28 de out de 2014


[Resenha] Primavera Eterna - Paula Abreu


Ficha Técnica

Título: Primavera Eterna
Autor: Paula Abreu
ISBN: 978-85-8041-323-6
Páginas: 128
Ano: 2014
Editora: Arqueiro
16Maia é uma jovem publicitária bem-sucedida. Tem um emprego estável, um namoro estável, uma vidinha estável. Até demais. Certo dia, tentando imaginar como seria sua vida no futuro, o casamento, os filhos, visualiza duas crianças loirinhas correndo... Loirinhas? Então ela se dá conta de onde vem aquela cor de cabelos: Diogo, o menino por quem se apaixonou à primeira vista aos 12 anos, numa cidadezinha do interior, onde costumava passar os fins de semana com a família. Acontece que ele se mudou para os Estados Unidos há mais de dez anos, e a essa altura da vida, já nem deve se lembrar mais dela. Mesmo assim, num impulso, Maia pede férias na agência, inventa uma viagem de trabalho como desculpa para o namorado e vai para Nova York, atrás do seu primeiro amor. Primavera Eterna é a história de uma jovem cheia de sonhos esquecidos, que ousa arriscar tudo o que tem e acaba encontrando a si mesma.

Resenha

Primavera Eterna é um livro rápido de ser lido, e que nos traz alguns questionamentos vira e mexe estão em nossos pensamentos.

Paula Abreu nos apresenta Maia, uma jovem publicitária bem-sucedida, mas ainda assim, nos seus 25 anos, não se sente plenamente realizada no amor. Ao fazer uma reflexão sobre seu passado amoroso, ela descobre que continua apaixonada por um amor da infância, seu primeiro amor.

Arqueiro_parceria522Maia conheceu Diogo em um fim de semana no interior, e passou dois dias maravilhosos com ele quando tinham 12 anos, mas depois disso nunca mais se viram, pois ele logo se mudou para os Estados Unidos, para onde seu pai foi transferido. Logo em seguida, Maia enviou diversas cartas para Diogo declarando seu amor juvenil, mas nunca houve uma resposta, ela sequer sabia se as cartas haviam encontrado seu destino. O único contato que houve após a partida de Diogo foi um telefonema três anos depois de sua partida, um encontro marcado e nunca realizado.

Ainda assim, Maia entra em contato novamente com Diogo e eles marcam de se encontrar em Nova Iorque, para onde ela deve fazer uma "viagem de trabalho", tudo mentira, apenas para que ele não ache que ela é uma louca que marca um encontro em outro país com um cara que não vê há 13 anos e com quem nunca teve absolutamente nada, a não ser todas as histórias vividas pelos dois em sua mente.
A primeira palavra foi não. E não como em "Não posso". Simplesmente "Não!". Mas não havia mais como me enganar. Eu era um sistema de erros: um emprego estável pelo qual eu não era apaixonada, um namorado estável pelo qual eu não era apaixonada, uma vidinha estável pela qual eu não era apaixonada.
Pág. 57
Toda a história de Maia se passa em um único dia, o dia do encontro com Diogo e tudo que descobrimos do passado dela se trata de sua memória voltando ao passado e se fazendo diversos questionamentos.
É o nosso primeiro amor que nos move por toda a vida?
Pág. 63
Ao finalmente encontrar-se com Diogo uma série de outras dúvidas afloram em sua mente, pois na verdade, o que Maia faz é uma viagem ao interior de si mesma, para se conhecer e ver em que momento deixou de lado seus anseios mais profundos para levar uma vida comum e estagnada.
- Não me esqueça.
Fiquei na ponta dos pés e nos abraçamos. Seria impossível esquecer Diogo. Aonde quer que minha vida me levasse a partir dali, um pedaço de mim estaria para sempre naquela estação, com ele.
Pág. 116
Sinceramente, eu esperava um livro totalmente diferente, então sim, me surpreendeu. Não estava preparada para as questão que surgiram em mim também, mas são sempre importantes de serem feitas e principalmente, de serem respondidas.

Acredito que todos em algum momento devem se questionar também, e Primavera Eterna é uma boa leitura para isso.

Beijos queridos e até a próxima!
Comentários
6
Compartilhe

6 comentários:

  1. Um livro bem leve, gostei bastante, tem vezes que fico com muita vontade de ler esse tipo de livro, leve e rápido e claro, bom. Mas não tinha indicação nenhuma, esse parece ser um ótimo livro pra ler numa tarde tranquila. Amei!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Parece ser um livro tranquilo mesmo, pelo enredo e pelo numero de paginas né...rsrs
    Achei legal, ja vou deixar na minha lista aqui com certeza.

    ResponderExcluir
  3. Já me ganhou por motivos de: Nova York! Sonho com este lugar e quando posso viajar através dos livros, mesmo que só um pouquinho, já amo!!

    ResponderExcluir
  4. Parece ser um livro bem leve e fofo,
    vejo que voce se surpreendeu com ele, então espero que tenha sido de uma forma boa rs, eu não sei se leria o livro, ele não chega a chamar minha atenção, e como ja tenho uma lista imensa de livros para serem lidos, acho que este vou acabar passando,
    beijos.

    ResponderExcluir
  5. O livro parece muito bom, história leve, curta e surpreendente, fiquei bastante interessada em ler!

    ResponderExcluir
  6. Gostei por saber que ele é um livro para olhar ao interior e questionar. Creio que se tiver oportunidade seria uma leitura que faria.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações