2 de jun de 2015


[Resenha] O Destruidor de Corações - Vi Keeland


Ficha Técnica

Título: O Destruidor de Corações
Título Original: Worth the Fight
Autor: Vi Keeland
ISBN: 978-85-68056-03-5
Páginas: 277
Ano: 2014
Tradutor: Andreia Barboza
Editora: Charme
16Não importava que o árbitro tivesse considerado que aquele tinha sido um golpe limpo. Nico Hunter nunca mais seria o mesmo. Elle tem uma boa vida. Um trabalho que ela ama, um apartamento grande, e o cara que ela está namorando há pouco mais de dois anos é um ótimo partido. Mas sua vida é chata... e ela se esforça para mantê-la assim. Muitas emoções são perigosas. Seu próprio passado é a prova viva do que pode acontecer quando você perde o controle. Então Nico entra no escritório de Elle e tudo muda... para ambos. Mas o que o lindo lutador de MMA, tatuado e com um corpo de tirar o fôlego pode ter em comum com uma advogada muito controlada? Muito mais do que eles esperavam.

Resenha


Comprei esse livro logo no início do ano, e o que me levou à comprá-lo foi o fato do protagonista ser um lutador de MMA, que é um universo que está em alta e eu não entendo absolutamente nada. Com a quantidades de livros me esperando para serem lidos, acabei adiando um pouco essa leitura, mas quando o peguei, me deparei devorando cada página.

Elle é uma jovem advogada de vinte e sete anos que leva uma vida simples e monótona. Bem sucedida com sua vida profissional e pessoal. Após a turbulência que foi sua adolescência em casa, tudo que ela quer é paz e sossego, uma vida organizada, honesta e sem grandes alterações cardíacas (como ela mesma diz!).
A perfeição é altamente superestimada. Eu sou uma personagem na minha história, passando pelos capítulos da minha vida como se fossem escritos por uma pessoa imaginária, quando eu deveria ser a autora.
Pág. 07
Arqueiro_parceria522Mas seu mundo pacato e organizado será abalado pelo lutador de MMA Nico Hunter. Há pouco mais de um ano que Nico não entra na gaiola para uma luta por conta do trauma que sofreu da última vez em que esteve lá, porém seu foco, agora que conheceu Elle, é conquistá-la. Mas isso não será tão difícil, pois, a atração entre eles é clara para ambos.

Nico é conhecido como "O Destruidor de Corações" e não é à toa. As mulheres vão à loucura quando estão perto dele e não seria diferente com Elle, o que a deixa em uma situação muito complicada, pois é visível que ele abala suas estruturas e que o convívio com ele não seria nem um pouco monótono ou previsível.
Ele é uma contradição ambulante, tudo o que não parece ser. Suave, gentil, doce e brincalhão, nada parecido com o lutador bad boy que vi pela primeira vez há mais de um ano em uma luta sem sentido, que eu não tinha que estar.
Pág. 119
Como já disse a atração entre eles é certa, mas não é apenas isso que os une, Nico tem certeza de que Elle é diferente e que seu relacionamento com ela não deve ser apenas baseado em sexo, ele quer mais, mesmo que não saiba exatamente o que.
Juntos caminhamos com nossos dedos firmemente entrelaçados, do estacionamento e em direção à roda-gigante. Eu nunca fui aquela de demonstrações públicas de afeto, mas a sensação é boa, estranhamente natural, nada forçado ou vergonhoso.
Pág. 118
Eu gostei bastante da forma como a Vi Keeland (que eu não conhecia até ler esse livro) conduziu a história. O romance entre os protagonistas não pareceu forçado, eles pareceram reais, com dúvidas e e dramas em seus passados que de fato fariam qualquer um paralisar.
Então ele me beija. Docemente. Suavemente. Apaixonadamente. Realmente me beija... de uma forma que eu nunca fui beijada antes. Não é um prelúdio para o sexo ou preliminares. É amor. Puro e simples. É o amor que derrama de nós dois se conectando em um beijo.
Pág. 225
Para mim a história foi muito boa e fiquei curiosa para saber como será a sequência da Série MMA Fighter, minha única reclamação sobre esse livro é o fato de que, pelo título ser "O Destruidor de Corações" imaginei que a narrativa seria mais explorada na perspectiva de Nico. Mesmo sendo dividida entre Elle e Nico, ele tem muito menos capítulos

A Editora Charme tem acertado nos livros que vem escolhendo publicar aqui e caprichando nas capas (essa parece aveludada) e na diagramação, pois encontrei pouquíssimos erros (dentro do aceitável - três ou quatro).

Esperando os próximos livros da editora agora....
Comentários
9
Compartilhe

9 comentários:

  1. Hello!
    Não conhecia essa autora Vi e a capa me chamou a atenção qdo vi o post. Tb nao sei nadinha de luta e apesar dr MMA está super em alta, nunca acompanhei uma luta.
    Esse romance mais hot de Elle e Nico parece ser daqueles bem intensos que prendem o leitor. Que bom que devorou o livro, isso me deixa anaimada a conhece a estória.
    Adorei a dica.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não entendo nada de MMA Suzzy, assim como não conhecia a autora, mas a história é ótima mesmo ;)

      Excluir
  2. Oi Lay!
    Também não sei nada de MMA, não consigo entender essa febre toda! Não conhecia o livro nem a autora, mas fiquei bem curiosa. Espero que nos próximos livros tenha mais do Nico, então!

    Beijos,
    Epílogos e Finais

    ResponderExcluir
  3. Pensei que o protagonista do livro seria o lutador de MMA, rsrs sem preconceito mas é bem difícil encontrar um livro que fale em MMA e que conta historia é uma menina D:

    ResponderExcluir
  4. Olá, Lay.
    A premissa não me agradou muito e o gênero não é o que me cativa. Mas pelo menos esse ainda tem um diferencial para os demais do gênero: sai o rico empresário e entra um lutador. Pelo menos a autora conseguiu inovar um pouquinho. rs
    Excelente resenha, mas, sinceramente, eu não leria.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de junho. Você escolhe o livro que quer ganhar!

    ResponderExcluir
  5. Não manjo nada de MMA, então será uma leitura interessante para conhecer mais desse mundo. E eu gosto do gênero, então creio que vou curtir a leitura, ainda mais sabendo que você já está esperando pelos próximos livros. Foi pra listinha!

    ResponderExcluir
  6. Devido o título do livro esperaria outro tipo de história, sério. Gostei bastante do que se trata o livro e se tiver oportunidade lerei.

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia nem a autora nem a obra, mas a capa é bem chamativa, né? :p
    Gosto desse tipo de história, apesar de ser bem clichê.
    Aliás, o que fugiu do clichê foi o tal lutador de MMA (também não entendo naaaaaaaaaaaaada)

    Beijos,
    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  8. Eu discordo um pouquinho de você...Não é que me tenha parecido forçado, mas me pareceu extremamente irreal, não o romance em si, mas a forma exagerada e rápida que ele ocorre.
    A história dos personagens, mesmo seguindo a premissa dramática do NA, convenceu, entretanto, o fato da Elle querer uma coisa, pedir por algo e simplesmente jogar tudo para o alto por simplesmente se sentir atraída (inicio), me pareceu meio estranho e irreal.
    Não me agrada o fato dela ter um relacionamento e nem parecer se dar conta disso no inicio, eu simplesmente não consigo aceitar livros que contenham traição, seja grave ou não.
    De forma geral, o enredo até me agradou, mas não me senti tão empolgada nem gostei tanto assim do livro.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações