16 de nov de 2013


[Resenha] Mago Aprendiz - Raymond E. Feist

 

Ficha Técnica

Título:  Mago Aprendiz
Título Original: Magician: apprentice
Autor: Raymond E. Feist
ISBN: 978-85-67296-00-5
Páginas: 432
Ano: 2013
Tradutor: Cristina Correia
Editora: Saída de Emergência
60Na fronteira do Reino das Ilhas existe uma vila tranquila chamada Crydee. É lá que vive Pug, um órfão franzino que sonha ser um guerreiro destemido ao serviço do rei. Mas a vida dá voltas e Pug acaba se tornando aprendiz do misterioso mago Kulgan. Nesse dia, o destino de dois mundos altera-se para sempre. Com sua coragem, Pug conquista um lugar na corte e no coração de uma princesa, mas subitamente a paz do reino é desfeita por misteriosos inimigos que devastam cidade após cidade. Ele, então, é arrastado para o conflito e, sem saber, inicia uma odisseia pelo desconhecido: terá de dominar os poderes inimagináveis de uma nova e estranha forma de magia… ou morrer. Mago é uma aventura sem igual, uma viagem por reinos distantes e ilhas misteriosas, onde conhecemos culturas exóticas, aprendemos a amar e descobrimos o verdadeiro valor da amizade. E, no fim, tudo será decidido na derradeira batalha entre as forças da Ordem e do Caos.

Resenha


A Editora Saída de Emergência começou muito bem, disso não tenho dúvidas! O primeiro livro lançado no Brasil é Mago Aprendiz, primeiro da Saga do Mago. Não conhecia a obra do autor, mas já amei pela forma como descreveu os personagens, os cenários, as batalhas, enfim, tão rico em detalhes que me senti em Midkemia.

SDNosso personagem principal é o jovem Pug, um garoto que todos desconhecem as origens, só sabe-se que foi deixado nas terras do Duque de Crydee, onde cresceu livre. Porém, era chegado o momento da Escolha e os jovens deveriam se apresentar diante dos Mestres Artesãos para serem escolhidos como aprendizes e assim terem um ofício, era o momento de deixar a adolescência para traz. No entanto, poderia ocorrer de mesmo existindo uma vaga o mestre não julgar nenhum candidato capaz, como poderia ocorrer de alguns jovens não serem escolhidos e quase foi o que aconteceu com nosso jovem amigo Pug, se não fosse por seu recente amigo Kulgan, Mestre Mago e Conselheiro do Duque de Crydee.

Embora nunca tivesse passado pela sua cabeça ser um mago e sim um guerreiro (desejos de um garoto rs), Kulgan vê em Pug um talento nato para a magia. Entretanto, após mais de um ano de estudos, o garoto não consegue ver avanços, apesar de compreender a teoria, a prática lhe foge. Pug só passa a acreditar que pode ter algum talento para tal “ofício” quando salva a princesa de um ataque de dois trolls (embora o uso da magia tenha sido puro instinto de sobrevivência).

 

Após esse ato heroico, Pug se vê transformado em Escudeiro na corte do Duque e agora além dos seus estudos com seu Kulgan e Padre Tully (que lhe ensina a melhorar a leitura e a escrita) ele participa das refeições com os os membros da corte, onde claro não poderia falta a princesa Carline. Como o que vemos aqui, além de uma história de fantasia é o crescimento de Pug como pessoa e como futuro mago, o amor não deixaria de estar presente, assim como suas dúvidas, e a princesa Carline não parece ajudá-lo muito, complicando ainda mais seus sentimentos.

 

Mas o tempo para descobrir tudo isso é muito curto para Pug, pois o naufrágio de um navio misterioso na praia de Crydee deixa todos alertas. Vasculhado inicialmente por Pug e seu melhor amigo Tomas, descobre-se que a tripulação desse navio são pessoas estranhas, vindas de outro mundo e com uma magia desconhecida muito poderosa.

 

Sabendo disso, o Duque sai em busca de apoio de outros ducados e posteriormente do Rei contra uma possível invasão desse povo desconhecido. Para tal missão, leva em sua comitiva seu filho caçula Arutha, seu conselheiro Kulgan, Pug e Tomas, além de uma guarda considerável.

 

Em Crydee, Lyam, primogênito do Duque tem a missão de proteger sua irmã bem como o ducado de seu pai durante, o que se espera que seja breve, viagem até Rillanon, ao encontro do Rei.

 

Porém, tudo isso é apenas o começo do livro, muitas cenas de batalha se desenvolvem ao longo dos capítulos, muitos personagens se sobressaem e nos deixam curiosos sobre o seu futuro. Sem dúvida Pug, Tomas, Carline e Arutha serão personagens cruciais nessa saga e sem dúvida são os melhores personagens incluindo aí também Martin do Arco, um personagem que embora pareça sem muita importância, me ganhou logo na primeira cena em que apareceu.

 

Tenho certeza de que essa saga será maravilhosa e que venham logo os próximos livros!!!!

 

Beijos queridos e até a próxima!!! 


  
4-livros_thumb
Comentários
6
Compartilhe

6 comentários:

  1. Olá Layane!
    Adorei sua resenha, mas não me identifiquei muito com o livro... Acho que não faz meu estilo de leitura.
    Mas para quem gosta do gênero, e de todas essas lutas, deve adorar!
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Layane, não conhecia ainda essa editora. Soube que surgiu há pouco tempo, e pelo visto começou com tudo. Adorei a resenha, e tenho uma certa quedinha por livros sobre magos, bruxos, essas coisas... Acho que não irei me decepcionar com esse! Bom... é isso. Fico feliz com mais essa parceria do De Tudo um Pouquinho. Abraços e até mais!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, se não me engano a editora é de Portugal, e agora está no Brasil!! Estou ansiosa para ler o próximo livro lançado por ela, A Corte do Ar, parece ótimo, é Steampunk!

      Bjs

      Excluir
  3. Oi Lay!
    Desde o lançamento estava roendo as unhas de ansiedade para saber mais sobre o livro.
    Adorei saber que os personagens são bem construídos, as batalhas e os cenários descritos com detalhes e a leitura é fluída.
    A saga vai dar o que falar!
    Bjss e excelente semana para todos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Layane,
    Mesmo a história sendo interessante não faz minha cara, e nunca ouvi falar da editora Saída de Emergência. Que nome estranho para uma editora...
    Parabéns

    ResponderExcluir
  5. A editora chegou chegando mesmo! Adorei a proposta deles. Os livros têm tudo pra dar certo. Eu gosto desse tipo de fantasia, mas são livros que eu leio só de vez em quando, quando eu realmente tenho tempo. Porque a gente precisa mergulhar nesse novo mundo né?

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações