22 de fev de 2015


[Resenha] Louca por Você - A.C. Meyer


Ficha Técnica

Título: Louca por Você
Autor: A.C. Meyer
ISBN: 978-85-7930-723-2
Páginas: 208
Ano: 2014
Editora: Universo dos Livros
12
Atenção: esse livro contém altas doses de romance, situações hilárias, garotos sensuais e o best friend gay mais maravilhoso de todos os tempos... Julie tem dois grandes sonhos: cantar profissionalmente e fazer com que Daniel a enxergue como mulher. Ele é o charmoso dono do badalado bar After Dark e se diz avesso a compromissos, sempre pronto para noitadas casuais. Em uma noite de muito movimento, o estabelecimento se vê sem um vocalista para dar continuidade à programação musical, e Julie é colocada por um dos sócios de Daniel à frente da banda para resolver o problema. Mas a voz e a presença de palco da nova cantora encantam o público... e também o atraente garanhão. Descontrolado de ciúmes, Daniel está disposto a usar toda a sua autoridade para tirar Julie dos holofotes e dar uma chance ao seu verdadeiro amor. Ele só não contava com as investidas insistentes de Alan, o sexy guitarrista da banda, que resolveu fazer de tudo para conquistar o coração da nossa mocinha. Será que o sonho de Julie finalmente vai se concretizar com Daniel ou seu verdadeiro príncipe encantado é o guitarrista sensual?

Resenha

Finalmente consegui ler o primeiro livro da A.C. Meyer, "Louca por Você", que também é o primeiro da série After Dark, que é o nome do badalado bar em Los Angeles dos sócios Daniel, Rafe e Zach.

Para iniciar a série, o escolhido foi o Daniel, um cara de 31 anos completamente avesso à relacionamentos e vive focado no seu trabalho. O seu trabalho é muito útil inclusive para conseguir mulheres e ele se gaba de ter uma grande variedade sempre.

Para balançar o mundo desse garanhão temos a Julie. Juliette Walsh perdeu os pais em um acidente de carro quando tinha 14 anos, então seus vizinhos e grandes amigos da família, os Stewart cuidaram dela junto om seus próprios filhos, Daniel e Jo.

Jo é a melhor amiga de Julie e sempre soube da paixão de sua amiga pelo seu irmão e torce muito para que eles fiquem juntos, mas ao que tudo indica, ele nunca percebeu isso, porque continua tratando ela também como sua irmã mais nova.
Foi deles que herdei a crença de que o amor deve mover nossas vidas e que um dia eu também encontrarei um príncipe encantado que me resgatará dos meus problemas, me levará para cavalgar ao pôr do sol e com quem serei feliz para sempre...
E eu o encontrei, primeiro, na figura de um menino levado, que puxava minhas tranças e fazia e sua irmã Johanna corrermos atrás dele.
Pág. 12
Quando Danny voltou da faculdade e abriu o bar com os amigos, Julie ficou feliz pois poderia matar dois coelhos com uma cajadada só, poderia ficar perto de Danny mais tempo e poderia trabalhar com o que mais ama na vida, que é cantar. Mas, como um bom irmão mais velho super protetor, Danny não deixa ela cantar no bar, o que frustra seus sonhos, mas ela trabalha lá como garçonete.

O que amei foi a reviravolta que apenas uma apresentação de Julie no bar pode mudar toda sua vida. Entendam o porque: Entendo perfeitamente o fato de que ela viu nos pais um exemplo de vida feliz e completa com muito amor e que queria isso, ainda mais sabendo desde cedo que o amor da sua vida era Daniel Stewart (mesmo que ele não saiba disso), mas pelo que vi ela nunca fez nada para deixar BEM CLARO que sempre gostou dele, então alguma atitude deveria ser tomada.

Essa oportunidade apareceu quando Danny viajou com Zach a negócios e o cantor da banda sumiu em cima da hora, sem ninguém para colocar no lugar, Rafe aceita que ela cante, mesmo sabendo que irá morrer quando Danny voltar e descobrir.
Não sei o que essa mulher fez comigo. Não posso ouvir a voz dela que me sinto possuído. Quando ela tenta se explicar, não vejo mais nada na minha frente. Sinto-me tomado por um desejo enlouquecedor. Algo que eu nunca senti por ninguém. Não consigo mais raciocinar.
Pág. 69
Ter a chance de fazer o que gosta, junto com o apoio dos melhores amigos Jo e George (quem não quer um melhor amigo gay, descolado, divertido, fashion e que nos coloca pra cima o tempo todo?!) dá a Julie a confiança de que ela precisava, além de que, Danny, ao vê-la cantando pela primeira vez no palco, fica completamente desestabilizado com a presença dela.

A partir desse momento a história vai ganhar um novo rumo, afinal Danny passou anos vendo-a como irmã (ou queria ver???), mas a atração é indiscutível. É necessário decidir o que ele quer e para ajudá-lo a decidir Jo, Georgie e Julie bolam um super plano, hahahahahaha (gente adorei mesmo!!!)

A história, que divide a narrativa entre Julie e Danny, é muito divertida e ver o quanto Danny amadurece como pessoa a medida que descobre que quer ficar com Julie, um solteirão convicto mudando seus hábitos, mudando sua vida, mas para chegar lá ele escorrega e tropeça um monte, mas a persistência é algo que ele tem e muito dentro de si.

Apesar de gostar muito do casal, meus personagens favoritos são George e Jo, eles são hilários, determinados e amigos para todos os momentos e fica a dica aqui para a Andreia, mesmo o George já tendo o seu Ben, acho que ele merece um livro dele!! Amei!!!!!

Como eu comentei no Instagram com a Andreia, o livro é viciante e não tem como largá-lo por nada. Em algumas horas eu já tinha terminado e já estava querendo o próximo que trará a história de Zach. Ainda bem que março está pertinho!!!!

Beijos e até a próxima queridos!!!!!!!!!!
Comentários
8
Compartilhe

8 comentários:

  1. Olá, Lay. Tudo bem?
    Apesar da leitura ser viciante e parece bem rápida, acho que não leria esse livro. A premissa não me agrada muito e o gênero não é dos meus favoritos.
    Dessa vez, passo a dica.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de fevereiro. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  2. Layy...amei a resenha! Parece q o livro é bem bom! Fiquei curiosa.
    Confesso que o tema me lembrou um pouco o enredo de Bem-Casados, da Nora Roberts.
    Estou pensando seriamente em dar uma chance para esse livro hahahahaha
    Eu adoro e confio nos seus conselhos! O último eu amei, que foi O Homem Perfeito, da Vanessa Bosso.
    beijoss

    ResponderExcluir
  3. Esse livro está na minha lista, já. Tô louca por ele. A capa é muito linda e a trama parece ser apaixonante. Já quero a série completa. kkkkk
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha, maas acho que já li livros demais nesse estilo! E para mim é sempre a mesma coisa.
    Mas para frente, depois que eu esquecer os que eu li esses tempos quem sabe ?!

    ;))

    ResponderExcluir
  5. Eu não consegui terminar o livro, parei exatamente na página 73. Acho que o que mais me incomodou mesmo foi o fato da Julie ter 28 anos e agir como se tivesse 18, posso parecer chato para quem gostou do livro, mas as atitudes, a forma como os amigos tratam ela como ‘"garotinha" e por favor como o Daniel não consegue ver que uma mulher de 28 anos não é sua irmã mais nova?
    Enfim… acho que vou trocar as idades e ler de novo

    ResponderExcluir
  6. Lay!
    É muito bom quando temos um livro onde o ponto de vista dos dois protagonistas são mostrados, fica mais interessante porque geralmente um vê o fato de uma forma e o outro de outra e nós leitores podemos apreciar as duas.
    Gostei também de saber que após tantos anos vendo uma pessoa como irmã, o protagonista percebe que ela é uma mulher e mais, o ama há muito...
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  7. Hahaha... Amei a sinopse, mais do que querer ler o livro, quero um pra mim.
    Não li a resenha toda, por conta dos spoilers...

    Me parece uma história leve e divertida. Ótimo passa tempo!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações