25 de jun de 2013


[Resenha] Um Ano Inesquecível – Ronald Anthony


Ficha Técnica

Título: Um Ano Inesquecível
Título Original: The Forever Year
Autor: Ronald Anthony
ISBN: 978- 85- 8163- 033- 5
Páginas: 303
Ano: 2012
Tradutor: Maysa Monção
Editora: Novo Conceito

image
Você acredita que o amor pode durar para sempre? Jesse Sienna não. O casamento de seus próprios pais era respeitável mas sem paixão; e sua própria história romântica indica que o amor queima ardentemente antes de desaparecer por completo. Então, quando seu pai, Mickey, muda-se para sua casa e parece não compreender o relacionamento superficial de Jesse com sua atual namorada, mas Jesse não lhe dá atenção. É apenas um exemplo do quão diferente eles são e fica mais evidente que ele e seu pai nunca terão uma ligação mais profunda. Mas a verdade é que Mickey Sienna conhece mais sobre amor do que a maioria das pessoas conseguem aprender na vida toda. Há mais de cinquenta anos, ele encontrou o amor mais verdadeiro que a vida pode oferecer. Ele sabe das infinitas recompensas de investir seu coração e sua alma em alguém... E conhece o prejuízo devastador de deixar esse alguém perfeito escapar. Quando Mickey percebe que Jesse não está dando valor a uma mulher extraordinária, decide que é hora de contar a história que nunca contou para nenhum de seus filhos a Jesse. Durante os meses seguintes, Mickey mostra seus momentos mais particulares e felizes para seu filho... e muda a percepção de Jesse em relação ao amor e as possibilidades de um relacionamento duradouro para sempre.


Resenha

Um livro emocionante. Mickey Sienna é um senhor de 83 anos, com quatro filhos e sobrevive a morte de sua companheira Dorothy. Após o falecimento de sua esposa, Mickey ficou sozinho em uma casa imensa, já que seus filhos na casa da família há alguns anos. Ele já não tem a mesma força e disposição de antes, e sofre com fortes dores nos joelhos. Devido a isso e, principalmente após um pequeno incêndio em sua casa, seus filhos (Darlene, Denise e Matthew), acham que a melhor solução é colocá-lo em uma casa de repouso. Já o seu último filho e o que tem menos afinidade, Jesse, faz a proposta de seu pai morar em sua casa.

Jesse acredita que com a mudança de seu pai para o seu apartamento, finalmente terá a tão sonhada relação entre pai e filho. Sempre sentiu ciúmes de seus irmãos mais velhos, da proximidade que estes tinham com o pai. Mickey se muda para a casa do caçula e a partir disso, as rotinas de ambos se entrelaçam. Jesse jornalista freelancer, ainda tem um relacionamento – fora dos padrões – com Marina.
(...) se tiver sorte, vai ser abençoado com um grande amor na vida, uma pessoa que torne o mundo completamente diferente para você.
Pág. 100
Marina é professora de crianças, paciente, generosa, gentil e uma mulher incrível. Sofreu uma desilusão amorosa muito forte e, portanto decide junto com Jesse, viver um dia de cada em seu novo relacionamento. Os dois vivem bem com isso e se dão muito bem. Verdadeiros parceiros. Um companheirismo bonito e raro.

Devido a todas essas características positivas de Marina, Mickey alerta Jesse para nunca deixá-la, pois se trata de uma mulher encantadora e que merece sempre o melhor. Jesse não entende o porque de tanta inquietação de seu pai em relação à Marina, até que Mickey conta uma história de quando era mais jovem.
Não tem problema nenhum em ser sentimental. Significa que é uma pessoa de coração aberto.
Pág. 141
Gina, o grande amor da vida de Mickey, antes do casamento com Dorothy (mãe dos seus filhos). Ele conta por partes o relacionamento dele com Gina a seu filho. Jesse se sente privilegiado já que os irmãos, que sempre tiveram uma relação muito boa com o pai, não fazem ideia dessa história. O sentimento de que partilhava algo único com seu pai.

O romance de estreia de Ronald Anthony é maravilhoso, emocionante e incrivelmente bonito. A vida contada de forma simples e tocante. Uma narrativa de superação, luta e muito amor. Um amor sem limites, sem denominações. Merece ser lido, apreciado. Recomendo essa história cheia de lições.
(...) acho que finalmente compreendi que existem algumas pessoas no mundo que valem a pena. O amor nem sempre morre. Às vezes, transcende tudo.

5-livros_thumb_thumb_thumb 

Auri Vilas-Bôas
Comentários
2
Compartilhe

2 comentários:

  1. Eu fico admirado com histórias desse tipo, que nos ajudam a reconhecer e valorizar melhor o amor, nosso próprio ser, a valorizar cada pequeno detalhe. Amo livros que nos ensina algo e que expande o nosso conhecimento para que a cada dia possamos ter um valor sentimental sobre cada coisa. Amei a capa!

    ResponderExcluir
  2. Com certeza esse livro traz uma história bem emocionante. A aproximação do filho para com o pai, é como uma reconstrução do amor de pai e filho. Quero muito conferir a história!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações