3 de jun de 2014


[Resenha] Fragmenta-me - Tahereh Mafi


Ficha Técnica

Título: Fragmenta-me
Título Original: Fracture me
Autor: Tahereh Mafi 
ISBN: 978-85-8163-500-2
Páginas: 70
Ano: 2014
Tradutor: Bárbara Menezes 
Editora: Novo Conceito
42Neste eletrizante conto da trilogia Estilhaça-me, descubra o que aconteceu com os rebeldes do Ponto Ômega após lutarem contra O Reestabelecimento. Fragmenta-me é contado do ponto de vista de Adam, respondendo as principais dúvidas dos leitores após grande final de Liberta-me. Enquanto o Ponto Ômega prepara para lançar um ataque-surpresa contra os soldados do Reestabelecimento a postos no Setor 45, o foco de Adam está bem longe do campo de batalha. Ele está se recuperando do rompimento com Juliette, apavorado pela vida do seu melhor amigo e preocupado como sempre com a segurança do seu irmão James. E justo quando Adam começa a pensar se aquela vida é mesmo para ele, o alarme soa. É hora de começar a guerra. No campo de batalha, é como se tudo estivesse a seu favor – mas derrubar Warner, que Adam descobriu recentemente ser seu meio-irmão, não é fácil. O Reestabelecimento não tolera rebeliões, e por isso fará qualquer coisa para massacrar a resistência... inclusive matar a todos que são importantes para Adam. Fragmenta-me prepara o leitor para as emoções de Incendeia-me, o explosivo final da série distópica de Tahereh Mafi.

Resenha

Lembrando que esse post pode conter spoilers dos livros anteriores da trilogia Estilhaça-me
Após uma ação que contou com a ajuda dos fãs, a Editora Novo Conceito liberou o e-book Fragmenta-me, segundo conto da trilogia Estilhaça-me.

Como quem acompanha a trilogia já sabe, os livros são narrados na perspectiva de Juliette. Sendo assim, o conto Destrua-me trouxe a narrativa na visão de Warner e agora Fragmenta-me a visão de Adam.

Selo-Parceiros-Novo-Conceito42222322[1]Em Fragmenta-me, estamos nos capítulos finais de Liberta-me. Ou seja, Adam está tentando entender o fim de seu relacionamento com Juliette, o porquê dela estar cada vez mais reclusa em si mesma, sua constante preocupação com o bem-estar de seu irmão James e claro um novo ingrediente para apimentar um pouco mais as coisas, seu recém descoberto meio-irmão mais velho, Warner.

Fora essas questões pessoais, Adam ainda tem que se preocupar com o ataque-surpresa que está sendo preparado pelo Ponto Ômega ao Setor 45, e aí sim as coisas passam a ficar muito sérias.
É isso. É aqui que tudo está prestes a ficar muito sério, e sei o suficiente sobre a guerra para ser sincero comigo mesmo: posso entrar no campo de batalha com um coração batendo e ser arrastado dele com um coração morto.
Basicamente a história é aqui é a que já conhecemos, mas o que é mais interessante em Fragmenta-me é a oportunidade de conhecer melhor o Adam e perceber que ele não é apenas um garoto apaixonado. Ele é um garoto de apenas 18 anos determinado a cuidar do irmão mais novo como um pai cuidaria do filho e ver que todas as atitudes dele giram em torno de James.
Além disso, estou cansado de lutar. Estou cansado de fugir e sempre ter de arriscar minha vida e me preocupar constantemente com James. Quero apenas ir para casa . Quero cuidar do meu irmão. E nunca, nunca mesmo, quero sentir o que senti na noite passada. Não posso arriscar perder James, nunca mais.
Ver Juliette também pela visão de Adam, nos dá uma nova perspectiva para a história como um todo, afinal ele a vê como uma pessoa muito introspectiva, frágil e muito focada nela mesma.

Fragmenta-me é leve e rápido de ser lido e só deixou a gente com gostinho de quero mais para Incendeia-me, último livro da trilogia.
Comentários
6
Compartilhe

6 comentários:

  1. Lay, não li ainda nenhum livro. Tenho o primeiro, mas há outros na frente, então, não li a resenha. Já que li a sinopse e ela revela coisas que nem deveria ter lido. Espero esquecer até quando for ler o primeiro livro... mas, quero muito ler a série, muito elogiada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cinthia, então menina, estava conversando outro dia sobre isso. Incrível como algumas sinopses estão contando tanto dos livros, quase não leio mais elas, nem os versos dos livros... às vezes tem até spoilers!
      Mas não deixe de ler, você vai amar.
      Beijos

      Excluir
  2. Só li o primeiro livro e muito curiosa fui ler a resenha e fiquei sabendo mais do que queria... rsrs Como vou demorar para ler os outros livros também espero esquecer que eu li. Já baixei o conto e pretendo ler só quando terminar a série.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li os livros dessa série, mas cada dia que passa só tenho mais vontade ler. As resenhas são super instigantes. Adorei as novas capas.

    Bjok

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li os livros
    Ainda bem que nem li a sinopse, agora ne leio na verdade
    Pq tem umas que contam o livro todo kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Geralmente quando me interesso demais por uma história não gosto de ter que lê-la pela internet, gosto de ter o livro em mãos. Esse é um dos motivos de eu ainda não ter lido os livros dessa trilogia. Quero comprar todos os três livros de uma vez só.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações