27 de jul de 2015


[Resenha] Isla e o Final Feliz - Stephanie Perkins

Ficha Técnica

Título: Isla e o Final Feliz
Título Original: Isla and the happily ever after
Autor: Stephanie Perkins
ISBN: 978-85-8057-739-6
Páginas: 304
Ano: 2015
Tradutor: Amanda Moura
Editora: Intrínseca
17Tímida e romântica, Isla tem uma queda pelo introspectivo Josh desde o primeiro ano na SOAP, uma escola americana em Paris. Mas sua timidez nunca permitiu que ela trocasse mais do que uma ou duas palavras com ele, quando muito. Depois de um encontro inesperado em Nova York durante as férias envolvendo sisos retirados e uma quantidade considerável de analgésicos, os dois se aproximam, e o sonho de Isla finalmente se torna realidade. Prestes a se formarem no ensino médio, agora eles terão que enfrentar muitos desafios se quiserem continuar juntos, incluindo dramas familiares, dúvidas quanto ao futuro e a possibilidade cada vez maior de seguirem caminhos diferentes. Com participações de Anna, Étienne, Lola e Cricket, personagens mais do que queridos pelo público apresentados em livros anteriores da autora, Isla e o final feliz é uma história de amor delicada, apaixonante e sedutora, um desfecho que vai fazer os fãs de Stephanie Perkins suspirarem ainda mais.

Resenha


Depois de muito tempo, eis que finalmente temos um novo livro da Stephanie aqui no Brasil. Lembrando que antes de ler esse livro, é bom ter lido antes Anna e o Beijo Francês e Lola e o Garoto da Casa ao Lado, não que seja uma série e imprescindível a leitura de todos, mas quando os personagens dos livros anteriores são citados, conseguimos acompanhar melhor a estória.

SELO BLOGEntão, nesse livro conhecemos a Isla Martin (que se pronuncia "Aila" - adorei que eles citaram como se pronuncia o nome dela \o/) e o Joshua Wasserstein. Isla sempre foi muito tímida e perto de suas irmãs isso ficava muito evidente, ela não tinha a determinação de sua irmã mais velha, Gen, nem a audácia de sua irmã mais nova, Hattie. Por conta da sua personalidade para ela sempre foi muito difícil fazer amigos, na verdade ela nem sabe como fazer isso, afinal, seu único amigo, Kurt, é seu amigo desde que eles nasceram, pois suas mães já eram amigas. Com apenas um amigo e sem muitas coisas para fazer nos horários vagos da escola ela se dedica muito aos estudos.

Mas então, desde que entrou na SOAP (School of American in Paris) que ela se apaixonou pelo Josh, mas como ele tinha namorada e ela nunca ia chegar até ele para dizer isso ela manteve sua paixão secreta. Entretanto, em uma noite de férias em Nova Iorque, quando ela está em uma cafeteria perto de casa ela encontra Josh. O detalhe é que ela está chapada por conta dos analgésicos que tomou por conta da cirurgia que fez para extrair os sisos. Com o efeito dos remédios ela toma coragem e acaba conversando com ele, mas tudo termina no fim da noite. 

Isla não lembra de tudo que conversou com Josh, mas sabe que precisa pedir desculpas (mania dela, se não lembra, vai pedir desculpas porquê??), mas enfim, ela só o reencontra mais de um mês depois, quando as aulas na SOAP recomeçam. Aparentemente tudo será como nos anos anteriores, mas ela logo percebe que alguma coisa mudou desde o encontro na cafeteria em NY.
Quero chorar de tanta alegria. Ele gostava de mim, mas achava que não poderia gostar. É difícil acreditar nisso. Eu até suspeitava que ele tivesse algum interesse, mas encarar isso como uma verdade, uma situação real, é inacreditável. Como é possível que o cara por quem estou a fim há tanto tempo (três anos) esteja a fim de mim também? Isso não acontece na vida real.
Pág. 57
Logo que entrou na SOAP Josh se enturmou e fez amigos, mas St. Clair e Meredith eram de séries mais adiantadas que a sua, então esse ano ele está sozinho na escola. A única companhia que tem são seus desenhos. Mas quando vemos ele se aproximar de Isla, torcemos para que tudo dê certo entre eles, para que não fiquem mais tão sozinhos.

Entretanto, vendo os dois juntos, sabemos que por mais que o amor entre eles seja verdadeiro, intenso e fofo que seja, é algo que está saindo do platônico para o real, e sabemos que quando o amor é platônico criamos muitas expectativas, até por não conhecermos profundamente e verdadeiramente a pessoa amada.

Como o livro é contado do ponto de vista de Isla, adorei o fato do Josh desenhar uma autobiografia, o que nos proporcionou conhecer (em parte) o lado dele nesse romance, desde quando chegou na SOAP mostrando que assim como as outras pessoas, ele tem qualidades e defeitos. Descobrimos porque ele foi estudar na França, seu relacionamento com os pais, os amigos, a ex-namorada.

Embora eu tenha gostado muito de Anna e Lola, foi com Isla que eu mais me identifiquei. Quanto mais eu lia, mais eu pensava: "nossa, tão eu" ou então "faço a mesma coisa". Timidez e insegurança permeiam os sentimentos da Isla, mas a Stephanie escreve de uma forma que conseguimos viver intensamente os momentos com a Isla. Rimos, ficamos com raiva, nos emocionamos com eles. 
- Isla... por que você acha que o Josh não a ama?
Minha voz fica ainda mais baixa.- Porque pensei que ninguém poderia me amar.- E por que pensou isso?- Porque não achei que eu fosse digna do amor de alguém.Pág. 265
Tem clichês? Com certeza. Mas não tem como não gostar. Isla e o Final Feliz é aquele tipo de livro que nos encanta e nos deixa felizes e como disse a Ane, do My Dear Library, "nos deixa com um sorriso bobo no rosto.".

Até a próxima queridos.

Comentários
11
Compartilhe

11 comentários:

  1. Olá, Lay.
    Não sou muito fã de clichês, mas ainda sim esse livro me chamou a atenção. Acredito que o principal motivo seja essa saída do platônico para o real, o que ocasionará muitas descobertas. E acho que pode ser um livro que meus alunos gostarão.
    Ótima dica.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nenhum livro do autor, já tinha lido outra resenha do livro, e fiquei com vontade de ler esses livros, mais pra frente, tenho uns 30 na frente, e, espero que não entre nenhum outro esse ano, kkkkkk
    Lay, não sei se você costuma dar dicas no blog, e se tem essa, ainda não vi, mas você poderia pensar a respeito de dar umas dicas de como colocar a leitura em ordem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei da dica, obrigada. Agora quanto a colocar as leituras em dia... Nem as minhas estão, kkkkkkkkkk

      Beijos

      Excluir
    2. Kkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkk, complicou.

      Excluir
    3. Nem me fale, hsuahsuahsaush

      Excluir
  3. Sou apaixonada pelos livros de Stephanie Perkins <3 Já li Lola e o Garoto da Casa ao Lado, Ana e o Beijo Francês e quando ganhei esse livro, Isla e o Final Feliz, surtei!!!! E espero gostar tão quanto você gostou e quanto gostei desses dois =)

    ResponderExcluir
  4. Clichê? Adoooooro!
    Parece ser um livro bem fofo, desses que a leitura é tranquila e que vc qd se dá conta já terminou o livro!
    Ou seja, vai pra lista tb!
    hehehehehehehehe

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkk, e a lista só cresce né?!

      Excluir
  5. Oiee
    Adoro livro com clichê tanto que a história me cative.Estava super a fim de ler Anna e o beijo francês então peguei meus últimos créditos do Skoob trocou por ele,acredita que o livro veio super estragado com cara de uns mil ano,mais embolorado impossível.Peguei tanta raiva que nem comprei ele na promoção depois disso kk.Eu ainda quero muito ler os livros da Perkins,só vou esperar meu trauma passar.A Isla parece ser mesmo uma personagem incrível e eu adoro histórias onde várias cenas se passam num colégio,tipico romance adolescente.
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito de Anna e o Beijo Francês e Lola e o Garoto da Casa ao Lado, estou doida pra ler esse novo livro da Stephanie Perkins e essa resenha me deixou ainda ansiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações