3 de mai de 2015


[Resenha] Sedutor - Christina Lauren


Ficha Técnica

Título: Sedutor
Título Original: Sweet Filthy Boy
Autor: Christina Lauren
ISBN: 978-85-7930-725-6
Páginas: 376
Ano: 2014
Tradutor:Pedro Monfort
Editora: Universo dos Livros
17Christina Hobbs e Lauren Billings, conhecidas pelo pseudônimo Christina Lauren, causaram grande impacto com seu Cretino irresistível. A série entrou nas listas de mais vendidos no Brasil e é best-seller do USA Today e do The New York Times. Agora, elas estão de volta com Sedutor, primeiro volume de uma série que não promete menos: Selvagem Irresistível. Mia Holland, depois de comemorar sua formatura em um louco final de semana em Las Vegas, fica aterrorizada com as escolhas que terá de fazer nessa nova etapa da vida. Ela toma, então, uma decisão selvagem: partir para a França seguindo os passos de Ansel Guillaume, um homem envolvente e extremamente sedutor. Por trás de todas as brincadeiras sensuais de Mia e Ansel, sentimentos começam a surgir. Nesse momento, ela precisa decidir se retorna para a vida que deixou ou se entra de cabeça nessa aventura ardente e arrebatadora que acabou de descobrir...

Resenha


Depois do sucesso que foi a série Cretino Irresistível, as autoras Christina Hobbs e Lauren Billings estão de volta com uma nova série, Selvagem Irresistível, que começa com o livro "Sedutor".

A estória é narrada por Mia Holland, uma garota de 23 anos de San Diego, que acabou de se formar na faculdade e que está se preparando para cursar o MBA em Administração em universidade em Boston. Mas tem um problema, não é isso que ela quer.

O grande sonho de Mia sempre foi ser bailarina, mas desde que sofreu um acidente quando tinha acabado de ser aprovada para uma grande escola de dança, seu sonho de ser profissional teve de ser abandonado. Vivendo a vida que o pai sempre quis desde então, Mia se anulou e tem sido com a ajuda de suas grandes amigas Harlow e Lola que ela tem seguido em frente.

Por esse motivo, logo após sua festa de formatura (onde me identifiquei com ela completamente!) elas seguem para um fim de semana em Vegas, que, segundo decreto de suas amigas, deverá ser apenas de diversão. E é logo na primeira noite que ela vê Ansel em uma boate. Porém, depois de sair de lá sem nenhum contato entre si, e de chegar ao hotel e descobrir que um bando de marmanjos não a deixará dormir por conta do barulho do outro lado do corredor, ela descobre, ao chegar a porta deles, que um dos barulhentos é Ansel, e o pior, além de ver que ele de fato é lindo e tem covinhas, ela descobre que ele é francês.
Minha mente começa a recordar lugares relacionados a seu sotaque, e concluo: ele é francês. O filho da puta é francês.
Pág. 16
Mas o cara está decidido a encontrar Mia e descobrir o nome dela, por isso, no dia seguinte de manhã eles se encontram no bar do hotel e o que se vê é uma nova Mia, tagarela como as amigas nunca mais tinham visto. Ainda mais tagarelando com um cara gato francês que tem dois amigos também gatos, mas um australiano e outro canadense.
- Ah, pare com isso - digo, enquanto começo a ficar irritada. - Não entrei no quarto dele. Não aceitei o doce do lindo estranho, apesar de querer muito, porque, sinceramente, olhe para ele - expliquei, provocando Lola ainda mais. - Você deveria vê-lo sem camisa.
Pág. 29
Pois então, o flerte continua e os seis seguem com seu dia (e noite) regada a muito álcool, flerte e algumas loucuras. Mas o dia seguinte enfim chega, e com ele a hora das garotas irem embora, mas Ansel tem certeza de que Mia deve ir pra Paris com ele, ficar lá durante o verão, enquanto suas aulas não começam em Boston.
Ele faz um pequeno bico com os lábios enquanto parece pensar, e não consigo evitar olhar para eles.
- Comigo Cerise? - e faço que sim com a cabeça.
- Eu sei o que isso quer dizer, ouviu? Significa "cereja", seu pervertido.
Ele acha engraçado e seus olhos brilham.
- É isso mesmo.
Pág. 37
Em Paris, vemos os dois convivendo mais separados do que gostariam. Em sua impulsividade, Ansel não pensou em como a loucura do seu trabalho, onde tem uma carga horária de mais de 14 horas por dia como advogado, ele não teria tempo para Mia. O legal nessa parte, é que vemos Mia se desenvolvendo sozinha pelas ruas de Paris, mesmo sem entender quase nada do que dizem e com isso ela amadurece.

Gostei do livro e do final que as autoras deram para Mia e Ansel, mas, mesmo gostando dos personagens em todas as suas nuances, pra mim ficou faltando algo na estória. A sensação que tinha a todo momento era de esperar algo mais, algo que nem sei explicar o que era, mas ainda assim, gostei e lerei os próximos livros da série, e já sabemos que o próximo, terá a Harlow como protagonista. Acredito que, pelo pouco que conhecemos da personagem nesse livro, o próximo promete!!!

Beijos queridos e até a próxima!

Garanti meus autógrafos na Bienal de SP 2014

Comentários
14
Compartilhe

14 comentários:

  1. Oi Layane...
    Imagino que a escritas das autoras devem ser ótimas, pois só ouço elogios.
    Eu ainda tenho vontade de ler eles.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br
    Participe do Top Comentarista do blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A escrita delas é realmente contagiante Leticia, não dá vontade de parar!!!

      Excluir
  2. Não conhecia o livro e nem a autora, gostei muito. Vou procurar pelo livro para ler. Valeu!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Lay! Que série é essa gente, chama os bombeiro!!! hahaha.
    Só a sinopse junto com os quotes já me fizeram interessar pelo livro, achei ele super divertido, e deve prender bastante a atenção, né? Adoraria ler mais sobre esse romance entre Mia e Ansel, e sobre como cada personagem amadurece a sua maneira, eu admiro bastante isso, sabe.
    Você falou que faltou algo a mais no livro, acho que por ser new-adult a gente sempre vai ter essa sensação de que faltou um pouco mais a contar sobre as outras personagens mesmo, acredito eu, ainda mais que o livro é narrado em primeira pessoa,
    Beijoss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deborah, espero que a sensação de "falta alguma coisa" não se repita no próximo livro, pois na primeira série das autoras foi tudo ótimo, eu adorei os personagens e a interação entre eles.

      Excluir
  4. Acredita que nunca li nenhum livro da série Cretino Irresistível? Antes não me chamava atenção, mas agora estou bem mais interessada. Acho que vou gostar. Quanto a essa, pena que você achou que ficou faltando alguma coisa, é bem chato ler um livro e ficar sentindo isso. Se eu gostar da série anterior, acabarei dando uma chance a essa.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou torcendo para isso mudar no próximo livro Cecília #cruzaosdedos

      Excluir
  5. Eu tenho uma paixão muito grande por essa série,e pelas capas que sao LINDAS DE MORRER, o primeiro livro completamente me conquistou, o segundo nem tanto, mas ainda assim eu gostei tbm. Ainda não li os "1,5 - 2,5 - 3,5" e nem o 3º, estava nos meus planos lê-los, mas agora não tenho tanta certeza, já que você flou que sentiu que faltou algo, eu não gosto de me sentir assim, e fico completamente aflita quando os livros fazem isso.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Lay.
    Não consigo gostar de livros do estilo, de verdade. Já tentei, mas não rolou. :(
    Apesar da escrita da autora parecer ser boa, acho que a premissa não me prenderia. Então, dessa vez, passo a leitura.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de maio. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  7. Acho que o livro ainda nao me prendeu :/ Mas parece um bom romance, so nao me tocou ainda. Mas um personagem frances sempre empolga tudo *-* Gostei de ver que as autoras fizeram essa parceria, desejo sucesso para elas!

    ResponderExcluir
  8. O livro deve ser bom, mas eu não acho que a história conseguiria me prender, então não tenho muita vontade de le-lo.

    ResponderExcluir
  9. Agora eu lembrei que já tinha visto esse livro, e tinha gostado dele muito mais pela capa haha Mas entre tanto livros desejados, Sedutor acabou passando quase despercebido. Que bom que a resenha me fez lembrar \o/
    Gostei da história da personagem, pra início de conversa. Esse negócio de levar a vida como os pais querem, eu meio que identifico e fiquei com muita vontade de saber mais sobre a Mia, e claro, o romance dela com o francês *-*
    Dessa vez vou deixar anotado pra não esquecer dele :)

    ResponderExcluir
  10. Ja ouvi falar mto desse livro, nunca li nada da autora mais todos falam mto bem dela,
    faz tempo que queria ler ago assim, gostei bastante da historia da Mia pelo o menoos na resenha haha
    assim que tiver oportunidade vou lê-lo.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações