24 de jul de 2013


[Resenha] Harry Potter e o Enigma do Príncipe - J.K. Rowling


Ficha Técnica

Título: Harry Potter e o Enigma do Príncipe
Título Original: Harry Potter and the Half-Blood Prince
Autor: J. K. Rowling
ISBN: 978-85-325-1947-4
Páginas: 510
Ano: 2005
Tradutor: Lia Wyler
Editora: Rocco
enigma do principe"Harry Potter e o Enigma do Príncipe" dá continuidade à saga do jovem bruxo Harry Potter a partir do ponto onde o livro anterior parou, o momento em que fica provado que o poder de Voldemort e dos Comensais da Morte, seus seguidores, cresce mais a cada dia, em meio à batalha entre o bem e o mal. A onda de terror provocada pelo Lorde das Trevas estaria afetando, até mesmo, o mundo dos trouxas (não-bruxos), e sendo agravada pela ação dos dementadores, criaturas mágicas aterrorizantes que "sugam" a esperança e a felicidade das pessoas. Harry, que acabou de completar 16 anos, parte rumo ao sexto ano na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, animado e, ao mesmo tempo, apreensivo com a perspectiva de ter aulas particulares com o professor Dumbledore, o diretor da escola e o bruxo mais respeitado em toda comunidade mágica. Harry, longe de ser aquele menino magricela que vivia no quarto debaixo da escada na casa dos tios trouxas, é um dos principais nomes entre aqueles que lutam contra Voldemort, e se vê cada vez mais isolado à medida em que os rumores de que ele é O Eleito, o único capaz de derrotar o Lorde das Trevas, se espalham pelo mundo bruxo. Dois atentados contra a vida de estudantes, a certeza de Harry quanto ao envolvimento de Draco Malfoy com os Comensais da Morte e o comportamento de Snape, suspeito como sempre, adicionam ainda mais tensão ao já inquietante período. Apesar de tudo isso, ele e os amigos são adolescentes típicos: dividem tarefas escolares e dormitórios bagunçados, correm das aulas para os treinos de quadribol, e namoram. Rony e Hermione, os melhores amigos de Harry, se dão conta (finalmente!) da atração que sentem um pelo outro; Harry e Gina, a irmã mais nova de Rony, também. Muitas peças do intricado quebra-cabeça criado por J. K. Rowling começam a se encaixar, à medida em que a escritora começa a preparar Harry (e os leitores) para o desfecho da série. Informações são reveladas por meio do uso da Penseira, um objeto que permite compartilhar memórias, utilizado por Harry e o professor Dumbledore para viajar no tempo, e por diferentes lugares, em busca de explicações sobre o passado de Voldemort. O final de "Harry Potter e o Enigma do Príncipe" é de parar o coração.

Resenha

Harry-Potter--E-A-Pedra-Filosofal331[1]Sabem a definição de Ressaca Literária? Pois é exatamente assim que me sinto agora escrevendo essa resenha. Acabei de terminar o livro e ainda estou tonta com tudo que aconteceu. Como já mencionei anteriormente, não é a primeira vez que leio a série, muito menos a primeira vez que releio (não sei dizer mais quantas vezes já os li), mas independente disso os livros não deixam de mexer intimamente comigo. Não tem uma única vez que os leia que não me sinta arrasada da mesma forma. Sem dúvida Enigma do Príncipe e Relíquias da Morte são os que mais mexem comigo, acredito que pelas fortes emoções que atropelam Harry cada vez com maior velocidade, na iminência da segunda guerra bruxa.

camara-secreta31222Nesse sexto e penúltimo livro da série, Harry está a apenas 15 dias com os Dursley quando recebe uma carta de Dumbledore, dizendo que vem lhe buscar para levá-lo à Toca, mas vivendo isolado em seu quarto durante duas semanas ininterruptas, onde praticamente nem se alimentou, vivendo o sofrimento da perda de seu padrinho, a quem, apesar do pouco tempo de convívio, já passava a considerar um irmão ou até mesmo um pai, Harry duvida que tal felicidade lhe seja proporcionada. Sair logo no início das férias da Rua dos Alfeneiros? Com tanta coisa acontecendo no mundo bruxo? A descoberta da comunidade da volta de Voldemort e todos os ataques que vêm ocorrendo? Não, ele não acreditaria nisso.

No entanto, no horário marcado, Dumbledore realmente aparece para lhe buscar, mas antes de irem à Toca, Harry viaja com Dumbledore para convencer um antigo colega a voltar a lecionar em Hogwarts. O que Harry não sabe é a importância desse professor em sua guerra contra Voldemort.
- Mas enquanto estava na casa dos Dursley - interrompeu Harry, sua voz tornando-se mais firme - percebi que não posso me isolar de tudo, senão vou ficar maluco. Sirius não teria gostado disso, não é? De qualquer jeito, a vida é curta demais...
Pág. 64

Pisioneiro3322De volta a Hogwarts, Harry, agora capitão do time de quadribol da Grifinória (o que equivale ao cargo de monitor de Hermione e Rony), além de descobrir que o tal professor que foi visitar, assumiu a disciplina de Poções e Snape passou a lecionar Defesa contra as artes das trevas (matéria que quis ensinar desde o início em Hogwarts), viu podendo fazer todas as matérias necessárias para tornar-se um auror, um caçador de bruxos das trevas. Mas, além de tudo isso, Harry passou a ter "aulas" particulares com Dumbledore, onde passaram a investigar o passado de Voldemort com o objetivo de descobrir uma maneira de derrotá-lo de uma vez por todas, principalmente agora que Harry conhecia o teor da profecia que dizia respeito a Voldemort e ele.

Harry-Potter--E-O-Calice-De-Fogo632Claro que não somente de parte sombria vive o livro, e devo dizer que, em meio a tudo isso, as partes engraçadas foram um bálsamo. Ver Fred e Jorge prosperando em sua loja, Gemialidades Weasley, no Beco Diagonal, com invenções cada vez mais engenhosas e criativas. Ver Rony e Hermione quase se entenderem até aparecer Lilá Brown (não suporto ela, garota pegajosa e chata #teamHermione) e o melhor de tudo, pra mim, foi ver Harry descobrir que sente algo diferente por Gina (amo demais!!!!!!! Tão fofis!!!!!!)

Mas quando Harry afastou a tapeçaria para tomar o atalho para a Torre da Grifinória, depararam com Dino e Gina, enlaçados em um apertado abraço, se beijando vorazmente como se estivessem colados.
Foi como se uma coisa grande e escamosa tivesse despertado no estômago de Harry, e enterrado as garras em suas entranhas: um afluxo de sangue quente pareceu inundar seu cérebro, extinguindo todo o pensamento e substituindo-o pelo impulso selvagem de azarar Dino, transformando-o em geleia.
Pág. 224
Depois de tudo que li nesse livro (e nos anteriores também) não sei como houveram pessoas que pensaram em casais diferentes... Estava tão claro?

Mas voltando ao enrendo, além de tudo isso, Harry está convencido de que Draco, agora que seu pai está em Azkaban, tornou-se um Comensal da Morte e que está tentando cumprir alguma missão dada pelo próprio Voldemort. Porém, dessa vez, seus amigos não estão convencidos disso, e fica cada vez mais difícil provar que sua teoria está certa.

Ordem-da-Fnix42Por fim, tenho que dizer que o final é inexplicavelmente atordoante. Juntamente com Dumbledore, Harry descobre o segredo de Voldemort e como será difícil derrotá-lo, mas não impossível. Entretanto, nas últimas páginas descobrimos que será sim, muito, muito mais difícil agora. Mas Harry está decidido a conseguir, demore o quanto durar, afinal é uma questão de honra destruir quem matou as pessoas que o amavam profundamente. Como diz a sinopse do livro:  O final de "Harry Potter e o Enigma do Príncipe" é de parar o coração.
Sem dúvida mais um livro da série que vale a pena conferir!! Até a próxima e última resenha da série!



 

5-livros_thumb_thumb_thumb_thumb_thu[1]
Comentários
4
Compartilhe

4 comentários:

  1. Amo Harry!
    Pretendo reler esses livro!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  2. Adorei como a autora deixou esse final super tenso para deixar os leitores ansiosos com o último, lembro do deses pero que foi quando ele lançou.

    ResponderExcluir
  3. Não há muito o que se falar a respeito desta saga que já não tenha sido dito. É empolgante? Sim. É bela? Sim. É melodramática? Sim. É entendiante? Nãooooo.
    O que realmente importa é que ela fez com que parte de uma horda de leitores passassem a ser reconhecidos como tal, uma geração de leitura rápida, virtual e que aguardava na fila para ler mais um romance de 500 páginas e o fazia em tempo recorde de 1 dia, passando a noite em claro.
    Isso é mais do que muita gente fez em décadas, por isso louvo a Rowling por nos presentear com sua fantasia e por trazer de volta às crianças, adolescentes e adultos o prazer da leitura.

    ResponderExcluir
  4. Eu que ainda não li o livro nem assisti o filme, só pelo trailer parece ser de parar o coração mesmo.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações