20 de jun de 2014


[Resenha] Perdida - Carina Rissi


Ficha Técnica

Título: Perdida 
Autor: Carina Rissi
ISBN: 978-85-7923-314-2
Páginas: 472
Ano: 2011
Editora: Baraúna
45Sofia vive em uma metrópole, está habituada com a modernidade e as facilidades que isto lhe proporciona. Ela é independente e tem pavor a menção da palavra casamento. Os únicos romances em sua vida são os que os livros lhe proporcionam. Mas tudo isso muda depois que ela se vê em uma complicada condição. Após comprar um novo aparelho celular, algo misterioso acontece e Sofia descobre que está perdida no século XIX, sem ter ideia de como ou se voltará. Ela é acolhida pela família Clarke, enquanto tenta desesperadamente encontrar um meio de voltar para casa. Com a ajuda de prestativo Ian, Sofia embarca numa procura as cegas e acaba encontrando algumas pistas que talvez possam leva-la de volta para casa. O que ela não sabia era que seu coração tinha outros planos...

Resenha

Estou aqui me perguntando como demorei tanto tempo para ler esse livro, OMG! Que delícia! ♥♥♥

Sofia tem 24 anos e é completamente dependente de tecnologia. Ela não consegue ficar um hora sequer longe de seu celular, sem atualizar seu perfil no Facebook ou ver seus tuites. Sofia é filha única, órfã de pai e mãe, vive para o trabalho e dificilmente sai para se divertir com seus amigos. Resumindo, leva uma vida muito reclusa em seu apartamento. Nina, sua melhor amiga/irmã de coração se preocupa que a amiga nunca tenha se apaixonado na vida e que nem ao menos acredite que isso seja possível. Mas a vida de Sofia iria mudar radicalmente.
- Tenho esperanças de que você encontre o cara certo um dia desses, sabia? Já está na hora de viver uma história de amor de verdade e esquecer as dos livros. Acho que vai ser divertido ver como você vai se sair quando se apaixonar pela primeira vez.
Pág. 24
Após muita insistência de Nina, Sofia sai com a amiga para uma comemoração e, depois de beber bastante, quando vai ao banheiro o celular dela cai na privada. No dia seguinte, após acordar de ressaca e se dar conta de que precisa comprar um novo celular urgente, Sofia decide fazer isso o quanto antes. Mas quando chega a loja para comprar o celular mais atual que tiver na loja, ela encontra uma vendedora pra lá de estranha, mas acaba comprando o tal celular, que é único e não pode ser devolvido nem trocado.
Ao sair da loja, feliz que nem criança com brinquedo novo (o que não deixa de ser verdade) Sofia tenta entender como funciona o novo celular, mas enquanto faz isso é transportada para o ano de 1830 sem saber como isso aconteceu.
- Hã... Será que você poderia me ajudar? Estou meio... Perdida. - Um riso nervoso escapou de meus lábios.
- Perdida? – sua voz não pareceu nada surpresa.
- É. Eu estou num lugar muito estranho onde... onde... - Era difícil dizer em voz alta. Tomei fôlego. - Onde algumas pessoas pensam ser o século dezenove. - Ri nervosa outra vez. - Dá pra acreditar?
Um curto silêncio.
- Claro que dá! – ela disse, satisfeita. - E você não está perdida. Está exatamente onde deveria estar.
Pág. 52
Presa no século XIX e sem saber como voltar, Sofia conta com a ajuda do jovem Ian Clarke, um rapaz de família abastada, que vive em uma propriedade com sua irmã mais nova. Ian encontra Sofia na estrada caída no chão e, como perfeito cavalheiro que é, amparou a jovem desconhecida no momento de necessidade. Na residência dos Clarke Sofia conhece melhor Ian e sua doce irmã Elisa e se apega muito a eles.

Apesar de ter apenas 21 anos, Ian é bastante maduro e certo de seus objetivos. Ele é um personagem lindo, carismático, envolvente e não tem como não amá-lo. Claro que Sofia faz de tudo para não se aproximar demais dele e de sua irmã, pois sabe que deverá partir em breve e que criar laços apenas tornará tudo mais difícil na hora de seu retorno ao século XXI. Porém, a atração entre é visível e indiscutível.
- Sim. Sofia, vou fazê-la entender o que reluta tanto em aceitar.
Eu gemi baixinho, porque, se ele iria se esforçar ainda mais... Eu realmente estaria perdida. Sem trocadilhos.
Pág. 247
Amei a forma como o romance foi conduzido e não posso negar que a dúvida quanto ao retorno de Sofia ao seu tempo me consumiu. Tem também outros personagens que me cativaram além dos protagonistas e Elisa. Madalena e Gomes, empregados na casa de Ian e Nina me conquistaram com suas atitudes e carisma.
Não me importei com mais nada. Não me importei com o amanhã. Com o que iria acontecer depois. Nada mais importava apenas o agora.
Apenas Ian.
Pág. 309
Já deu para perceber que amei, né?! Pois então, para ficar ainda melhor, para quem não sabe, Perdida irá virar filme e em breve teremos o lançamento da sequência do livro, Encontrada, que sinceramente espero que não demore muito.

A capa oficial saiu essa semana (quarta-feira) e deixou os fãs da série ainda mais eufóricos.

PERDIDA_2 PROVSofia está de volta ao século dezenove e mais que ansiosa para começar a viver o seu final feliz ao lado de Ian Clarke. No entanto, em meio a loucura com os preparativos para o casamento, percebe que se tornar a sra. Clarke não será assim tão simples quanto ela supunha. As confusões encontram a garota antes mesmo de ela chegar ao altar, e uma tia intrometida que não quer que o casamento se realize é apenas uma delas. Coisas estranhas estão acontecendo na vila. Ian parece estar enfrentando alguns problemas, que prefere não dividir com a noiva. Decidida, Sofia fará tudo o que estiver ao seu alcance para ajudar ao homem que ama. Ela não está disposta a permitir que nada nem ninguém atrapalhe seu futuro. Porém, suas ações podem colocar tudo a perder, e Sofia descobre que a única pessoa capaz de destruir seu felizes para sempre é ela própria.
Agora é esperar o próximo! Beijos e até a próxima! 

DSCN0108
Bienal Rio de Janeiro – 2013: Pegando meus autógrafos
Comentários
11
Compartilhe

11 comentários:

  1. Oi Layane!

    Eu já tinha visto essa capa em muitas estantes dos meus amigos no Skoob, mas nunca procurei saber mais sobre ele. Para ser sincera, nunca havia lido nem a sinopse! Mas olha, esse livro me parece completamente apaixonante. Adoro essas histórias em que as pessoas se perdem ou viajam no tempo, são sempre muito divertidas. Espero conseguir lê-lo em breve.

    Beijos!

    http://roendolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você não vai se arrepender Ana, o livro é delicioso!!!!

      Excluir
  2. Ah, eu simplesmente adorei Perdida. A escrita da Carina é uma delícia de ler. A história é uma delicia também. agora estou ansiosa pra ler Encontrada, e a capa ficou linda.

    Bjok

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Raquel, a capa de Encontrada ficou perfeita, e ansiedade é o que define os fãs nesse momento!

      Excluir
  3. Oi Layane! Também demorei bastante para ler Perdida e, assim como você, não acreditei que tinha demorado tanto tempo para pegar esse livro lindo para ler. Estava limpando meus livros essa semana e acabei pegando ele e, quando vi, tinha esquecido da parte de limpar e estava lendo os quotes lindos que eu tinha marcado. E a vontade de reler tudo? Eu passei o livro todo desesperada tentando entender como a autora iria conseguir criar um final feliz, pois não via como isso acontecer. Chorei demais lendo, e terminei o livro querendo ler tudo o que a autora escrevesse. Simplesmente amei, imagina como vai ficar o filme? *--*
    Parece que Encontrada vai sair na Bienal, mal posso esperar. E você tem autógrafos, nem acredito. Eu queria tanto que ela autografasse meus livros, um dia eu consigo rs. Adorei a resenha.

    Beijos,
    Adri Brust
    http://stolenights.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Adri, peguei os autógrafos na fila imensa na bienal do Rio ano passado, mas valeu a pena!
      Também estou imaginando como será o livro! Espero que tão lindo quando o livro, e até lá, ler Encontrada. Também ouvi dizer que será lançado na Bienal de São Paulo, espero que seja no fim de semana que estarei lá!

      Beijinhos

      Excluir
  4. É um dos livros que pretendo ler. Parece bom, já li resenhas favoráveis destacando pontos positivos e também os negativos, creio que vou gostar bastante, e sua resenha ficou contagiante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado! Amei demais esse livro! Um delícia!!!

      Excluir
  5. Oie!!!
    Nossa quem ainda não leu Perdida tem que ler URGENTE ele é um livro perfeito de mais ,Ian é perfeito de mais.Perdida é meu livro de cabeceira que se dexa eu releio toda hora nunca me canso desta história ai ai como eu queria ter uma fada madrinha assim.Menina só de ler sua resenha deu vontade de reler ele e chorar tudo de novo e ri tudo de novo.
    Agora tenho que espera numa tortura só por Encontrada que lança só na Bienal isso é muita muita maldade da Carina.

    Bjss
    malucasporliteratura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fale Bia, e o pior é que o lançamento de Encontrada é justamente no último fim de semana da bienal, e eu vou no primeiro, affffffffff

      Excluir
  6. Já li o primeiro livro, embora não o possuo, e indico que todos leiam. É uma história totalmente original, e única. Mal posso esperar para ler a continuação.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações