27 de mar de 2012


[Resenha] Para Sempre - Kim e Krickitt Carpenter

Para Sempre..
Ficha técnica
Título: Para Sempre
Título Original: The Vow
Autor: Kim e Krickitt Carpenter
ISBN: 978-85-8163-008-3
Páginas: 144
Ano: 2012
Tradutor: Ivar Panazzolo Júnior
Editora: Novo Conceito

Sinopse

A vida que Kim e Krickitt Carpenter conheciam mudou completamente no dia 24 de novembro de 1993, dois meses após o seu casamento, quando a traseira do seu carro foi atingida por uma caminhonete que transitava em alta velocidade. Um ferimento sério na cabeça deixou Krickitt em coma por várias semanas. Quando finalmente despertou, parte da sua memória estava comprometida e ela não conseguia se lembrar de seu marido. Ela não fazia a menor ideia de quem ele era. Essencialmente, a "Krickitt" com quem Kim havia se casado morreu no acidente, e naquele momento ele precisava reconquistar a mulher que amava.

Resenha
Nem de longe o livro me emocionou como eu esperava. Pela sinopse acreditei mesmo que veria no livro uma linda história de amor, e peguei esse livro para ler porque estava nesse momento, precisava desse tipo de leitura, no entanto, o que vemos é um relato superficial de Kim Carpenter a respeito de sua vida com Krickitt, o que já de cara me decepcionou, pois pensei que, como diz o livro, ele teria sido escrito pelos dois e não é o que acontece.

Novo ConceitoKim, um treinador de beisebol conhece a vendedora Krickitt por telefone, e os dois acabam se conhecendo cada vez mais profundamente. A amizade vai crescendo à cada conversa que os dois têm e em pouco tempo a conversa passa do âmbito profissional para o pessoal quando Krickitt dá o telefone da sua casa para Kim sob o pretexto de que ela não estaria trabalhando no dia em que ele ligaria para saber de uma encomenda que havia  feito pelo telefone. A amizade se torna amor, mas tudo isso é narrado rapidamente e superficialmente, o que não nos dá uma conexão com o momento vivido pelo casal.

Kim e Krickitt casam-se em pouco tempo de relacionamento e com apenas de dois meses de casados, quando saiam para seu primeiro feriado juntos indo para a casa dos pais de Krickitt, eles sofrem um terrível acidente de carro e suas vidas dão uma guinada quando Krickitt, que ficou muito mais machucada do que Kim, sofre uma lesão grave no cérebro e perde a sua memória recente, ou seja, não se lembra de sequer ter conhecido seu marido.

Kim narra rapidamente o momento vivido por sua família e sua dedicação constante à Krickitt mesmo quando ela não se lembrava dele em sua vida. A história de superação é linda realmente e não posso jamais negar isso, no entanto, não posso afirmar que a leitura me prendeu, eu terminei a leitura rapidamente sim, mas porque simplesmente queria acabar logo.

É importante ressaltar aqui que o livro não foi escrito por algum escritor profissional, mas ainda assim é dificil não julgar sua narrativa fraca.

Para mim, o que posso extrair de positivo é que a demonstração de fé, perseverança, dedicação e lealdade do casal devem servir de inspiração para diversos leitores e isso sem dúvida é um grande ponto à favor do livro da Editora, que se dedicou ao lançamento e divulgação dessa linda história.

Para quem ainda não sabe, existe um filme sobre a história narrada nesse livro. O filme homônimo tem sua estreia em junho aqui no Brasil. Vejam abaixo o trailer do filme.


 2 Claves
Bjus lindos e até a próxima!!!!
Comentários
8
Compartilhe

8 comentários:

  1. Que pena que você não gostou do livro Lay.
    Eu acho que a história me emocionou por isso acabei gostando tanto dele.
    Resenha sincera, gostei!
    Estou louca para assistir esse filme,
    espero me emocionar tanto quanto o livro.

    Bjos,
    Verbologia Pink

    ResponderExcluir
  2. Já me disseram que a história é linda mesmo, mas o livro deixou muito à desejar. Me desanimou muito pra leitura, mas eu ainda espero que o filme seja bom!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Pois é Bruna, como os filmes sempre são diferentes dos livros em que se inspiraram eu estou com expectativa de que o filme seja melhor, uma vez que a história é muito boa!!

    Bjusssss

    ResponderExcluir
  4. Olá Lay, realmente a narrativa não foi das melhores :(
    Porém a história é muito forte, gostei de ter tido um bom final.
    Estou ansiosa pelo filme e espero que tenha mais romance que o livro.
    RAFA :)
    Blog Melody
    http://rafaacarvalho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Pois é Rafa, essa é a minha esperança também...

    Bjus

    ResponderExcluir
  6. Achei que o filme já tinha estreiado. Apesar da narrativa fraca eu quero muito ler este livro com essa hstória que achei linda. Se não for tão bom talvez o filme seja melhor.

    ----Leituras & Fofuras----
    www.leiturasefofuras.com.br

    ResponderExcluir
  7. Assisti o filme e li o livro também.Boa resenha, livro baseado em uma história real. O livro é narrado por Kim,apesar de biográfica, tem algumas partes que parecem um tanto romanceadas e além do real, não que não pareça verdade.
    Ficou a impressão de que era impossível acabar com o casamento,independente de tudo que aconteceu. Então, (parece) que sem outra opção, ela decide reaprender a amar seu marido.

    ResponderExcluir
  8. Vi esse filme em algum site há um tempo, mas antes de assisti-lo decidi que leria o livro. Pois bem, li, gostei, mas não me apaixonei. Gostei bastante por ser uma história real, mas esperava que fosse mais explorado.
    Acabei nem vendo o filme, simplesmente esqueci dele. hahaha

    Agora vou procurá-lo de novo :D

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações