12 de mai de 2013


[Resenha] True - Hilary Duff


Ficha Técnica

Título: --
Título Original: True
Autor: Hilary Duff
ISBN: 978-1-4424-0857-9
Páginas: 287
Ano: 2013
Tradutor: --
Editora: Simon & Schuster


TRUE-HILARY-DUFFA épica história de amor de Clea e Sage termina em uma eletrizante conclusão no último livro da série que começou com “Elixir” da multitalentosa estrela Hilary Duff. Dando continuidade aos eventos agonizantes de “Elixir” e “Devoted” - e a cerimônia que quase matou Sage - Clea encara uma nova realidade: com a alma de Sage dentro do corpo de Nico, o amor da sua vida se parece muito com o namorado de sua melhor amiga. Poderá Clea e Sage serem realmente felizes sob essas circustâncias? Clea quer tentar aproveitar a nova vida deles juntos, mas Sage está agindo diferente -irritado- e ela luta para manter isso como um segredo de seus amigos. Algo claramente está atormentando Sage, e Clea está perdendo o controle. Poderá ela confiar em seus amigos com a perigosa verdade, ou terá ela que correr o risco de perder Sage para à loucura?


Resenha

Esse post pode conter spoilers, incluindo a sinopse. Ele faz parte de uma Trilogia. Os dois primeiros títulos são: Elixir (confira a resenha) e Devoted (confira a resenha).

Em 2010 a cantora e atriz Hilary Duff deu ínicio a uma série de livros. O primeiro deles, “Elixir” chegou a entrar na lista de mais vendidos do New York Times. No ano seguinte ela chegou a vir ao Brasil fazer sessões de autográfos, e um mês depois ela lançou “Devoted” nos EUA. “True” demorou um pouco mais para ser lançado devido à Hilary ter tido um filho, porém a tão esperada conclusão da trilogia, acabou de chegar as prateleiras norte americanas e o De Tudo Um Pouco será o primeiro blog nacional à fazer uma resenha do livro.

“True” começa exatamente onde “Devoted” terminou. Para quem leu o livro, deve se lembrar do chocante final onde Sage é assassinado e sua alma entra no corpo de Nico, o namorado de Rayna, e ressurge dos mortos. Daí em diante Clea terá que enfrentar alguns problemas. Primeiro, ela terá que contar a sua melhor amiga que seu namorado morreu. Segundo, ela terá que contar a esta mesma amiga que Sage agora se parece com o então morto namorado. E terceiro, Sage não se lembra mais do seu passado e do nada começa a agir de forma estranha.
Ele é tão frágil. Eu nunca pensei em Sage dessa maneira, mas é a verdade. Têm tanta coisa que eu não entendo, mas eu sei que nosso tempo é precioso. Eu não posso desperdiçar mais esse tempo com dúvidas. ‘Você ficará bem,’ eu sussurro no ouvido dele. ‘Eu estou aqui para você. Não importa o que aconteça’.
Pág. 15
Agora que o Elixir da Vida não está mais no corpo de Sage, ele é um mortal como qualquer outro. A ligação que ele tinha com Clea também foi desfeita, e após sua alma ir para o corpo de Nico, ele não se lembra mais de suas outras vidas. Porém as coisas começam a ficar mais graves quando Sage começa a ter lapsos de memória, esquecendo até mesmo o que comeu algumas horas antes.

Além de se preocupar com Sage, Clea tenta resolver sua situação com Rayna, que ao descobrir que Nico morreu e que mais uma vez Sage se safou da morte, para de falar com sua melhor amiga, evitando-a de qualquer modo. Tudo isso é o começo de muitos conflitos, já que Rayna nem deu chance a Clea de explicar a troca de corpos e que Ben foi o responsável por matar Nico.
Ele se inclina, e eu me perco em seu beijo. Eu envolvo meus braços ao redor do pescoço dele e o puxo para perto, respirando o cheiro dele, esse novo aroma que eu já amo. Não existe outra coisa no universo a não ser este momento, os lábios dele, o corpo dele, o toque dele. Quando ele se afasta, eu continuo com meus olhos fechados, esperando por mais.
Pág. 73/74
“True” é o tipo de livro que é escrito para por pingos nos i’s, mas mesmo assim deixa algumas coisas a desejar. 100% centrado na relação de Clea/Sage/Ben/Rayna, e a narração dos capítulos sendo dividida entre Clea e Rayna, este talvez seja o mais romântico dos três livros, já que pouca parte de seu total aborda o tão gostoso mistério que envolve a atmosfera de “Elixir”, dando assim, espaço de sobra para trabalhar os vínculos das personagens.

Os pontos positivos do livro são a boa participação de Rayna na história, que nos títulos anteriores não passa de uma mera coadjuvante; a re-aparição de Sage que teve sua presença bastante limitada em “Devoted”; e a volta de alguém que esperávamos estar morto e que dá uma aquecida em certo momento da narrativa.
Eu me viro para encarar ele e olho dentros dos olhos que me seguiram desde sempre. Eu envolvo meus braços em torno da cintura dele e me derreto em seu corpo. Não importa como é sua aparência por fora, esse é o homem com quem eu quero ficar o resto de toda a minha vida
Pág. 86
Infelizmente o livro é muito rápido, esquecendo questões importantes como o desaparecimento do pai de Clea, o que aconteceu com Amélia e sua família e até mesmo com a Vigança Maldita e os Redentores da Vida Eterna, deixando de lado o suspense e mistério que foi tão bem utilizado anteriormente na série. Lógicamente que têm uma aventura, umas surpresas, umas revelações (vide a do penúltimo capítulo), porém no total, esses pontos ficam a desejar.

Não que “True” seja ruim, pois ele não é. O livro entrega o que promete: uma conclusão a história, girando em torno dos acontecimentos finais de “Devoted”, com dose extra de romance. Porém como um livro avulso, muitas outras coisas poderiam ter sido melhores trabalhadas, como os ataques agressivos de Sage, chegando a pôr em risco a vida de Clea; a tentativa do grupo em se infiltrar em um culto para tentar obter uma cura para Sage; e até mesmo uma re-abordagem do triângulo amoroso entre Clea/Sage/Ben, que como sabemos já existe há mais de 500 anos, através de vidas passadas. 
‘E eu te amo’. O suficiente para te dizer que se matar não faz de você um nobre, faz de você um tolo.
Pág. 243
Eu particularmente gostei do livro, daria até uma nota 4 (minha nota está mais para 3.5 do que para 3) se não fosse pelo corre-corre do final. O livro têm 18 capítulos + epílogo, e a partir do capítulo 13 as coisas se resolvem tão facilmente que até mesmo a intenção de surpreender o leitor no final não é bem aproveitada.

No mais, se você gostou dos livros anteriores, “True” possui uma abordagem diferente que possibilita ao leitor perceber melhor os laços das personagens e o quão devastadora uma ficçação amorosa pode ser. Não é atoa que a belíssima capa traz a flor de íris - fé, coragem e sabedoria - como se fosse um terço. Seria o amor uma religião? Até onde pode-se ir em nome dele? Teria o amor de Clea e Sage uma salvação? Só lendo “True” para obter essas respostas.

OBS: Os dois primeiros exemplares já foram publicados no Brasil pela Editora ID, que já divulgou em suas redes sociais que “True” será publicado o mais rápido possível, provavelmente ainda no segundo semestre desse ano.
OBS 2: Como o livro só têm cópias em inglês até o momento, todo o conteúdo em aspas, incluindo a sinopse, foi traduzida por mim, podendo ter mudanças na tradução final do livro no Brasil.




3 livros

Tácio
Comentários
8
Compartilhe

8 comentários:

  1. Eu só não li todo o post por conta do spoiler (tipo, assassinato). haha. E como eu quero conferir a trilogia da linda Hilary Duff, eu preferi não ler. Mas, vou chegar a ler a resenha do primeiro livro para ter uma ideia mais ampla do que o livro se trata!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Eu nem sabia que a Hilary tinha escrito uma série! Gostei da temática e ela foi muito fofa no vídeo.

    ResponderExcluir
  3. não conhecia esse livro, a capa é linda e a história parece ser muito boa...vou correndo comprar ^^

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia essa série.
    Achei interessante, gostei do enredo. Única coisa que não me agradou muito for deixar algumas questões sem explicação isso me incomoda um pouco na leitura de um livro.
    Vou dar uma olhada nas resenhas

    ResponderExcluir
  5. Ai ai... Hilary! Assistindo esse vídeo, me lembrei da Hilary de 2005 e encontrei no olhar dela aquela Hilary! A Hilary que cresceu na vida sem passar por drogas ou polêmicas escandalosas. Assistindo ao vídeo me fez chorar :') coisa de fã, mas vamos ao que interessa! Por eu não ter lido os dois primeiro, não entendi muita coisa, mas percebi que ele fechou com chave de ouro, pois li muitas resenhas dizendo que devoted foi ruim. Mas vejo que True vai arrasar! Quero muito ter os livros em meus braços *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Devoted é meu preferido. De ruim não têm nada. Final eletrizante! =D

      Excluir
  6. Estou super ansiosa pra saber o desfecho dessa história.

    ResponderExcluir
  7. Oi Tácio,ainda não li nenhum dos livros da série mas,depois de ler sua resenha fiquei curiosa e na expectativa para ler e acompanhar a história de amor de Clea e Sage.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações