18 de ago de 2013


[Resenha] P.S. Eu Te Amo - Cecelia Ahern


Ficha Técnica

Título: P.S. Eu Te Amo
Título Original: P.S. I Love You
Autor: Cecelia Ahern
ISBN: 978-85-8163-062-5
Páginas: 365
Ano: 2012
Tradutor: Carolina Caires Coelho
Editora: Novo Conceito

clip_image001Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada. Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca.


Resenha

Holly e Gerry eram um casal que ninguém acreditava que algum dia pudessem se separar. Uma parceria bonita. Amizade, companheirismo, tudo com muito amor. Como qualquer normal, tinham discussões, mas nada que abalasse a relação deles. Porém, após umas dores reclamadas por Gerry, tudo mudou.
Porque não havia mais ninguém para dividir as responsabilidades com ela.
Pág. 274
Selo-Parceiros-Novo-Conceito4Gerry acaba não resistindo a um tumor no cérebro, deixando Holly devastada. Ela não tem forças para comer, tomar banho, sem disposição para as coisas simples. Sua família, principalmente sua mãe, ligava todos os dias para saber se ela estava bem. Ou como a personagem dizia “se ela ainda estava viva”.
Uma conversa entre eles, antes de Gerry saber de sua doença, ele comentou que se um dia não estivesse mais ao seu lado, teria que deixar uma lista para que ela não esquecesse do que deveria fazer. Ele cumpriu a promessa, contudo era uma lista que ajudava Holly superar a sua perda.
P.s. Prometi que faria uma lista, então aqui está. Os próximos envelopes devem ser abertos exatamente no mês certo. Obedeça. E lembre-se de que estou cuidando de você, por isso vou saber...
Pág. 29
A partir disso, a história se desenrola através dos envelopes deixados por Gerry. Conhecemos a família amorosa, barulhenta de Holly, como a própria define, e os seus amigos que ajudam a protagonista. Uma ajuda mútua, já que Sharon, Denise e John também eram amigos de Gerry e sentem sua falta.

P.S. Eu Te Amo é um tanto monótono, tive certa dificuldade para prosseguir a leitura. Achei a ideia de Cecelia Ahern muito boa, mas não tão bem executada. Longe de ser insensível e não compreender a dor de Holly, mas o excesso de drama de P.S. Eu Te Amo, não me agradou. Fui cheia de expectativa e quase nenhuma foi correspondida. Claro, a protagonista estava sofrendo, devastada pela morte de seu companheiro, e entendi que o enredo era pautado nisso, porém senti a falta daquele “algo mais”. Aquele fator que faz com que gostemos de um livro.

Mas a lista a havia ajudado a sair da cama de manhã e dar início a uma nova vida em um momento em que ela só queria se encolher e morrer.
Pág. 336

3 livros

Auri Vilas-Bôas
Comentários
10
Compartilhe

10 comentários:

  1. Eu pensei que fosse um romance mas sem toda essa carga dramatica. Tanto sofrimento assim acaba deixando a leitura pesada e se o personagem nao reage a gente acaba ficando com raiva. Nao sei se foi esse o caso. As vezes eu tambem nao gosto de um livro que tem uma ideia central muito boa, so porque o autor nao soube explorar tao bem.

    bjs.

    http://booksandmuchmore.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Lay. Ainda não li esse livro e nem tive curiosidade, sabe? Não sou fã de livros desse gênero. Nem assisti ao filme também :(

    Um beijo, Karine Braschi.
    Geek de Batom. (@geekdebatom)

    ResponderExcluir
  3. Oi Lay!
    A narrativa é mesmo densa e pouco sutil, flui na medida da aceitação e superação.
    Cecelia Ahern construiu um enredo com grande pegada dramática e alguns poucos momentos leves.
    Acho mesmo que a premissa, mais do que a perda era falar sobre a vida.
    bjss

    ResponderExcluir
  4. Mesmo sendo tão dramático assim, acho que eu iria gostar. Achei a ideia ótima, e tenho muita curiosidade de saber o que tinha nas listas que Gerry deixou pra ela.
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  5. Nunca li esse livro !Pois a maioria das resenhas ,como essa, diziam que ele era um pouco monótono .Não tenho vontade de lê-lo por isso , mas um dia eu vou ler para tirar minhas próprias conclusões !
    Também nunca li livros de romance.kkk

    ResponderExcluir
  6. Eu li o livro e vi o filme. só que eu não gostei de nenhum dos dois , acho que e só eu mesmo que não gostei =(

    ResponderExcluir
  7. Esse livro é muito muito bom! Quando eu assisti o filme não gostei de jeito nenhum e por causa disso não estava a fim de ler o livro…..acabei me rendendo e não me arrependi! O livro é imensamente melhor, e mais uma vez as adaptações para o cinema me decepcionaram ! Pena que você não gostou tanto do livro :/
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Amo romances!!!Esse livro é lindo,o filme também.Super recomendo,é uma pena que vc não tenha gostado.

    ResponderExcluir
  9. Eu só li o livro, mas também não gostei muito não, fui lendo arrastada e acho que demorei umas duas semanas pra acabar... Ai como nem gostei muito do livro, também nem assisti o filme :P
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Tô na página 268 e muito ansiosa para saber o final! Foi um dos livros que mais mexeu com as minhas emoções. A estória é linda! Penso que a autora soube executar muito bem. Normalmente tenho que parar de ler porque fico chorando, outros horas rindo. Ele me encanta! <3
    Uma pena que não tenha gostado! Ahh! o filme não é tão bom, fica no chinelo perto do livro hehe

    Beijos, Paloma!
    www.agentejunto.com.br

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações