18 de abr de 2015


[Resenha] Tensão - Gail McHugh


Ficha Técnica

Título: Tensão
Título Original: Collide
Autor: GailMcHugh
ISBN: 978-85-8041-373-1
Páginas: 336
Ano: 2015
Tradutor: Cláudia Costa Guimarães
Editora: Arqueiro
16Após a morte da mãe, a vida de Emily Cooper vira de cabeça para baixo. Ela precisa de um novo começo, e Dillon Parker, seu namorado, a convence a se mudar para mais perto dele a fim de passarem mais tempo juntos. Em Nova York, Emily arranja um emprego temporário como garçonete em um restaurante no centro de Manhattan. Ao sair para fazer uma entrega logo no primeiro dia de trabalho, ela esbarra em Gavin Blake, um empresário sexy e bem-sucedido. Assim que seus olhares se encontram, há uma tensão no ar, mas nenhum dos dois consegue entender ou explicar essa forte conexão. Atormentada, Emily tenta não pensar muito naquele desconhecido que mexeu tanto com ela. Porém, ela descobre que Dillon e Gavin são amigos e que terá de conviver com ele muito mais do que poderia ter imaginado. Perdida em sentimentos confusos, Emily sente o desejo por Gavin crescer e se tornar mais ardente a cada vez que se encontram. Será que os dois vão resistir à tensão ou se entregar a essa paixão, apesar de todas as consequências?

Resenha


Desde que vi o lançamento desse livro fiquei doida para ler. As amigas lendo e eu com uma pilha enorme de livros para ler antes, mas quando finalmente peguei "Tensão" para ler descobri que não poderia ter sido escolhido um título melhor par ele.

Arqueiro_parceria522Emily está vivendo um momento difícil de sua vida. Nos últimos meses da faculdade descobriu que sua mãe estava com câncer de mama e para ficar próxima dela o máximo possível as viagens entre a faculdade e sua casa se tornaram constantes e cansativas. Nesse momento, o apoio da irmã mais velha, da melhor amiga e do namorado foram cruciais para Emily. Por isso, após a conclusão do curso e a morte da mãe, ela resolveu deixar o Colorado e ir morar em Nova Iorque, dividindo um apartamento com Olivia, sua melhor amiga, o que a faria também estar na mesma cidade que Dillon, o namorado.

A relação de Emily e Olivia é de pura compreensão e vemos como elas são unidas, como verdadeiras irmãs. Mas logo com a chegada de Emily em Nova Iorque, vemos que a relação entre Olivia e Dillon é extremamente complicada, pois eles não se suportam. Com isso ficamos logo com o pé atrás com Dillon (eu pelo menos fiquei) e quando passamos a conhecer a relação de Emily e Dillon percebemos que ele exerce um grande domínio psicológico na relação.
Ele podia ver o misto de confusão e dor no rosto dela, o que só fez aumentar a raiva que sentia. Mas que droga, Dillon. Ele tinha um controle muito maior sobre Emily do que Gavin imaginava.
Pág. 226
Pouco depois de sua chegada na cidade, Emily passou a trabalhar em um restaurante até conseguir de fato o emprego que almeja, trabalhar como professora. Mas é nesse emprego, na realidade no seu primeiro dia, que ela conhece Gavin. A atração entre eles é  impressionante e, embora Emily também sinta isso, ela se afasta em respeito ao relacionamento que está vivendo. Ahhh, mas Gavin não desiste fácil e fará de tudo para conquistar essa mulher.
Embora o pai tivesse lhe contado histórias sobre amor à primeira vista, até aquela tarde fatídica, Gavin Blake tinha acreditado que isso não passava de um mito.
Pág. 15
Complicando a vida de Emily e facilitando - em parte - a vida de Gavin, ambos descobrem que têm amigos em comum, Olivia e Dillon. Gavin parte para o ataque e a gente passa a torcer para que Emily termine o relacionamento com o manipulador e fique com ele.
- Droga, Emily, eu quero nós dois juntos! Você pertence a mim, não a ele. - Gavin meio que rosnou a declaração. - Cada pedacinho de você foi feito pra mim. Seus lábios foram feitos para beijar os meus, seus olhos foram feitos para se abrirem para mim de manhã e encontrarem os meus a admirando, na minha cama, todos os dias, e sua maldita língua foi feita para dizer meu nome. Tenho mais certeza disso do que do fato de que preciso de oxigênio para respirar.
Pág. 209
Amei o livro!! Queria encher a cara de Dillon de porrada, que cara insuportável, a maneira como ele manipula os sentimentos de Emily, fazendo-a se sentir culpada, presa. Ao mesmo tempo, dá para ver que não está sendo nada fácil para Emily toda a situação, nem para Gavin, que vinha de um momento complicado emocionalmente falando também.

Sem dúvida, o apoio dos amigos é fundamental, e temos que reconhecer outros grandes personagens na trama, Olivia, Trevor, Fallon. A Gail escreveu a trama de uma maneira tão intensa que quando terminei de ler estava esgotada emocionalmente e desesperada para ler Pulsação. Ainda bem que é uma dualogia e que o próximo livro será lançado ainda esse ano.
- Nunca senti meu coração tão despedaçado e ao mesmo tempo tão apaixonado. Se você tivesse me dito, no dia em que a gente se conheceu, que ia partir meu coração, e que dias, meses ou mesmo anos se passariam e eu ainda estaria sofrendo assim, eu não teria deixado de me apaixonar por você.
Pág. 312
Comentários
11
Compartilhe

11 comentários:

  1. Não gosto nem um pouco desse negócio de paixão avassaladora de primeira vista. Acho que na vida real não rola. Ainda mais entre um empresário super bem sucedido e uma garçonete. Mas esse é o clichê clássico desse tipo de livro e que sempre me faz revirar os olhos. E tem o namorado vilão, a amiga ombro, e câncer e morte na família, típico. Não leria esse livro...

    ResponderExcluir
  2. Um dos melhores livros que já li nos últimos tempos!!!

    ResponderExcluir
  3. Clichê... ahh o tal do clichê, ao contrario da Yasmine Castro eu adoro eles, claro, não a toda hora, mas na minha opinião eles fazem bem pra alma. kkkkkkkkkkk
    Só não gostei da capa, muito simples, tirando isso, eu totalmente vou ler esse livro assim que possivel.

    ResponderExcluir
  4. Não sou fã dessa tipo de gênero.
    Uma pena.
    Abs

    ResponderExcluir
  5. Oi Layane!
    "Tensão" não é um livro que eu tenha vontade de ler, mas adoro quando um personagem provoca uma reação intensa em mim como o Dillon provocou em você.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Estou doida pra ler esse livro e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa pra conferi tudo que estão comentando sobre ele.

    ResponderExcluir
  7. Ainda bem que serão apenas dois livros, assim não vamos sofrer muito esperando pelos próximos, né? Estou muito curiosa para fazer a leitura e cada resenha que leio só me deixa com mais ansiedade. Certeza que vou adorar.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá, Lay.
    De princípio, não me interessou tanto. Os livros desse gênero raramente me agradam.
    Porém, essa pressão psicológica que Emily sofre pode tornar a obra mais interessante. Fiquei curioso para saber como ela vai reagir e como o livro se desenvolverá a partir daí.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de abril. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  9. Odeio triângulos amorosos. É muito sofrido pra quem lê. É uma pena, pois o Gavin é um personagem cativante. Mas a Emily acabou com o livro. Muito imatura, chata, teimosa, lembrou muito a Bela (Crepúsculo) e a Anastasia (Cinquenta tons de Cinza)

    ResponderExcluir
  10. Também odeio triângulos huahauahau
    Meio crepusculo e tvd skjilah sla
    Não me dou bem

    ResponderExcluir
  11. Raramente acontece de eu olhar pra um livro e não gostar dele. Aí eu leio a sinopse, tento me interessar, mas simplesmente não consigo. Aconteceu com Tensão, eu não me interessei mesmo, e a cada resenha que leio, vejo de realmente não me acertaria com os personagens, vão totalmente contra o que eu gosto de ler.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações