7 de jul de 2015


[Resenha] O amor não tem leis: O julgamento final - Camila Moreira

Ficha Técnica

Título: O amor não tem leis: O julgamento final
Autor: Camila Moreira
ISBN: 978-85-8105-237-3
Páginas: 263
Ano: 2014
Editora: Suma de Letras
17O destino mais uma vez afasta Maria Clara de seu grande amor. Um trágico acontecimento obriga a jovem a abandonar Alexandre Ferraz no momento em que ele mais precisa dela. Sentindo-se culpada pelo acidente que pode ter tirado a vida de Diego, irmão de Alexandre, Maria Clara não vê outra alternativa a não ser fugir e buscar consolo nos braços de Dereck Mayer, o ex-namorado. Desesperado, Ferraz não consegue entender como ela teve coragem de desaparecer. Com a tragédia que atingiu o irmão, ele descobrirá que o que sente por sua menina é mais forte do que imaginava. Em O amor não tem leis: O julgamento final, o dr. Alexandre Ferraz tem em mãos o caso mais difícil de sua vida: conquistar o amor de uma mulher determinada a não amar.

Resenha

Antes de começar essa resenha tenho que alertá-los de que esse livro faz parte de uma dualogia, ou seja, pode conter spoilers de O amor não tem leis.

Então, como eu havia dito na resenha de O amor não tem leis, graças aos céus que eu já tinha o segundo livro em casa. Sinceramente não sei como as pessoas que tiveram que esperar meses para ter o segundo livro passaram. Entendam a situação, eu normalmente espero bastante para ler as sequências dos livros das séries que acompanho, mas a forma como a Camila encerrou o primeiro livro foi para matar qualquer um do coração.

Clara seria atropelada e para evitar isso Diego se jogou na frente para salvá-la. Resultado: os dois feridos, mas Diego ficou gravemente ferido. Sentindo a dor da culpa mais uma vez, Clara decide deixar para tudo para traz, incluindo Ferraz.

Clara deixa Ferraz justamente em um momento que ele precisava dela. Com Diego em coma e sem a mulher da sua vida ele passa a viver um inferno e a fazer a mesma coisa com a vida de quem está a sua volta. Mas mesmo odiando-a por fazê-lo sofrer, ele não consegue esquecê-la, além do fato de ter quase certeza de que o acidente que Diego sofreu na verdade foi uma tentativa de assassinato.
Depois daquele dia minha vida mudou do vinho para água. Eu fugi. Eu fugi e passei um tempo fora da cidade, na expectativa de blindar os meus sentimentos novamente, mas foi tudo em vão. Me enganei achando que os dois meses longe fariam com que o amor que eu sentia pelo Ferraz acabasse. Pelo contrário, quanto mais tempo eu passava longe, mais saudades eu sentia.
Pág. 08
Mas Clara também não está em seus melhores dias, a culpa a atormenta cada dia que passa e Diego não acorda. O único avanço que vemos é que ela pelo menos procura ajuda profissional para lidar com toda essa situação, a culpa que sente pela morte de Felipe e pelo estado em que Diego está.
- A culpa nunca vai te deixar - ela disse me encarando. - Você tem que aprender a conviver com ela. Somente assim ela te deixará viver.
Pág. 09
Com a ajuda dos amigos, Clara tenta superar, embora ela viva apenas para o trabalho. Ferraz também tem contado com a ajuda de Bruno e da família para passar por esses momentos difíceis. Na verdade os dois poderiam ter voltado a se entender logo se eles não fossem tão turrões. Mas o primeiro passo para que eles voltem a se ver e se falar é o fato do Diego acordar, o que para mim foi um alívio, pois eu adoro esse príncipe.

Mas o destino (ou a Camila, né?!) estava decidido a deixar esses dois afastados, quando parecia que eles se entenderiam, alguma coisa acontecia, entretanto não é só o que temos na história, temos o amadurecimento de Clara com a ajuda do tratamento que está fazendo, temos o Nando sempre fofo, crescendo como advogado, o Diego se recuperando, a Laís e o Bruno se entendendo cada dia melhor, Dereck sempre próximo de Clara como amigo, mesmo amando-a profundamente.

As descobertas que fazemos ao longo do livro nos deixam desconcertados, as investigações ao longo da história, mas se tem uma cena que adorei foi a em que os dois se enfrentam no tribunal, simplesmente hilário ver o grande Alexandre Mendes Ferraz tremer na base.

A narrativa continua em primeira pessoa e sendo dividida entre o Ferraz e a Clara, nos dando uma visão mais apurada da situação. Outra coisa que permanece é a musicalidade, ao longo da história diversas são citadas para nos ajudar a entender o momento e viver a cena.

Resumindo, o livro nos prende do início ao fim e não fica repetitivo. Ressaca é pouco pra dizer o que estou sentindo, sem falar que fiquei totalmente surpreendida com a pessoa que estava fazendo as ameaças, realmente por essa eu não esperava.

Mas então, embora nesse livro as cenas de sexo sejam menos frequentes que no primeiro livro, ainda assim trata-se de um livro hot, ou seja, leitura recomendada para maiores de 18 anos.

Sem dúvida lerei outros livros da Camila, curti a escrita dela.

Um beijão galera e até a próxima!!!!
Comentários
11
Compartilhe

11 comentários:

  1. Fiquei encantada com a história de vida dessa autora, comprei os dois livros e estou esperando chegar., todas as resenhas que li me instigaram a compra dos livros. Ansiosa pra chegarem e poder conhecer essa história de perto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu peguei para ler também incentivada pela quantidade de opiniões positivas e não me arrependi. Estou ansiosa agora para ler o novo livro dela, 8 Segundos.

      Excluir
  2. Opaaaaaaa
    então vou ler o 1º e depois volto pra esse post
    hehehehehehehe

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok Fernanda, volta aqui depois!!

      Beijos

      Excluir
  3. Amo esses livros com momentos hot, pois assim, podemos sentir mais a intimidade do casal. Mas ainda não li essa duologia, e pretendo ler o mais breve possivel. Adorei a resenha, me deu mais ansiedade de
    lê-lo. Abçs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia mesmo Alessandra e depois nos conta o que achou.

      Beijos

      Excluir
  4. Olá, Lay.
    Não gosto muito de livros hot, como você sabe. Contudo, há alguns aspectos nessa dualogia que me agradam: a boa narrativa, a não repetitividade e uma investigação. Se um dia eu der uma chance aos livros, será por causa desses motivos.
    Excelente resenha.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Marcos. E os aspectos que citou de fato fazem muita diferença na narrativa.

      Abraços.

      Excluir
  5. Estou doida pra ler essa dualogia, ainda não li o primeiro livro, só tenho esse segundo, curto muito um hot e essa história parece ser ótima, super eletrizante e envolvente, cada resenha que leio dos livros me deixa ainda mais ansiosa em conferi isso tudo que estão dizendo.

    ResponderExcluir
  6. Eu tenho bastante vontade de conhecer a escrita da autora, porém eu acabei não querendo ler esses livros, pelo menos não por enquanto, por estar ainda um pouco saturada de livros hots... depois daquele monte de livros todos muito parecidos eu meio que perdi um pouco a vontade por esse gênero..Mas pela resenha da pra perceber que é um livro muito bom...

    ResponderExcluir
  7. Oiee
    Acredita que faz um tempão que li o primeiro livro e até agora não dei continuidade,mesmo me corroendo de curiosidade,já tava até achando que o Diego ia morrer :(.Eu também amei a escrita da Camila e mesmo contendo elementos de outros livros é impossível não se apaixonar pelos personagens e o que eles enfrentam.Quero muito ler esse livro pra saber o que vai acontecer com os personagens.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações