10 de out de 2014


[Resenha] Garoto Encontra Garoto - David Levithan


Ficha Técnica

Título: Garoto Encontra Garoto
Título Original: Boy Meets Boy
Autor: David Levithan
ISBN: 978-85-01-04777-9
Páginas: 239
Ano: 2014
Tradutor: Regiane Winarski
Editora: Galera Record
12
Nesta mais que uma comédia romântica, Paul estuda em uma escola nada convencional. Líderes de torcida andam de moto, a rainha do baile é uma quarterback drag-queen, e a aliança entre gays e héteros ajudou os garotos héteros a aprenderem a dançar. Paul conhece Noah, o cara dos seus sonhos, mas estraga tudo de forma espetacular. E agora precisa vencer alguns desafios antes de reconquistá-lo: ajudar seu melhor amigo a lidar com os pais ultrarreligiosos que desaprovam sua orientação sexual, lidar com o fato de a sua melhor amiga estar namorando o maior babaca da escola... E, enfim, acreditar no amor o bastante para recuperar Noah!

Resenha


“Garoto Encontra Garoto” é um livro do mesmo autor de “Todo Dia” e co-autor de grandes sucessos como “Will & Will” e “Nick & Norah”. Na verdade, este foi o primeiro livro publicado por David Levithan há mais de uma década atrás, em 2003, e que agora está chegando no Brasil pela Galera. O curioso é que o livro já está na 2ª edição, o que me faz supor que o mesmo teve um lançamento limitado antes. 

Galera-Pq122Neste livro iremos conhecer Paul, um adolescente que encontra o amor da sua vida, mas que antes de ser feliz, terá que driblar as pegadinhas que o destino lhe reserva. Paul é gay, sendo que este fato definitivamente não lhe empata em nada, e certo dia ele encontra um rapaz que recentemente se mudou para sua cidade, e então é amor a primeira vista. Noah é o nome deste garoto, e Paul fará de tudo para provar à ele que eles podem e devem ficar juntos.
[...] Sei que você está com medo. Eu também estou. Mas é isso que eu quero. É assim que deveria ser. Eu te amo.
Pág. 174
Enquanto tenta conquistar Noah, Paul terá que enfrentar diversas situações ao mesmo tempo, como por exemplo: sua melhor amiga está namorando um cara muito idiota, fazendo com que eles acabem se afastando um do outro; o seu melhor amigo está sofrendo devidos aos pais extremamente religiosos e que não aceitam de maneira alguma sua orientação sexual; e para colocar a cereja no bolo, o ex-namorado de Paul, Kyle, está querendo voltar com ele, e não está escondendo isto de ninguém.
Se não houver sentimento de medo, não vai haver necessidade de coragem. Acho que Tony vive com esse medo a vida toda. Acho que agora ele o está convertendo em coragem.
Pág. 185
Para ler “Garoto Encontra Garoto” só é necessário algumas horas de leitura. David Levithan possui uma escrita bem divertida e recheada de piadinhas, sem contar suas personagens que parecem terem sido retiradas de um sitcom. A ambientação da estória é completamente fora do normal, e acredito que o autor queria mostrar uma sociedade, principalmente no meio escolar, onde o preconceito entre diferentes orientações sexuais não existisse. Desta forma, o livro foca mesmo nas dificuldades de um relacionamento entre duas pessoas, independente de quem elas sejam.

Eu gostei bastante do livro, apesar de não ter achado o melhor do Levithan, porém ele consegue entreter, e o fato da leitura fluir, você acaba nem percebendo que as páginas estão passando, daí quando nota, já terminou o livro. Apesar disto, fiquei um pouco encucado com uma coisa: são muitos personagens secundários, que entram e saem de cena e muitas vezes não acrescentam em nada, e acabam tirando a oportunidade do autor desenvolver melhor plots mais importantes, como o de Paul e Noah, que achei em algumas partes muito corrido.
Eu fui o primeiro representante da turma abertamente gay da minha turma de terceiro ano. Vi homens andando de mãos dadas na rua em uma cidade grande e li sobre mulheres se casando em um estado não muito longe do meu. Encontrei um garoto que talvez eu ame e não fugi. Acredito que posso ser quem eu quiser ser.
Pág. 188
Para os amantes de um romance leve, com personagens legais e uma boa dinâmica de acontecimentos, “Garoto Encontra Garoto” é uma ótima opção, independente de você ser menina ou menino. Levithan como homossexual assumido, tenta colocar em suas histórias um pouco de tudo, para que todos seus jovens leitores possam se identificar, e talvez assim em um futuro próximo tenhamos uma sociedade mais tolerante em relação as diferenças. Enquanto isso não acontece na vida real, podemos encontrar isso bem aqui, dentro destas páginas.




Comentários
6
Compartilhe

6 comentários:

  1. Estou doida pra ler esse livro, amo comédia romântica, adorei saber que o autor não aborda o preconceito contra as diferentes orientações sexuais e foca na relação entre duas pessoas independente de qualquer coisa.

    ResponderExcluir
  2. Já ouvir muito falar do David Lavithan, mas nunca tinha lido nada, por falta de interesse mesmo. Garoto encontra garoto foi um livro que quase comprei, mas como na época não tinha lido resenha e nem tinha indicação, acabei que não comprei. Achei bem interessante, mas não teve algo que me chamasse atenção para a leitura.

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Não li nenhum livro do autor ainda, apesar de ter Todo Dia em casa em algum lugar. Vou começar por Todo Dia e se gostar quem sabe não leia.

    ResponderExcluir
  4. Eu ja li outro livro do autor e ele ja entrou pata minha lista de autores preferidos rs,
    eu to mega curiosa por este romance entre garotos, acho que tem poucos livros voltado para garotos, ele sempre c oloca um pouco de humor nos seus livros, quero muito ler, beijos.

    ResponderExcluir
  5. Não sei se o tema seria interessante para mim, mas só por ser do David Levithan, eu já quero super conferir! Ele é daqueles autores que eu gostaria de ler até a sua lista do super-mercado, como já disse Hazel Grace!

    ResponderExcluir
  6. Ainda nao li nada do David Levithan =/
    Mas tenho aqui Todo dia e tenho esse Garoto encontra garoto, to pensando em qual vou começar a ler, acho que vai ser por esse mesmo, parece ser bem gostoso de ler, parece que ele cria um cenario para dar boas risadas, nao sabia que ele o autor era gay.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações