10 de set de 2011


[Resenha] Antes que eu vá – Lauren Oliver

ANTES_QUE_EU_VA
FICHA TÉCNICA

Título: Antes que eu vá
Título Original: Before I Fall
Autor: Lauren Oliver
ISBN: 978-85-8057-059-5
Páginas: 360
Ano: 2011
Tradutor: Rita Sussekind
Editora: Intrínseca

SINOPSE
Em uma noite chuvosa de fevereiro, Sam é morta em um acidente de carro horrível. Mas em vez de se ver em um túnel de luz, ela acorda na sua própria cama, na manhã do mesmo dia. Forçada a viver com os mesmos eventos ela se esforça para alterar o resultado, mas acorda novamente no dia do acidente. O que se segue é a história de uma menina que ao longo dos dias, descobre através de insights desoladores, as conseqüências de cada ação dela. Uma menina que morreu jovem, mas no processo aprende a viver. E que se apaixona um pouco tarde demais.

RESENHA
Nesse livro conhecemos nossa protagonista da vez, Samantha Kingston, ou simplesmente Sam. Ela tem tudo que qualquer garota desejaria na vida, está no último ano da escola, é super popular, junto com suas três melhores amigas formam um grupo de popularidade imbatível e tem o namorado mais gato do colégio, por quem é apaixonada mesmo antes de ser popular, quando ela era apenas uma estudante do colégio Thomas Jefferson invisível aos olhos de todos.

No entanto, a partir do momento em que passa a fazer parte do grupo “Popular” suas prioridades mudaram. Para ser aceita foi deixando de lado suas opiniões, seus gostos e amigos. Esse ponto nos remete à um dos temas centrais do livro, o bullying. Vemos claramente como as pessoas são afetas por esse ato e que as consequências podem ser bem piores do que se pode imaginar, mas não pense que ela aborda somente quem sofre o bullying, mas também, e nesse caso principalmente, quem pratica. Juntamente com esse tema, de forma menor, é claro, o livro aborda temas como sexo, drogas e alcool na adolescência.

blog_parceiroSam morre num terrível acidente de carro quando sai de uma festa na casa de seu ex-melhor amigo de infância, Kent (adoro ele!!!!), e a partir daí ela revive seu último dia (12 de fevereiro, dia do cupido) sete vezes. Mas então você deve estar se perguntando, não é chato e repetitivo? E eu respondo, não, não é! Cada capítulo do livro representa uma vez que Sam revive o dia, e a cada dia ela tem novas emoções, raiva, negação, sofrimento, alegria… E ela vai mudando sua atitude de forma que possa alterar os fatos e conseguir sair dessa repetição que à angustia. Aos poucos ela vai descobrindo muitos sobre pessoas que convivem com ela diariamente e que ela realmente não conhece.


Conhecemos muitos personagens e cada um irá se identificar com alguém. A única pessoa que eu realmente gostei foi do Kent, quanto aos outros personagens são bem reais, com qualidades e defeitos, erros e acertos em sua trajetória, afinal ninguém é perfeito, mas se tem um personagem que odiei foi a Lindsay, uma das melhores amigas de Sam, a lider do grupo, porque, como dizem no livro, ela é uma vaca, e eu concordo totalmente com isso!!!!!


Enfim, leitura recomendada, pois as lições que Sam aprende ao longo das sete vezes em que repete seu último dia são maravilhosas, e sem dúvida devemos prestar atenção e aproveitarmos nossos dias, sempre!
Talvez você possa se dar ao luxo de esperar. talvez para você haja um amanhã. Um, dois, três ou dez milhões de amanhãs… Tanto tempo, que você possa nadar nele, deixar rolar e enrolar-se nele, deixá-lo cair como moedas por entre os dedos. Tanto tempo, que você possa desperdiçá-lo. Mas, para alguns de nós, há apenas o hoje. E a verdade, afinal, é que você nunca sabe quando chegará sua vez.
E então você se pergunta:
E se tudo o que você tivesse fosse um único dia. O que iria fazer? Quem iria beijar? Até onde se atreveria a ir para salvar a própria vida?


Comentários
9
Compartilhe

9 comentários:

  1. Ain.. quero tanto ler esse livro. Parece ser tão bom. Capa maravilhosa e só li resenhas positivas até agr.

    ResponderExcluir
  2. Oi ..

    Esse livro está na minha lista de desejos desde o lançamento. Parece ser muito bom. O pessoal que já leu só elogiaram a obra.

    Ótima resenha.

    João Victor
    http://www.amigodolivro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi meninos, pois é, esse livro tem sido muito comentado pela rede mesmo, e os comentários são bastante positivos, e realmente digo que é bom mesmo!! Vale muito a pena parar e lê-lo!!!
    Bjinhussssss

    ResponderExcluir
  4. Heey!

    adorei a resenha, quero muito leer esse livro. Todo mundo elogiando muito ele, parece ter uma história ótima.

    Bj;*
    Naty - Just Books !

    ResponderExcluir
  5. Olá, Lay!!
    Adorei a sua resenha!!
    Eu também gostei do livro e só no comecinho que achei que fosse ficar chato essa coisa de repetir as ações do dia em que a Sam morreu, mas pelo menos cada vez ela tentava consertar as coisas de forma diferente rs.
    Espero gostar também de Delirium que será publicado no ano que vem. A autora tem um estilo de escrita que me agradou muito.
    Bjos.

    Mariana Ribeiro
    Confissões Literárias.

    ResponderExcluir
  6. Pois é Mari, acho que todo mundo pensa assim, afinal, repetir o mesmo dia sete vezes hein...mas no fim é até engraçado a maneira como ela vai se desenvolvendo nos dias...espero gostar também de Delirium, mas temos que esperar para ver...

    Bjus

    ResponderExcluir
  7. A capa desse livro é tão linda, quero muito ler so falta o dindin rs. Não sei o que faria se soubesse que iria ser meu último dia..
    Chaegou meu livro lindo, Liberte meu coração, muito obrigado, ele é mais lindo ainda em mãos :D
    beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi Neny, pois é a capa é realmente linda, mas a que mais gostei foi a do livro que vc ganhou, inclusive ia te perguntar se já tinha recebido...mas enfim, realmente o que fazer sendo o último dia é realmente difícil!!!

    Bjus

    ResponderExcluir
  9. Olá,achei o livro diferente porque cada capítulo representa um novo quase último dia na vida da protagonista, e apesar de reviver o mesmo dia várias vezes, a história não fica chata nem cansativa.Trazendo o bullying, como um dos temas centrais e a forma como afeta a vida tanto de quem sofre, como de quem o pratica. Também aborda problemas como:álcool,drogas na adolescência. Mas o que motiva é a essência sobre o que muda a transformação na vida dos personagens

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações