24 de nov de 2013


[Cinema] Jogos Vorazes: Em Chamas


Um dos filmes mais aguardados e esperados em 2013, chegou aos cinemas brasileiros em 15 de novembro. Uma semana antes do lançamento mundial. O que rendeu muito xingamentos, principalmente das norte-americanas mais “educadas”, no twitter, instagram e em outras redes sociais. Que feio! A gente sempre recebe os filmes até meses depois e não vai para lugar nenhum xingar o coleguinha. Este post do blog feito por mim, Auri, e por Tácio.

Comparecemos a estreia, um tanto barulhenta (além do normal) e saímos bem felizes, contentes e aliviados (por que não?!) com o resultado de Em Chamas. Entendam: eu (Auri) gostei de Jogos Vorazes, mas achei que o diretor não conseguiu passar a essência do livro para o filme. O filme ficou bobo, em muitos momentos. Não tiro a razão, de quem não leu, ao falar que era um filme de “um monte de criança se matando”. Pareceu isso! E para quem leu não, porque nós já tínhamos conhecimento da trilogia. E fora os cortes – ou a falta de corte – como a perna de Peeta.


Ainda bem que no filme seguinte foi tudo diferente! Francis Lawrence eu quero te dar um abraço bem apertado por razões de você fez uma das melhores adaptações que já assisti! E gente, Em Chamas é o meu (Auri)  livro preferido da Trilogia. Assisti a esse filme três vezes e com certeza irei assistir mais vezes.

Um detalhe que não passou despercebido por nós: a câmera não estava incomodando, não estava em turbulência constante. A mudança de diretor talvez seja a maior conquista de Em Chamas. Diferente de Gary Ross, Francis Lawrence sabe criar uma atmosfera melhor, dirigindo um filme que flui, uma câmera que não incomoda e com maestria consegue trazer o melhor dos atores, e do próprio roteiro, à tona.

As atuações estão melhores. E dá para perceber que nenhum personagem foi subjugado por outro. Não sei se vocês perceberam no primeiro filme, mas Peeta foi tão apagado da história que deu a entender que ele nem era tão importante. Isso me chateou muito! Porque Peeta é importante. Quem acaba sofrendo tudo para proteger alguém, é o coitado do Peeta. E em Jogos Vorazes ele foi tão negligenciado que me deu vontade de jogar tudo para o alto e sair da sala do cinema.

Jennifer Lawrence pode ter ganho o Oscar de melhor atriz este ano, porém a Katniss de Em Chamas está mais ‘Katniss’ do que nunca, fazendo com que a atuação de Lawrence definitivamente alcance um patamar muito além daquele demonstrado em “O Lado Bom da Vida”. A cada vez que Jennifer dava um grito, meus olhos brilhavam (Tácio). Não é atoa que ela levou um Oscar por fazer um barraco dentro de uma lanchonete.


Josh Hutcherson finalmente encontrou o tom do seu personagem, dando a Peeta uma força até então não vista pelos telespectadores. Pode-se dizer que os roteiristas finalmente perceberam a necessidade de Peeta na história e sua importância para a sobrevivência dele e de Katniss nos jogos. Josh entendeu o recado dado pelos chefões e soube entrar no personagem muito bem.

A melhor coisa de “Jogos Vorazes: Em Chamas” possui nome e sobrenome: Elizabeth Banks. Effie pode aparecer em pouquíssimos minutos na telona, porém Banks consegue entreter com sua atuação, tanto com seu lado cômico como no seu lado mais drámatico. A cena da colheita definitivamente é uma das melhores, consegui sentir a dor nos olhos desta mulher.


Boa atuação dos novos tributos, em especial para Jena Malone e Sam Claflin. E como não ficar apaixonada por Jena Malone? Representou meu Distrito 7 com muita força e raiva! Foi uma Johanna que superou todas as minhas expectativas. Estou ansiosa para Mockingjay (A Esperança) parte um e a parte dois. Boatos já correm pela internet, que essas duas partes serão exibidas antes no Brasil. Inclusive deram a data para Mockingjay parte um: 14 de novembro. Repetindo: são boatos! Não podemos confirmar se de fato isso vai se concretizar. Mas eu espero que sim HAHAHA Sam, que foi muito criticado quando escalado para fazer Finnick, mostrou em sua atuação que não há outro Finnick que não seja ele. A excelente, e importante, adição de Philip Seymour Hoffman no papel de Plutarch Heavensbee. Willow Shields, que antes tarde do que nunca, mostrou que sabe atuar bem. Sabemos que Prim é muito importante para os próximos filmes, então acredito que ela já esteja preparada para o que está por vir. Donald Sutherland (Presidente Snow) e Stanley Tucci (Caesar Flickerman) tão bons como nunca.


Ainda estou confuso, e extremamente descontente, com a tentativa dos roteiristas em transformar Katniss, Peeta e Gale em um triângulo amoroso. Ok, todo mundo que leu os livros sabe que rola um sentimento de Gale e Peeta por Katniss, porém transformar Katniss em uma carente, extremamente necessitada de beijos é demais. Fico muito triste em saber que querem transformar uma história tão forte e repleta de carga política em mais um romance teen onde os fãs vão ficar torcendo com que a mocinha tem que terminar no final. Katniss é uma lutadora, ela não se importa com ninguém além dela e de sua família. Os roteiristas, e os fãs também, já deveriam saber disso.

Os efeitos especiais de “Jogos Vorazes: Em Chamas” não são os melhores do cinema contemporâneo, porém comparados aos do primeiro filme, eles são a melhor coisa do mundo. Finalmente consegui enxergar uma Capital decente, repleta de luxo, de cores, de tecnologia e de poder. Os cenários estão grandiosos, pomposos, elaborados… A arena então, está impecável. Durante o filme não tive como não me lembrar de cenas/efeitos de “Harry Potter” e de “Star Wars”. Que continuem investindo nesta área nos próximos filmes, pois com certeza são de extrema importância para transformar a atmosfera criada por Suzanne Collins em algo real.



Pontos muito importantes:

 A finalização de Em Chamas que consegue fazer um link muito bom para o próximo filme. Estamos ansiosos pela continuação.
 A fidelidade das falas retiradas do livro. Foi tudo tão bem colocado e tão bem executado que precisamos bater palmas para os roteiristas e atores.
 A emoção no filme, muito bem esquematizada e utilizada nos momentos certos. Em “Jogos Vorazes” basicamente só teve a cena de Rue com um tom mais emotivo, porém em “Em Chamas” a emoção corre do começo ao fim. Como não ficar emocionado (a) com a cena de Katniss e Peeta no Distrito 11? Foi de partir o coração, além da revolta que sentimos ao lembrar de toda a barbaridade feita pelo Presidente Snow. Mags então, sofremos.


Fotos retiradas da página no Facebook Jogos Vorazes - O Filme . 

Quem já assistiu, pode nos contar a sua opinião nos comentários e quem ainda não assitiu pode nos falar o que espera desse filme!

em-chamas-poster
Lançamento: 15 de novembro de 2013
Título Original: The Hunger Games: Catching Fire
Dirigido por Francis Lawrence
Com: Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Elizabeth Banks, Liam Hemsworth
Gênero: Ação, Aventura
Distribuidor: Paris Filmes

Auri e Tácio
Comentários
9
Compartilhe

9 comentários:

  1. OMG! Já li os 3 livros da saga, e sou muito fã. Infelizmente, não pude comparecer ao cinema por morar em uma cidade pequena e longe da capital. Estou muito ansioso para ver, muito mesmo. Espero vê-lo logo, pois senão vou enfartar. Adorei a crítica! Abraços,
    Arthur.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arthur corre para ver! HAHAHA Ta muito bom, sério. Meu livro preferido da trilogia tem um filme INCRÍVEL.

      Excluir
  2. Olá Auri e Tácio,
    Eu tinha adorado Jogos Vorazes (filme e livros) e fui na estreia de Em Chamas. O segundo livro e FILME deixam o primeiro no chinelo. Achei tudo perfeito, mas o barulho no cinema fez eu perder algumas partes.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriel, nós sofremos com isso também! Eu assisti duas sessões seguidas de Em Chamas na estreia e ouvi a barulheira toda duas vezes! Foi uma coisa tão anormal HAHAHA Eu até acho válido alguns momentos de "felicidade extrema" mas passou dos limites. O pessoal berrava a cada folha que caía. Não acho isso legal, a pessoa acaba atrapalhando os outros e perdendo detalhes do filme!

      Excluir
  3. Eu nunca assisti um filme tão fiel ao livro. Eu ia falando as falas, e meu marido ia ficando irritado, perguntando se eu já tinha assistido… rs O figurino está perfeito. A Trish Summerville está de parabéns. A fotografia ficou ótima, deixando tons frios nos distritos, e tons mais quentes na Capital e na arena. Francis Lawrence definitivamente ganhou meu respeito.

    Agora vamos para o elenco.

    Jennifer Lawrence: A cada filme me surpreendo mais. É muito talento. Além de ser super simpática, simples, doida, espontânea… rs Poderia elogiar a Jenn por horas. Sou muitoo fã.

    Josh Hutcherson: Tem outra pessoa mais Peeta do que ele? rs Juro, não consigo imaginar outro ator interpretando nosso amado Peeta. E as cenas dos dois juntos, que coisa mais fofa!!

    Liam Hemsworth: A participação dele Em Chamas foi mais profunda. Ele também é o Gale perfeito. Deixaram claro o papel dele na história, abrindo caminho para A Esperança, onde o papel dele é muito maior.

    Woody Harrelson, Lenny Kravitz, Elizabeth Banks e Stanley Tucci são meus queridos. Os quatro se entregaram de cabeça nos papéis. Fazendo com que ficasse caída de amores por eles.

    Donald Sutherland como Presidente Snow é simplesmente odiável de tão perfeito. E adorei a inserção da netinha dele no filme.

    Philip Seymour Hoffman como Plutarch Heavensbee nos presenteou com sua maravilhosa interpretação. Ele é incrível. Adoro esse ator. E esse personagem ambíguo caiu como uma luva nele.

    A Willow Shields está perfeita. Ficou muito claro o amadurecimento da Prim, abrindo caminho para o próximo filme (Nossa! Vou chorar horrores de novo. Porque nesse quase me desmanchei toda… rs).

    Jeffrey Wright (Beetee) e Amanda Plummer (Wiress), perfeitos (acho que estou ficando repetitiva né?! Esse é o mal que ‘Em Chamas’ nos causa, rs).

    Aplausos e mais aplausos para os ‘divos’ Sam Claflin como Finnick Odair e Jena Malone como Johanna Mason. Preciso falar alguma coisa sobre eles???? Minha nossa!!! Que surpresa maravilhosa!!! Apaixonada!!!

    Lynn Cohen como Mags, me fez chorar… (além da parte do distrito 11, que também chorei horrores). Ela ficou fofa nesse papel, dando a sensibilidade da personagem na medida certa.

    Enfim, para quem não assistiu ainda…. o que você estão esperando???? rsrs

    É a perfeição em forma de filme. Um presente para os fãs.

    s2

    ResponderExcluir
  4. Oi Auri! Oi Tácio!
    Em Chamas foi um filme beeeeeem fiel ao livro <3 e beeeeeem melhor que o primeiro!
    Essa é uma das minhas trilogias preferidas e esse 2º filme foi recheado de tudo de bom!
    Fico feliz em saber que Francis Lawrence já está filmando o final da trilogia a assinatura dele fez a diferença :)
    O filme tem a parte romântica e política, e tb faz a crítica à banalização da violência.
    Direção e interpretação na medida exata!
    Se o primeiro foi Voraz o segundo ficou Em Chamas rsrsrs
    Bjssss

    ResponderExcluir
  5. Olha, faz tempo que eu li o livro e pra mim o filme foi PER-FEI-TO!! Claro que o romance não existe no livro, mas acho que deu um quê a mais que tem em qualquer filme voltado para o público adolescente. Não sei se isso é preocupante, não. Não acho que o pessoal vai ficar torcendo pelo romance, porque o filme deu a entender que o que a Katniss tava fazendo era por ela. De qualquer forma, quero assistir de novo e mais um milhão de vezes!! Muito melhor que Jogos Vorazes!

    ResponderExcluir
  6. Olá Auri!
    Eu simplesmente amei esse livro *---------*
    Acho que foi uma das melhores adaptações que já assisti :)
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Assisti o primeiro filme e amei! Não li os livros, mas aguardo os outros filmes. Vou ver se leio os livros após os filmes, para não tecer muita expectativa.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações