23 de jun de 2015


[Resenha] Entre o Agora e o Sempre - J. A. Redmerski

Ficha Técnica

Título: Entre o Agora e o Sempre
Título Original: The edge of always
Autor: J. A. Redmerski
ISBN: 978-85-8105-215-1
Páginas: 303
Ano: 2014
Tradutor: Michele Vartuli
Editora: Suma de Letras
48Camryn Bennett e Andrew Parrish nunca foram tão felizes. Cinco meses depois de se conhecerem num ônibus interestadual, os dois estão noivos e prestes a ter um bebê. Nervosa, mas empolgada, Camryn mal pode esperar para viver o resto de sua vida com Andrew, o homem que ela sabe que vai amá-la para sempre. O futuro só lhes reserva felicidade... até que uma tragédia os surpreende. Andrew não consegue entender como algo tão terrivelmente triste pôde acontecer. Ele tenta superar o trauma — e acredita que Camryn esteja fazendo o mesmo. Mas, quando descobre que Camryn busca sufocar uma dor imensa de uma forma perigosa, fará de tudo para salvá-la. Determinado a provar que o amor dos dois é indestrutível, Andrew decide levar Camryn numa nova jornada carregada de esperança e paixão. O mais difícil será convencê-la a ir junto... Com Entre o agora e o sempre, a aguardada continuação de Entre o agora e o nunca, J. A. Redmerski concluiu a história de amor que encantou milhares de leitores.

Resenha

Como eu tinha dito anteriormente aqui na resenha de "Entre o Agora e o Nunca", ainda bem que esperei para já ter os dois livros quando começasse a leitura. Se você ainda não leu "Entre o Agora e o Nunca" cuidado com os spoilers do livro.

A Redmerski permanece alternando a narrativa entre Camryn e Andrew e nos mostrando como os dois tem vivido desde que saíram da estrada. Cinco meses desde que se conheceram,aparentemente já passaram por problemas suficientes, mas a vida mostra que sempre algo mais pode acontecer.

Abalados com o rumo com suas vidas tomaram, ambos tentam seguir em frente, mas percebemos que Cam na verdade não está tentando superar e sim esquecer, abafar, algo que já sabemos desde o primeiro livro que ela tende a fazer e que não é nada bom para ela. E quando Andrew descobre que está perdendo seu amor para a tristeza que a consome, ele decide levá-la novamente para a estrada.
Com o rosto dela ainda nas mãos, seus olhos desviam dos meus. O silêncio tenebroso entre nós me afeta de forma mais estranha.
Pág. 103
A partir daqui vemos os dois em uma nova jornada, dessa vez em busca de se encontrarem novamente, no início Andrew tentando fazer com que Cam se reencontre em primeiro lugar. Para isso, eles passam meses na estrada. Nesse caminho eles passam por muitos lugares que já haviam visitado em sua última viagem e ficamos com aquela sensação de "já vi isso, mas melhor" porque nada melhor do que a primeira experiência.
Ele tem razão. Tudo o que ele já me mandou fazer, mesmo quando reclamei, eu jamais teria feito se uma parte de mim não quisesse. Fico intrigada em ver como ele sempre sabe coisa sobre mim antes que eu saiba.
Pág. 116
Vemos os personagens mais maduros depois de tudo que já enfrentaram e nem parecem que são tão jovens. Outra mudança é a tensão sexual que é bem menor nesse livro, mas não deixa de existir. Fora isso, não vemos nada de muito diferente do primeiro livro.

Li em algum lugar que a autora teria escrito esse livro para agradar os fãs que queria mais do Andrew e da Cam, mas, mesmo gostando da história e não conseguindo largar o livro, fiquei com aquela sensação de que era um epílogo estendido, sabem? Não que eu não goste de epílogos em romances, mas a sensação de que era mais do mesmo me dominou.
Eu prometo te amar para sempre nessa vida e em qualquer lugar que nós formos depois da morte, porque eu sei que não posso seguir em frente em nenhuma vida se você não estiver nela também.
Pág. 239
Se você leu "Entre o Agora e o Nunca" acredito que deva ler também "Entre o Agora e o Sempre" para ver mais dos personagens e para ver o lindo final que a autora criou para o casal que passamos a amar. Não pensem que essa sensação que o livro me causou impactou na minha opinião final. Sim, eu leria novamente ainda assim!!!!
A vida é uma coisa misteriosa e muitas vezes injusta. Mas acho que aprendi, no tempo que passei com Andrew, que ela também pode ser maravilhosa, e que em geral, quando acontece uma coisa que parece injusta, é só o jeito de a vida abrir espaço para coisas melhores que virão. Gosto de pensar assim. Me dá forças quando mais preciso.
Pág. 256-257
Beijos amores e até a próxima!!!
Comentários
3
Compartilhe

3 comentários:

  1. Olá, Lay.
    Não li ainda o primeiro livro da série (É uma série, não é? Ou são apenas dois livros?), então fiquei um pouquinho perdido na resenha. rs
    Vejo muitos elogios sobre esse livro e também sobre o anterior, mas pelo que sei do enredo, acho que não gostaria tanto. Mas acredito que não custa dar uma oportunidade. Fico na torcida para gostar do casal.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  2. Olha eu ainda não tive a oportunidade de ler o primeiro livro dessa série.
    Eu apenas tenho um e vou ler antes de comprar a continuação.
    Espero poder gostar, porque eu adoro ROMANCE, mas não vou com muita expectativa na leitura para não me decepcionar. Mas mesmo assim sua resenha me deixou bastante curiosa. Espero ter a chance de ler assim que puder.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/resenha-primeiro-e-unico.html

    ResponderExcluir
  3. O único livro que li dessa autora foi A Morte de Sarai, mas uma amiga vive me mandando ler esse e Entre o agora e o nunca, mas como eu estava dando um tempo nos romances, acabei deixando para depois. Só que agora que li essa sua resenhas estou tentada a passar os dois na frente dos outros.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações