29 de jul de 2013


[Resenha] Bling Ring: A Gangue de Hollywood - Nancy Jo Sales


Ficha Técnica

Título: Bling Ring: A Gangue de Hollywood
Título Original: The Bling Ring
Autor: Nancy Jo Sales
ISBN: 978-85-8057-359-6
Páginas: 271
Ano: 2013
Tradutor: Andrea Gottlieb, Cláudio Figueiredo, Lourdes Sette
Editora: Intrínseca


CAPA_BlingRing_WEB-508x730Entre 2008 e 2009, as residências de Lindsay Lohan, Orlando Bloom, Paris Hilton e diversas outras celebridades foram invadidas e saqueadas. Os ladrões, um grupo de jovens criados em um endinheirado subúrbio de Los Angeles, levaram o equivalente a 3 milhões de dólares em joias, dinheiro e artigos de grife, como relógios Rolex, bolsas Louis Vuitton, perfumes Chanel e jaquetas Diane von Furstenberg. As notícias surpreendentes sobre o caso chocaram Hollywood e intrigaram o mundo. Por que esses garotos, que em nada correspondiam à tradicional imagem dos bandidos, realizaram crimes tão ousados? A jornalista Nancy Jo Sales entrevistou todos os envolvidos, incluindo os pais e os advogados dos jovens, e até mesmo as celebridades que sofreram os assaltos. Em Bling Ring: a gangue de Hollywood, ela apresenta todos os detalhes de uma das quadrilhas mais audaciosas de nossos tempos. A história real também inspirou o filme de Sofia Coppola, estrelado por Emma Watson.


Resenha

A história de “Bling Ring: A Gangue de Hollywood” é digna de se tornar filme. Nela iremos encontrar tudo que uma grande produção cinematográfica precisa para fazer sucesso. Bling Ring é como ficou conhecida uma quadrilha de adolescentes da Califórnia que tinha como especialidade invadir e roubar casas de celebridades. Não é atoa que as peripécias do grupo mais ousado dos últimos anos já foi inspiração para um filme lançado em 2011 e que será novamente a principal fonte para o mais novo filme de Sofia Coppola, com lançamento marcado para 2 de Agosto nos cinemas nacionais.

Entre as vítimas estão Paris Hilton (A Casa de Cera), Lindsay Lohan (Meninas Malvadas), Orlando Bloom (Piratas do Caribe: No Fim do Mundo), Rachel Bilson (The O.C.) e Brian Austin Green (Barrados no Baile). Esses jovens, durante uma época entre os anos de 2008 e 2009, levaram dessas e de outras celebridades mais ou menos 3 milhões de dólares. Entre as coisas levadas pelos assaltantes estavam jóias, relógios, bolsas, roupas, sapatos, chapéus, perfumes e obras de arte (não preciso mencionar que tudo isso era de marcas famosas, né?).
Celebridades estavam agora agindo como pessoas de verdade – tornando-se acessíveis praticamente em tempo integral, [...] – e pessoas de verdade agiam como celebridades. [...] Tudo estava acontecendo numa velocidade enlouquecedora, afetando a cultura americana no seu nível mais básico.
Pág. 29
Nancy Jo Sales é uma repórter reconhecida nos EUA e escreveu uma matéria para a revista Vanity Fair sobre a Bling Ring intitulada “The Suspects Wore Louboutins” (Os Suspeitos usavam Louboutin), após a publicação da revista, Coppola comprou os direitos da matéria para poder fazer um filme com base nela. Em 2013 Nancy Jo publicou este livro, que relata sua extensa pesquisa para escrever seu artigo, incluindo depoimentos dos assaltantes e das vítimas.

selo_blogparceiro_2013.1_thumb1321Em “Bling Ring: A Gangue de Hollywood” vamos conhecer os principais acusados de terem envolvimento com os roubos, como arquitetavam suas ações, como escolhiam as celebridades, o motivo de fazerem isso, além de sabermos o que aconteçaram com eles após serem descobertos. Nancy irá nos deixar a par de todas as informações coletadas por ela, transportando o leitor para um universo de fama e glamour mas também de intrigas e mentiras. Eu não irei focar nas personagens do livro nesta resenha, pois infelizmente eles são muitos e isso aqui acabaria virando outro livro.

A autora buscou tantas fontes para a construção de sua obra, que o que iremos encontrar em seu livro são diversos pontos de vista de uma mesma história. Somos apresentados aos anti-heróis, que por muitos serão até glorificados, cada um revelando seus fatos e lembranças dos assaltos. Não se engane achando que o livro é construído somente em forma de entrevista, Nancy conseguiu juntar todo seu material e montá-lo com uma narrativa bastante próxima das encontradas em qualquer material ficcional - logicamente que com um tom mais voltado para o jornalístico.
O que vale para o envolvimento dos jovens em geral com o crime, é muito parecido com o uso de drogas. A coisa começa devagar, só em busca e alguma emoção...
Pág. 86
Eu me apaixonei por este livro e esta resenha não faz jus a sua grandiosidade. Ele é intrigante e ao mesmo tempo divertido e intenso. Somos imersos em um mundo que pensamos conhecer bem, um mundo que atrai muitas pessoas de diversas idades e nacionalidades todos os dias. Porém, as coisas não são como acreditamos ser, e ir mergulhando cada vez mais neste universo através dos bastidores é espetacular. Infelizmente, senti uma falta de revisão mais calorosa no livro por parte da editora. Percebi muitos problemas com vírgulas, repetição de palavras e até mesmo erro no nome dos artistas.

“Bling Ring” traz diversos questionamentos para o leitor, desde até que ponto pode-se ir para obter fama ou o porquê de glorificarmos tanto pessoas somente por sua “beleza e atributos”. Com uma uma pegada pop e bastante atual, acredito que o livro de Sales promete fazer bastante sucesso entre os jovens. Que ele seja uma forma de reflexão e não um estimulante para àqueles que como a Bling Ring, respiravam os encantos - e venenos - de Hollywood.
“Ela ficou muito chateada. Ficou triste. A expressão [no rosto dela era] semelhante à de uma criança que não recebeu um presente. – contou Dunn, sobre quando Rachel descobriu que a mídia não estava presente.”*
Pág. 222
*Momento em que uma das integrantes da Bling Ring estava em sua casa e recebeu a visita da polícia. Ao pensar que a imprensa estava em frente a sua casa, pediu permissão aos policiais para ir ao banheiro se maquiar.




5 livros


Tácio
Comentários
3
Compartilhe

3 comentários:

  1. Depois de ler sua resenha quero ainda mais ler esse livro <3 E o filme também! Nunca pensei que era tão fácil assaltar casas de celebridade assim rs.

    ResponderExcluir
  2. Ainda não vi o filme pq quero ler esse livro. Achei muito diferente a premissa, ela retrata bem a sociedade a atual. Nunca imaginaria como é fácil assaltar celebridade.

    ResponderExcluir
  3. Vontade de lagar tudo que estou fazendo e ir ler esse livro, mal posso esperar de assistir o filme da Coppola também *.*

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações