduardo Saverin depois que o thefacebook se uniu à um investidor, que além de tudo mudou o nome do site para simplesmente Facebook. Eduardo foi posto para fora de sua empresa e o que era pior, pelo seu amigo.

Na minha opinião, Mark jogou bem sujo com Eduardo (eu não estou defendendo Eduardo por ser brasileiro e sim, porque na opinião é o justo), pois na hora em que ele precisou, Eduardo estava disposto a investir em algo que, mesmo sabendo que a ideia do projeto era genial, poderia não render lucro algum para eles. Enfim, leiam o livro e expressem aqui sua opinião.
Comentários
8
Compartilhe

8 comentários:

  1. Eu vi ao filme que foi baseado no livro e por não ter gostado muito - na verdade eu peguei "birra" do Mark, risos - então eu ainda nao li o livro e na vdd nao estou mto empolgada.. quem sabe mais frente né?!
    Mesmo assim a resenha foi mto bem escrita :)

    Beijos
    Rapha - Doce Encanto.

    ResponderExcluir
  2. Rapha, eu ainda não assisti o filme, mas criei birra com o Mark também -kkkkk- mas enfim, ele criou um site que eu acesso diariamente, fazer o que né?!
    Obrigada pelo comentário, fico feliz que tenha gostado da resenha!
    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não assisti o filme...nem li o livro. Vou ver se pego o filme pra ver qual é a história dele.

    Bjus
    Gisele
    http://dicasdelivrosefilmes.com.br/

    ResponderExcluir
  4. De qualquer forma Gisele acredito que é sempre bom conhecermos a origem das coisas, e esse livro nos mostra a origem do Facebook e tudo que ocorreu por traz até o site bombar literalmente!!!

    Vale a pena ler, e também assistirei o filme!!!
    Bjuss

    ResponderExcluir
  5. Queria saber detalhadamente sobre o sucesso do facebook...

    ResponderExcluir
  6. Pois é, realmente é bom conhecer...vale a pena!!!

    ResponderExcluir
  7. Assisti o filme e fiquei com raiva do Mark que nem quis ler o livro, nossa o brasileiro Eduardo Saverin que era amigo dele ele traiu por dinheiro que falta de caráter do Mark, mas perdeu um amigo...Mark parece ser um megalomaníaco,prepotente...

    ResponderExcluir
  8. Justamente Vanessa, fiquei com muita raiva do Mark!!!! Um amigo não faria o que ele fez!!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações