4 de abr de 2011


[Resenha] A Pirâmide Vermelha - Rick Riordan


Sinopse

Desde a morte de sua mãe, Carter e Sadie viveram perto de estranhos. Enquanto Sadie viveu com os avós, em Londres, seu irmão viajava pelo mundo com seu pai, o egiptólogo brilhante, Dr. Julius Kane.
 Uma noite, o Dr. Kane traz os irmãos juntos para uma experiência de “pesquisa” no Museu Britânico, onde ele espera para acertar as coisas para sua família. Ao contrário, ele liberta o deus egípcio Set, que expulsa-lo ao esquecimento e forças das crianças a fugir para salvar suas vidas.
 Logo, Sadie e Carter descobre que os deuses do Egito estão acordando e, o pior deles – Set – tem a sua visão sobre o Kanes. Para detê-lo, os irmãos embarcam em uma perigosa viagem em todo o mundo – uma busca que traz os cada vez mais perto da verdade sobre sua família e seus vínculos com uma ordem secreta que existiu desde o tempo dos faraós.


Resenha

Para quem já conhece a narrativa do autor Rick Riordan, eu aviso, esse livro não deixa a desejar. Assim como na Série Percy Jackson e os Olimpianos, Rick Riordan nos ensina sobre a mitologia (em Percy a mitologia grega e nesse a mitologia egípcia) em meio a muita aventura, adrenalina e reviravoltas, enfim, é impossível ficar entediado!

A Pirâmide Vermelha, o primeiro livro da Série As Crônicas dos Kane, é narrada de forma intercalada pelos irmãos Carter e Sadie Kane. Mas não pense que por esse motivo a narrativa é complicada, muito pelo contrário, cada um conta uma determinada parte da história, e isso é feito do ponto de vista individual do personagem, ou seja, podemos conhecer um pouquinho mais cada um deles.

Após a morte da mãe, Ruby Kane, Carter e Sadie foram criados separados um do outro. Depois de uma batalha judicial entre Julius Kane e os pais de Ruby, Carter foi criado com o pai, um renomado egiptólogo em suas constantes viagens pelo mundo enquanto Sadie foi criada em Londres pelos avós maternos. Sendo assim, Julius só podia visitar sua filha duas vezes por ano, e nesse encontro, que é narrado no livro, é onde nossa aventura começa.

Em meio a hieróglifos, artefatos mágicos, magos, cajados, varinhas, deuses e animais inusitados, Carter e Sadie precisam salvar o pai e o mundo, é claro! Alguns personagens nos marcam durante a leitura dessa envolvente história, conhecemos o babuíno Khufu e seu peculiar gosto alimentar, conhecemos o crocodilo Felipe da Macedônia, além do Shabti Doughboy.

Devo confessar que o tipo de livro que o Rick escreve sempre me cativa, pois eu sou apaixonada por História, principalmente a parte mitológica, a minha preferida é a Mitologia Grega, mas amo todas, a Romana, Egípcia, enfim, TODAS!

O próximo livro da série tem estreia prevista para maio nos Estados Unidos, mas ainda sem data de lançamento no Brasil, vamos esperar então que The Throne of Fire (O Trono de Fogo) seja lançado o mais rápido possível para saciar nossa sede de aventuras egípcias!


Comentários
3
Compartilhe

3 comentários:

  1. Estou doida pra ler esse livro, mas não encontro ninguém que já tenha lido(e preciso de um incentivo pra comprar... rs). Adorei a resenha, obrigada! Bjinho!

    ResponderExcluir
  2. Eu simplesmente adorei Nathalia, aliás isso está bem explicito na resenha hein?! kkkkkk Mas acho que vale a pena vc comprar, eu pelo menos já estou ansiosa pelo próximo livro dele!!
    Bjinhus

    ResponderExcluir
  3. Gostei do livro,Riordan aborda a mitologia egípcia (muito interessante o uso dessa cultura)Repleto de ação, A Pirâmide Vermelha nos mostra a história dos irmãos Carter e Sadie Kane que foram separados após a morte da mãe,a aventura traz seres mitológicos, portais e um cenário rico em detalhes,
    fica o suspense em descobrir quem são os vilões e os mocinhos.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações