10 de fev de 2014


[Resenha] Fiquei com o seu número - Sophie Kinsella

 

Ficha Técnica

Título: Fiquei com o seu número
Título Original: I’ve got your number
Autor: Sophie Kinsella
ISBN: 978-85-01-09863-4
Páginas: 464
Ano: 2013
Tradutor: Regiane Winarski
Editora: Record
7A jovem Poppy Wyatt está prestes a se casar com o homem perfeito e não podia estar mais feliz... Até que, numa bela tarde, ela não só perde o anel de noivado (que está na família do noivo há três gerações) como também seu celular. Mas ela acaba encontrando um telefone abandonado no hotel em que está hospedada. Perfeito! Agora os funcionários podem ligar para ela quando encontrarem seu anel. Quem não gosta nada da história é o dono do celular, o executivo Sam Roxton, que não suporta a ideia de haver alguém bisbilhotando suas mensagens e sua vida pessoal. Mas, depois de alguns torpedos, Poppy e Sam acabam ficando cada vez mais próximos e ela percebe que a maior surpresa da sua vida ainda está por vir.

Resenha

O primeiro livro que li da Sophie foi O segredo de Emma Corigan e, assim como ele, “Fiquei com o seu número” me rendeu ótimas gargalhadas

O livro é narrado em primeira pessoa por Poppy, uma jovem que está prestes a se casar com Magnus, um palestrante universitário e um partido perfeito. Porém, há alguns dias do casamento, Poppy está curtindo com algumas amigas um dia de garotas em um hotel, repleto de brindes, quando, de repente o caos se instala e ela perde o anel de noivado. Como se já não fosse ruim, o anel está na família de Magnus a três gerações. Desesperada para recuperar o anel sem que Magnus perceba, Poppy vasculha cada canto do hotel, e passa seu número para todos os funcionários de lá, mas a maré de azar é tão grande, que ela tem o celular roubado!!

Sim, o dia não está fácil para Poppy e sem saber o que fazer ela continua no hotel, até que percebe na lata de lixo um celular, novo e funcionando!!
- Espera! – A voz do homem me segue pelo aparelho. – O telefone. É da minha assistente.
- Bom, então ela não devia ter jogado o aparelho fora – respondo, empurrando as portas de vidro. – Achado não é roubado.
Pág. 32
Mas como devolver o aparelho quando, rapidamente, Poppy já passou o novo número para os funcionários do hotel? Pois então, Poppy se compromete a encaminhar todas as mensagens e e-mails que chegarem no celular para Sam, o executivo cuja assistente jogou o celular no lixo. O problema é que Poppy não consegue simplesmente encaminhar as mensagens, ela começa a ler os e-mails que chegam, os anteriores, enfim, ela xereta absolutamente tudo e, na verdade, isso acaba funcionando como uma válvula de escape, pois, os pais de Magnus retornaram à Londres e ela tem certeza de que eles não gostam nem um pouquinho dela.
Oi! Sou eu, a garota que vocês não querem que se case com seu filho. Adivinhem, perdi o valioso anel da ua família!
Pág. 59
Claro que dá para imaginar a quantidade de confusão que pode acontecer, afinal, Poppy não larga o celular, responde todos os e-mail que recebe (ao contrário de Sam), sempre tem uma palavra amiga, enquanto Sam é curto e direto, ela está nos últimos preparativos do casamento, o que envolve dezenas de mensagens e e-mails, sem contar no desaparecimento do anel de noivado! Some a isso o fato de que, compartilhar uma caixa de entrada no celular não deve ser nada fácil, além de algo íntimo.

A interação entre eles se aprofunda e um acaba interferindo na vida do outro e o que vemos no final é um livro onde os personagens Poppy, Sam e Magnus não são os mesmos que iniciaram a narrativa. Um chick-lit delicioso com toques de mistério, o que deixou a história ainda melhor. Para quem curte o estilo, não deve perder essa leitura.
Comentários
12
Compartilhe

12 comentários:

  1. Tem um tempinho que estava procurando um livro bem humorado e parece que encontrei ^^ essa confusão toda estará na minha próxima compra, quero gargalhar também.
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
  2. Lay! Tanta gente falando deste livro, mas não faz o meu tipo de leitura. Adorei a resenha, mas infelizmente não irei ler. Bjs, leemporai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Esse livro deve ser maravilhosamente fofo e divertido. Quero ler há um tempão, mas ainda não tive a oportunidade.
    O que mais gosto é que a premissa da história em si já é leve e despretensiosa, com bons personagens e um enredo que dá margem a todo tipo de confusão! rs
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Os livros do gênero chick-list sempre parecem ser muito divertidos e deliciosos de se ler! Já li algumas resenhas sobre este livro e me parece muito interessante, deve ser muito divertido acompanhar tantas confusões ás quais a personagem se envolve! rs
    beijos ♥

    ResponderExcluir
  5. Amei a resenha ainda não li nenhum chick-lit ,achei a história divertida,algo que estou precisando já estar na minha lista!

    ResponderExcluir
  6. Os livros deste gênero sempre parecem ser muito divertidos, este livro parece ser muito bom para se ler em um dia tranquilo para descontrair! A personagem parece se meter em muitas confusões, fiquei com vontade de ler também :)

    ResponderExcluir
  7. Esse livro parece ser bem engraçado. Estou num momento em que estou preferindo ler chick-lits à outros gêneros literários, e esse livro parece ser muito bom. Achei bem doida essa história de Poppy ter o celular roubado e depois achar um no lixo, queria eu ter essa sorte, hahaha.
    Entrou na minha lista de desejados.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Que confusão a poppy vai se meter hein? Eu não sei o que faria no lugar dela, imagina perder o anel de noivado de família,ser roubada e achar um celular de alguém e ter que ficar usando ele pra resolver sabe lá o que... realmente é uma situação curiosa.

    ResponderExcluir
  9. Faz um bom tempo que nao leio chick-lit , o ultimo que li foi Melancia, gostei d enredo desse vou anotar sem duvida, todos comentam super bem da autora.


    xx

    ResponderExcluir
  10. Já li muitos elogios da escrita da autora, mas não li nenhum livro dela ainda. Gostei da resenha, da forma que apresentou o livro, creio que se tiver oportunidade vou ler.

    ResponderExcluir
  11. O primeiro e único que li da Sophie foi Os Delírios de Consumo de Beck Bloom, amei! Foi divertido e envolvente! Estou bem curiosa para ler Fiquei com seu Número, mas acho que ainda vai demorar :/
    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  12. A autora é ótima, eu particularmente gosto.
    Esse livro também fiquei fascinada. Confesso que me surpreendeu.
    M&N | Desbrava(dores) de livros

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações