4 de out de 2012


Capas pelo Mundo – As Vantagens de Ser Invisível

Capas pelo Mundo

Olá seguidores dos De Tudo um Pouco! Como vocês estão? O livro que eu escolhi para mais um “Capas pelo Mundo” foi “As Vantagens de Ser Invisível”. Com a proximidade do lançamento do filme no Brasil, eu percebi que muitas pessoas pegaram o livro para ler, antes do dia 19 de outubro (o dia da estreia no Brasil). A colunista que vos digita, está terminando de ler e posso dizer que o livro é muito bom, bem escrito e Charlie é incrível.

 

Sinopse: Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, o livro reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta ao amigo nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.


As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir "infinito" ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário.


Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.

Vamos às capas!!

clip_image002 clip_image004 clip_image006

                                                              Capas da Alemanha

A minha capa alemã preferida é a terceira, com um fundo de papel amassado. Quando eu vi essa capa, minha mente criou uma imagem de uma pessoa que está escrevendo qualquer coisa e por alguma razão erra e amassa o papel. Sabe quando a gente está escrevendo algum trabalho, carta e erra e amassa o papel? Então eu imaginei isso e relacionei com o momento em que Charlie escreve as suas cartas para o seu amigo (que não se sabe se é real ou imaginário) e como nós, ele pode errar e fazer a mesma coisa. Já a primeira eu não gostei, mas acho que fizeram essa capa com o intuito de mostrar um dos temas abordados pelo livro que seria “as festas alucinantes”. Mesmo com esse motivo, eu não gosto da capa. A segunda me lembra da capa norte-americana, que veremos a seguir.

 

clip_image008 clip_image010 clip_image012

                           Austrália                                 Brasil                                 Eslováquia

 

A capa australiana traz os atores que interpretam Sam, Charlie e Patrick no cinema e apesar de não ser tão fã de capas inspiradas nos filmes, eu achei essa muito bonita e eu compraria haha E agora vamos a capa mais bonita de todas as edições de “The Perks of Being a Wallflower”! A capa brasileira é linda e pelo que eu soube esse desenho do menino (Charlie) só aparece quando o livro está sob a luz, vou adquirir em breve. A Rocco sempre apresentando capas lindas. A da Eslováquia lembra também a norte-americana e eu acho bem simples.

clip_image014clip_image016clip_image018 clip_image020

           Espanha                                   Estados Unidos                                         Finlândia

 

As minhas preferidas: espanhola, a segunda capa norte-americana e finlandesa, desse bloco. A primeira capa norte-americana é bem simples, como disse anteriormente, e eu não tive uma identificação com ela. Já a segunda eu adorei, com os atores e compraria sem nem pensar. Espanha bem simples e bonita com os dizeres que levam a fonte do filme.

clip_image022clip_image024clip_image026 clip_image028

            França                           Holanda                                                Inglaterra

 

clip_image030clip_image032clip_image034 clip_image036

             Itália                              Japão                                               Lituânia

 

clip_image038 clip_image040

                                                   Polônia                       República Tcheca

 

Muitas capas! As capas que eu não gosto são: francesa, japonesa, a segunda da Lituânia e a da Polônia. De todas as capas a polonesa é a pior. Para que tanta informação numa capa de livro? Não é necessário e a fonte também não me agrada. A capa da República Tcheca é igual a da Eslováquia, e eu achei irônico porque os dos países antigamente eram um só no caso a Checoslováquia e tem as capas iguais. A Inglaterra sempre com capas lindíssimas. E a primeira capa inglesa me lembrou duma capa de O Morro dos Ventos Uivantes. A segunda com um papel de bloco como fundo e os caracteres remete ao conteúdo do livro e por isso eu adorei. A italiana eu achei bem intensa, a holandesa com um fundo de folha de caderno seguindo a linha da terceira capa alemã e a segunda inglesa. Depois de tantas capas diferentes, quais vocês gostaram mais? E quais não agradaram? Deixem as opiniões nos comentários!

Ass Auri

Comentários
12
Compartilhe

12 comentários:

  1. O filme já está para ser lançado, e acredita que eu ainda não li o livro.
    Na verdade só fiquei sabendo do livro, por causa do lançamento do filme.
    Que vergonha!

    As capas da Inglaterra e Finlândia, na minha opinião, foram as mais legais.

    Estou super curiosa sobre a história, não se vejo o filme antes de ler o livro.

    ResponderExcluir
  2. Nossa adorei esse post, e as capas uma mais criativa que a outra e algumas excêntricas d+ e quem ganha somos nós leitores.Gostei de fazer uma amostra do que rola no mundo sobre a capa e desse livro, ansiosa para assistir tb,pq algumas passagens parecem tão reais como se mostrasse o que rola pelo mundo em algumas escolas com alguns jovens.

    ResponderExcluir
  3. nossa conheci o blog agora e logo de cara vejo uma sessão que me interessa muito," capas pelo mundo" amo capas gostei mais da austrália e estados unidos foram as mais lindas :D

    ResponderExcluir
  4. Achei a maior parte das capas confusas e sinceramente eu não gostei. Principalmente aquela com o poster do filme: odeio quando colocam o poster do filme como capa de um livro ¬¬

    Mas, eu adorei a capa da Finlândia, é tão linda, tão perfeita pro titulo! *_* (nunca li o livro, então! IUASHiauSHiUAHS)

    =*

    ResponderExcluir
  5. Quero muito ler esse livro! As capas são todas lindas, mas a brasileira é a mais bonita! A Australiana e a americana com a capa do filme são lindas também. Gostei da espanhola e a primeira inglesa, são muito lindas! Agora o restante não me agrada muito. Adorei o post!

    Beijo;*
    Naty.

    ResponderExcluir
  6. Vale a pena ler o livro antes de assistir, porque é bom! O livro é real, Charlie passa tanta sinceridade que você acaba querendo entender mais o que aconteceu e o que acontece na vida dele. Te faz refletir sobre um monte de coisa. Eu recomendo :D

    ResponderExcluir
  7. Gostei das capas da Austrália, Polônia e da capa brasileira. As outras nem gostei muito.

    Thais Vianna
    @dathais

    ResponderExcluir
  8. Adorei as capas da Inglaterra, as duas, a segunda me lembrou a capa de um Cd do paramore rsrsrs. Também gostei da capa da Finlândia. As outras achei comuns demais, e algumas são bem feinhas como as do Jãpão e as duas primeiras da Alemanha rs

    ResponderExcluir
  9. Eu também tenho vontade de ler o livro, rs. Li tantos comentários positivos que me dá uma vontade de lê-lo o quanto antes!
    Agora falando das capas, as mais bonitas são: as primeiras da Inglaterra e da Lituânia, do Brasil e da Espanha.
    Tiveram algumas que eu não gostei muito não, umas ficaram exageradas e essas outras que têm só uma pequena foto e o resto todo verde ficaram meio sem graça...
    Posso fazer uma sugestão? O livro Jogador N 1, do Ernest Cline, têm um monte de capas criativas espalhadas pelo mundo. Se você quiser vê-las, estão todas no site do autor.

    ResponderExcluir
  10. Oi Lay, que capas lindas, realmente a do papel amassado é linda, só acho que não tem muito a ver com o livro, quero muito ler este livro, ouço falarem muito bem, acho que não deve ser muito grande... haha.. Beijos!
    www.naestant.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Para ser bem sincera eu acho que não gostei de nenhuma capa. KKKKKK! Sério, não sei se é porque o livro não me interessou tanto. Talvez a capa da Holanda seja a mais bonitinha.
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Nossa, adorei a capa da Austrália! Não é muito diferente da nossa, mas eu gostei!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações