12 de ago de 2015


[Resenha] O Milagre - Nicholas Sparks

Ficha Técnica

Título: O Milagre
Título Original: True Believer
Autor: Nicholas Sparks
ISBN: 978-85-8041-401-1
Páginas: 287
Ano: 2015
Tradutor: Flávia Souto Maior
Editora: Arqueiro

16
Jeremy Marsh é um jornalista cético que dedica a vida a investigar e desmentir fenômenos sobrenaturais. Ele está no auge do sucesso, prestes a ir trabalhar na TV, quando recebe uma carta curiosa. Nela, uma senhora relata a ocorrência de luzes estranhas e fantasmagóricas no cemitério de Boone Creek, uma pequena cidade na Carolina do Norte. Farejando uma boa história, Jeremy sai de Nova York e vai passar uma semana lá. Quando começa suas investigações, ele conhece a obstinada Lexie Darnell. Responsável pela biblioteca local, ela está determinada a proteger as pessoas e a cidade que tanto ama - e nem um pouco disposta a confiar no forasteiro. Depois de sofrer pelo término de dois relacionamentos, ela tem duas certezas: a primeira é de que seu lugar é em Boone Creek, e a segunda é de que não se pode acreditar num homem tão sedutor quanto Jeremy. O que ela não imagina é que o jornalista também tem suas feridas. Ele nunca conseguiu superar completamente a dor de seu casamento desfeito e a frustração de saber que jamais poderá ser pai. Enquanto tenta descobrir a verdade por trás das luzes do cemitério, Jeremy tem que desvendar também os próprios sentimentos e se vê diante de escolhas muito difíceis, entre elas a de voltar para a vida que conhece em Nova York ou fazer algo completamente novo: acreditar. O milagre é um romance que explora os maiores mistérios de todos: os do coração.

Resenha

Livro de Nicholas Sparks e publicado no Brasil por três editoras diferentes, a sua mais nova edição foi lançada pela Editora Arqueiro em abril e nos conta a história de Jeremy e Lexie.

Arqueiro_parceria522Jeremy Marsh é um nova-iorquino, jornalista e descrente de tudo aquilo que se configura como sobrenatural. Não acredita nenhum pouco na possibilidade de existir seres que possam dialogar com o mundo dos vivos e o seu trabalho é desmascarar pessoas que se aproveitam da crença de outras para lucrar. Colunista da Scientific American, Jeremy se torna muito famoso e descobrir que esses "médiuns" na verdade são charlatões acaba virando um hobby. Ele sente verdadeiro prazer em desmascarar os impostores. Até aí tudo bem, de certa forma isso ajuda que outras pessoas não caiam no golpe do falso vidente, porém, Jeremy soa arrogante e desrespeitoso quando simplesmente não pode explicar fatos que fogem de sua compreensão.

Lexie Darnell é uma bibliotecária, que mora em Boone Creek, uma pequena cidade da Carolina do Norte. Cidade esta que também vive a sua avó Doris, que a criou após a morte de sua mãe. Lexie já passou por uma grande decepção amorosa. Uma decepção muito pesada e que influenciou negativamente a vida amorosa da personagem. Era de se esperar que por conta dos machucados emocionais a protagonista não conseguisse se entregar por inteiro em um relacionamento, mas como tudo na vida acontece por uma razão e nos traz algo, houve também o ponto positivo dessa desilusão. 

A vida dos dois se cruzam após Jeremy desembarcar em Boone Creek para investigar supostas ações sobrenaturais que foram descritas em uma carta. Carta esta que foi enviada pela avó de Lexie e que por coincidência acaba ficando mais próxima do jornalista. Jeremy se sente atraído por Lexie como nunca tinha se sentido com outra mulher, mas a decepção que ela passou ainda deixa marcas que parecem que não vão se curar. Lexie prometeu a si mesma não se envolver tão rápido e tão intensamente com outra pessoa e isso interfere no relacionamento dos dois. 
Ainda sim, não conseguia afastar a sensação de que, sem Lexie, pouco importava se a sala estivesse completamente vazia. Pág. 171
E também há o embate da crença. Jeremy é um homem que não acredita que possa existir forças sobrenaturais. Para ele tudo que acontece pode ser explicado pela ciência e se isso foge do que ele costuma classificar como habitual, ele tende a criticar. Isso é um grande problema para Lexie, que tem seus momentos de impaciência e arrogância com o jornalista, mas não o desrespeita em sua escolha de não acreditar que há coisas que os seres humanos não podem explicar. Sua avó Doris é uma mulher sensitiva e isso foi sempre presente na sua vida. Jeremy é intransigente e não consegue passar imparcialidade quando o assunto é sobrenatural.  
Ela sabia que a avó às vezes pressentia coisas, Não tanto quanto a mãe dela. Mas, apesar de Doris quase nunca se explicar muito, Lexie tinha plena consciência de que o que ela pressentia sempre era verdade. Pág. 84 
O Milagre é um livro diferente dos outros de Sparks. Claro que segue a linha de um casal que se apaixona e aí existe toda a problematização da história, porém nesse livro não há aquele excesso de sentimentalismo como nos outros. Sou leitora de Nicholas Sparks, adoro a sua escrita e nessa segunda vez que li O Milagre, tive essa mesma sensação. Não existe no livro aquelas passagens que fazem os leitores chorarem ou sentir uma angústia pelo casal, que é tão característico das obras do autor. Esse livro demora para prender atenção, para história engrenar. Considero uma leitura leve, dentre os títulos já publicados por Sparks e a sua leitura é recomendada para os leitores do autor. 
Naquele instante, ela percebeu que a mensagem no olhar dele refletia aquela que havia em seu próprio olhar. Pág. 206

Comentários
11
Compartilhe

11 comentários:

  1. Olá, Auri.
    Ao contrário de você, não gosto muito do Nicholas Sparks. Acho-o pouco envolvente e bem previsível. Nas primeiras páginas você já tem uma ideia bem clara do que vai acontecer.
    A premissa desse livro não me enche os olhos e por mais que exista uma carga menor de sentimentalismo, não leria. Esse tipo de livro não funciona para mim.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  2. Eu até gosto do Sparks, não li todos os seus livros, mas já li boa parte deles. Alguns que não li, ainda quero ler, mas O Milagre é um dos únicos que nunca me interessei, já li algumas resenhas sobre ele, mas nunca tive realmente vontade de ler, e a falta de vontade continua, acho que o livro não me encantou tanto assim.

    ResponderExcluir
  3. Não gosto dos livros do Nicholas Spark, eu até tentei ler algumas vezes os livros dele mas sempre acabo travando e não consigo passar das primeiras paginas, por mais bem que o livro seja eu não consigo gostar, mesmo assim obrigado pela dica, talvez algum dia eu consiga ler os livros dele

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nenhum livro do Nicholas Sparks, apesar dos diversos comentários positivos que já vi sobre os livros dele e por a maioria dos livros se não todos, serem de romance e eu adorar romance, não consigo me interessar por nenhum, mas esse livro parece ser bom, quem curte os livros dele vai gostar, e a resenha está muito boa.

    ResponderExcluir
  5. Estou doida pra ler esse livro, curto muito a escrita do Nicholas Sparks e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais curiosa em conferi essa história.

    ResponderExcluir
  6. Eu estava comprando livros no site, daí me apareceu esse livro por 5 reais, eu loucamente comprei, por ser um livro do Sparks que é o autor com mais livros na minha estante, amo demais ele e nem me importei em ler sinopse, resenhas, nem nada, mas quando fui ler não consegui sair do primeiro capitulo, a leitura simplesmente não fluía, então abandonei a leitura e desfiz do livro.

    ResponderExcluir
  7. Tb sou leitora de Nicholas Sparks e mta gente falou isso mesmo desse livro. Que não é aquela choradeira.. Hehe.
    Eu fiquei interessada em conhecer o livro e gostei da trama. Mexe com as crenças q cada um tem e acho q é livro diferente do q estamos acostumados.
    Mto bom saber q é uma leitura leve, as vezes precisamos ne?
    Eu ja estou com o livro eu vou ler esse ano!
    Bjus

    ResponderExcluir
  8. Auri!
    Ganhei esse livro e estou com ele aqui para leitura e quero ver se consigo ler em breve, porque adoro todos os livros do Tio Nick, são sempre bem emocionantes.
    “A alegria evita mil males e prolonga a vida.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  9. Amoooooo esse livro! A maioria das pessoas não gostam, mas é o meu preferido depois de O Casamento! Ainda não li todos do tio Nick, só 10 de 17 eu acho ou 18, rs
    amo todos, apesar de na maioria, o final me decepcionar.
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Devo ser a única pessoa que ainda não leu nada do Sparks, mas esse está me chamando atenção há muito tempo, ainda mais depois da capa ser mudada para essa que é linda de doer. Fiquei feliz em saber que não há sentimentalismo em excesso, porque isso me cansa.

    ResponderExcluir
  11. Todo mundo que os livro do Nicholas sabe que: Nicholas é Nicholas, com seus livros adaptados a filmes ou não. O Milagre me encantou mesmo tendo o mesmo dos mesmo, começado com um casal que tem problemas e tal, mais achei ele diferente.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações