28 de set de 2014


[Resenha] Btooom! - Jun'ya Inoue


Pra quem gosta de ação, esse é o mangá que indico pra quem gosta de sangue (mesmo que seja em preto e branco).

Ainda lançando no Japão estando em seu 13º volume, no Brasil começou a ser lançado em fevereiro de 2014, pela Editora JBC. Um anime foi lançado em 2012, mas este teve apenas 12 episódios, já que o mangá ainda estava em andamento. Por isso aconselho acompanhar o mangá que é tão bom quanto e ainda mais misterioso.

Btooom!

Ano: 2009
Autor: Jun'ya Inoue
Gênero: Seinen, ação, drama, ecchi, ficção, psicológico, romance. Para ler online é só acessar esse link.
Sinopse: Ryota Sakamoto é um desempregado de 22 anos de idade, que vive com sua mãe. No mundo real, pode haver nada de realmente especial sobre ele, mas online, ele é um dos maiores jogadores do mundo do jogo de combate chamado BTOOOM!. Um dia, ele acorda em uma ilha tropical, sendo que ele não tem nenhuma lembrança de como chegou no local. Ryota vê alguém à noite na ilha e grita por socorro. O estranho o responde jogando uma bomba, com isto ele percebe que sua vida está em perigo e de alguma forma estar preso em uma versão real de seu jogo favorito! Será que Ryota vai ser capaz de sobreviver por tempo suficiente para descobrir como e por que ele foi parar ali? 

Ryota é o protagonista desta história. Um personagem intrigante, suas atitudes e suas ações provam que ele poderia ser qualquer garoto da vida real. No começo, por não ter lembranças de como foi parar na ilha, ele se mostra surpreso com o que acontece ali e tenta mediar a situação. Em seguida aprende a lidar com o que acontece ao seu redor e agir com sabedoria, afinal naquele jogo de sobrevivência ele é expert. Mas aquele jogo é real e matar outro ser humano não é tal fácil como nos games.

Logo ele descobre que pra sair daquela ilha ele precisará matar muito mais do que uma pessoa, também descobrirá que nem todo mundo que está ali irá te recepcionar com bombas e que foram parar ali por um motivo não tão diferente do seu, mas ainda assim existem alguns perigosos. Assim como no jogo, cada pessoa possui um tipo de radar nas costas da mão, além de bins (bombas) de diversos modelos diferentes. Ou seja, não há jeito de sobreviver a menos que aceite jogar.


Os outros personagens permanecem desconhecidos e de início não se tem uma ideia de quantas pessoas estão ali, o fato de Ryota ter perdido temporariamente a memória de como foi parar ali não ajuda. Ao longo do enredo ele cruzará com alguns desses estranhos e aí poderemos conhecer um pouco de cada um. O passado dessas pessoas é sempre uma descoberta chocante, há variadas ocupações, desde médicos e advogados a assassinos e estupradores.


A arte do mangá é bem realista, o que torna tudo ainda mais insano, às vezes chega a ser pesado e incomodo, mas a história é muito envolvente e logo você se esquece disso. Além de haver todo um suspense em volta do por que eles estão ali. Se você leu a descrição de gênero ali em cima e percebeu “romance”, você leu certo e não está louco. É um dos elementos importantes para a trama, pra sair da ilha é preciso matar certa quantidade de pessoas, o que já é difícil, imagine dobrar esse valor? Pois à medida que se faz aliados é isso o que acontece.

BTOOOM! é um mangá excelente! É muito bem desenvolvido e cada pequeno detalhe do enredo que pode ter sido deixado pra trás em algum volume, sempre volta com alguma explicação depois. Quem leu Jogos Vorazes e gostou com certeza iria gostar desse mangá.

Dea Chaves


Comentários
6
Compartilhe

6 comentários:

  1. Sinceramente não curto mangás e ainda sendo sangrento, passarei longe, rsrs.
    É o tipo de leitura só para quem curte o gênero mesmo!
    Abç!

    ResponderExcluir
  2. Dea!
    Fico bem feliz de ver os mangás em resenhas e com uma divulgação maior porque era quase desconhecido e agora podemos apreciar boas histórias e elaboradas.
    Interessante a história de BTOOOOM.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  3. Não curto manga, assim sendo não fiquei interessada em ler esse livro.

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Gosto de mangás e desconhecia esse!!
    Achei bem interessante! Bem elaborado! Gosto de ação e muito sangue, então gostei bastante!!

    ResponderExcluir
  5. Eu não gosto de mangas, acho que esta 'arte' não é para mim, se bem que pelas imagens deste parece que as 'mulheres' estão sempre de roupa..por que ja vi varios e sempre estão praticamente peladas, o que este povo tem com mulher pelada...rs,
    Não acredito que va ler,
    beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oii Dea :)
    Não sou fã de mangás, mas aprendi a apreciar a beleza
    deles com meu noivo .. Já tentei e não consigo ler, acabo
    me atrapalhando toda, rsrs !! Gostei da resenha, quase não vejo blogs
    de livros falando sobre mangá ..
    Bj !

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações