5 de jul de 2015


[Resenha] Quando um homem ama uma mulher - Bella Andre

Ficha Técnica

Título: Quando um homem ama uma mulher 
Título Original: Kissing under the mistletoe
Autor: Bella Andre
ISBN: 978-85-8163-686-3
Páginas: 304
Ano: 2015
Tradutor: Marsely de Marco Martins Dantas
Editora: Novo Conceito
41 "Os olhos de Jack estavam mais negros, até mesmo mais intensos, do que ela se lembrava conforme ele caminhava em sua direção. Ela se esforçou para suas pernas não tremerem, e para não sair correndo direto para os braços dele." Para Mary Sullivan, reunir-se com os oito filhos, genros, noras e netos no chalé do Lago Tahoe é sempre um motivo de alegria. Cada um dos objetos que decoram a casa traz consigo um turbilhão de lembranças, todas elas guardadas com muito carinho em seu coração. Ao acender a lareira em mais uma noite de inverno, Mary imediatamente volta aos dias do início do seu tórrido romance com Jack, vivenciando novamente o amor que mudaria a sua vida para sempre.

Resenha


Eu confesso que sou suspeita para falar sobre Os Sullivans, pois eu adoro essa família criada pela Bella Andre. Aqui no blog já teve resenha dos oito livros da série, cada um tendo um dos filhos de Mary e Jack Sullivan como protagonistas, cada um encontrando seu "felizes para sempre". Também já teve a resenha da nova etapa da série, com os primos de Seattle, que foi iniciada com Rafe Sullivan. Mas faltava o casal principal, o casal que gerou os oito filhos, os oito personagens que nos conquistaram: Mary e Jack.

Selo-Parceiros-Novo-Conceito42222322Jack Sullivan está prestes a realizar seu objetivo: lançar sua primeira invenção. Logo que entrou no programa de doutorado em Engenharia Elétrica da Universidade de Stanford Jack teve a ideia de construir um aparelho eletrônico que ajudaria as pessoas a se manterem organizadas, era a Agenda Eletrônica de Bolso. De lá pra cá ele trabalhou arduamente e quando o curso foi concluído, seus amigos Larry e Howard se uniram a ele para a concretização desse projeto. Agora, seu produto já foi comprado por uma grande empresa, mas o problema é os varejistas investirem no seu trabalho, apostarem na compra do aparelho para as vendas de Natal. Jack e seus amigos precisam de um milagre para descobrirem a estratégia perfeita de abordagem aos varejistas em menos de 24 horas, caso contrário, seu produto terá de esperar outra chance para ser lançado.

Mary Ferrer é uma grande modelo internacional que decidiu se aposentar. Aos 32 anos o melhor mesmo era se aposentar enquanto estava por cima, sem falar que a vida de aventuras pelo mundo já cansaram, era hora de mudar de rumo, fixar residência, e nada melhor que a cidade de São Francisco para isso, um lugar que ela amava pela sua inconstância. É durante sua última sessão de fotos que Mary conhece Jack.
Talvez, ela pensou quando Gerry terminou de usar o último rolo de filme e o belo estranho veio em sua direção, hoje não fosse um fim, mas sim o começo de algo novo e surpreendente.
Pág. 36
Jack viu em Mary a chance de promover seu produto, mas a atração que sentiu por ela não dizia respeito apenas aos negócios, ele queria ainda mais com ela.
- Minha invenção não é a única razão pela qual eu quis convidá-la para a torta e o café.
- Não é?
- Você tem que entender, anjo, quando um homem como eu olha para uma mulher como você, é inevitável que vou estragar tudo.
(...)
- Você tem classe. Beleza. Inteligência. - Ele apontou para si mesmo. - E tudo o que eu tenho é um diploma que demorei muitos anos para conseguir e um sonho que estou rezando para que finalmente se torne realidade um dia.
Pág. 48-49
Porém, Mary deixa logo claro para Jack que não mistura negócios e prazer, sua carreira de mais de uma década como modelo mostrou de maneiras difíceis que isso nem sempre funciona, então a maneira de manter seu coração protegido era separar as duas coisas.

Trabalhando juntos intensamente para promover o produto, com sessões de fotos, gravações de vídeo e ações ao ar livre por São Francisco, Jack e Mary estão quase sempre juntos e percebemos como é extremamente difícil para os dois manterem a regra de não envolvimento pessoal. Claro que Jack faz isso por Mary, mesmo sem entender o porquê dessa reticência dela. Mary, por outro lado, se vê tentada a quebrar sua própria regra quando vai conhecendo mais e mais de Jack.
Ela podia lidar com "sexy". "Gentil e inteligente" certamente aumentavam o risco e testavam seriamente sua determinação. Mas "adorável"?
Como ela conseguiria resistir a "adorável"?
Pág. 70
Quanto mais conhecemos Mary, mais entendemos seus medos e os motivos que a levaram a levantar muros ao redor de si própria para proteção. Entretanto, Jack vem como um rolo compressor, derrubando todas as teorias dela e quando vemos que ela começa a baixar a guarda para ele, ela se torna muito mais forte. A união deles é simplesmente linda!!!

Ao conhecermos mais de Mary e Jack, vemos muito dos filhos deles. As características que formaram Marcus, Smith, Chase, Ryan, Zach, Gabe, Lori e Sophie e nos conquistaram. O livro é simplesmente lindo demais, uma verdadeira história de amor e ao conhecê-la também passamos a entender porque Mary queria tanto que seus filhos encontrassem o seu "felizes para sempre" também.
- Uma coisa é esperar dez anos para que chips, fios e placas-mães funcionem corretamente. Mas eu sabia dez segundos depois que nos encontramos pela primeira vez que eu queria beijar você, anjo.
Pág. 56
Agora é esperar mais um Sullivan para arrebatar nosso coração.
Comentários
7
Compartilhe

7 comentários:

  1. Já li diversas resenhas desse livro, e a cada lida, mais vontade tenho de ler, e claro que aqui não seria diferente. A forma como Mary ver seu mundo, a resistência por Jack. Incrível. Abraços!!
    GFC: Alessandra Fernandes
    E-mail: sandrinha.icm@hotmail.com
    Facebook: https://www.facebook.com/AlessandraFernandes.S2

    ResponderExcluir
  2. Amoo romances, mas confesso que nunca tinha escuta sobre a Série Sullivan da Bella Andre.
    Pelo que eu entendi a série tem um monte de livros e cada um fala de um irmão e esse fala dos pais de todos ne?! E cada livro mostra como cada um encontrou o amor, e pelo jeito é romances adultos na verdade.
    Achei muito legal oq li na resenha, me despertou o total interesse pela série gigante, hehe.
    Gostei de saber que os livros são narrados em terceira pessoa, assim temos outras visões além dos Sullivans. Com isso, conseguimos entender melhor o que cada personagem sente, seus temores, seus medos, seus amores.
    Com certeza quero conhece essa familia e seus romances hot.
    Adorei mesmo!

    ResponderExcluir
  3. Euu sou aquele tipo de louca que pega uma série enorme e lê metade em uma semana e depois demora muito, muito tempo pra terminar esta mesma série.. Aconteceu que eu li os 5 primeiros livros um seguido do outro... e ai me bateu aquela ressaca e eu tive que mudar um pouco.. então não li mais nada da autora... mas sei que vou adorar todos os outros livros..
    Espero poder conferir logo o livro digamos assim que deu inicio a todos os outros..

    ResponderExcluir
  4. Eu ganhei o último livro da série no skoob, o último na época. Era a última dos irmãos, a Mazinha, amei tanto o livro que acabei comprando todos os anteriores. Ganhei também o primeiro dos primos, e necessito ter esse, amo os Sullivans, e amei ter lido o primeiro New adult, tendo os Sullivans como protagonistas. Com toda certeza, está na minha lista.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Lay.
    Gostei mais da premissa desse do que dos anteriores da série. Não sei, ele me pareceu um livro mais inteligente e bem construído, algo mais trabalhado no contexto, sabe? Pode ser só algo que criei e não seja verdade, também. haha
    Fiquei curioso para descobrir o porquê a mocinha criou essas tais barreiras em volta de si. Rola um spoiler? haha


    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li esse :(
    Mas eu AMOOOO essa família e preciso ler esse, preciso msm!
    Hehehehehehehe

    Bjoooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oiee
    Eu também adoro a família Sullivan mas ainda não li os livros do Smith e da Lori pois emprestei e a pessoa parece que se esqueceu de devolver.Sempre quis conhecer um pouco mais da mãe deles e do pai que não está presente nos outros livros.E essa volta a origem dos irmão sullivans deve ser sensacional,a Mary é muito bacana.Só achei estranho a tradução que eles utilizaram pro título.
    beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações