9 de out de 2015


[Resenha] Para todos os garotos que já amei - Jenny Han

Ficha Técnica

Título: Para todos os garotos que já amei
Título Original: To all the boys I've loved before
Autor: Jenny Han
ISBN: 978-85-8057-726-6
Páginas: 320
Ano: 2015
Tradutor: Regiane Winarski
Editora: Intrínseca
17Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.


Resenha


Desde que vi esse livro na Turnê Intrínseca desse ano eu fiquei curiosa para ler a estória da Lara Jean, porque só de imaginar uma garota de 16 anos que escreveu cartas para seus ex-amores, conseguia visualizar a quantidade de confusão que isso geraria. Mesmo escrevendo as cartas apenas para si, sem saber como, elas foram enviadas aos destinatários e a confusão que veio dessa situação é incrível. Não conhecia a escrita da Jenny Han, mas adorei a forma leve como ela abordou temas reais como amor, amizade, perdão, recomeço, aceitação.

SELO BLOGLara Jean é a irmã do meio. Após a morte da mãe, Lara Jean e a irmã mais velha, Margot, tiveram que crescer rapidamente. Mesmo contando ainda com a presença do pai, as duas sentiram-se responsáveis por ajudá-lo a cuidar da casa e da irmã mais nova, Kitty. Enquanto vemos o quanto Margot é decidida, independente e Kitty é determinada, Lara Jean está ali no meio, a nerd, meio invisível para todos ao seu redor, entretanto com a partida de Margot para faculdade (na Escócia!!) ela assumirá as rédeas da casa e do cuidado com a família.

Mas não é apenas isso que moverá a vida de Lara Jean, diz o título do livro e vimos na sinopse, ela escreve cartas para seus ex-amores, mas quando essas cartas são enviadas aos seus destinatários sem que ela saiba como, muita confusão acontece.
Não são cartas de amor no sentido mais estrito da palavra. Minhas cartas são de quando não quero mais estar apaixonada. São cartas de despedida. Porque, depois que escrevo, aquele amor ardente para de me consumir. (...) Se o amor é uma possessão, talvez minhas cartas sejam meu exorcismo. As cartas me libertam. Ou pelo menos deveriam.
Pág. 07
Mesmo tendo se apaixonado cinco vezes na vida, Lara Jean nunca namorou e quanto mais a conhecemos, mais entendemos a personagem, seus medos. Como é sempre ser comparada com as irmãs, ser a diferente na escola por sua descendência coreana, por ser tímida, sem amigos.
(...) É assustador quando é real. Quando não é só na sua imaginação, mas, tipo, ter uma pessoa de verdade na sua frente, com, sei lá, expectativas e vontades.
Pág. 174
Quando as cartas chegam aos seus destinatários e estes a "confrontam", levam-na a encarar alguns de seus medos ou a meter os pés pelas mãos para sair dessa saia justa, o que nos mostra uma Lara Jean divertida e disposta a resolver seus problemas.

Não apenas me encantei com a protagonista. A forma como a Jenny construiu todos os personagens deu muita veracidade a estória criada, mas a Kitty, o Peter e o Josh foram os meus favoritos. A garota, de apenas 09 anos, é muito determinada, decidida, impulsiva, além de parecer em diversos momentos ser mais velha do que de fato é. Josh é o vizinho, amigo da família a anos e o namorado de Margot, aquele que está ali do lado sempre. O que mais gostei nele foi o fato dele entender Lara Jean tão bem, a amizade é tanta que eles praticamente se entendem apenas com o olhar. Já o Peter começou como uma incógnita, fiquei com o pé atrás com ele, mas quanto mais os capítulos avançavam, mais eu gostava dele, da sua forma despreocupada de encarar as situações, algo que a Lara Jean de fato precisava em sua vida.
- Deus, e agora você é uma especialista no amor? Você gostou de uns cinco caras na vida. Um era gay, um mora em Indiana ou Montana ou qualquer outro lugar, o McClaren se mudou antes que alguma coisa pudesse acontecer, o outro (...). Ah, e tem eu. Hum... O que todos nós temos em comum? Qual é nosso denominador comum, hein?
(...)
- Você só gosta de caras com quem não tem chances, porque tem medo. Do que você tem tanto medo?
Pág. 279
Não é apenas de romance que trata o livro como já disse desde o início, ver o amadurecimento da Lara, a forma como ela passa a encarar suas relações familiares, as amizades, as situações diárias me encantou e já estou super ansiosa pela publicação da sequência, P. S.: Ainda Amo Você, que espero que seja publicada o quanto antes pela Intrínseca.

Um livro lindo, encantador, emocionante sobre relações pessoais, família, crescimento, sem dúvida, um livro que agradará o público de diversas idades.

Onde comprar: Buscapé
Comentários
13
Compartilhe

13 comentários:

  1. Eu sou louca pra ler esse livro, só pelo tema e pela capa - mesmo sabendo que não se deve julgar o livro pela capa - tanto que aqui foi a primeira vez que li a sinopse e junto com ela uma resenha maravilhosa só aumentou a minha vontade de ler, e que bom que terá sequência.

    ResponderExcluir
  2. Oi ...
    Estou desejando esse livro já faz um tempão e até hoje nada de comprar rsrsrs...
    Ainda não estava sabendo dessa continuação ! Agora mais do que nunca quero ler para não ficar atrasada :)
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá, Lay.
    O romance em si não me chama a atenção, mas acredito que gostaria de acompanhar o crescimento da protagonista e a forma que ela será obrigada a confrontar os seus medos.
    Ótima dica!

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro. Serão seis livros para três vencedores.

    ResponderExcluir
  4. Desde a turnê Intrínseca, eu estou super ansiosa por esse livro.
    Até agora, achei a sua resenha a melhor que já li desse livro. Algumas outras não souberam captar a essência do livro.
    Só acho que o livro, pelo menos pra mim, não necessita de uma continuação.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  5. Desde que eu li a primeira resenha sobre ele que eu quero le-lo e a cada resenha a vontade aumenta. O titulo do livro explica bem sobre o livro e achei legal a ideia da autora fazer a personagem escrever cartas para o garotos que ela amou, com certeza pretendo ler. Amei a sua resenha

    ResponderExcluir
  6. achei bem interessante a resenha e embora eu tenha o livro em casa no momento a leitura não me chamou atençao, vou deixar pra ler ele mês que vem

    ResponderExcluir
  7. Esse livro vem me perseguindo há um bom tempo, e depois de ler essa resenha vou ter que ler de todo jeito! kkkk

    ResponderExcluir
  8. Gostei do título e da capa logo de primeira..
    A sinopse, me agradou ainda mais...
    A resenha só venho acrescentar...
    Definitivamente, este vai para minha lista de desejados.
    Imagino que será uma leitura divertidíssima!

    ResponderExcluir
  9. Namoro esse livro há um tempo, li outra resenha que falava justamente que o melhor no livro era o amadurecimento da personagem, eu ainda não tive a oportunidade de ler, mas pretendo ler logo, parece ser um livro encantador.

    ResponderExcluir
  10. Ahhh..to louca pra ler logo esse livro, aidna mais que fiquei sabendo que tem continuação e achei que era livro unico.
    A sinopse ja nos deixa louca de curiosidade, nem me imagino na pele da Lara Jean, eu ia querer ficar debaixo da cama pra sempre!!!!!
    Fiquei interessada no crescimento do personagem e como tudo vai ser resolvido.
    Que bom que gostou do livro, me animou mais ainda a ler.
    Beijos

    https://fuxixiu.wordpress.com/
    https://meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Li muitos comentários positivos referentes a esse livro, e por esse motivo pretendo lê-lo, e parece ser uma leitura leve, e é muito bom quando a autora consegue transmitir o amadurecimento do protagonista no decorrer da história.
    Sua resenha está muito boa e pretendo ler, Para Todos Os Garotos que Já Amei em breve.

    ResponderExcluir
  12. Esse é o tipo de livro que mais gosto de ler, mas infelizmente não estou tendo muito tempo para ler. Espero que mês que vem consigo ler esse livro.

    ResponderExcluir
  13. Olá!!
    Romance sempre me agrada muito, e esse eu já ia ler por conta disso, mais agora vendo a resenha me apaixonei pela historia, porque quando envolve relações familiares e superações amadurecimentos isso me atraí de forma gigantesca. Amei conhecer o livro e quero muito muitissimo!!
    Bjocas.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações