22 de ago de 2014


[Resenha] Quando Tudo Volta - John Corey Whaley


Ficha Técnica

Título: Quando Tudo Volta
Título Original: Where Things Come Back
Autor: John Corey Whaley
ISBN: 978-85-8163-384-8
Páginas: 220
Ano: 2014
Tradutor: Carolina Caires Coelho
Editora: Novo Conceito
22Uma morte por overdose. Um fanático estudioso da Bíblia. Um pássaro lendário. Pesadelos com zumbis. Coisas tão diferentes podem habitar a vida de uma única pessoa? Cullen Witter leva uma vida sem graça. Trabalha em uma lanchonete, tenta compreender as garotas e não é lá muito sociável. Seu irmão, Gabriel, de 15 anos, costuma ser o centro das atenções por onde passa. Mas Cullen não tem ciúmes dele. Na verdade, ele é o seu maior admirador. O desaparecimento (ou fuga?) de Gabriel fica em segundo plano diante da nova mania da cidade: o pica-pau Lázaro, que todos pensavam estar extinto e que resolveu, aparentemente, ressuscitar por aquelas bandas. Em meio a uma cidade eufórica por causa de um pássaro que talvez nem exista de verdade, Cullen sofre com a falta do irmão e deseja, mais que tudo, que os seus sonhos se tornem realidade. E bem rápido.

Resenha

Selo-Parceiros-Novo-Conceito4222232“Quando Tudo Volta” é um daqueles livros, que apesar da sua simplicidade, conseguem gerar diversos questionamentos ao leitor. Com uma história bem comum e com personagens mais comuns ainda, o iniciante autor John Corey Whaley, escreve um livro sobre jovens para os próprios jovens, porém com uma densidade e seriedade de uma mente adulta.

Aclamado pela crítica e premiado pela American Library Association, “Quando Tudo Volta” é um romance que narra a história do jovem Cullen Witter, morador da pequena e pacata cidade Lily, no Arkansas. Com uma mente bastante criativa, o jovem Cullen tem manias peculiares, como por exemplo imaginar que as pessoas são zumbis ou fazer uma lista de prováveis títulos para livros, já que seu sonho é escrever um.
O Dr. Webb diz que a maioria das pessoas vê o mundo em bolhas. Isso as mantém confortáveis em seus lugares e no lugar dos outros. O que ele quer dizer é que muitas pessoas, para se sentir bem consigo e em relação às outras, automaticamente dispõem todo mundo em pequenos grupos de estereótipos.
Pág. 15
Certo dia, sem mais nem menos, o irmão mais novo de Cullen, Gabriel, desaparece. Sem deixar véstigios, a família Witter fica desnorteada sem notícias do jovem de apenas 15 anos de idade. Apesar de espalharem panfletos pela cidade e de publicarem matérias em jornais, nenhuma pessoa parece ter visto Gabriel. Será que o menino fugiu? Foi sequestrado? Se perdeu na floresta? Ninguém sabe as respostas destas perguntas, mas a cada dia que passa, Cullen e seus familiares, vão perdendo as esperanças de encontrá-lo ainda vivo. 

Exatamente na mesma época em que Gabriel sumiu, um moço chamado John Barling afirma ter visto um raro pica-pau ao arredores da cidade, ave esta que estava dita como extinta desde os anos 1940. Com o suposto re-aparecimento do raro pássaro, a cidade de Lily vira um grande centro de turismo, onde todas as pessoas tentam encontrar o tal pica-pau, e desta forma, todas as manchetes e notícias são somente sobre isto. Assim, Cullen vê seu irmão cair no esquecimento, e enquanto Gabriel vai embora, um ‘maldito’ pássaro volta para tomar o seu lugar.
– Acho que vendemos sacos com uns vinte bonequinhos por cinquenta centavos naque bazar que fizemos. E ele não derramou uma lágrima. Acho que estava pronto.
– Pronto para quê? – perguntei.
– Pronto para crescer – respondeu ela.
Pág. 120
“Quando Tudo Volta”, como já dito, é um romance, porém com um mix bem excêntrico de realidade com fantasia. O autor se inspirou em fatos reais para começar a criar seu livro, e apesar deste ser o seu primeiro, ele se mostra bastante coeso na escrita e nas escolhas que toma. Com uma temática o tanto quanto obscura, e passagens bem dramáticas, Whaley nos entrega uma obra recheada de filosofias e metáforas, que com certeza foram primordiais para garantir ao livro o William C. Morris Award na categoria de Melhor Livro de Estreia e o Michal L. Printz Award, como excelência em Literatura Young Adult.

“Quando Tudo Volta” pode parece um livro normal, mas ele tem uma carta na manga, algo inesperado para o leitor. Os capítulos são alternados entre a narrativa em primeira pessoa de Cullen, com a narrativa em terceira pessoa de um narrador desconhecido, que conta a história de um jovem chamado Benton Sage. Benton é inteligente e bastante dedicado a religião, e por isto foi enviado para uma missão na Etiópia, através de sua Igreja. Não irei negar que durante boa parte da leitura não entendia esses capítulos de Benton, parecia que o autor estava escrevendo dois livros ao mesmo tempo, e se perdendo do foco principal.
– Não importa. Não é essa a questão. A questão é que você, ou melhor, nós precisamos aprender a nos acalmar e entender tudo antes de separar as coisas.
– Por que? – perguntei.
– Porque sempre acabamos estragando as coisas antes de elas começarem.
Pág. 168 
Mas aqui, não existe este papo de “foco principal”. John Corey Whaley mostra que tem total domínio sobre sua obra, e com muito suspense e uma construção diferenciada, provoca o leitor e lhe entrega um livro sábio e totalmente pessoal. “Quando Tudo Volta” é sobre fé, maturidade, amizade, e principalmente sobre aprender a ver o mundo com outros olhos, aprender a dar valor as pequenas coisas, e talvez, aprender que algumas coisas vão embora, mas outras voltam em seu lugar.


Comentários
9
Compartilhe

9 comentários:

  1. Oi Tácio! Nossa, que história bacana. Lendo assim sua resenha, fiquei muito curioso para ler o livro. Por envolver um mistério e ainda ser meio filosófico, me chamou muito a atenção. Espero poder ler logo!
    PS: Achei bem legal a alternância de narradores.Gosto de livros assim, deixam a leitura mais dinâmica..
    Abraços! ;)

    ResponderExcluir
  2. Oi Tácio!

    Quando a Novo Conceito lançou esse livro eu fiquei com bastante vontade de ler, mas depois ele caiu no esquecimento. Adoro quando os capítulos se alternam e achei bem diferente essa ideia de ter duas estórias no mesmo livro.

    Beijos!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
  3. Oie,
    Não sei se leria esse livro agora, mesmo recebendo boas críticas e todas abordarem o domínio do autor (assim como você fez), achei meio confuso =( e acho que a leitura exigirá muito tempo de mim porque ele é muito reflexivo.
    Beijocas ^^
    Beijocas ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Larissa, o livro pode sim parecer confuso, porém não é de difícil compreensão. Sua reflexão é bem objetiva e o livro é fininho, a leitura é bem rápida. Pode ler sem medo.
      Beijão

      Excluir
  4. Oie...
    Achei a premissa do livro super interessante e fiquei curiosa para saber um pouco mais sobre ele e como os acontecimentos irão se ligar no decorrer das páginas!!!
    Não conhecia o livro e gostei bastante da capa, também achei o título bem intrigante!!! Gosto bastante de livros que apresentem um certo suspense!!

    ResponderExcluir
  5. Não sei se é só comigo, mas essa capa me lembra A Culpa é das estrelas.
    Gostei da resenha! o livro parece ser bem escrito, parece ser inteligente...
    Estou interessado e obrigado pela dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba. Eu até imagino um final. Um garoto que todos admiram desaparece, uma historia paralela sobre um fanático religioso. Dá ate medo de imaginar como essa história se cruza. Mais sendo sincera, como uma ave extinta pode ser mais interessante do que o desaparecimento de um adolescente?

      Excluir
  6. Parece um livro com uma mensagem bem profunda em seu conteúdo. Já tinha interesse por esse livro após ler sua resenha fiquei mais animada ainda.

    ResponderExcluir
  7. Nossa que história interessante, o livro parece ser daqueles que faz a gente refletir sobre o que é verdadeiramente importante, fiquei doida pra ler!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações