14 de ago de 2015


[Resenha] À Procura de Audrey - Sophie Kinsella

Ficha Técnica

Título: À Procura de Audrey
Título Original: Finding Audrey
Autor: Sophie Kinsella
ISBN: 978-85-01-10463-2
Páginas: 336
Ano: 2015
Tradutor: Glenda D'Oliveira
Editora: Galera Record
bananaAudrey, 14 anos, leva uma vida relativamente comum, até que começa a sofrer bullying na escola. Aos poucos, a menina perde completamente a vontade de estudar e conhecer novas pessoas. Sem coragem de sair de casa e escondida por um par de óculos escuros, a luz parece ter mesmo sumido de sua vida. Até que ela encontra Linus e aprende uma valiosa lição: mesmo perdida, uma pessoa pode encontrar o amor.


Resenha


Então lindos, eu AMOOOOO os livros da Sophie e quando soube que a diva viria à Bienal do Rio desse ano para lançar um novo livro, logo quis ler, ainda mais por ser diferente do que ela está acostumada a escrever. Amei os livros dela O Segredo de Emma Corrigan, A Lua de MelFiquei com o seu número e ainda pretendo ler os demais, mas enquanto isso, À Procura de Audrey me encantou, além de ser um preparativo para o encontro com a linda dia 12/09 na Bienal.

Selo-Parceiros-Galera JuniorNesse livro, voltado ao público jovem, a Sophie nos apresenta, em uma narrativa em primeira pessoa, Audrey, uma garota de 14 anos que passou por alguns problemas sérios recentemente. A personagem não deixa explícito o que de fato aconteceu com ela, mas sabemos que há alguns meses, quando o "incidente" ocorreu, e que havia bullying envolvido, ela deixou a escola, onde três garotas foram expulsas na mesma ocasião e agora aguarda para recomeçar o ano letivo em outra escola. Entretanto, ela sofre com transtornos de ansiedade social e geral além de episódios depressivos, por isso faz tratamento para conseguir retomar um pouco de controle sobre sua vida, afinal, a única coisa que consegue é interagir de maneira mediana com sua família e sua terapeuta. Nem consegue olhar nos olhos das pessoas e por isso usa constantemente óculos escuros.
Ao olhar diretamente nos olhos, sua alma inteira pode ser sugada em um nanossegundo. É a sensação que dá. Os olhos dos outros são ilimitados, e isso me assusta.
Pág. 34
Para ajudá-la, a mãe de Audrey deixou de trabalhar e vemos como a interação dessa família é peculiar, onde percebemos o traço já característico da Sophie, utilizando muito humor para abordar os temas. A adolescente tem um irmão mais velho, Frank, e um irmão mais novo, Felix. É por conta de Frank que ela conhece Linus.

Segundo a mãe de Audrey, e do Daily Mail (jornal que ela lê constantemente e acredita como verdade absoluta), Frank é um viciado em jogos de computador, por isso ela está decidida a intervir nessa situação, para que seu filho tenha outras prioridades na vida. Linus é um dos amigos de Frank que joga em sua equipe de LoC (um jogo de computador, jogado em equipe) e ambos precisam treinar muito para o campeonato, que tem como prêmio 6 milhões de dólares. É nessas visitas que Linus tenta se aproximar de Audrey, mas como ela tem problemas em se relacionar com as pessoas, dá para imaginar como será o início desse contato, não é mesmo?!
Falam de "linguagem corporal", como se fosse igual para todo mundo. Contudo, cada um tem seu dialeto próprio. Para mim, neste instante, por exemplo, girar o corpo para o outro lado e encarar regidamente um cantinho da sala é o mesmo que dizer "gosto de você". Pois não fugi nem me tranquei no banheiro.
Espero apenas que ele se dê conta disso.
Pág. 97
Gostei bastante dos personagens criados pela Sophie para esse livro além da forma como ela abordou os transtornos vividos pela Audrey. Claro que eu queria que algumas coisas ficassem mais claras, mas fiquei feliz com a conclusão do livro. Claro que tem romance, mas o foco do livro é na batalha de Audrey para ser uma garota normal.

Esse não será meu livro favorito da Sophie, ainda prefiro os chick-lits, mas sem dúvida me agradou com sua maneira doce e sutil para abordar assuntos complexos.
Acho que entendi que a vida é tipo uma escalada: você cai e se levanta de novo. Então não importa se der uma escorregada. Contanto que esteja mais ou menos caminhando para cima. Isso é tudo que se pode esperar. Seguir mais ou menos para cima.
Pág. 332 




Comentários
13
Compartilhe

13 comentários:

  1. Aí Lay, me leva na sua mala, kkkkkk
    Eu amo os livros da Sophie, amo o jeito descontraído da leitura, e esse livro, ainda não li, mas está na minha pequena, grande lista. Como esse é um livro diferente do que ela costuma escrever, vai ser uma nova descoberta de vertentes dela. Espero gostar.

    ResponderExcluir
  2. Eu já ouvi falar muito da autora, mas nunca li nadinha dela, mas essa resenha me deixou de queixo caido, nunca pensei que ela fosse uma autora de assuntos fortes assim, já preciso desse livro, me dê kkkkk

    Adorei sua resenha, de verdade!


    Hey! Da uma passadinha lá no Estandy Books - A Estante da Andy


    ResponderExcluir
  3. Adorei! O livro parece ser muito bom, já deu para ver pela resenha e pelas quotes. Sou louca para ler também Fiquei com seu Número! Beijos
    http://chuvacobertaelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, Lay.
    Apesar de tratar de um assunto interessante, o bullying, esse livro eu não leria. Geralmente essas obras juvenis não me atraem e não me convencem. Acho que estou ficando velho. haha
    Ótima resenha, mas dessa vez eu passo a leitura.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  5. Também amo os livros da Sophie Kinsella, sua escrita é ótima, estou doida pra ler, parece bem diferente dos que já li dela, estou super curiosa, muito legal esse vídeo que ela gravou pra Bienal.

    ResponderExcluir
  6. Já tinha visto falar sobre ela, mas não li nenhum dos livros dela, mas estou curiosa por todos os comenatrios positivos sobre a escrita dela. Muito legal ter gravad um video e com certeza pretendo ler algum dia esse livro

    ResponderExcluir
  7. Esse livro parece ser bem interessante, adorei a resenha.
    No momento não sei se leria, mas talvez futuramente.
    A história parece ser boa, e como tem um romance fiquei interessada e curiosa em relação a história.

    ResponderExcluir
  8. Eu li apenas um livro da Sophie, que foi Fiquei com seu número e me apaixonei pela forma que ela prende o leitor. E desde o mochilão da record me encantei por esse livro, amei sua resenha!

    ResponderExcluir
  9. Tb sou fã de chick lit e qdo soube desse livro eu fiquei surpresa pelo assunto e quero ler pra saber como a autora tratou do assunto.
    Vejo q teve pontos nao mto explicados, mas q no geral é aceitável tudo.
    Achei a capa bonita, e fiquei curiosa pra conhecer o livro e todos esses problemas e como foram tratados.
    Bjus

    ResponderExcluir
  10. Lay!
    Adoro os livros da Sophie porque são sinônimos garantidos de risadas e boas leituras.
    Achei a protagonista bem novinha e espero não me decepcionar com essa leitura.
    “A alegria evita mil males e prolonga a vida.”(William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li nenhum da Sophie mas quero lê-la logooooo!
    E acho que comecei logo pelo À procura de Audrey, porque ameeeeei a premissa e também resenhas que leio sobre ele não tem deixado a desejar não! O livro parece ser fera mesmo!!!
    Já passei por bullying e sei o quanto é duro e difícil dar a volta por cima, então gosto muito de ler esse livros para aprender, refletir...
    bjs

    ResponderExcluir
  12. Adoro os livros da Sophie e fiquei feliz ao saber que ela estará na Bienal, por mais que eu não vá poder ir. Mas gostei também de ver ela saindo o gênero de sempre, o que me deu vontade de conhecer o novo lado da autora. Acho que vai me agradar!

    ResponderExcluir
  13. Eu já disse que amo pessoas que abordam assuntos como o bullying que são abordados nos livros. E pelo ue vejo a autora sobre enquadra muito bem cada palavra.
    O livro é fofinho pela capa, e eu quero muito conhecer Audrey.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações