22 de jul de 2015


[Resenha] Plutão - R. J. Palacio

Ficha Técnica

Título: Plutão
Título Original: Pluto
Autor: R. J. Palacio
E-ISBN: 978-85-8057-745-7
Páginas: 90
Ano: 2015
Tradutor: Rachel Agavino
Editora: Intrínseca
17Em Plutão, R. J. Palacio traz a história de Christopher, o melhor amigo de infância de August Pullman, um garoto de feições incomuns que encantou leitores do mundo inteiro no romance Extraordinário. Exclusivo em e-book, o livro alterna entre o presente e flashbacks de quando os dois meninos eram vizinhos. Plutão acompanha Chris ao longo de um dia especialmente complicado. Os pais estão se divorciando e ele está com dificuldades na escola, mas mesmo afastado do velho amigo, é relembrando alguns desafios e aprendizados que teve ao lado de Auggie que Chris encontra algum conforto. Uma linda história sobre o valor da amizade na vida das crianças, uma vivência intensa e marcante.

Resenha


Na segunda-feira, dia 20/07, foi o dia do amigo e para entrar no clima, nada melhor do que ler um livro da R. J. Palacio. Extraordinário foi um livro diferencial e sem dúvida teve um papel ímpar na vida de muitas pessoas, pois a forma como a autora abordou assuntos como bullying, perdas, amizade, lição de vida.

SELO BLOGDepois do sucesso de Extraordinário, a R. J. Palacio escreveu alguns livros complementares, O Capítulo do Julian365 Dias Extraordinários e agora Plutão. Nesse livro a gente conhece o Christopher, que é o melhor e mais antigo amigo do Auggie. Na verdade essa amizade começou quando as mães deles se conheceram e estavam grávidas e logo criaram um grupo com as outras mães da região. Logo que chegaram da maternidade os garotos foram apresentados e assim cresceram juntos. 


Entretanto, desde cedo Chris percebeu que Auggie não era um garoto comum, quando saíam juntos as pessoas sempre o encaravam, algumas crianças se assustavam, os pais afastavam seus filhos, enfim, era uma situação delicada tanto para Auggie como para quem estivesse com ele. 
(...) Não podemos ser amigos só quando é conveniente para a gente. Boas amizades valem um esforcinho a mais!
Claro que isso não era fácil, ainda mais quando se é criança. Chris viu alguns amigos afastando-se deles justamente por Auggie ser diferente, mas ele sempre esteve lá com  amigo. Pelo menos foi assim até que Chris se mudou. A distância física acabou gerando uma distância emocional também, o que é bastante comum, ainda mais quando se é criança e a atenção é rapidamente tomada por várias situações.
Então este ano ele passou a ir à escola também.
Eu não conseguia imaginar Auggie frequentando uma escola, como seria a experiência para ele. Quer dizer, se já é em difícil ser o aluno novo, imagina ser o aluno novo tendo o rosto do Auggie! (...) Temos que reconhecer a coragem do Auggie - não deve ter sido fácil.
Entretanto uma situação (que não dá para dizer o que é, né?!) faz com que Chris repense algumas atitudes e a R. J. Palacio conduz isso de forma esplêndida. De fato quando lemos conseguimos perceber uma criança falando, dizendo exatamente o que pensa, agindo de forma impetuosa em alguns casos, mas é ainda melhor entender o outro lado da situação, porque em Extraordinário nos apaixonamos pelo Auggie, mas como é ser seu amigo? Conviver com a reação das pessoas à sua diferença?
Quando algo assustador assim acontece, funciona como um alerta, sabia? Faz a gente repensar o que é importante na vida. Nossa família. Nossos amigos. As pessoas que amamos.
Mais uma vez a Palacio me encantou, emocionou e me fez refletir. Aliás, não teria como ser de outra maneira, as lições que esses garotinhos nos dão são um verdadeiro tapa na cara, afinal muitos adultos às ignoram completamente.

Eu simplesmente amei e digo, se você ainda não leu, por favor, leia os livros da R. J. Palacio, são lindos, emocionantes e absolutamente necessários!

Beijinhos

Comentários
9
Compartilhe

9 comentários:

  1. Ainda não li nenhum livro da autora, mas pretendo logo, porque falam tão bem dos livros e por ser um sucesso tão grande, que sinto na obrigação de lê-los. Já está adicionado em minha lista de leitura, e espero ler em breve.
    Abçs Layane!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa escolha Alessandra, tenho certeza de que quando ler ficará encantada!!!!!

      Excluir
  2. Sou uma fã apaixonada por Extraordinário, R. J. Palacio me fez chorar e refletir muito com este livro, depois dele, devorei os outros dois, mas ainda não li Plutão. Logo, logo leio, e tenho certeza que assim como você, irei amar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem como não amar mesmo, a Palacio é incrível!!!!

      Excluir
  3. Linda resenha... Fiquei emocionada com suas palavras, com certeza vou lê esse livro e todos outros do Palacio...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia Bibi, sem dúvida irá se emocionar!!!

      Excluir
  4. Olá, Lay.
    Como amei Extraordinário, quero muito ler esse conto. Ainda mais porque sempre tive curiosidade de saber sobre esse amigo do infância do nosso querido protagonista.
    Vou conferir, com certeza.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois me conta o que achou Marcos, mas tenho certeza de que irá amar também!!!!

      Excluir
  5. E eu sempre achando que quem escrevia esses livros era um homem kk.Eu ainda não li Extraordinário e nenhum outro livro dela mas é uma questão de esperar o momento certo pra desfrutar desta leitura.Achei bem bonitinha essa nova história dela e pelo que todo mundo diz ela sempre nos deixa com aquele gostinho de quero mais.
    beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações