20 de abr de 2013


[Resenha] A Arte da Imperfeição - Brené Brown


Ficha Técnica

Título: A Arte da Imperfeição
Título Original: The Gifts of Imperfection
Autor: Brené Brown
ISBN: 978-85-8163-010-6
Páginas: 184
Ano: 2012
Tradutor: Antonio Carlos Vilela dos Reis
Editora: Novo Conceito

a arte da imperfeição CAPA_02.inddEste livro é sobre como deixar de se preocupar com "O que os outros vão pensar?" e acreditar que "Eu sou suficiente". A cada dia nos deparamos com uma enxurrada de imagens e mensagens da sociedade e da mídia nos dizendo quem, o que e como devemos ser. A ideia de que só será feliz quem levar uma vida perfeita e ter um olhar perfeito sobre ela é muito discutida. Assim, acabamos sentindo vergonha de realizar algo no qual podemos fracassar. E se eu não atender às expectativas? O que as pessoas vão pensar se eu falhar ou desistir? Quando posso parar de provar a mim mesmo? Em A Arte da Imperfeição, Brené Brown ensina o leitor a lidar com a vergonha, aceitar seus defeitos e ser autêntico quando o assunto é viver bem e ser feliz.


Resenha

A arte da imperfeição retrata as experiências e descobertas de uma pesquisadora, escritora, professora universitária, mãe, filha, irmã e mulher que através de uma década de pesquisa sobre vergonha, medo e vulnerabilidade, que vê um padrão que revela uma forma diferente de viver.

O subtítulo “Abandone a pessoa que você acha que deve ser e seja você mesmo” é bastante impactante e diz bastante sobre o livro. Nele a autora relata como em um diálogo suas experiências na busca do que ela chama de vida plena. E esse objetivo só é alcançado através da aceitação, amor próprio e valorização pessoal.

“É muito importante o quanto nos conhecemos e compreendemos, mas existe algo que é ainda mais essencial para uma vida integral e plena; amar a nós mesmos”

No livro ela dá dez orientadores para te levar à vida plena. Em seus orientadores ela mistura conceitos, descrições, aplicações, citações e relatos pessoais da autora em sua busca para viver com plenitude.

"Como essas histórias ilustram, coragem tem um efeito multiplicador. Toda vez que escolhemos a coragem, tornamos todos ao nosso redor um pouco melhores e o mundo um pouco mais corajoso. E bem que o mundo poderia se beneficiar de um pouco mais de gentileza e coragem."

Selo Parceiros Novo ConceitoO livro é classificado como auto-ajuda, mas eu diria que ele nos leva ao autoconhecimento. Nele não há instruções de como ser feliz ou de como viver, mas fala sobre paradigmas e conflitos que é comum a todos e mostra uma forma de lidar com isso de modo franco com você e como ao seu redor.
"Praticar coragem, compaixão e conexão é olhar a vida e as pessoas à nossa volta e dizer: 'Estou nessa. Totalmente'."

Confesso que auto-ajuda não é um dos meus gêneros favoritos e acho que esse tipo de livro não combina comigo, foi um pouco cansativo lê-lo, mas tirei lições valiosas e práticas que acho que vai melhorar a minha relação com algumas áreas da minha vida.

Para os que têm o mesmo conceito acho que experimentar coisas novas é sempre válido e pode mudar positivamente a sua vida. Então recomendo que leia um gênero novo ou que você acha incompatível com você, pode ser surpreendente.



3 livros

Tiarades
Comentários
14
Compartilhe

14 comentários:

  1. É, autoajuda também não é a minha temática favorita, mas assim como você, eu consegui tirar umas dicas MUITO úteis dele e continuo usando-as até hoje. Tive uma melhora bem grande na forma em como eu vejo e faço as coisas POR MIM e pelos outros também. :)
    Adorei a sua resenha! *-*

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  2. O livro não faz o meu gênero. Não gosto de ler autoajuda, geralmente perco a paciência com o livro muito rápido.

    ResponderExcluir
  3. Oie Lay =)

    Ah!!! Eu fujo de livros de autoajuda, até por que em minha opinião eles não ajudam em nada rs...
    Eu até tentei várias vezes ensaiar de começar a ler esse livro, principalmente na época que eu estava escrevendo o meu artigo final da pós, mas só ficou no ensaio mesmo.

    Beijos linda!


    anereis.
    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  4. Vish, não gosto de livros de autoajuda.
    Mas estou aberta para novidades, acho que isso me faz abrir um pouco a mente, e acabar com preconceitos. Já tinha visto o livro mas não sabia do que se tratava, talvez eu dê uma chance à ele algum dia :p
    Apesar de cansativo parece ser um ótimo livro, e acho que pode nos ajudar em alguns aspectos em nossas vidas.
    Adorei a resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Não faz muito meu tipo de livro.
    Também não gostei muito da capa.

    ResponderExcluir
  6. Pois é, aqui no brasil é catalogado como auto-ajuda. Tô lendo o livro e pelas citações e pesquisas que a autora faz e considero como um livro de psicologia. Tem um livro que considero espetacular sobre o estudo da imagem x inconsciente: 'Liberte a sua personalidade', do MAXWELL MALTZ, que li quando tinha 13 anos. Ele foi um cirurgião plástico que começou a estudar a auto-imagem/auto-estima após fazer cirurgias em pacientes que, mesmo após ficarem lindas com a cirurgia, se viam feias. Ele desenvolveu a Psicocibernética: um sistema empregado para melhorar a auto-imagem e a auto-confiança, de modo a conduzir a uma vida mais bem sucedida. Seus livros são bem legais e não os considero auto-ajuda também. Isso tem tempo e agora que a cirurgia virou praticamente uma maquiagem, o povo percebe que tem que mudar internamente. Como a minha primeira opção foi psicologia, que não cursei, continuo interessada pelo assunto. Parabéns pela resenha e sucesso no blog!

    ResponderExcluir
  7. Livros de auto-ajuda tbm é o que eu costumo ler, mas parece que esse livro consegue transmitir algumas lições/pontos de vista valiosos.
    Que bom que foi útil para vc, apesar de a leitura ter sido cansativa.

    ResponderExcluir
  8. Eu não curto livros de autoajuda, mas esse parece ser bem interessante e diferente, pois mostra que nos não devemos ser quem a sociedade quer que sejamos, mostra que temos que ser quem nos queremos, sermos nos mesmos, mas não sei não, acho que não leria esse livro, pois eu gosto de coisas que tenham ação ou um romance bonito.

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Confesso que auto-ajuda também não é um dos meus gênero literários favoritos mas gostei da promissa desse livro. Acredito que passo por coisas parecidas e o livro iria me ajudar muito a gostar mais de mim e parar de querer agradar sempre aos outros!
    Nunca tinha lido nenhuma resenha desse livro, mas creio que ele irá ser muito útil para mim, portanto pretendo lê-lo!

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  10. OI Lay, não curto muito livros de auto-ajuda, já tentei ler mas foi cansativo e não consegui chegar ao fim.
    Mas gostei da sua resenha, realmente o subtítulo é impactante mesmo, parece interessante, mas acho que para mim, não daria mesmo pra ler.

    ResponderExcluir
  11. Li tantas resenhas negativas desse livro, que sinceramente não tenho a menor vontade de lê-lo, nem por simples curiosidade...

    ResponderExcluir
  12. Eu não tenho interesse em ler esse livro. Desde a primeira vez que o vi não tive a curiosidade em lê-lo e por ser auto-ajuda isso só me deixa menos interessada!!

    ResponderExcluir
  13. Bem, não tenho interesse no livro, infelizmente a temática que ele aborda não me agrada.

    ResponderExcluir
  14. A sipnose é contrária a tudo que sou pois sou umas daquelas pessoas, que não dão a minima para a opinião os outros a meu respeito, acho que toos nascemos e crescemos com uma personalidade e geito, e devemos usa-lás com orgulho e não para atender as expectativas dos outros, não acho que leria o livro não me identifiquei, e como você auto-ajuda não é um dos meus generos favoritos pelo contrário leio livros assim de vez em nunca, acho um bom livro para quem quer refletir sobre si mesmo.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações