11 de abr de 2015


[Cinema] Insurgente


Olá leitores do DTuP! No dia 19 de março, um dos filmes mais aguardados de 2015, chegou aos cinemas brasileiro A Série Divergente: Insurgente. A Paris Filmes, distribuidora brasileira, fez no final de semana anterior a estreia um evento maravilhoso em São Paulo. Paris Filmes, tentem espalhar esses eventos por outras cidades!

Mas e o filme? Serei sincera, não esperava muita coisa de Insurgente devido a minha decepção com Divergente. Divergente foi um filme que não conseguiu me empolgar muito e isso nada tem a ver com a "pouca ação" do primeiro filme. O que me incomodou em Divergente foram os cortes que fizeram da obra literária. Não estou dizendo que exista a necessidade de se colocar tudo do livro numa adaptação cinematográfica, até porque isso seria loucura e uma mentira. Trata-se de uma ADAPTAÇÃO, não uma cópia do livro. Mas é necessário que se coloque os pontos chaves, a essência da obra na adaptação cinematográfica. Não consegui enxergar isso em Divergente e infelizmente não enxerguei isso também em Insurgente.

Insurgente, do diretor Robert Schwentke, começa com Tris (Shailene Woodley), Four (Theo James), Caleb (Ansel Elgort). Miles Teller (Peter) e outros membros da Abnegação escondidos na sede da Amizade. Dá ao espectador um breve resumo de como se estruturava aquela sociedade e como ela se encontra atualmente. Diferente do que li em alguns sites sobre o filme Insurgente, não enxergo Tris como símbolo de revolução. Em minha opinião, tanto no livro quanto no filme, ela deseja se manter viva e protegendo as pessoas importantes que ainda restam em sua vida. Existe sim um confronto com o símbolo da opressão, a líder da Erudição, Jeanine (Kate Winslet) e todos aqueles que são oprimidos - não colocando Tris necessariamente como o símbolo desse grupo oprimido.

Shailene continua a fazer uma Tris parecida com o livro, com uma carga difícil de suportar, uma personagem que já passou por muitos momentos delicados e atriz consegue passar isso em sua atuação. Theo James e Kate Winslet, em minha opinião, foram pouco aproveitados nessa adaptação. Quem também percebeu isso? Dois personagens tão importantes e subaproveitados. Ansel e Miles, os seus personagens, ganharam mais destaque no segundo filme da franquia e conseguiram mostrar a ambiguidade no caráter desses personagens. Achei isso muito importante! 

Já os novos personagens que aparecem nesse segundo filme, tiveram uma participação pequena e alguns deles conseguiram convencer e outros não. Octavia Spencer, como Johanna, e Daniel Dae Kim, como o líder da Franqueza (Jack Kang), tiveram participações importantes, apesar de curtas. Conseguiram mostrar "a cara" da facção que representavam. Já a líder dos sem facção, Evelyn (Naomi Watts), e também mãe de Four não me agradou. 

Contudo, Insurgente foi fraco. Esperava mais um roteiro que conseguisse explorar o lado psicológico dos personagens e não tão a questão puramente física dos personagens. Sabe aquela preocupação de filme de ação em não explorar tanto os sentimentos e a psicologia envolvida? Pareceu isso, com raras exceções, como foi o caso de Shailene. O 3D foi desnecessário, raros momentos percebi um efeito que pedisse o uso do 3D. Entretanto, precisamos ser realistas que em comparação com o primeiro filme da franquia, Insurgente conseguiu alcançar outro patamar. Com mais investimento, mais ação. Porém detalhes importantes do livro não foram colocados no filme, os pontos chaves que citei acima, e coisas sem sentido foram acrescentadas. Queria prever um cenário esperançoso para Convergente, mas não consigo. Esperemos a estreia da Parte 1.

Até o próximo filme! 
Comentários
10
Compartilhe

10 comentários:

  1. Meus amigos estavam todos eufóricos com a estréia e eu só conseguia pensar "esse filme vai me decepcionar". Todos já assistiram, menos eu. Insurgente é o meu livro preferido da série, e eu não admito ver um filme ruim. Não gosto do visual da Shailene para esse filme, e mesmo a atuação dela ser a melhor do filme eu ainda não tive vontade de ver.

    ResponderExcluir
  2. Não li os livros, só vi o primeiro filme e como não tinha muita expectativa, gostei muito. Já ouvi pessoas que leram falarem que o segundo filme não é mesmo fiel, mas que as cenas de ação são boas. Acho que verei logo, nem vou mais esperar para ler. São tantos livros na lista que iria sair o terceiro e eu não teria feito isso. kkkkkk
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Auri.
    Eu não assisti aos filmes porque ainda não li os livros. Tenho a coleção completa em casa, mas não tive tempo de ler. E, claro, não quero pegar spoiler.
    Fiquei triste por saber que o filme não é fiel e deixa tanto a desejar. Infelizmente, isso já está se tornando comum nas adaptações.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de abril. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nenhum dos livros, mas assisti o primeiro filme e gostei muito, estou bastante curiosa em ver esse esse segundo apesar do que você informar que cortaram muita coisas do livro, geralmente não curto muito quando isso acontece.

    ResponderExcluir
  5. Li toda trilogia e já assisti Insurgente. Os efeitos especiais estão maravilhosos!
    Só não gostei do final, estava esperando pelo vídeo da Edith Prior

    ResponderExcluir
  6. Parei na metade do último livro da série e não consegui terminar até hj.. Comecei a ler por livre e espontânea pressão das minhas amigas que vivam apaixonadas pelo Quatro e só falavam desse livro e eu boiando .. Talvez por isso não tenha gostado muito dos livros a ponto de nem terminar até então .. Particularmente , prefiro os livros aos filmes , e se não cheguei a me encantar nem pelos livros dificilmente isso aconteceria pelos filmes , mas assim como vi Divergente não deixaria de ver esse.. No entanto, sem nenhuma ansiedade pra tal.. Talvez algum dia eu termine a série e quem sabe veja o filme ..

    ResponderExcluir
  7. Não assisti e me recuso a assistir, quando eu li Divergente pela primeira vez fiquei louca pela continuação, o filme e tudo mais que saísse, mas nem tudo é um mar de rosas, e logo veio Insurgente, já não gostei, nem terminei de ler pra falar a verdade, e então pra completar minha chateação, alguem com uma alma completamente negra postou um Spoiler sem nenhum aviso e eu li sem querer, e esse Spoiler foi o fim completo do meu amor pela Veronica ~Má~ Roth.
    E essa foi minha triste historia com a Triologia Divergente.
    kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. Eu nunca li a trilogia, porém já vi os filmes.
    Eu gostei, mas conheço muita gente que já leu os livros e estão horrorizados com o filme!

    ResponderExcluir
  9. Já assisti e li hauhauahua
    E acho muuuito bom
    Vou comprar os livros u.u

    ResponderExcluir
  10. Ah, sim, Divergente foi minha grande decepção pelos mesmos motivos: faltou ação, faltou dinâmica! Outra coisa que me irritou foi que em Divergente transformaram o Peter em um badboyzinho de meia tigela, dando a impressão de que ele tinha implicância com todo mundo só por querer, sendo que no livro ele fura o olho do edward!! Os diretores não souberam nem adaptar os personagens... Sendo assim, eu realmente não tenho expectativas pra Insurgente, e sei que vou me decepcionar, principalmente em questões de fidelidade com a história.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações