23 de dez de 2014


[Resenha] Uma chance para recomeçar - Lisa Kleypas


Ficha Técnica

Título: Uma chance para recomeçar
Título Original: Christimas Eve at Friday Harbor
Autor: Lisa Kleypas
ISBN: 978-85-8163-600-9
Páginas: 176
Ano: 2014
Tradutor: Bárbara Menezes
Editora: Novo Conceito
41Victoria morreu em um trágico acidente, deixando sua filha Holly sob a responsabilidade do seu irmão, o solteiro convicto Mark. O tio Mark não se sentia muito preparado para cuidar da menina, mas assumiu o compromisso de devolver o sorriso aos seus lábios. No entanto, ele descon fia de que não esteja fazendo um bom trabalho, uma vez que Holly nunca mais falou desde que ficou órfã. Uma cartinha para o Papai Noel revela um desejo que pode ser a chave da felicidade de Holly: ela só quer ter uma mãe. Maggie perdeu o marido em uma batalha contra o câncer e não quer jamais - passar por tudo isso de novo. Por isso, ela fechou seu coração e prometeu a si mesma dedicar-se somente a sua nova loja de brinquedos em Friday Harbor, que permite às crianças viajar um pouco nas asas da imaginação. A amizade entre Maggie e Holly (que até passou a acreditar em fadas!) ao mesmo tempo comove e preocupa o tio Mark. Ele tem certeza de que a nova amiga fará bem a sua sobrinha, mas precisa decidir se a deixará entrar em sua própria vida... Nós também torcemos, do fundo do coração, para que Holly tenha uma linda noite de Natal.

Resenha


Já estou acostumada com os romances de época da Lisa, mas esse é o primeiro romance contemporâneo dela que eu leio. embora o livro seja muito curto para meu gosto, adorei a história, e, saber que já tem um filme inspirado nele me deu vontade de assistir também.

Selo-Parceiros-Novo-Conceito42222322Os Nolan tiveram uma infância complicada, regadas a confusões e brigas dos seus pais. Com os anos, os irmãos cresceram, mas mal se viam mesmo morando em uma ilha tão pequena. Victoria foi a única deles a deixar a ilha de San Juan para viver em Seattle e continuou lá mesmo depois de saber que estava grávida e que assumiria tudo sozinha. A única que decidiu que teria uma família diferente e seria feliz.

Entretanto, o livro já começa com a triste notícia da morte de Victoria, que deixou seu irmão mais velho Mark como tutor da pequena Holly, de apenas seis anos. Mark foi o escolhido por seu o único dos irmãos que conhecia de fato a garota, mesmo que seu convívio com ela tenha sido sempre o mínimo possível.
Escrevo isso esperando que você nunca tenha de ler, mas, se estiver lendo... cuida da minha filha, Mark. (...) Comece amando Holly. O resto virá por si.
Pág. 11
Com a ajuda do seu irmão Sam, eles passam a cuidar de Holly, mas, seis meses após a morte da mãe, a garota não fala absolutamente nada. Mesmo com a ajuda de pediatra e psicólogo nada parece ajudar. Até o dia em que eles conhecem Maggie, a dona da nova loja de brinquedos da cidade.
A presença de Holly na vida dele oferecia um tipo de graça que nenhum dos dois havia conhecido até então. Um lembrete da inocência. Algo acontecia com eles, descobriram, quando ganhavam o amor e a confiança incondicionais de uma criança.
Eles queriam merecê-los.
Pág. 47
Maggie também tem seus problemas. Refugiou-se na pequena ilha para se afastar de tudo que a lembrava de seu marido recém-falecido e é lá que ela conhece Mark e Holly. Logo que se conhecem Holly gosta de Maggie como se já a conhecesse e a atração entre Mark e Maggie é palpável mesmo ele sendo comprometido.
- Você é muita coisa para eu lidar agora - disse ela, sem floreios. - Não estou pronta.
Os dedos dele brincaram com os cabelos dela, penteando devagar por entre os cachos.
- Quando você acha que vai estar pronta?
- Não sei. Preciso de uma pessoa de transição antes.
- Eu vou ser o seu cara de transição.
Mesmo naquele momento, na angústia dela, ele quase conseguiu fazê-la sorrir.
- Então quem vai ser o cara depois disso?
- Eu vou ser esse cara também.
Pág. 136-137
Cada um dos três tem suas necessidades. Holly, mesmo tendo o amor incondicional dos tios, quer uma mãe (aliás é assim que começamos o livro, com uma carta dela ao papai noel pedindo uma mãe). Mark, para tornar o sonho da sua sobrinha em realidade, precisa de uma esposa e Maggie precisa de um recomeço.

A história é linda! Eu nunca tinha lido um livro com a temática envolvendo o Natal (pelo menos não lembro de ter lido), mas a Lisa me cativou nesse romance contemporâneo. O livro é suave, inteligente e doce. A verdade é que ficamos querendo mais páginas dele para nos deliciarmos. Mas conhecendo a Lisa como já conheço fui pesquisar e descobri que essa série Friday Harbor tem quatro livros publicados nos Estados Unidos, então agora é esperar que a Novo Conceito traga para o Brasil os outros livros da série.
O amor não é uma escolha. A única escolha é o que você vai fazer com ele.
Pág. 167
Para quem curtiu esse livro assim como eu, como já falei antes, existe um filme inspirado nele chamado Um Natal para Recomeçar, que, para quem tem acesso aos canais Telecine, poderá assistí-lo hoje no Telecine Touch às 18:40h ou na quinta (25/12) às 13:50h no mesmo canal e no Telecine Pipoca no sábado (03/01) às 09:55h. Como já sabemos que as grades dos canais podem sofrer alterações, também é possível assistir o filme dublado aqui se você tem acesso ao Telecine.

Eu vou assistir hoje e vocês?

Série Friday Harbor
- Uma chance para recomeçar
- Rainshadow Road
- Dream Lake
- Crystal Cove

Um beijão queridos e até a próxima!!!!!
Comentários
5
Compartilhe

5 comentários:

  1. Olá, Layane.
    Eu nunca li nenhum livro da autora e também, que eu me lembre, nunca li nenhum livro natalino. Então acho que é uma boa chance de matar dois coelhos com uma cajadada só. rs
    Acho que irei gostar dos protagonistas. Gosto quando é enfocado bem os sentimentos de cada um.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de dezembro

    ResponderExcluir
  2. Que livro meigo. A história parece ser muito envolvente. Acredito que vou me encantar com cada personagem!
    Eu nunca li um livro dessa autora, mas depois dessa resenha, com certeza, vou pesquisar mais sobre. Gosto de histórias com teor natalino ( mesmo que tenha lido poucas >< ) , acho que vou me emocionar um pouco. Todos precisam da esperança que o Natal transmite, acho que esse livro cumprirá bem o papel de "resgatador" . Provavelmente vou assistir o filme, mas só depois de ler o livro u.u.
    Já estou em clima de Natal mesmo, nada melhor que ler esse livro :) !!
    PS.: O tio Mark parece ser um fofo e a Maggie parece aquele tipo de adulto que toda criança vai amar :P

    ResponderExcluir
  3. A história parece muito linda. Sobre também Mark tentar ajudar a garota e ela não falar :\, bem triste. O livro tem poucas páginas mesmo. Os personagens que a Lisa criou, são cheios de personalidades mas ainda assim, cada um tem problemas, e problemas reais e que nos fazem pensar também. Mas não entendi a parte de ele ser comprometido e mesmo assim tentar algo com Maggie. Oba, acho que dá para eu assistir, tem a tele aqui.
    Abraços Layane,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
  4. Nao sabia que tinha um filme baseado nesse livro, jurava que era lançamento mesmo! eu adoro essas historias lindas de natal, que mostram, geralmente, um amor de familia e aquilo que realmente devemos cultivar, não só no natal, mas todos os dias. Nesse Natal eu estou lendo Deixe a neve cair e estou amando *o* acho que todo natal agora eu lerei um livro com tema natalino.

    ResponderExcluir
  5. Que livro lindo, amei! Esse vou ler com certeza, bem simples e uma história diferente. Gostei!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações