27 de mai de 2013


[Conhecendo o Autor] Chico Anes


Vou começar essa pequena prosa com uma confissão: devo meus dois primeiros livros ao Paralelo 14.
Isso mesmo. Dos vários círculos menores, paralelos ao Equador, devo ao 14 o “Sonho de Eva” e “Pirapato, O menino sem alma”.

Por quê?
Quando tive a ideia do primeiro livro, eu caminhava pelas trilhas de Machu Picchu, no Peru. Foi lá, andando sozinho pela amplidão da Cordilheira dos Andes, que me veio o nome Pirapato, o menino sem alma, e o pensamento de escrever uma história sobre um clone, almas, aves, tudo isso se passando num reino imaginário cujo mapa seguia o traçado do eneagrama.

Agora, se você correr o dedo sobre o Paralelo 14 vai ver que essa linha imaginária passa pela Chapada dos Veadeiros, um lugar lindo, místico, cravado sobre uma plataforma de cristais no cerrado de Goiás. Foi acampado lá que me veio a ideia de escrever um livro que tivesse como pano de fundo os sonhos lúcidos, e dali surgiu o “Sonho de Eva”.

Pode ser coincidência, claro, isso se eu acreditasse realmente em coincidências. O fato é que eu já estou preparando nova viagem lá pelas alturas do Paralelo 14 a fim de buscar inspiração para o terceiro romance. Vida de escritor é assim... Meio parecida com a de pescador. E o pescador costuma ir pescar onde sabe que tem peixe.

Bem, após essa pequena confissão, posso falar mais sobre mim.

Sou mineiro, nascido em Barbacena (no Paralelo 21...), formado em engenharia eletrônica e telecomunicações pelo Instituto Nacional de Telecomunicações – INATEL e pós-graduado em marketing e administração de empresas pela Fundação Getúlio Vargas – FGV. Trabalho em uma empresa multinacional de telecomunicações e, posso dizer, divido minhas paixões entre a literatura e a engenharia.

Além dos dois romances, participei de várias antologias de ficção fantástica. Outra confissão: sou completamente apaixonado por contos – paixão tanto em ler quanto escrever contos. Adoro ficção científica e realismo fantástico! Se você curte esse estilo de contos, poderá conferir alguns de meus textos no site www.chicoanes.com.br. Lá poderá baixar alguns dos meus contos.

250067_10201052895194728_1073602899_nFalando um pouco sobre Pirapato. Meu primeiro livro foi desafio. Não conhecia quase nada de técnicas literárias, e tive que estudar muito Português para escrever os textos. Não se esqueçam que minha formação é engenharia; passei cinco anos mergulhado em matemática e física. Para escrever Pirapato usei muitos elementos de alquimia e xamanismo a fim de compor a trama. Por exemplo, disse lá em cima que usei o eneagrama como mapa do reino fictício de Cávea. Toda a caminhada de Pirapato por Cávea segue as linhas do desenho do eneagrama, e cada personagem que ele encontra representa as personalidades típicas de cada ponto do eneagrama. Foi o místico Gurdjieff que trouxe o eneagrama para o ocidente. Ele descreve nove padrões de comportamento e seus diferentes níveis de consciência, ou seja, Pirapato, na busca por sua alma, alegoricamente caminha sobre uma ferramenta mística. Todos obstáculos com quais Pirapato é confrontado são na verdade exercícios xamânicos ou alquímicos que visam o crescimento pessoal e espiritual. Pirapato foi uma história que eu precisava escrever. Chamo esse livro de meu ensaio atemporal.

Já o Sonho de Eva foi escrito seguindo estruturas internacionalmente usadas para a composição de thrillers. Estudei essas técnicas com um tutor internacional, e acredito que essas técnicas fizeram com que a obra alcançasse maior divulgação. Fui muito feliz por ter sido publicado pela Novo Conceito. Uma editora dessa envergadura faz toda a diferença no que diz respeito a repercussão e distribuição de um livro. Uma das coisas que sempre falo é que a Novo Conceito, assim como os livros que lança, conquista fãs. Muitos fãs! Trabalhando com a equipe da editora pude testemunhar o profissionalismo e o carinho que tratam todas as etapas da produção de um livro. Revisões e mais revisões, corte e inserção de cenas, decisões atrás de decisões. Tudo isso com muito profissionalismo e respeito! Uma troca excepcionalmente produtiva!

Em “O sonho de Eva” pude utilizar minhas experiências pessoais com sonhos lúcidos. Depois de praticar e estudar as técnicas para sonhar e ficar consciente enquanto se sonha, vi que o potencial para uma história era grande. Vi, na possibilidade de controlar os sonhos enquanto se dorme, um tema pouco explorado na literatura. Também construí a história usando alegorias mitológicas e místicas. Sou um pesquisador entusiasta da Alquimia e Xamanismo, e gosto de usar os conhecimentos que adquiri – e venho adquirindo – em meus textos.

Atualmente trabalho em um novo livro. A história vai abordar os sentidos e o tema será: “Somos o que percebemos?” Estou me esforçando para terminar a obra dentro deste ano, mas a história está demandando muita, muita, muita pesquisa e reflexão. Posso dizer que, sem sombra de dúvidas, este livro está sendo o que mais está exigindo de meus recursos como escritor. Bem, vejamos o que vai dar.

E enquanto a história não sai, vou escrevendo alguns contos entre um capítulo e outro. Aliás, neste mês foi lançada a antologia “Caçadores de Bruxas”, pela editora Buriti, e na qual eu participo com o conto “Selena”, uma história de amor, fantasmas e bruxas, e onde usei como cenário a Barbacena de 1950 e seus assustadores sanatórios para doentes mentais.

Além da literatura e da engenharia? Sou praticante de trekking e montanhismo. Gosto de arco e flecha, yoga e cinema. Adoro rock’n’roll e coleciono discos de vinil. Tenho uma pequena biblioteca em casa, onde eu tenho o privilégio de dividir as estantes com nomes consagrados na literatura mundial e com muitos livros carinhosamente autografados por talentosos amigos escritores nacionais. Estantes cheias de histórias e honras!

Um grande abraço a todos!

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Então queridos, curtiram conhecer um pouco mais o Chico? Para quem ainda não leu, aqui no blog tem a resenha de O Sonho de Eva, livro que o autor lançou pela Editora Novo Conceito. Agora é aguardarmos ansiosos pelo lançamento do próximo livro dele, né?!

Beijos
Comentários
5
Compartilhe

5 comentários:

  1. O Chico parece muito simpático =D eu não o conheço pessoalmente, mas comprei O Sonho de Eva por indicação de vários amigos! Ainda não li, mas assim que ler, eu e ele teremos uma looonga conversa por e-mail haha!

    Beijão!
    http://nossosromancesadolescentes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. É ótimo poder conhecer um pouco mais do autor. É impressionante a quantidade de estudo e dedicação que ele destina a suas obras.

    ResponderExcluir
  3. O autor é muito simpático, ainda não li O Sonho de Eva, mas já vi algumas resenhas e gostei. E as críticas são ótimas também.

    ResponderExcluir
  4. Que simpático ele. Adorei!

    Beijos

    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Lay adoro a coluna,porque assim temos a oportunidade de conhecer melhor o Autor e suas Obras,ganhei o livro O Sonho de Eva,mas depois de suas palavras vou começar a ler (adorei o kit vem com uma máscara opara dormir.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações