26 de mar de 2013


[Resenha] Belo Desastre - Jamie McGuire



Ficha Técnica

Título: Belo Desastre
Título Original: Beautiful Disaster
Autor: Jamie McGuire
ISBN: 978-85-7686-191-1
Páginas: 389
Ano: 2012
Tradutor: Ana Death Duarte
Editora: Verus
17Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. E é então que eles se envolvem em uma relação intensa e conturbada, que pode acabar levando-os à loucura.


Resenha


Sabe aquele livro que você começa a ler e não consegue parar? Pois foi assim com Belo Desastre. Um livro viciante com um romance obsessivo.

Aparentemente Abby e Travis são o oposto um do outro, mas Abby guarda um segredo. Abby se mudou para bem longe de sua família para esquecer seu passado e recomeçar sua vida. Com o apoio de sua melhor amiga America, Abby foi estudar em uma faculdade pequena, onde poderia lidar com um número menor de pessoas e que não a conheciam. Porém, graças ao namoro de America com Shepley, Abby, agora uma garota recatada, vai à uma luta nos porões da faculdade e conhece Travis “Cachorro Louco” Maddox, primo de Shepley, o bad boy da faculdade, o mulherengo pegador.

Logo de cara Travis se mostra interessado em Abby e passa a chamá-la de Beija-Flor (e a capa do livro tem uma borboleta, não entendi…). Como Abby mostra seu desprezo por ele (não sei como ela consegue, o cara é demais!!!! Fora alguns defeitos que contarei mais tarde) o que parece é que ele está interessado nela apenas por ser um desafio, por ela não o “desejar”, mas como ela se mantem firme, eles se tornam amigos.

No entanto, a relação deles mostra-se muito conturbada. Embora sejam amigos, Travis age como se fosse um namorado ciumento e descontrolado a maior parte do tempo (essa é a parte ruim dele + o fato de fumar, coisa que eu repudio).

Os dois cabeças-duras negam o tempo todo o que sentem um pelo outro por não acreditarem que podem fazer o outro feliz, fazem tantas besteiras que dá raiva, dá vontade de ir lá e resolver logo, sabe?! Afff
- Eu sei que a gente tem problemas, tá? Sou impulsivo, esquentado, e você me faz perder a cabeça como ninguém. Num minuto você age como se me odiasse, e no seguinte como se precisasse de mim. Eu nunca faço nada direito, eu não te mereço… mas, porra Abby, eu te amo.
Pág. 188
E mesmo quando o romance engata, as confusões continuam, os conflitos de emoções, eles são tão instáveis, tão reais que mexem mesmo com a gente. Não são aquele tipo de personagens que sabemos que não existem na vida real.

A gente ri, chora, se  irrita com as burrices e não consegue largar o livro de jeito nenhum, afinal, ele não só descreve bem os personagens principais como nos presenteia com um segundo casal (America e Shepley) que são cativantes e importantes no desenvolver da história. Vemos Travis e Abby tentando achar o ponto de equilíbrio, melhorando aqui e ali em alguns aspectos.
- Sabe por que eu te quero? Eu não sabia que estava perdido até que você me encontrou. Não sabia que estava sozinho até a primeira noite em que passei na minha cama sem você. Você é a única coisa certa na minha vida. Você é o que eu sempre esperei, Beija-Flor.
Pág. 241
Para quem como eu amou o livro, ouvi rumores de que a autora irá lançar um livro cuja história é a mesma, porém, na visão de Travis, já que esse livro é todo narrado na perspectiva de Abby. Ouvi também que talvez saiam livros dos irmãos de Travis… Quem sabe né?! Se a narrativa for assim, com personagens engraçados, encantadores, suspense, brigas e mais um pouco, tenho certeza de que irei adorar!!!




5-livros_thumb
Comentários
14
Compartilhe

14 comentários:

  1. Oi Lay! Belo Desastre é meu livro preferido do ano passado, UHAUHUA eu sou apaixonada pelo Travis, quero ele todo pra mim pra sempre! E walking disaster chega mês que vem lá fora, tomara que não demore pra ser lançado por aqui +_+ E a Jamie confirmou mesmo que quer lançar pelo menos mais um livro sobre algum irmão Maddox +_+

    Beijão
    Michelle Boyd
    Little Things

    ResponderExcluir
  2. Estou com esse livro já tem um tempo na minha estante mas ainda não li.
    Todas resenhas lidas até hoje falam assim mesmo como a sua, que o livro é viciante, vc não consegue parar até o fim.
    Vou colocá-lo como minha próxima leitura.
    bjs

    ResponderExcluir
  3. MELHOR LIVRO DE 2013!
    Simplesmente perfeito! Li em menos de 2 dias e da vontade de ler mais e mais , porque é bom demais! *-*

    ResponderExcluir
  4. Eu queria ter amado esse livro como você, todo mundo fala tão bem, eu só vi um garoto problematico e uma garota mais pirada que ele, no começo eu amei, mas chegando no meio se tornou absurdo. Sou do contra. kk...

    ResponderExcluir
  5. É, não há quem não goste do livro! Caramba, preciso deleee. Quero meu exemplar, logo!! Vou pirar aqui de tanta curiosidade!! hahaha

    ResponderExcluir
  6. Como você também não entendi porque a capa do livro é uma borboleta se o Travis a chama de Beija-flor (O.o?).
    Eu gostei do livro, por causa da sua narrativa dinâmica e viciantes, mas achei que a relação obsessiva um pouco doentio, o que fez com que eu passasse a ficar com um pouco de raiva dos dois personagens...
    Mas, é uma boa leitura para passar o tempo =)

    ResponderExcluir
  7. Como você também não entendi pq a capa do livro é uma borboleta se o Travis a chama de Beija-flor.
    Eu gostei do livro, por causa da sua leitura dinâmica e viciante, mas achei a relação obsessiva do Travis um pouco doentio e as ações da Abby idiotas.
    Mas, é um ótimo livro para se ler para passar o tempo =)

    ResponderExcluir
  8. eu não tenho muita vontade de ler o livro, apesar de ter ouvido várias coisas boas a respeito. criei um preconceito só meu que me diz que vou pegar raiva dos personagens e que vou me irritar com a obsessividade do relacionamento do casal protagonista, antes mesmo de ler pra saber haha. Quem sabe um dia?
    Beijocas!

    www.nossosromancesadolescentes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Eu já li o livro e gostei muito, mas confesso que eu não gostaria de uma namorado como o Travis, toda essa obsessão me dá medo!

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li esse livro, mas quero muito!!
    Já tinhas visto esse livro antes, mas essa foi a primeira resenha que li e gostei dela. O livro parece ser muito bom, e Travis parece ser maravilhoso!!

    ResponderExcluir
  11. Parece ser um bom livro, apesar de tantas opiniões diferentes, do tipo ame ou odeie,acho legal qd o protagonista é um pouco bad boy, mas sem exageros.

    ResponderExcluir
  12. Nossa Lay, quer dizer que o livro é viciante?
    Agora fiquei mais ainda na expectativa para ler e descobrir o segredo de Abby,ela queria uma nova vida mas com certeza,o passado vai persegui-la e o Travis é um fofo e os momentos do casal com certeza devem ser emocionantes, intensos,apaixonantes.
    Adorei a parte em que você diz que os dois são:"cabeças-duras e negam o tempo todo o que sentem um pelo outro por não acreditarem que podem fazer o outro feliz"
    Também li que a autora Jamie McGuire está escrevendo “Walking Disaster”, contando a história pelo ponto de vista do Travis,deve ser ainda mais interessante.

    ResponderExcluir
  13. Uma pessoa que já leu esse livro 68x? Eu! amo Belo disastre é um livro maravilhoso, Jamie McGuire virou uma das minhas autoras favoritas, apesar de todas as brigas não consigo sentir raiva de nenhum personagem, muito pelo contrario morro de amores pelo Travis, a leitura é fluente você ri,chora,fica triste, se apaixona mal posso esperar por "Walking Disaster".

    ResponderExcluir
  14. Estou louca pra ler esse livro. Depois dessa resenha, então, fica impossível não querer ler.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações