29 de ago de 2015


[Música] Inspire e Expire com Hilary Duff


Principal estrela teen dos anos 00's, Hilary tinha uma carreira com discos multiplatinados, filmes de sucesso, produtos licenciados e turnês mundiais. Entretanto, com o conturbado fim do contrato com a sua antiga gravadora ela aproveitou para dar uma longa pausa em sua sucedida carreira. Nesse meio tempo, ela se casou, teve um filho, escreveu uma trilogia de livros, se separou e finalmente achou inspiração para um novo disco.


Breathe In. Breathe Out é um ato de coragem, afinal este é o seu primeiro disco de inéditas desde Dignity lançado oito anos atrás em 2007 cujo o mercado possuía uma dinâmica completamente diferente da atual. Duff revelou em uma entrevista ao Buzzfeed sobre como ela apenas decidiu ser cantora por ser uma coisa que a fazia bem, e que ao contrário de muitas cantoras ela não era apaixonada por música desde pequena e nem teve uma boa voz desde sempre. Ela trabalhou –e ainda trabalha–duro, e no entanto, Hilary sente-se confiante, e sente que o trabalho vale a pena.

O disco assim como os outros é bastante pessoal e reflete tudo que ela passou durante o seu recesso, a construção da sua autoconfiança e o fim do seu casamento. Apesar de não possuir uma sonoridade ousada, o álbum foi construindo de uma maneira bem inteligente com as primeiras faixas mais animadas (Sparks, Confetti e My Kind) e uma conclusão mais calma (Tattoo e Night Like This) representando o ato de inspirar e expirar.





Minha música favorita do álbum é Belong, uma faixa simples com uma pegada folk/ country/ pop, mas com uma mensagem poderosa e positiva, tornando-se um verdadeiro hino de auto -confiança. Vale à pena destacar também a faixa que intitula o álbum, que possui uma vibe oitentista que sem dúvida vai fisgar você.

Breathe In. Breathe Out é um pop com variações country, trazendo um resultado agradável, ainda mais na voz angelical de Hilary. Seu alcance vocal continua o mesmo desde seu último registro, entretanto isso será mais perceptível nas suas performances ao vivo. É diferente de tudo que Hilary fez, e apesar de seguir no gênero pop do seu álbum anterior, o “Dignity”, álbum que é bem urbano e sombrio, esse é leve e condiz com a fase que Duff se encontra.





Hilary é um ícone para uma geração que se encontra no início de sua vida adulta, e que estar vivendo conflitos e pressões que essa etapa da vida traz, por isso vou terminar essa resenha com um conselho da própria quando foi convidada para mandar uma mensagem para seus fãs e que reflete bem a mensagem do álbum:


“Eu acho que ainda tenho dificuldade com isso [achar o próprio caminho], sabe? Eu sei das pressões do que a sociedade acha que é uma boa escolha a ser feita, ou o que sua família acha que você deveria escolher – é muita pressão. Eu acho que enquanto você estiver trabalhando em si mesma e constantemente conversando consigo mesma, e estando ciente daquilo que te faz feliz e o que você é boa em fazer – e sendo realista na hora de saber no que você é boa – e tendo certeza que você está trabalhando duro, tá tudo bem. Você se conhece melhor do que ninguém, e você sabe seu caminho.”




Comentários
18
Compartilhe

18 comentários:

  1. Confesso que não gosto muito do estilo musical que a Hilary faz parte. Contudo, gostei da postagem porque conheci um pouco mais do trabalho da cantora.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito de Sparks quando saiu! Torço muito por ela.

    ResponderExcluir
  3. #sdds Hilary! Amo os filmes dela e suas músicas mas ainda não ouvi essas do cd novo.
    Falando nisso, você assiste a série que ela participa, Younger? Muito boa, super recomendo
    Beijos
    http://balaiodebabados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já assisti sim <3
      Vai ser exibida aqui no Brasil pelo canal E!

      Excluir
  4. João!
    O estilo da Hillary é bom, porém tem algo na voz dela que não me agrada muito, sabe? Não que seja ruim, mas é um tanto arranhada, sei não explicar.
    De qualquer forma os hits dela são gostosos de serem ouvidos.
    “A nossa maior glória não reside no fato de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda.”(Oliver Goldsmith)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  5. Prefiro a Hilary Duff como atriz, mas até que gosto também de suas música, fiquei bastante curiosa em conferi essa seu novo álbum.

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto da Hillary, mas como atriz. Como cantora, ela não me agradou na adolescência, eu até gostei de uma das faixas, mas tem algo em sua voz que não faz meu estilo.

    ResponderExcluir
  7. Vi algo diferente nela, achei muito interessante sua vida e inicio de carreira.
    Todos sofremos algum dia ou vez, mais é preciso se levantar. Não ouço as musicas delas mais curto muito esse negocio de musicas que são boas mensagens positivas

    ResponderExcluir
  8. Não a conheço bem, mas curto algumas músicas dela!
    Não sabia que ela tinha escrito uma trilogia!!! Vou procurar já!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, se n ão me engano tem resenha dos livros dela aqui no Blog ! Inclusive ela veio na bienal de 2011 divulgar o primeiro livro ! #CORRE

      Excluir
  9. Eu nao acompanho a carreira da Hillary, mas sempre gostei mto do seu estilo musical, mais pop, mais teen.
    Sempre achei linda e nao sabia que tinha casado e que tem um filho.
    Uma pena que nao tenha dado certo tudo, mas que bom q retomou a carreira, pq ela é nova e continua mto linda e pelas musicas que ouvi, o talento nao falha. Continua a mesma de estrela de sempre.

    ResponderExcluir
  10. Bom não conhecia essa cantora, como meu gênero de música preferida é rock, rap e eletrônica, não conheço muito esses tipos de músicas.
    Achei bem interessante conhecer um pouco mais da cantora.
    Das três músicas a que eu gostei foi My Kind.

    ResponderExcluir
  11. Nunca tinha escutado nenhuma música dela. As duas primeiras que você colocou são boas pra ouvir antes de dormir. Gostei, obrigada pela indicação.

    ResponderExcluir
  12. Eu assisti a um dos filmes dela, mas nunca tinha escutado as musicas dela, tambem não sabia que ela tem um filho. Adorei as indicações de musicas

    ResponderExcluir
  13. Ouvi poucas músicas dela, mas adorava os filmes que fazia. Bem o tipo de coisa que eu gostava de assistir antigamente, sabe? Vou ouvir essa nova.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escuta o novo disco Cecília ta mt bom <3

      Sdds dos filmes teens da Hilary, eram os melhores!

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações