10 de abr de 2015


[Resenha] No Mundo da Luna - Carina Rissi


Ficha Técnica

Título: No Mundo da Luna
Autor: Carina Rissi
ISBN: 978-85-7686-302-1
Páginas: 476
Ano: 2015
Editora: Verus
16A vida de Luna está uma bagunça! O namorado a traiu com a vizinha, seu carro passa mais tempo na oficina do que com ela e seu chefe vive trocando seu nome. Recém-formada em jornalismo, ela trabalha como recepcionista na renomada Fatos&Furos. Mas, em tempos de internet e notícias instantâneas, a revista enfrenta problemas e o quadro de jornalistas diminuiu drasticamente. É assim que a coluna do horóscopo semanal cai no colo dela. Embora não tenha a menor ideia de como fazer um mapa astral e não acredite em nenhum tipo de magia, Luna aceita o desafio sem pestanejar. Afinal, quão complicado pode ser criar um texto em que ninguém presta atenção? Mas a garota nem desconfia dos perigos que a aguardam e, entre muitas confusões, surge uma indesejada, porém irresistível paixão que vai abalar o seu mundo. O romance perfeito — não fosse com o homem errado. Sem saída, Luna terá que lutar com todas as forças contra a magia mais poderosa de todas, que até então ela desconhecia: o amor. Com seu estilo ágil e fluido, Carina Rissi criou em No mundo da Luna uma leitura viciante, permeada de humor, magia e paixão, que vai conquistar você do início ao fim.

Resenha


Para quem acompanha o blog já sabe, desde que li Perdida virei fã da Carina Rissi. A escrita dela é maravilhosa e viciante. Logo li também seus outros livros, Procura-se um marido e Encontrada, e ela ainda tem um conto no livro O Livro dos Vilões. Então, assim que "No Mundo da Luna" foi publicado tratei de providenciar o meu e o resultado não poderia ter sido outro, comecei na quinta de noite e passei a sexta-feira toda lendo (ainda bem que era feriado!!).

Luna é uma jovem descendente de ciganos que mora com a melhor amiga, Sabrina. Jornalista recém-formada, trabalha como recepcionista na revista Fatos&Furos. Seu sonho era trabalhar nessa revista para estar próximo do seu ídolo Dante Montini, o redator-chefe que foi contratado para tirar a revista do buraco. Mas desde que começou a trabalhar na revista Luna descobriu que seu ídolo é um na verdade um monstro, que não acerta nem mesmo seu nome.
Existem pessoas que têm sorte e conseguem trabalhar naquilo que gostam. E existem pessoas como eu, que chegaram perto, mas tão perto, que quase tocaram o sonho, só para vê-lo evaporar feito fumaça.
Pág. 07
Bem, mas além dos problemas no trabalho, Luna acabou de terminar um relacionamento de dois anos ao pegar seu namorado no flagra traindo-a com a vizinha. Problemas pessoais à parte, a revista mais uma vez está passando por um momento difícil, queda nas vendas e perda de profissionais para a revista concorrente, a Na Mira. Por tudo isso, a coluna do horóscopo acaba caindo no colo de Luna.

Sem ter a menor noção de como escrever sua primeira coluna, Luna vai em busca de ajuda e acaba comprando um baralho cigano. Mas preciso esclarecer uma coisa para vocês, mesmo sua mãe sendo cigana, Luna não foi criada dentro das tradições, então ela não acredita no misticismo da cultura rom. Como a mãe deixou o clã para se casar com um gadje (todos que não são ciganos são chamados assim), quando ela morreu no parto de Luna, ela e seu irmão continuaram sendo criados pelo pai longe das tradições.

É aí que Luna começa a escrever a coluna de horóscopo como a Cigana Clara e faz o maior sucesso entre as leitoras. Paralelo a toda a confusão que é escrever o horóscopo que não acredita, a vida pessoal de Luna também sofre grandes mudanças. Ela conhece o fotógrafo Viny, que passará a fazer freelancers na revista e se encanta de cara com ele. Porém, no primeiro encontro ela toma o maior bolo. Como se isso não fosse ruim o suficiente, ela dá de cara com Igor, o tal ex-namorado, que está acompanhado da noiva, que ele conheceu a menos de um mês, é mole?! Mas como dizem que coisa ruim sempre vem acompanhada, após a saída de Igor, Luna decidiu ficar no bar do restaurante e encher a cara, mas quem é que aparece? Seu chefe!!!

Dante está passando por um momento turbulento em sua vida também, após seis anos de relacionamento com uma modelo internacional, eles se separaram. Ela o colocou para fora de casa e ainda sequestrou o cachorro dele. Na cumplicidade que estão no momento, bebendo juntos e se odiando menos, eles acabam ficando juntos.
Isso era o que mais me deixava furiosa. O Dante era um geek completo e nem tentava disfarçar. Nerds, geeks ou qualquer outra espécie do gênero não tinham tanquinho. Tampouco tatuagens. Era completamente contra as regras. Era o mesmo que começar a passar manteiga nos sapatos e calçar pães. Inimaginável. Inconcebível. Revoltante!
Pág. 90
Problema é o que bem tem na vida dessa escorpiana. Luna não queria se envolver com seu chefe, que além de não ser o cara que ela quer, é mais velho do que ela, mas como não se envolver com Dante quando passamos a conhecê-lo melhor? Nerd, gostoso, pilota uma Ducati e o melhor de tudo, é super romântico?
- Nem sempre a gente precisa do cara certo. - Ela pulou ao meu lado, deitando sobre a barriga, os joelhos dobrados, os pés balançando no ar. - Às vezes é o cara errado que vai virar sua vida de ponta-cabeça e fazer tudo valer a pena. Você não tá vendo as coisas com muita clareza. O Dante é o cara perfeito pra você, de um jeito errado.
Pág. 213
A história que a Carina nos apresenta é fantástica e nos deixa presos do início ao fim. Ficamos tentando descobrir qual a próxima besteira que Luna fará e quais serão as consequências disso. Eu também fiquei encantada com os personagens que ela criou, pois todos tem um papel muito importante na história principal, o irmão de Luna e sua namorada, seus vizinhos, Bia e Nando, a melhor amiga então, nem se fala.
(...) Quero ser seu parceiro, seu companheiro, ser tudo pra você, mas quero que fique comigo porque escolheu. Quero que decida pertencer a mim, e não tomar posse, como se você fosse um objeto. Quero que me queira do mesmo jeito doente e louco que eu quero você. E, ah, Luna, acredite, eu quero você.
Pág. 326
Como eu já havia falado anteriormente aqui no blog (quando publiquei a resenha de Encontrada) a Carina está fazendo uma turnê de divulgação do livro, que agora já está acabando. Hoje tem sessão de autógrafos em Fortaleza e domingo aqui em Salvador, encerrando a turnê. Eu estarei lá para agradecê-la mais uma vez pelas histórias maravilhosas que me fazem ficar com uma tremenda ressaca literária!

Até a próxima queridos e para quem estiver pensando em ir ao evento de Salvador, nos vemos lá!




Comentários
17
Compartilhe

17 comentários:

  1. Olá, Lay.
    A trama parece ser bem divertida e a Luna parece realmente só se meter em confusões. Apesar de não ser meu gênero favorito, eu leria. Rir de vez em quanto faz bem, apesar de eu não esperar muita coisa do livro.
    Excelente resenha.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de abril. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  2. Não gosto da Carina. Ponto.
    Não consegui terminar Perdida. Não gostei da escrita e o pior de tudo é que quando se escreve um romance que se passa em uma época passada é preciso estudar e retratar aquela época seriamente e com cuidado, e achei alguns erros ou situações que geralmente não aconteceriam de jeito nenhum naquela época!
    Mas como esse outro é contemporâneo, menos mal. O enredo é original e pra falar a verdade eu até gostei desse lance de um cara mais velho e tal, mas o que eu reparei e me incomodou um pouco (muito) é que parece que a personagem principal é meio (hiper mega) chata e é daquelas que escolhem um homem sob os critérios de tanquinho, cabeça oca e machão. Vráahh. Sai pra lá, não suporto essas coisas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você.Achei esse livro e a personagem principal muito superficial. É daqueles livros que você não pode esperar muita coisa. Meu comentário pode não agradar a todas mas tenho direito de expor minha opinião

      Excluir
  3. Estou doida pra ler esse livro, curto muito chick-lit, literatura nacional e a escrita da Carina Rissi, parece ser ótimo e essa resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou suspeita Mi, mas adoreiiiiiiii a Luna!!!!! A escrita da Carina está cada dia melhor!

      Excluir
  4. Adoro os livros da Carina. Amo Procura-se Um Marido, recomendo para todo mundo porque é ótimo mesmo. Consegui o meu exemplar autografado no evento que teve aqui na sexta, espero que você tenha conseguido o seu também. Mal posso esperar para ler, será a minha próxima leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Consegui meu autógrafo sim Cecília, deu tudo certo, farei um post depois sobre o evento.
      Beijos

      Excluir
  5. Li tidos os livros da Carina e a cada dia me apaixono mais pela sua escrita. Não vejo a hora de ler esse. Adorei sua resenha.. to com uma lista enorme pra comprar e esse ta como prioridade.

    ResponderExcluir
  6. Comecei não gostando da capa , mas como não gostar dessa obra ? Amei a resenha e me encantei pelo livro , quero ele pra mim, quero ler logo que tiver oportunidade .. Super me apaixonei!

    ResponderExcluir
  7. Como eu já disse, eu tenho esse tal de preconceito com a literatura Nacional, e a Carina Rissi é uma das unicas (se não a unica) autoras brasileiras que eu realmente gosto, tanto é que (surpreendentemente) eu considero Perdida o meu livro favorito, e se não for o favorito, esta entre os meus bebês.
    Eu gosto bastante da escrita dela, não é enjoativa, um dos motivos pelo qual eu não gosto dos Nacionais, e eu completamente leria No Mundo de Luna, eu adoro essas historias onde a mocinha começa mal mas depois da a volta por cima, sambando nas inimigas (8).
    :D

    ResponderExcluir
  8. A capa até que é bonitinha, mas não tenho muito interesse por esse livro.
    Bom sábado!

    ResponderExcluir
  9. Achei a capa muito linda
    Quem sabe quando eu tiver tempo *-*

    ResponderExcluir
  10. Antes de qualquer coisa, quero ler *desesperadamente* Perdida. É evidente o quanto a autora é talentosa, e muito querida! Tenho certeza que vou gostar, e ainda me sentir motivada a ler todos os livros dela, principalmente No Munda da Luna, pois adorei a premissa dele, e a protagonista deve ser muito cativante.

    ResponderExcluir
  11. Oii, Lay! Amei a resenha. Carina sempre nos conquista com esse jeitinho fabuloso que só ela tem. Além de conseguir me fazer apaixonar por mais um dos seus personagens (já não basta eu ficar em dúvida entre o Ian e o Max, ela ainda me arruma um Dante). Sou apaixonada pelos livros da autora e, assim como você, já li todos.
    xoxo
    http://lonelyheartscllub.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, sempre mais um mocinho para nos fazer ficar em dúvida, kkkkk

      Excluir
  12. Estou na metade do livro e tbm me Apaixonei pela carina quando eu li perdida,ainda não li encontrada, mas eu acho que a forma que a carina escreve é completamente real,é uma leitura que flui fácil. Ah e Amei seu blog,que está em dúvida sobre o livro,leia e se entregue no mundo da luna!!

    ResponderExcluir
  13. Olá, tenho uma dúvida: Eu gostaria de ler o livro, mas não gosto de histórias sobrenaturais ou de magia. Visto que ela ganha a coluna do horóscopo, acontece alguma situação no livro só explicada pela magia? Um abraço!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações