1 de fev de 2012


[Resenha] Sushi – Marian Keyes

cats1
Ficha técnica
Título: Sushi
Título Original: Sushi for Beginners
Autor: Marian Keyes
ISBN: 978-85-7799-314-7
Páginas: 574
Ano: 2011 (2ª edição)
Tradutor: Heloísa Maria Leal
Editora: BestBolso

Sinopse

"Sushi" é um livro sobre a busca da felicidade. E ensina que, quando você deixa as coisas ferverem sob a superfície por tempo demais, cedo ou tarde elas acabam transbordando. Perspicaz, engraçado e humano, este romance de Marian Keyes consolida sua posição como a mais popular jovem autora da Grã- Bretanha. Lisa Edwards, a durona e sofisticada editora de revistas, acha que sua vida acabou, quando descobre que seu novo emprego "fabuloso" não passa de uma ordem de deportação para a Irlanda, com a missão de lançar a revista Garota. Ashling Kennedy, a editora assistente da Garota, também tem seus problemas. É a Rainha da Ansiedade, e não é de hoje que sente que algo não está cem por cento na sua vida. E não só porque o que lhe sobra são bolsas, falta em cintura e namorado - mas porque, no fundo, no fundo, falta algo mais, como aquele pontinho minúsculo que fica na tela quando a gente desliga a TV à noite. Conhecida como "Princesa", a vida sempre deu a Clodagh tudo que queria (e por que haveria de ser diferente, quando se é a garota mais bonita da turma?). Ao lado de seu príncipe e dois filhinhos encantadores, ela vive um conto de fadas doméstico em seu castelo. Mas então, por que será que nos últimos tempos anda sentindo vontade - e não pela primeira vez - de beijar um sapo? (Abrindo o jogo: de dormir com um sapo). Mais um sucesso de Marian Keyes, que vem divertindo milhares de leitores no mundo todo.

Resenha

Um livro simples. Acredito que assim consigo definir bem Sushi. Não foi aquele livro maravilhoso, mas foi um chick lit normal... nada demais.

A história é contada em terceira pessoa a partir das três personagens principais: Ashling, Lisa e Clodagh. A que mais gosto é Ashling, uma garota que só quer um emprego, um namorado e ser feliz. Parece simples, mas...obsessiva em ajudar os outros, sempre pronta com seu kit de sobrevivência. Clodagh é melhor amiga de Ashling desde os cinco anos de idade, é casada com Dylan, ex-namorado de Ashling há onze anos e tem dois filhos. Não trabalha e se dedica exclusivamente à criação dos filhos e a cuidar da casa e do marido. Lisa, editora em uma revista em Londres, sonha com sua promoção para ser editora chefe de uma outra revista do grupo na cidade de Nova Iorque, no entanto, sua promoção é para ser editora chefe de uma nova revista que será lançada na Irlanda, a Collen. E nesse emprego, terá Ashling como assistente, um tipo de pessoa que ela particularmente não gosta. Assim a vida das três personagens se cruzam.

Em comum, as personagens tem o fato de acreditarem que há algo errado em suas vidas, que falta alguma coisa. Lisa está se divorciando de seu marido maravilhoso e que combina perfeitamente com ela, um fotógrafo de moda. Ela vinha lidando bem com a separação até que foi morar sozinha num país onde não conhecia ninguém, com um emprego que não queria e se viu completamente sozinha.

- Você é uma Workaholic - vivia a acusá-la, com frustração e raiva crescentes. 
- Os homens sempre dizem isso das mulheres bem-sucedidas. 
- Não, não estou só querendo dizer que você trabalha demais, embora seja o caso. Paixão, você é obsessiva. ... 
Pág. 383

Clodagh embora seja casada com um marido perfeito, que lhe dá tudo que precisa, uma vida tranquila onde ela não precisa se dividir entre trabalho, casa e filhos, parece não ser mais perfeito para ela. Clodagh irrita-se com facilidade estando com os filhos e com o marido, e cada vez mais se distancia dele.

A gente acha que só os personagens de novela têm casos. Mas as pessoas de carne e osso também têm, essas coisas acontecem.
Pág. 458

Ashling passa a trabalhar como assistente na revista Collen, atormentada profissionalmente pela sua chefe Lisa e por seu chefe Jack Devine, que não foi com a cara dela desde o dia de sua entrevista.

Outro assunto em comum...
- Droga - pensou ela, ao se dar conta. - Acho que estou tendo um colapso nervoso.
Correu o olhar pela cama onde estava jogada. Seu corpo havia muito necessitado de um banho espalhava-se letargicamente sobre o lençol havia muito necessitado de uma troca. Lenços de papel encharcados e amassados atulhavam o edredom. A poeira se acumulava sobre um arsenal intacto de chocolates em cima da cômoda. A televisão no canto bombardeava sem trégua a programação da manhã. Opa, colapso nervoso, sem dúvida.
Mas algo estava errado. O que seria?
- Sempre achei... - ela arriscou. - A verdade é que sempre esperei...
Do nada ela soube.
- Sempre achei que seria melhor do que isso...
Pág. 449
Sim, as três tiveram colapsos nervosos, em momentos diferente e por motivos diferentes, que não posso contar porque senão seria um mega spoiler, mas enfim, eu comecei odiando Clodagh e terminei odiando ainda mais. Lisa eu comecei gostando, depois odiei e no final gostei dela de novo. Já Ashling amei do inicio ao fim. Só uma dicazinha....kkkkk

Como disse no inicio, um livro simples, sem uma trama realmente empolgante, um pouco de vida real mesmo. Mas eu gostei.
3 Claves
Bjus lindos e até a próxima!!!!
Comentários
4
Compartilhe

4 comentários:

  1. Eu tô com ele na minha lista de leitura. Vai ser o terceiro Marian Keyes que eu vou ler e por enquanto nenhum dos dois foi muuuito bom assim.. Sushi parece ter uma história bem legal, espero que ele seja melhor :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Eu gostei... É o terceiro livro dela que leio, mas ainda não achei "O" livro...
    Estou à procura...

    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Com humor leve e despretensioso, onde se pode identificar com as situações.Nessa história acompanhamos a vida de Maggie, considerada a pessoa mais correta da família e, por consequência, do universo.

    ResponderExcluir
  4. estou lendo o livro melancia quero ler todos os livros Marian keyes.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações