16 de out de 2013


[Resenha] Liberta-me - Tahereh Mafi

 

Ficha Técnica

Título: Liberta-me
Título Original: Unravel me
Autor: Tahereh Mafi
ISBN: 978-85-8163-235-3
Páginas: 444
Ano: 2013
Tradutor: Bárbara Menezes de Azevedo
Editora: Novo Conceito

51Liberta-me é o segundo livro da trilogia de Tahereh Mafi. Se no primeiro, Estilhaça-me, importava garantir a sobrevivência e fugir das atrocidades do Restabelecimento, em Liberta-me é possível sentir toda a sensibilidade e tristeza que emanam do coração da heroína, Juliette. Abandonada à própria sorte, impossibilitada de tocar qualquer ser humano, Juliette vai procurar entender os movimentos de seu coração, a maneira como seus sentimentos se confundem e até onde ela pode realmente ir para ter o controle de sua própria vida. Uma metáfora para a vida de jovens de todas as idades que também enfrentam uma espécie de distopia moderna, em que dúvidas e medos caminham lado a lado com a esperança, o desejo e o amor. A bela escrita de Tahereh Mafi está de volta ainda mais vigorosa e extasiante.


Resenha

Lembrando que este post pode conter spoilers de Estilhaça-me
Finalmente peguei “Liberta-me” para ler, mas não foi por falta de vontade e sim de tempo. Mas, eis que passei ele na frente de vários outros e foi maravilhoso ter feito isso.
 
Ele livro inicia poucos dias após a fuga de Juliette no final de “Estilhaça-me”, e nossa protagonista está tentando adaptar-se a todas as novidades pelas quais vem passando. Depois de terem fugido da base, Kenji leva Adam, James (irmão mais novo de Adam) e Juliette para o Ponto Ômega, um esconderijo subterrâneo que acolhe pessoas como Juliette, que possuem um “dom”.
 
Selo-Parceiros-Novo-Conceito422226Entretanto, essa adaptação não tem sido fácil, pois após viver isolada por tanto tempo, viver em grupo mostra-se extremamente complicado. Sua “fama” a precede e ela não se mostra muito interessada em passar mais tempo com qualquer um que não seja Adam, agora que estão oficialmente juntos. Porém, juntos é uma palavra relativa, afinal, tempo juntos é o que menos têm. Juliette tentando treinar para descobrir o domínio sobre seus poderes e Adam sendo testado para descobrir se possui algum “dom” e ajudando o Ponto Ômega em qualquer outra coisa que precise, aliado ao toque de recolher e a separação das alas feminina e masculina deixa os dois com poucos momentos à sós.

Adam permanece sendo seu porto seguro, aquele  que consegue tocá-la sem morrer por isso, o que pode demonstrar seu carinho e amor através de abraços, e Juliette se vê cada vez mais dependente dele, mas eis que as coisas se complicam devido às descobertas de Adam.
- Mas não é isso que eu quero... Você não está perguntando o que eu quero... - ele diz, seguindo-me conforme eu me esquivo de seus avanços. - Quero ficar com você e não ligo a mínima se for difícil. Não me importo se der um pouco mais de trabalho, porque é assim que um relacionamento é, Juliette. Dá trabalho. Dá trabalho todo santo dia. E, sim, é uma droga, uma droga muito, muito grande e vai ser difícil pra caramba, mas não me importo. Eu quero mesmo assim. Eu a quero mesmo assim.
Pág. 100
E o relacionamento dos dois vai desmoronando a medida em que Juliette tenta se descobrir, controlar o que pode fazer com seu “dom” e a guerra se aproxima, é necessário deixar a auto-piedade de lado, é preciso enfrentar Warner de frente!

O treinamento é duro, mas com Kenji ao seu lado a apoiando, não deixa de ser engraçado também, está aí um personagem que me conquistou, e muito, nesse livro.
Eu disse a ele que era uma teoria interessante. Disse a ele que sempre me vi como um tipo de versão doentia de uma planta carnívora, e ele falou:
- Ah, MEU DEUS. Sim. SIM. Você é exatamente assim. Caramba, sim.
Bonita o bastante para atrair a presa, ele disse.
Forte o bastante para apertar e destruir, ele disse.
Venenosa o suficiente para digerir as vítimas quando a carne entra em contato.
Pág. 169
Porém, é durante uma missão de resgate que os caminhos de Juliette e Warner cruzam-se novamente, e temos de volta nosso triângulo amoroso, afinal, para quem leu “Estilhaça-me” e o e-book “Destrua-me”, sabe da paixão de Warner por Juliette.

Mesmo sendo frio, calculista, manipulador e louco, Warner me ganhou desde “Estilhaça-me”. #teamWarner assumida, “Destrua-me” foi divino, trazendo um pouco mais sobre a complicada mente de Warner. Mas voltando para “Liberta-me”, esse reencontro monstra-se ainda mais perturbador para Juliette, pois, assim como Adam, Warner consegue tocá-la.
- Mas eu sei que não o odeio mais. Eu tentei - eu conto -, tentei bastante. Porque você fez tantas coisas terríveis. A pessoas inocentes. A mim. Mas, agora, sei muito sobre você, vi muita coisa. Você é humano demais.
O cabelo dele é dourado. Os olhos, muito verdes. Sua voz está sofrida quando ele fala:
- Está dizendo - ele começa - que quer ser minha amiga?
- E-eu não sei.
Pág. 299

Tahereh realmente caprichou dessa vez no drama, mostrando todas as emoções conturbadas de Juliette, suas dúvidas sobre si mesma, seu relacionamento com Adam, com Warner, com os amigos. Trouxe muitas surpresas e um novo personagem, que apareceu em “Destrua-me” e que trouxe com ele uma bagagem de segredos. O difícil agora será aguardar até que Ignite Me, que será lançado nos Estados Unidos em 2014 seja traduzido e lançado no Brasil. mas enquanto isso eu me contento em ler novamente o Capítulo 62!!!!!!!!!!


Boa leitura para todos!!!


5 livros
Comentários
11
Compartilhe

11 comentários:

  1. Olá Lay!!
    Sabe aquela distopia que você está morrendo de curiosidade de ler...Pois então para mim é essa...
    Não pude ler o primeiro livro ainda e já li várias resenhas positivas sobre o livro, mas como tenho outras séries na frente e outras que tenho que completar ainda não pude comprar esta. Mas dei uma " espiadinha" na sua resenha, o que somente aumentou minha curiosidade!!
    Bjuss

    ResponderExcluir
  2. Confesso que não li a resenha, pois quero ler estilhaça-me antes!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. Ain eu quero ler logo o livro Estilhaça-me *-* Todo mundo fala tão bem.....
    Adorei a resenha

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Opa opa, n posso ler a resenha td pq n li o livro anterior!
    Pulei logo p considerações finais
    Fiquei MEGAAA curiosa p saber o que se passa no cap. 62!!!!!
    Hehehehehehehe

    Bjooooooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Não li Estilhaça-me, estou esperando terminar o lançamento da série. Ela parece ser muito boa. Curiosa!

    ResponderExcluir
  6. Oi Lay!
    Ainda não li Estilhaça-me mas não resisti ler sua resenha.
    Suas resenhas sempre me conquistam e acrescentam aquele gostinho de quero mais rs
    Já incluí vários livros na whislist por causa da sua escrita.
    A curiosidade para saber o que acontece no capítulo 62 já entrou para meu imaginário literário =D
    E também queroo *-* conferir #teamWarner <3 rs
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Já li o primeiro da série, mas ainda não tive oportunidade para ler o segundo... Estou completamente ansiosa!
    Ótima resenha, me deixou com vontade de agora mesmo comprar o livro, rs.
    Beijos,

    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente não li nenhum livro desta série, tenho que consegui o primeiro para ler.

    ResponderExcluir
  9. Eu não costumo ler trilogias enquanto não estão completas e por isso já estou super ansiosa pelo lançamento do último livro. Como só deve sair no ano que vem tudo o que me resta é aguardar.

    ResponderExcluir
  10. Não li a resenha porque pode conter spoilers como você disse e além do mais quero ler Estilhaça-me e não quero ter spoilers rodando na minha cabeça quando ler rsrsrs

    ResponderExcluir
  11. Como 99% da população eu odeio essa capa. Achei uma falta de capricho da NC fazerem essa capa, mas ok. Ainda não li os livros, estou esperando mais um pouco, porque caso eu goste, não quero ficar naquele fissura até sair o ultimo. Espero não me decepcionar com a leitura deste.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações