8 de jul de 2014


[Resenha] Convergente - Veronica Roth


Ficha Técnica

Título: Convergente
Título Original: Allegiant
Autor: Veronica Roth
ISBN: 978-85-7980-186-0
Páginas: 528
Ano: 2014
Tradutor: Lucas Peterson
Editora: Rocco
13
A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou – destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. No poderoso desfecho da trilogia Divergente, de Veronica Roth, a jovem será posta diante de novos desafios e mais uma vez obrigada a fazer escolhas que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor. Livro mais vendido pela Amazon no segmento infantojuvenil em 2013, Convergente chega ao Brasil em meio à expectativa pela estreia de Divergente nos cinemas, em abril. A série segue no topo na lista de bestsellers do The New York Times. 



Resenha

E chega ao final a trilogia Divergente. Convergente, título que gerou polêmica entre os fãs,  começa exatamente explicando o que houve após o vídeo revelador de Amanda Ritter. Evelyn Johnson liderando os sem-facção, numa tentativa de transformar a antiga Chicago das facções em uma cidade sem divisões e desigualdades. Também há o grande mistério que se instalou sobre o que pode estar além das cercas. O que há no "mundo" fora de Chicago.

Basicamente, Tris, Tobias e todos os demais personagens precisam aprender a viver sem o sistema das facções nas cem primeiras páginas. Evelyn se torna uma ditadora, um tanto louca, na esperança de de implantar a sociedade perfeita. Ao passo que esse comando desastrado tenta se estruturar, um grupo se forma para combater as suas ações. Os Leais, sob a liderança de Cara e Johanna Reyes, tem como objetivo deixar a cidade para seguir as ideias iniciais de Edith Prior (Amanda Ritter), além de uma revolução contra Evelyn e os sem facção.

E é nesse momento que a história - de fato - começa. Convergente é narrado por Tris e Tobias, uma alternância de capítulos com os respectivos pensamentos das personagens.
Minha ancestral, e esta é a herança que me deixou: a libertação das facções e a compreensão de que minha identidade Divergente é mais importante do que eu imaginava. Minha existência é um sinal de que devemos deixar a cidade e oferecer nossa ajuda a quem quer que esteja fora dela.
Pág. 10
Preciso sair da cidade. Preciso da verdade.
Pág. 62
Um certo grupo consegue sair da cidade, após uma jornada tensa para que isso desse certo. E aí Veronica Roth desconstrói  todo aquele universo que estávamos acostumados nos primeiros livros. Como descobrimos em Insurgente, Chicago e o sistema de facções não passam de um experimento. Em Convergente descobrimos que existe um governo (pouco explicado na obra) que financia um Departamento de Auxílio Genético (um pouco mais explorado, afinal é o local que as personagens passam grande parte da trama).

Somos apresentados as novas informações. Esse governo onipresente que confia quase cegamente  no Departamento. Descobrimos sobre o porquê o sistema de facções de Chicago e o que ele representa e uma série de acontecimentos que estruturam - ou tentam - o novo cenário vivido por Tris.

Particularmente, esperava mais de Convergente e isso nada tem a ver com o final ou destino de Tris no livro. Esperei um livro que conseguisse manter o ritmo e coerência ao passo que novas informações eram apresentadas. Vejam bem, Roth simplesmente desconstruiu a sua história e nos apresentou - direi assim - a "verdade". Contudo faltou um pouco mais explicações ao longo do livro. Um pouco mais de paciência ao contar certas passagens. Pode dar a impressão de um livro denso por tantas informações novas e - temos a mania de achar - que sempre o último livro é mais denso, porém, não achei tão profundo a este ponto. Inclusive muitos reclamaram da decisão da autora no destino de Tris, mas foi uma das atitudes tomadas com mais coerência nesse último livro da trilogia.
Comentários
7
Compartilhe

7 comentários:

  1. Oi! Não sei, não consigo gostar desse livro, já tentei ler a série, mas nunca consigo terminar, gosto de aventura, entretanto até um ponto. A sua resenha está boa, explica algumas partes, mas o caso é com o livro mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Tô querendo ler essa trilogia faz tempo, muito tempo mesmo. Mas nunca consigo comprar, parece até história de filme, sempre tem algum problema. Amo distopias, e já li milhares de resenhas dessa trilogia, e já vi que é bom, mas um motivo para minha vontade imensa de ler. Mesmo que "Convergente" não foi tudo que você esperava, ainda estou muito animada para ler!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Ainda não li a trilogia Divergente, nem mesmo o primeiro volume, mas entendo um pouco sua frustração. Aconteceu comigo - claro, quem nunca? - de esperar bastante de um desfecho de trilogia e acabar naquele vácuo. Mas bom, ainda que o final tenha deixado a desejar, ainda tenho curiosidade em relação a Divergente; só não sei se lerei tão cedo...

    Beijos, Livro Lab

    ResponderExcluir
  4. Estou lendo o livro agora, e ainda não me empolgou. Muita gente não curtiu tanto. Queria que tivesse o mesmo ritmo de Divergente e Insurgente... Já sei o que acontece com a Tris, mas, fazer o quê?

    Clara
    @clarabsantos
    clarabeatrizsantos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Auri, só ouço falar bem dessa série, mas ainda não tive a oportunidade de lê-la... Parece super legal, pois depois de THG passei a amar distopias! Ótima resenha... :)

    ResponderExcluir
  6. Sou super fã de distopias,aká Jogos Vorazes e O Teste mas ainda não tive oportunidade de ler a trilogia Divergente.Sempre vejo bons e maus comentários sobre os livros da Veronica mas pelo fato de não tê-los lido não tenho uma opinião própria.
    Mas vou tentar não ficar com expectativas tão altas em cima deles,prefiro ser surpreendida do que acabar desapontada.
    bjoos

    ResponderExcluir
  7. Não li nada da série mas já sei o final por conta da imensa quantidade de spoilers que teve no face, rs.
    Espero não ficar com tanta raiva assim quando eu ler né, rs. Muitas expectativas.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações