28 de ago de 2015


[Resenha] Segredos de uma Noite de Verão - Lisa Kleypas

Ficha Técnica

Título: Segredos de uma Noite de Verão
Título Original: Secrets of a Summer Night
Autor: Lisa Kleypas
ISBN: 978-85-8041-427-1
Páginas: 288
Ano: 2015
Tradutor: Janaína Senna
Editora: Arqueiro
16Apesar de sua beleza e de seus modos encantadores, Annabelle Peyton nunca foi tirada para dançar nos eventos da sociedade londrina. Como qualquer moça de sua idade, ela mantém as esperanças de encontrar alguém, mas, sem um dote para oferecer e vendo a família em situação difícil, amor é um luxo ao qual não pode se dar. Certa noite, em um dos bailes da temporada, conhece outras três moças também cansadas de ver o tempo passar sem ninguém para dividir sua vida. Juntas, as quatro dão início a um plano: usar todo o seu charme e sua astúcia feminina para encontrar um marido para cada, começando por Annabelle. No entanto, o admirador mais intrigante e persistente de Annabelle, o rico e poderoso Simon Hunt, não parece ter interesse em levá-la ao altar – apenas a prazeres irresistíveis em seu quarto. A jovem está decidida a rejeitar essa proposta, só que é cada vez mais difícil resistir à sedução do rapaz. As amigas se esforçam para encontrar um pretendente mais apropriado para ela. Mas a tarefa se complica depois que, numa noite de verão, Annabelle se entrega aos beijos tentadores de Simon... e descobre que o amor é um jogo perigoso. No primeiro livro da série As Quatro Estações do Amor, Annabelle sai em busca de um marido, mas encontra amizades verdadeiras e desejos intensos que ela jamais poderia imaginar.

Resenha


Estava muito ansiosa para iniciar a série "As Quatro Estações do Amor", afinal a Lisa Kleypas se tornou minha queridinha com a série Os Hathaways. Na linha do tempo, "As Quatro Estações do Amor" acontece antes d'Os Hathaways. Inclusive temos o Hotel Rutledge como cenário, o conde Westcliff (que apareceu apenas como coadjuvante na série seguinte), enfim, elas se misturam e já adorei isso. Outra coisa que me chamou a atenção foi o fato das protagonistas da série serem quatro solteironas, que aparentemente não têm motivo para isso, a não ser as antiguadas regras da sociedade em que viviam.

Arqueiro_parceria522Bem, mas nesse primeiro livro da série, Annabelle Peyton, Evangeline Jenner e as irmãs americanas Lilian e Daisy  Bowman se conhecem e, depois de tomarem um verdadeiro chá de cadeira em diversos eventos da temporada, elas acabam se tornando amigas e decidem investir pesado para garantir que todas desencalhem (gente, sério, adorei essas meninas e quando se juntam então, kkk) e como Annabelle é a mais velha delas, é a primeira missão. Claro que isso não será fácil, afinal a temporada está acabando e as chances de alguma delas se casar até ela acabar é mínima. Aos vinte e cinco anos e finalizando sua quarta temporada, Annabelle se vê em uma situação muito complicada. Embora tenha sido criada para ser uma dama da sociedade, com a morte do pai as finanças da família foram ficando cada vez mais escassas e, sem um dote para oferecer, é praticamente impossível conseguir um casamento aceitável.
- Você não é ninguém se não for casada com um nobre - assegurou Annabelle. - Na Inglaterra, a nobreza é tudo. Ela determina como os outros vão tratá-la, as escolas que seus filhos irão frequentar, os lugares a que será convidada... Determina todos os aspectos da sua vida.
Pág. 61
Vendo a situação dentro de casa piorar drasticamente, ela sabe que não conseguirão sobreviver até a próxima temporada, sem recursos para comprar alimentos, roupas e manter o irmão na escola. Ou casa-se ou aceita se tornar amante de um dos muitos nobres que vem esperando ansiosamente por essa oportunidade.

Com a ajuda das amigas, Annabelle vê uma luz no fim do túnel. Com apenas dois solteiros aceitáveis disponíveis no momento e um deles já a dispensou com toda a categoria (o próprio Westcliff), resta apenas lorde Kendall, mesmo sabendo que ele é tímido e pacato demais para ela, não pode se dar ao luxo de escolher muito. Mas existe um aspecto do seu plano que ela e as amigas não pensaram: Simon Hunt. O jovem empresário não esconde sua admiração por ela, mas, sendo filho de um açougueiro e sem um título ela mantem-se o mais afastada possível dele, mas ele não desiste facilmente.

Simon Hunt sempre correu atrás dos seus objetivos. Desde que deixou de trabalhar com o pai e descobriu que era bom fazendo dinheiro no mercado financeiro, com investimentos em diversos seguimentos sua vida só melhorou financeiramente. Mas, mesmo com todo o dinheiro que tinha, não poderia comprar o que ele mais queria ter: Annabelle Peyton.

Há dois anos Simon viu Annabelle pela primeira vez e ficou completamente encantado com a jovem, mas ela logo o rechaçou devido sua origem e a forma como ficou rico, afinal não era concebível para a sociedade da época um homem que trabalhava e se orgulhava da forma como ganhava seu dinheiro (imagine só!?, hoje isso é pré-requisito, kkkk). Entretanto, no que parece ser o último evento social da temporada as coisas podem mudar.
Que Deus o ajudasse se Annabelle viesse a descobrir o poder que tinha sobre ele. Um poder que representava uma ameaça perigosa tanto para o seu orgulho quanto para seu autocontrole. Ele queria possuir cada parte do corpo e da alma dela, de todas as formas íntimas e concebíveis. A profundidade da paixão que ela vinha despertando nele o surpreendeu.
Pág. 127
Com algumas semanas em Hampshire, na propriedade do conde Westcliff, Annabelle e suas amigas farão de tudo para que lorde Kendall caia nas garras da jovem e assim possam garantir o sucesso de sua primeira missão. Ver essas jovens confabulando é extremamente hilário, as diferenças de criação entre as inglesas e as americanas, muito mais livres e independentes. Não é à toa que Lilian Bowman (a irmã mais velha) logo assume a liderança desse quarteto.

Mas não é só de Kendall que Annabelle acaba se aproximando em Stony Cross Park, afinal Simon jamais deixaria passar a oportunidade de ficar o mais próximo possível dela. Quanto mais eles interagem, mais Annabelle descobre novas facetas de Simon. E ver a evolução do relacionamento entre eles é maravilhoso, ela principalmente, sem querer assumir a forte atração física que existe entre os dois.

Além da interação dos protagonistas, seus diálogos inteligentes não podemos deixar de falar da amizade das garotas, a nova visão que as americanas trazem para Annabelle e Evie, de não serem tão submissas, de irem atrás do que desejam. Estou ansiosa para ler os demais livros da série para conhecer melhor as outras garotas. Já no próximo livro, "Era uma vez no Outono", teremos a tentativa da Lilian Bowman de conseguir um marido (esse será "O" livro!!) e teremos muito mais confusão, disso eu tenho certeza.
Deixe-me mimá-la - sussurrou. - Deixe-me cuidar de você. Nunca teve alguém que lhe desse suporte, não é?
Pág. 191
Agora é torcer para que a Arqueiro lance logo os outros livros da série ;) Enquanto isso, vejam as capas deles.



Comentários
11
Compartilhe

11 comentários:

  1. Ainda não li nenhum livro da Lisa Kleypas, e acho que não vou demorar muito pra ler, é a segunda resenha bastante positiva que leio desse livro, e estou com muita vontade de ler. O bom da Arqueiro é que ela não demora muito para lançar seus livros. Não precisamos esperar tanto.

    ResponderExcluir
  2. Ainda não li nenhum livro da autora, mas a resenha dessa me chamou a atenção porque as protagonistas são um pouco mais independentes do que o comum. Além disso, acho que nunca acompanhei um romance de época em que as mulheres fossem americanas. Em geral, são britânicas.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de agosto. Serão dois vencedores.

    ResponderExcluir
  3. Estou doida pra ler esse livro, a escrita da Lisa Kleypas é ótima, amei a série Os Hathaways e cada resenha que leio dele me deixa ainda mais ansiosa em conferi essa história, estou torcendo muito pra editora Arqueiro lança logo os outros livros da série.

    ResponderExcluir
  4. Lay!
    O ruim das séries é isso, né? Ficar esperando pelo próximo volume, por isso, só leio as séries agora se estiver com todos os exemplares em mãos. A menos que possam ser lidos de forma independente.
    Adoro a autora, já li outros livros dela que sempre me fazem bem e quero ler essa série.
    “A nossa maior glória não reside no fato de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda.”(Oliver Goldsmith)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li nenhum da Lisa Kleypas mas estou loooooucaaa para ler os Hathaways, gente, que capas lindas são aquelas???!! EU AMO!
    E as histórias são ótimas também! Agora quero correr e ler a outra série e também é claro, queor essa nova, que tem capas incríveis também!
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Amando essa nova série da Lisa Kleypas e sem falar nas capas.... so tinha visto essa do verão que tinha sido lançada, mas vendo todas agora ja quero mtooooo!
    Gostei mto da ideia das 4 solteironas se unirem para mudar o seu destino, pq nessa epoca, se a moça nao tem marido, ela nao tem nada. Já vi que vou me apaixonar pelas 4 e com certeza quero ler tudoooo.
    A resenha esta mto boa, deu pra ter uma ideia do que podemos encontrar no livro.
    Bjus

    ResponderExcluir
  7. Como eu quero essa série As Quatro Estações do Amor, eu acho lindas essas capas, sua resenha esta muito boa, estou super ansiosa para começar a ler a série.

    ResponderExcluir
  8. Quero muito ler essa série, desde quando foi apresentado num evento, a história me encantou, e a cada resenha nova que leio me dá mais vontade ainda de adquirir os livros.

    ResponderExcluir
  9. Quero muito esse livro por causa desses acontecimentos na vida de Annabelle, que tem que fazer escolhas para uma melhor condição de vida. A série tem umas capas lindas.

    ResponderExcluir
  10. Já tinha visto falar sobre esse livro, mas ainda não li nada da autora. A capa é linda e pelo que pude ver na sua resenha a história parece ser muito boa, então pretendo dar uma chance ao livro

    ResponderExcluir
  11. Amo a escrita da Lysa e os livros dela, então não tive dúvida alguma de que amaria esse também quando vi o lançamento. Ela sempre é bem fiel às características da época e a gente se apegar aos personagens. Amei a resenha!

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações