30 de out de 2015


[Resenha] O Conde Enfeitiçado - Julia Quinn

Ficha Técnica

Título: O Conde Enfeitiçado
Título Original: When he was wicked
Autor: Julia Quinn
ISBN: 978-85-8041-440-0
Páginas: 304
Ano: 2015
Tradutor: Claudia Costa Guimarães
Editora: Arqueiro
16Toda vida tem um divisor de águas, um momento súbito, empolgante e extraordinário que muda a pessoa para sempre. Para Michael Stirling, esse instante ocorreu na primeira vez em que pôs os olhos em Francesca Bridgerton. Depois de anos colecionando conquistas amorosas sem nunca entregar seu coração, o libertino mais famoso de Londres enfim se apaixonou. Infelizmente, conheceu a mulher de seus sonhos no jantar de ensaio do casamento dela. Em 36 horas, Francesca se tornaria esposa do primo dele. Mas isso foi no passado. Quatro anos depois, Francesca está livre, embora só pense em Michael como amigo e confidente. E ele não ousa falar com ela sobre seus sentimentos – a culpa por amar a viúva de John, praticamente um irmão para ele, não permite. Em um encontro inesperado, porém, Francesca começa a ver Michael de outro modo. Quando ela cai nos braços dele, a paixão e o desejo provam ser mais fortes do que a culpa. Agora o ex-devasso precisa convencê-la de que nenhum homem além dele a fará mais feliz. No sexto livro da série Os Bridgertons, Julia Quinn mostra, em sua já consagrada escrita cheia de delicadezas, que a vida sempre nos reserva um final feliz. Basta que estejamos atentos para enxergá-lo.

Resenha


Não é segredo para ninguém que eu amo romance de época, muito menos que eu amo Os Bridgertons da Julia Quinn, tanto que, quando soube que a diva vinha ao Brasil fiquei completamente alucinada, ainda mais porque ela veio à Salvador.

Arqueiro_parceria522Depois que conhecemos os finais felizes dos irmãos: Daphne, Anthony, Benedict, Colin e Eloise, chegou a hora de conhecermos a sexta irmã, Francesca. Cronologicamente, a estória do livro se passa em paralelo aos livros Os Segredos de Colin Bridgerton e Para Sir Phillip, Com Amor. Francesca sempre foi uma das mais quietas das irmãs Bridgerton e pouco conhecemos dela ao longo dos outros livros, então a curiosidade finalmente será saciada nesse livro. Ela teve a sorte de casar-se com John Stirling, o conde de Kilmartin e viver um casamento de amor e cumplicidade. Junto com o marido ela ganhou um grande amigo, Michael Stirling, primo de John. Os dois foram criados juntos e são praticamente irmãos.

Michael sempre teve a fama de ser um conquistador, um libertino inveterado. Mas ele conheceu Francesca Bridgerton. Para sua infelicidade, ela seria esposa de seu primo em menos de 36 horas, o que a tornava inatingível. Para completar, teria de conviver normalmente com o casal, pois não poderia afastar-se de uma hora para a outra do primo, com quem foi criado como irmão e sustentar a amizade com Francesca era tudo que poderia ter dela.
Não cobiçarás a mulher do teu primo.
Moisés deve ter se esquecido de anotar esse.
Pág. 15
Quando iniciamos o livro, o casal já está casado há dois anos e vivem um casamento maravilhoso, para Francesca era tudo que ela sonhava. Mas logo uma tragédia se abate sobre sua vida. Ao se ver viúva tão jovem, ela vê seu mundo perfeito desmoronar. Claro que a dor não incide apenas sobre ela, como também em Michael, que sente perder um irmão, além do fato de ter passado anos amando escondido a mulher do primo e ainda por cima ser o herdeiro do título.

Como novo conde de Kilmartin, Michael se vê assumindo o lugar do primo, lugar esse que ele nunca desejou, nunca almejou, ao contrário do que muitos da aristocracia poderiam imaginar, mas ele tinha apenas uma certeza: precisaria ficar longe de Francesca, mesmo que ela precisasse de sua amizade nesse momento, mas ele não poderia ficar próximo dela e acabar fraquejando diante de sua resolução.
Em toda vida ocorre um momento decisivo. Um instante tão extraordinário, tão claro e tão nítido que temos a sensação de havermos sido golpeados no peito, deixados sem fôlego, sabendo, sabendo, sem a menor sombra de dúvida, que nossa vida jamais será a mesma.
Pág. 09
Temos um salto de quatro anos na estória, período no qual Michael ficou na Índia enquanto Francesca cuidava de todas as propriedades do conde. Claro que o que Michael fez foi fugir, Francesca só não tinha noção de que ela era boa parte desse motivo de fuga. Nesse tempo que pulamos, Francesca já aceita um pouco mais a morte repentina do marido, mas sente-se só, mesmo vivendo na mesma casa que a sogra e a mãe de Michael na maior parte do tempo na Escócia e em Londres próxima de sua família. O que ela quer é um filho, mas para isso ela precisará deixar o luto de lado definitivamente e casar-se, algo que ela nunca sequer cogitou.

Acaba coincidindo de Michael voltar à Inglaterra no mesma temporada em que Francesca volta aos bailes londrinos em busca de um marido. Claro que as coisas agora estarão diferentes, afinal, quatro anos com uma distância tão grande pode afetar uma grande amizade, além de como essa distância foi "imposta".
Em algum lugar, nos recantos mais nebulosos de sua mente, Francesca sabia que aquilo era errado, que era mais do que errado: era insano. Mas não conseguiria ter se movido nem se as labaredas do inferno estivessem lambendo os seus pés.
Pág. 176
Confesso que estava muito curiosa para saber muito mais sobre a Francesca. A Julia nos apresentou um pouco mais de sua personalidade e deu para entendermos em parte porque ela praticamente não aparece nos livros anteriores. Outro fato que me deixou curiosa era de como a Julia conduziria essa estória, afinal no final do livro Para Sir Phillip, Com Amor já tínhamos o primeiro capítulo de O Conde Enfeitiçado e nos perguntamos, como será isso? Apaixonado pela esposa do primo?? Mas eu adorei como tudo se desenrolou, como ambos lidaram com a amor que crescia, a culpa que os consumia e todo o contexto por trás da situação que viviam.

Mais uma vez a diva me encantou com sua narrativa fluída e encantadora, seus personagens que nos cativam e não deixam que desgrudemos deles até que o livro acabe e fiquemos desesperados pelo próximo da série. Estou aqui de dedos cruzados para que a Editora Arqueiro, que vem caprichando na diagramação e cuidado com os livros que publica, lance ainda esse ano Um Beijo Inesquecível.

Compare e Compre
Comentários
11
Compartilhe

11 comentários:

  1. Oi ...
    Morro de vontade de ler algo da Julia Quin , porém , essa série me deixa desanimada porque já peguei alguns spoiler dos livros anteriores , então , fica meio difícil começar a leitura .
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Sou louca pra completar essa série, ainda não li nenhum livro dela, mas já tenho os dois primeiros livros dessa série!

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não havia lido nem um livro da Julia Quinn ai li tantos comentários positivos referentes a essa série que acabei comprando o primeiro livro da série O Duque e Eu, que no caso, terminei de ler hoje, e simplesmente amei, a história, o romance, tudo, por esse motivo estou muito ansiosa para comprar o restante dos livros da série, inclusive O Conde Enfeitiçado.
    Sua resenha está muito boa e pretendo ler o restante dos livros da série em breve.

    ResponderExcluir
  4. Não li nenhum livro da série.. mas tudo que li sobre, me animou para mergulhar numa leitura sobre as de Julia Quinn. Mas preciso confessar, que referente a este livro, a resenha me animou muito mais, do que a sinopse em si.

    ResponderExcluir
  5. Olá!!
    Também amo romances de época, são muito lindos, e a Julia Quinn é muito fera nesse quesito, esse livro eu ainda não li, mais nem precisava ter lido sua resenha pra saber que p livro é ótimo afinal é da diva que estamos falando. Sua resenha ficou muito boa, me deixou mais ansiosa pra ler do que ja estava.
    Bjocas

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda não li nenhum livro da Julia Quinn, ainda tentei comprar os livros na Americanas, mas desisti por causa do frete absurdo. Mas desejo muito começar a ler a série. Espero que seja logo.

    ResponderExcluir
  7. Tenho muita vontade de ler essa coleção da Julia Quinn, gosto muito de ler romances de época. Gostei da resenha e quero saber como essa historia vai acabar.

    ResponderExcluir
  8. Amei a resenha! e apesar de já ter lido todos os livros da serie sempre que eu vejo uma resenha dos livros eu paro para dar uma olhada e não me decepciono.

    ResponderExcluir
  9. faz um tempo que estou namorando os livros da Julia Quinn, acho as capas um amor. qualquer dia desses estarei lendo um livro desses.

    ResponderExcluir
  10. Já falei que amooo a Julia Quinn? Pra mim é a melhor autora de romances de época!
    Bom saber que a narrativa continua encantadora, e realmente ela sabe escrever de uma forma q a gente nao nota as páginas do livros de tao gostoso.
    Acho que vou gostar mto do livro, ainda nao li, ainda mais que fala mais da Franscesca, que a Julia nao fala mto nos livros anteriores.
    Arqueiro é a mais linda das editoras, haha.
    Beijos.

    https://meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Isso de se apaixonar pela esposa do primo pode dar um livro incrível ou um livro que eu vá detestar, mas só dá para saber mesmo lendo. rs Sim, eu sou bem chato, eu sei. haha
    Porém, se você teve uma opinião tão positiva, acredito que exista uma boa possibilidade de gostar da obra. Além disso, fiquei interessado para conhecer a Francesca.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro. Serão seis livros para três vencedores.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações