18 de jan de 2015


[Resenha] Uma Noite Perfeita - Bella Andre


Ficha Técnica

Título: Uma Noite Perfeita
Título Original: One Perfect Nigth
Autor: Bella Andre
ISBN: 978-85-8163-606-1
Páginas: 53
Ano: 2014
Tradutor: Marsely de Marco Martins Dantas
Editora: Novo Conceito
41Em uma sofisticada estação de esqui, Colbie atravessa o caminho de Noah e as faíscas voam. Imediatamente atraída, Colbie entra em pânico e desaparece antes que o bonitão consiga o seu telefone. Ela bem que gostaria de acreditar no felizes para sempre , mas a experiência lhe diz que se apaixonar por Noah vai acabar trazendo sofrimento. O difícil é resistir quando ele está determinado a provar que os dois vão ficar juntos a qualquer custo. Se tiver uma chance, Noah quer satisfazer todos os desejos secretos de Colbie... Todos dias e todas as noites... Convidados especiais: Mia e Rafe Sullivan.

Resenha

"Uma Noite Perfeita" é um conto rápido que fica entre as duas partes da série "Os Sullivans". Todo mundo que acompanha o blog já sabe que eu adorooooooooo séries com muitos irmãos, primos, enfim. Sabe como é, né?! A história nunca acaba! E como eu adoro um bom romance... que venham mais Sullivans.

Selo-Parceiros-Novo-Conceito42222322Bem, em Em Meus Pensamentos, chegamos ao fim da primeira etapa da série, com o livro da Lori e já sabíamos que em seguida teríamos as histórias dos primos de Seatle, mas que antes deles teríamos um conto intermediário que acreditávamos ser da Mary, a mamãe Sullivan, mas a Bella nos pregou uma peça ao que tudo indica (a não ser que ela de fato escreva e seja publicado depois), pois o conto é esse, e ele traz como protagonistas amigos dos Sullivan, afinal, como diz a própria sinopse, eles são apenas personagens convidados.

Nos últimos cinco anos, Colbie Michaels, Mia Sullivan e mais duas amigas se reuniam para um fim de semana só de garotas. Dessa vez a decisão do local ficou a cargo de Mia, e elas foram para uma luxuosa estação de esqui no Lago Tahoe, na Califórnia.

Só tem um problema, Colbie morre de medo de altura e também não sabe esquiar direito, na verdade, mal consegue ficar em pé, mas decidida a não atrapalhar o fim de semana das amigas, decide deixá-las de lado para que possam aproveitar melhor as decidas mais difíceis enquanto tenta voltar ao pé da montanha sem se espatifar toda.
- Obrigada por vir comigo no teleférico - ela disse a Mia -, mas me recuso a ter você como babá pelo restante do dia. Assim que chegarmos ao topo você vai esquiar do jeito que quiser.
Pág. 11
Porém, logo depois de descer do teleférico, Colbie, em uma tentativa de salvar uma pobre garotinha que parecia prestes a cair (doce ilusão, a garota era mestre no esqui) ela é que caiu de cara na neve. E é assim que ela conhece Noah.
Passou pela mente de Colbie, de maneira fugaz, que a única coisa que a deixaria em situação ainda pior seria se um cara solteiro e gostosão com quem ela poderia ter um romance a encontrasse de bumbum para cima e cheia de neve no rosto.
Mas nem mesmo ela seria tão azarada. Pelo menos ela pensou que não seria até poucos segundos depois, ouvir uma voz profunda e levemente rouca dizer:
- Você está bem?
Pág. 12
Encantado com a jovem de nome diferente, Noah, que já foi instrutor de esqui no passado, decide ajudá-la a esquiar durante o dia, e assim, eles têm um dia perfeito, mas Noah percebe que algo a impede de ir mais a frente, mas não sabe que é a sombra da traição de Rob que paira na mente de Colbie constantemente.
- Você só precisa ouvir o seu corpo. Não se trata de esquis nem de bastões, nem de seus pés ou da montanha. Trata-se somente de você. E de como você se sente. - As palavras sedutoras a envolviam. - Posso te ensinar, Colbie.
Pág. 16
Mas o dia perfeito com Noah não significava que ela estava pronta para um relacionamento, então, quando o dia estava chegando ao fim ela simplesmente partiu, deixando-o apenas com o nome dela e nada mais.

Então temos aqui a participação de mais um Sullivan, afinal, Noah é amigo de Rafe desde a faculdade, e Rafe não é ninguém menos que o irmão de Mia (é mole uma coincidência dessas?!)

Uma semana depois de ter conhecido Colbie e sem conseguir tirá-la da cabeça, Noah decide se abrir com o amigo e pedir os serviços dele de detetive para encontrá-la. O que ele não sabe é que coagida pela melhor amiga, Colbie também pede a ajuda de Rafe para encontrar Noah.
- Tenho uma história engraçada para te contar - ele disse. - Lembra daquele cara que fez faculdade comigo? Aquele por quem você ficou babando quando estava no ensino médio e ele foi nos visitar?
(...)
- Como é que eu podia me esquecer do Noah? - Ela deixou escapar um suspiro de admiração. - Alto. Moreno. Lindo. - Ela balançou a cabeça. - Sempre achei uma pena ele não se interessar por meninas de quinze anos.
- Eu o teria matado - Rafe resmungou, antes de continuar. - Ele me contratou para encontrar uma garota que conheceu no Lago Tahoe.
Pág. 30
Agora resta a dúvida, Colbie se permitirá ter uma noite perfeita e ser definitivamente conquistada por Noah? Ou é melhor continuar dando um tempo de homens e seguir focando apenas na nova etapa da sua vida profissional como empresária como sonhou toda sua vida?

Bella nos deixa com gostinho de quero mais e mais Sullivans. E que venham os de Seattle!!!!

Beijos amores!
Comentários
10
Compartilhe

10 comentários:

  1. Isso que eu chamo um conto cheio de coincidências, né Lay? rs
    Não é um tipo de literatura que eu leia com constância, mas achei a premissa bem leve e até mesmo uma boa leitura.
    Quem sabe eu dê uma chance no futuro.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de janeiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  2. Não curto muito esse tipo de livro, ainda mais sendo da Bella que é sempre tão previsível, mas creio que o que não me atrai mesmo é o gênero.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Adoro a série Os Sullivas, a Bella Andre é ótima, estou doida pra ler esse livro também, que venham mais e mais Sullivans.

    ResponderExcluir
  4. Tenho um sério problema com livros da Bella Andre: apesar de achar que a escrita dela melhorou muito desde o primeiro livro, acho as histórias muito parecidas, só mudando os nomes dos personagens e isso me irrita. Da primeira fase só falta Perto de Vc e aí eu encerro o meu ciclo de Sullivan e paro com a série.

    ResponderExcluir
  5. Tenho um sério problema com livros da Bella Andre: apesar de achar que a escrita dela melhorou muito desde o primeiro livro, acho as histórias muito parecidas, só mudando os nomes dos personagens e isso me irrita. Da primeira fase só falta Perto de Vc e aí eu encerro o meu ciclo de Sullivan e paro com a série.

    ResponderExcluir
  6. Engraçado os dois contratam o mesmo detetive para procurar um ao outro. Feliz desse detetive, nem precisou pesquisar muito... não li ainda, e não sei quando começo, mas amo ler sobre esses irmãos e suas façanhas no amor!

    ResponderExcluir
  7. Genteeeeeee essa série não acaba nunca e eu gosto disso hehehe, pena que eu não tenho todos os livros ainda, mas amei os que eu li, adorei a resenha e estou curiosa pelo conto, adoro cada um dos irmãos e Belle pregando uma peça na gente né, eu também achava que seria um livro sobre a mamãe Sullivan hahahaha.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  8. É tanta coincidência que fica difícil acreditar rs
    Ainda não li nenhum livro dos Sullivans ou da autora, mas eles tão pra chegar aqui em casa e tenho certeza que vou gostar.
    Nesse conto, aposto que eu ia me identificar com a Colbie, medo de altura, atrapalhada hahaha

    ResponderExcluir
  9. Olá, estou relendo os Sullivans, amo de paixão livros série familiar.
    Adorei seu blog.
    Sucesso e vou visitar bastante aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Margareth <3
      Volta sempre mesmo ;)

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações