17 de set de 2014


[Entrevista] John Corey Whaley


Recentemente foi publicado aqui no blog a resenha do livro “Quando Tudo Volta”, do iniciante John Corey Whaley, que com apenas 30 anos já arrecada diversos prêmios, devido ao seu livro de estréia.

john-corey-whaley2.jpg


Bastante ocupado com a divulgação de seu novo trabalho, “NOGGIN”, Whaley arranjou um tempinho em sua agenda para responder as perguntas feitas pelo De Tudo um Pouquinho. Fiquei muito feliz, pois amei bastante sua obra e não vejo a hora de ver suas futuras histórias nas prateleiras do Brasil. Esse moço é talentoso e muito simpático, merece todo o reconhecimento do mundo. Confira o bate-papo:
De Tudo Um Pouquinho: “Quando Tudo Volta” é o seu primeiro livro. Foi surpreendente ver o reconhecimento do mesmo, principalmente pela parte dos críticos? 
John Corey Whaley: Foi definitivamente surpreendente para mim que o meu primeiro livro publicado (e o primeiro romance que eu já tinha terminado) recebeu tanta atenção, especialmente por parte dos críticos e colaboradores. Ainda estou sem acreditar que esta é a minha vida.
DTuP: Claramente “Quando Tudo Volta” é um livro bem pessoal. Como foi compartilhar suas experiências de vida na construção do livro? 
JCW: Na maior parte, a personalidade do personagem principal é o elemento autobiográfico do romance. Nenhum dos eventos na história aconteceu na minha vida real. No entanto, é estranho que tantos leitores tiveram um vislumbre de como eu penso.
DTuP: Seu livro é muito rico em metáforas, porque decidiu utilizá-las? 
JCW: Eu gosto quando a história conta várias histórias diferentes ao mesmo tempo, então eu queria que o livro fosse em camadas, do jeito que ele é.
DTuP: No livro, o personagem Cullen ama criar títulos para livros. Por acaso, esses títulos de alguma forma são títulos, que você ao crescer, imaginou para seus próprios livros? 
JCW: Na verdade, a maioria deles são títulos que eu havia coletado quando estava no colegial e na universidade, pouco antes de eu escrever o livro.
DTuP: Após receber diversos prêmios, inclusive o Michael. L Printz Award, você se sente pressionado ao escrever seus próximos trabalhos? 
JCW: Eu já escrevi e publiquei “NOGGIN”, meu segundo romance, e eu estou muito orgulhoso dele. Mas, foi muito difícil escrever um livro depois de “Quando Tudo Volta”, já que ele recebeu tanta atenção. Agora, trabalhando no meu terceiro, ainda sinto um pouco desta pressão.
DTuP: Você recentemente publicou seu mais novo livro “NOGGIN”. Pode falar um pouco sobre ele? 
JCW: “NOGGIN” é muito diferente de “Quando Tudo Volta”. É uma comédia-romance sobre um adolescente que, pelo fato dele estar morrendo, decide ter sua cabeça congelada em nitrogênio, acordando cinco anos mais tarde anexado ao corpo de outro adolescente. Assim, ele tem que tentar encaixar de volta as peças do quebra-cabeça da sua vida. É uma história que parece absurda, mas é baseada na realidade que eu acho que os leitores possam se relacionar.
DTuP: Você tem planos de vender os direitos de “Quando Tudo Volta” para o cinema ou televisão? Se sim, imagina alguém específico para dar vida aos seus personagens? 
JCW: Eu ainda não vendi os direitos para filme ou TV de “Quando Tudo Volta”, mas isso é algo que eu espero que aconteça no futuro.
DTuP: Você é bastante jovem, mas percebe-se que sua paixão pela literatura lhe acompanha há muito tempo. Que autores e livros você leu ao crescer? 
JCW: Eu era um grande fã de Kurt Vonnegut, Jr.. Eu também adorava JD Salinger, Stephen Chbosky e Harper Lee.
DTuP: Para finalizar, quer mandar alguma mensagem para os leitores brasileiros, e talvez dizer à eles porque eles devem ler o seu livro? 
JCW: Estou muito feliz de ser publicado no Brasil! Eu só quero falar que espero que os meus pequenos livros estranhos possam encontrar seu caminho para o coração dos leitores, e que eles digam algo à todos vocês. Obrigado pela leitura!
Comentários
8
Compartilhe

8 comentários:

  1. Oii Tácio !
    Não conhecia o autor, e nem o livro ! Na verdade, conheci lendo a resenha dele ..
    Vo ficar aguardando ansiosa a adaptação do livro para o cinema/televisão ! Tá de parabéns
    pelo sucesso do livro John.. :)
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da entrevista, ainda li o livro Quando Tudo Volta, mas pretendo fazer isso em breve, parece mesmo ser ótimo, vejo muita gente falando super bem desse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ler sem medo Milena, eu gostei bastante.

      Excluir
  3. Tácio!
    Resenha bem conduzida e as respostas objetivas do escritor foram bem feitas.
    Bom ver um autor tão jovem já com tantos prêmios e sucesso.
    Tomara que seus próximos livros atinjam suas expectativas.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Rudy! Foi uma delícia fazer essa entrevista com ele, muito simpático.

      Excluir
  4. Primeiro de tudo que olhos são esses menino rs, que meu marido nunca leia isso rsrs.
    Não li o livro ainda, então não sei como é sua escrita, mas ja ouvi falar bem de seu livro, acho legal essas entrevistas, mostra que o autor é acessivel e não esta nem ai para seus leitores,
    beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oie...
    Adorei a entrevista e desconhecia o autor!!
    Sou super desinformada rsrsrs
    Mas fiquei muito feliz por conhecer um pouco mais sobre ele!

    ResponderExcluir
  6. Parabéns ao autor, por ser tão jovem e já estar com tanto prêmios!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações