28 de mar de 2014


[Resenha] Os 13 Porquês - Jay Asher

 

Ficha Técnica

Título: Os 13 Porquês
Título Original: Thirteen Reasons Why
Autor: Jay Asher
ISBN: 978-85-08-12665-1
Páginas: 255
Ano: 2009
Tradutor: José Augusto Lemos
Editora: Ática
53Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra um misterioso pacote com várias fitas cassetes. Ele ouve as gravações e se dá conta de que foram feitas por uma colega de classe que cometeu suicídio duas semanas antes. Nas fitas, ela explica que 13 motivos a levaram à decisão de se matar. Clay é um deles. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

Resenha


Sabe quando você deseja ler muito um livro, mas por alguma razão você acaba não conseguindo lê-lo!? Há alguns anos tinha a vontade de ler “Os 13 Porquês”, desde a primeira vez que vi a sua belíssima capa e li sua intrigante sinopse, percebi que aquele não seria somente “mais um livro”.

Mas, infelizmente, é super difícil encontrar “Os 13 Porquês” nas livrarias e até mesmo na internet, e quando acontece de encontrá-lo o preço do mesmo é absurdo para um livro que não é muito grande. Não sei se a distribuição do mesmo é limitada ou se ele vende tanto que só vive esgotado, porém posso afirmar que venho aqui resenhar um livro magnifico e que vale a pena se aventurar em encontrá-lo perdido em alguma prateleira à venda.
Antes de Hannah morrer, ela gravou este monte de fitas. Mas por quê? As regras são bem simples. São só duas. Número um: você escuta. Número dois: você repassa. Espero que nenhuma delas seja fácil para você.
Pág. 13
Em “Os 13 Porquês” iremos conhecer dois personagens chaves para o desenvolver da história. O primeiro é Clay Jensen, um adolescente que ao voltar da escola encontra uma caixa de sapatos com algumas fitas cassetes gravadas por sua colega Hannah Baker. Hannah é a segunda personagem; ela cometeu suicídio há duas semanas e o fato dela estar morta, mas ainda estar afetando a vida das pessoas com quem conviveu, é intrigante.

Antes de morrer, Hannah Baker gravou 7 fitas onde narra 13 histórias. Cada história é centrada em uma pessoa do círculo social de Baker que acabou influenciando de algum modo em sua decisão de acabar com sua vida. Clay é uma dessas treze pessoas, mas ele não faz ideia porque está entre elas.
Meu mundo estava ruindo. Eu precisava daqueles bilhetes. Precisava do mínimo de esperança que aqueles bilhetes poderiam ter me dado. E você? Você me tirou essa esperança. Você decidiu que eu não a merecia.
Pág. 142
Com muito medo e bastante apreensivo, Clay irá começar a escutar o conteúdo das fitas gravadas por Hannah. Eles nunca foram amigos, apenas trabalharam juntos no cinema da cidade por um período curto, e é isso que deixa o menino mais confuso com toda a situação. Assim que terminar de escutar todas as gravações, Clay terá que repassar a caixa de sapatos para a pessoa seguinte da lista de Hannah.

Hannah Baker parece ter investido os últimos dias de sua vida neste plano diabólico. Ela gravou as fitas, fez cópias que deixou guardada com uma pessoa, caso alguém da lista não seguisse a regra de repassá-las, enviou a caixa pelos correios e ainda deixou para cada um dos treze um mapa, sinalizando pontos importantes na cidade, que refletem o local de cada acontecimento descrito por ela.
Infelizmente, não dá para ser tão preciso ou seletivo. Quando você estraga uma parte da vida de alguém, você estraga a vida inteira da pessoa.
Pág. 172
Então, no decorrer do livro, iremos acompanhar Clay Jensen se aventurando pela sua cidade enquanto escuta as fitas deixada por Hannah. Aos poucos o garoto - e nós leitores - irá conhecer a verdadeira Hannah Baker, o que ela estava passando e os verdadeiros motivos que fizeram ela ter feito o que fez. A narrativa do livro é bem diferente: com poucas falas, ele se desenvolve basicamente com os pensamentos de Clay e a narração de Hannah, que é toda em itálico para diferenciar os personagens.

Jay Asher estréia sua carreira como autor de uma forma excepcional. Sua ideia é simplesmente genial. Dar voz a alguém que já está morto e fazer desta personagem a chave principal de um enredo é muito arriscado, porém Asher consegue fazer com maestria. Os acontecimentos do livro são muito bem amarrados, e seu desenrolar flui de uma forma que prende o leitor, surpreendendo-o a cada revelação contida nas fitas, como se o mesmo estivesse as ouvindo.
Não consegui evitar. O que todo mundo pensava de mim estava fora de meu controle.
Pág. 184 
Com uma escrita que me lembrou bastante a do querido John Green, “Os 13 Porquês” é um destes livros que nos trazem múltiplas emoções enquanto o lemos. Com algumas passagens engraçadas e outras bem dramáticas, querendo ou não o autor aborda uma temática forte que é o suicídio, e cria todo um jogo por trás disto.

“Os 13 Porquês” é um daquelas obras que você lê e fica repensando sobre, mesmo depois de ter terminado. Como seria poder dizer na cara das pessoas o que elas nos fizeram de mal, e ao mesmo tempo atormentá-las eternamente pelo fato de culpá-las pelo nosso fim? A ideia é o tanto quanto macabra e obscura, mas garanto que Jay Asher consegue dar beleza ao seu livro, transformando-o em uma daquelas obras repletas de motivos, ou porquês, para se guardar no coração.

Ps.: Não posso deixar de parabenizar a diagramação do livro, é sensacional. Belíssima! Parabéns aos responsáveis.
Comentários
9
Compartilhe

9 comentários:

  1. A capa é bem criativa , nunca tinha ouvido falar desse livro , maais a resenha me deixou intrigada , quando vii o titulo , nao me interessei muito , nao passava nada nna minha cabeca a nao ser , esse livro nao vai pra minha lista , mais como dizm , as coisa mudam né rsrs , eu amei a resenha , sei lá , nunca vi nada igual !! maais um pra minha lista que só aumenta mais a cada dia !!

    ResponderExcluir
  2. Olá Tácio!!!Realmente este livro esta a muito tempo na minha lista de livros desejados, mas tenho muita dificuldade de encontra-lo, e se acho realmente o preço é MUITO salgado...Mas ainda sua historia realmente meche muito, e tenho muita curiosidade em saber os motivos, e creio que deve ser um livro que te prenda, e de traz valiosas lições. Parabéns pela resenha!!
    Beijos ♥

    ResponderExcluir
  3. Quero muito ler este livro! Conhecer a história de Hannah e saber das reações de Clay é o que me deixa mais curiosa. Não lembro de já ter lido um livro com este tipo de narrativa, mas estou confiante de que vou gostar bastante. =)

    Beijooos

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito. Amo esse tipo de livro com um certo suspense. Parece ser diferente de todos os que já li.

    ResponderExcluir
  5. A capa, o título, a sinopse: tudo é muito chamativo. A sua resenha não ficou atrás. Achei a ideia do autor bem inovadora, o que já é excelente. Melhora ainda mais por parecer um daqueles livros tocantes. Fiquei com vontade de ler este livro.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista

    ResponderExcluir
  6. Caraca, esse livro parece ser pesado, mas muito bom. Não é meu gênero favorito, mas parece ser muito bom, fiquei com vontade de ler.

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bem? Olha, já que você gostou de "Os 13 Porquês", é mais um motivo para conhecer "O Último Adeus". Ele vai ser publicado em junho pela DarkSide Books e ó, é incrível <3 http://www.darksidebooks.com.br/o-ultimo-adeus/

    ResponderExcluir
  8. Também concordo que o preço é muito caro, e tanto que, comprei a edição em inglês dele. Além do preço, e minha aprimoração do inglês.
    Amei a resenha !
    P.s.: se quiserem lê-lo em português, baixem o PDF dele, vale bem mais

    ResponderExcluir
  9. Nunca ouvi falar desse livro até conhecer ele na biblioteca da escola, já terminei de ler ele, agora to fazendo um slide para apresentar ele para meus colegas, to tendo dificuldades de por as caracteristas dos personagens pois não da para imaginar cor de cabelo,altura,jeito e etc

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações