28 de ago de 2013


[Resenha] Simplesmente Ana - Marina Carvalho


Ficha Técnica

Título: Simplesmente Ana
Autor: Marina Carvalho
ISBN: 978-85-8163-155-4
Páginas: 304
Ano: 2013
Editora: Novo Conceito

35Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha… Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex. Mudar-se para Krósvia pode ser tentador — deve ser ótimo viver em um lugar como aquele e, quem sabe, vir a tornar-se rainha —, mas ela sabe que não pode contar com o pai o tempo todo, afinal ele é um rei bastante ocupado. E sabe também que Alex, o rapaz que é praticamente seu tutor em Krósvia, não fará nenhuma gentileza para que ela se sinta melhor naquele país estrangeiro. A não ser… A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam. Simplesmente Ana é assim: um livro divertido, capaz de nos fazer sonhar, mas que — ao mesmo tempo — nos lembra das provas que temos que passar para chegar à vida adulta.

Resenha
Que livro delicioso amores, amei demais essa leitura!!! Sem dúvida a Marina caprichou nele!

Ana Carina Bernardes, ou simplesmente Ana como ela prefere, é uma garota de 20 anos que leva uma vida comum. Mineira, estudante de Direito, nunca conheceu seu pai que, conforme sua mãe lhe contou quando ainda era criança, sumiu quando descobriu que ela estava grávida.

Porém, a vida de Ana vira de pernas para ar quando sua mãe, Olívia, aparece no programa da Ana Maria Braga. Após a exibição do programa, Ana recebe um recado no seu Facebook “Desculpe, mas acho que sou seu pai.”

Imagine descobrir assim que o pai que você já havia desistido de esperar aparece do nada?! Pois é, Ana vai a fundo e descobre que sua mãe mentiu e que ela sim fugiu de Londres quando descobriu que estava grávida, ainda por cima, do herdeiro do trono da Krósvia. Agora rei, Andrej, quer recuperar o tempo perdido com sua filha e pede que Ana vá à Krósvia para conhecer o país onde estão suas raízes paternas.
- Não seja dramática. Você tem que ir porque é a outra metade da sua história. Ser mineira, de BH, estudante de Direito e apaixonada pelo abestalhado do Artur é fácil. Você tira de letra. Só que você não é só isso e precisa descobrir como é ser de outro jeito, mesmo que depois prefira a forma antiga.
Pág. 17
Mesmo resistindo inicialmente, Ana acaba indo com o pai e descobre como Krósvia é linda, com seus jardins belíssimos, coloridos, sua arquitetura e as paisagens paradisíacas. Porém, tendo muitas atribuições como rei, Andrej não pode dar à Ana a atenção necessária nem levá-la para conhecer Perla (capital da Krósvia) nem outros locais, sendo assim ele passa essa função para sua assistente Irina e posteriormente seu enteado Alexander se oferece para ajudá-la à conhecer o país.

Alexander é filho da rainha, falecida a alguns anos e como Andrej confia plenamente nele, deixa Ana a cargo dele, até porque ninguém da mídia ainda sabe da existência de um herdeiro do trono da Krósvia.

Existe logo de cara uma implicância por parte de Alex com Ana, mas com o tempo eles se tornam muito próximos. Tanto até que Ana passa a se perguntar o que de fato sente por Alex.
Procurei não dar atenção ao encontro de nossas mãos, unidas pelo único propósito de me guiar até onde Alexander pretendia me levar. Mas que aquele contato inesperado mexer com meus nervos, ah, mexeu. Afinal, sou mulher, sou humana e tenho hormônios. Ninguém em meu lugar ficaria indiferente àquele modelo de testosterona, tão másculo, tão charmoso e lindo. Ele podia ser o cara mais irritante do mundo, mas ainda assim sabia ser gostoso.
Pág. 65
Ana é um personagem autêntico, forte, mas meio cabeça dura as vezes e, embora eu tenha torcido muito por ela, houve momentos em que tive vontade de voar no pescoço dela, huashausshu. O fato de ela amar leitura foi outro ponto positivo, me ganhou totalmente e me identifiquei muito quando li essa frase:
Não é exagero meu. Sou louca por livros! Já deixei de ir a muitas festas só para não perder o fio da meada de uma história. Eu trouxera para a Krósvia uma mala só de livros – meus preferidos e aqueles que ainda não lera. Comprava tantos que meu salário de estagiária era quase só pra isso.
Pág. 35
Imagina ter acesso a uma biblioteca particular? Ai que sonho!!!!
Sem pensar demais, empurrei a porta e entrei. Como já era noite, não se enxergava nada. Tateei a parede em busca do interruptor e não demorei a encontra-lo. Assim que as lâmpadas se acenderam, senti minha boca se escancarar de choque e surpresa. Minha abelhudice me levara a um lugar incrível, do tipo que eu só havia visto na televisão ou em livros. Eu estava na maior e mais bem recheada biblioteca particular do mundo! Bom, pelo menos do meu mundo.
Pág. 34
Selo-Parceiros-Novo-Conceito4222Não só Ana, mas todos os personagens foram bem construídos e o romance me agradou bastante, leve, divertido e com uma linguagem jovem. Amei também as referências musicais apresentadas no livro, inclusive fiquei morrendo de inveja do show do Bon Jovi (e do meio do show também, kkkkk).

Autodescoberta, romance e diversão nos conduz ao longo do livro que me agradou do início ao fim. Sem dúvida vale a pena a leitura.

Beijos queridos e até a próxima e não esqueçam de conferir o site da Marina Carvalho.




5-livros_thumb
Comentários
9
Compartilhe

9 comentários:

  1. Oi Lay!
    Que adorável sua resenha :) esse livro é mesmo um encanto! Leve, divertido, personagens bem construídos, a narrativa descritiva é excelente, a brasilidade conquista(impossível não se identificar em várias partes), song book e dois sonhos de consumo: uma biblioteca particular *O* e tem o Alex (suspiros) rsrs <3
    Marina Carvalho é um nome forte da literatura nacional, simpaticíssima e super talentosa!!
    bjss

    ResponderExcluir
  2. Nossa que legal ver a resenha desse livro por aqui. Esses dias mesmo vi uma moça lendo ele no ônibus e achei a capa tão linda..mas o que mais me chamou a atenção foi o titulo..minha filha chama Ana e amei a ideia de um livro com o titulo 'Simplesmente Ana'..hahaha *--*
    Com certeza é mais um para minha lista..ainda mais agora, depois de ler sua resenha mega positiva. Beijinhos Lay!

    ResponderExcluir
  3. Esse livro parece ser perfeito <3
    Quando eu ouvi falar dele pela primeira eu fiquei meio com o "pé atrás" porque tenho uma relação de amor e ódio com releituras, mas depois de ver tantos elogios ele já me conquistou. Não vejo a hora de ler.
    beijos :)

    ResponderExcluir
  4. Oie Lay =)

    Ah!!! Esse livro parece ser super fofo mesmo *---* espero ter a oportunidade de ler ele logo e conferir por mim mesma. Tudo bem que só pela sinopse eu já achei a história parecida com O Diário da Princesa, mas acho que vale a pena dar uma chance.

    Ótima resenha linda!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho o livro já faz algum tempo, mas nem comecei a ler ainda porque achava que seria bem clichê. Mas depois que eu comecei a ler algumas resenha comecei a ficar curiosa, então comecei a ler, eu já estou na metade, e estou gostando bastante até agora. Adorei sua resenha!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Li Várias coisas boas sobre esse livro ,mais não tenho muita vontade de ler.
    A capa é muiito linda !E ele é de Autora nacional né ?(me avisem se estiver errado ).
    Esse livro não é muito meu estilo. Mias essa resenha me fez até ficar com um pouco de vontade de lê-lo .

    ResponderExcluir
  7. Esse parece ser um livro ótimo, eu já o tenho aqui, apenas estou tentando arranjar uma brecha entre minhas leituras para lê-o, mas depois de ler essa resenha deu uma vontade enorme de começar. Sem contar que essa capa é linda *-*
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá Lay!!!
    A capa é linda,a historia legal mas não deu aquele tchan.....essa coisa de princesa que viva uma vida de plebeia em outro "reino" não faz meu tipo...só em contos de fadas...me desculpe mas não lerei.

    ResponderExcluir
  9. tenho que ler esse livro me parece ser muito bom o problema e que e muito livro pra pouco dinheiroo ser pobre e foda. mais ameia resenha

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações