13 de out de 2015


[Resenha] Três Dias Para Sempre - Janda Montenegro

Ficha Técnica

Título: Três Dias Para Sempre
Autor: Janda Montenegro
ISBN: 978-85-8163-658-0
Páginas: 272
Ano: 2015
Editora: Novo Conceito
41Quanto tempo você precisa para saber que está apaixonado? Uma semana? Um mês? Um ano? Line e Teo só precisaram de três dias. E, em três dias, eles vivem uma paixão que, pela sua vontade, duraria para sempre. Line mora sozinha no Rio, ainda juntando os cacos depois que o seu noivo a abandonou no dia do casamento. Sem um emprego decente, sem um amigo sequer e sem coragem de voltar para a sua cidadezinha natal, ela vê os dias passarem enquanto aguarda algum sinal do destino sobre qual caminho seguir. No ônibus ela conhece o brasiliense Teo, que está na cidade a passeio, curtindo o verão mais escaldante dos últimos mil anos. Olhares trocados, mensagens de texto e uma vontade incontrolável de se ver mais uma vez... É assim que começam as paixões mais gostosas. Para Line, poderia ser apenas uma distração (maravilhosa) para as noites quentes de Copacabana, seja nos barzinhos junto com a galera ou na (quase) privacidade do apê onde Teo está hospedado. O problema é que um coração cansado de sofrer se preenche com a maior facilidade e Teo não pode ir embora sem saber que mudou a vida dela para sempre.

Resenha


Não conhecia a Janda até que recebi o livro da Novo Conceito. Embora tenha ficado empolgada para fazer a leitura, a lista de livros para ler estava imensa, mas com a chegada iminente da Bienal do Rio, precisava ler o livro antes de encontrar a Janda por lá. E fio o que fiz, o devorei em dois dias.

Selo-Parceiros-Novo-Conceito42222322Como falei para a Janda no Instagram, curti a Eveline logo de cara, só por ela ser baiana, kkkkkk, mas quanto mais eu lia o livro mais eu adorava a estória. A Eveline (ou Line, como todos a chamam) é uma garota de 27 anos que no momento mora no Rio de Janeiro. Mas ao contrário do que imaginamos, a vida não está indo nada bem. Após ter deixado sua cidade natal (Barreiras) no interior da Bahia para se casar, ela foi abandonada pelo noivo no altar. Sim, acreditem! Não bastasse isso, ela não tinha onde ficar, nem um trabalho, afinal chegou na cidade maravilhosa uma semana antes do seu casamento e havia ficado hospedada no hotel onde a cerimônia seria realizada.

Depois do fiasco que foi o casamento, ela contou com a ajuda da Raffa, a recepcionista-chefe do hotel, que a abrigou em um dos quartos destinados aos funcionários e lhe deu um "emprego", mas isso já tinha seis meses e até o momento Line não tinha tomado um rumo na sua vida. Contando apenas com as gorjetas dos hóspedes e dos poucos serviços de transfer que fazia para o hotel, sua renda era mínima.
Eu não sei nem o que fazer com meu cabelo, que dirá com a minha vida!
Pág. 11
Trabalhando super cedo no primeiro dia do ano, quando todos ainda estavam de ressaca ou ainda curtindo a festa da virada, aguardando turista que chegariam no aeroporto, Line pensava em como precisava mudar sua vida, mas voltar para casa estava fora de cogitação. Após horas esperando os turistas, que não apareceram, ela decide voltar para o hotel, mas é no trajeto de volta que ela conhece dois jovens brasilienses que mudarão sua vida.
Talvez tudo que Eveline precisasse agora fosse encarar o novo ano com outros olhos, outras atitudes, e permitir que finalmente sua vida melhorasse.
Pág. 14
Teo e Canutto são amigos e estão passando as férias no Rio de Janeiro, na verdade Teo já está para voltar para Brasília, quando conhece Line, ao passo que Canutto acabou de chegar. Logo que se veem na fila do ônibus, Teo e Line sentem-se atraídos, mas Line vive ainda o rompimento dramático do casamento e a ferida deixada pelo noivo a tornou muito insegura para os relacionamentos, sendo assim, ela não acredita que um cara bonito e aparentemente muito legal se interessaria por ela.

Decidido a aproveitar seus últimos momentos no Rio com Line, vemos que os dois logo se dão muito bem. A construção do relacionamento dos dois é intensa, afinal o tempo é curto e eles querem aproveitar o máximo possível, além de que, Line é uma pessoa completamente diferente com Teo, como ela diz, voltou a ser quem era, mas como não a conhecemos antes do fatídico casamento, não temos como saber, né?!
Line estava feliz. Estava de fato feliz. Queria gritar para o mundo inteiro que tinha encontrado sua felicidade naquele dia.
Pág. 56
Claro que tiveram momentos em que eu quis esganar a Line, com suas repetições e 'nóias' sem cabimento, ficava literalmente sem paciência para ela, sabe aquela vontade de dizer "minha filha, aproveita o momento, é só um romance de verão!", mas enfim...
Levara esse tempo todo para perceber que, ao lado daquele rapaz de futuro incerto e coração enorme, ela poderia ser feliz. Ele devolvera a vida a ela, e só agora Line se dava conta do quanto precisava que ele permanecesse ao seu lado.
Porque vida é aquilo que acontecesse quando os planos mudam.
Pág. 264
Gostei muito da estória, embora eu particularmente não acredite em amor a primeira vista, mas morro de vontade de viver algo parecido sempre que viajo (ou não) kkkkk. A narrativa em terceira pessoa e a forma de escrever da Janda fez com que a leitura fluísse, mas tenho que confessar aqui que eu não curti  final, queria algo diferente, fiquei com aquela sensação "tem mais um livro?". Não vi nada que indicasse que será uma série nem nada do tipo, mas acabou que nem tive tempo de conversar com Janda na Bienal, mas já mandei um recadinho para ela ;)

Beijos amores e até a próxima!!

Comentários
14
Compartilhe

14 comentários:

  1. eu tinha esse livro mais nem cheguei a ler e acabei trocando no skoob, li algumas resenhas dele e a maioria não era positiva.

    ResponderExcluir
  2. eu tinha esse livro mais nem cheguei a ler e acabei trocando no skoob, li algumas resenhas dele e a maioria não era positiva.

    ResponderExcluir
  3. Apesar de também não acreditar em amor instantâneo, a premissa do livro é interessante. Além disso, sempre vejo elogios ao livro da autora, assim como você também o fez. Eu só tenho a sensação que talvez não goste da Line. haha
    Fiquei curioso para saber o que tem nesse final que você não gostou.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro. Serão seis livros para três vencedores.

    ResponderExcluir
  4. Oi ...
    Também não acredito em amor á primeira vista , mas , gostaria muito que acontecesse comigo rsrs
    O livro parece ser bem interessante ! Vou adquirir mais rápido possível o meu exemplar .
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. O livro parece muito bom, não conhecia a autora. Também gostei da personagem ser baiana, kkkk. Não acredito em amor a primeira vista, mas ainda assim, parece que a história se desenrola de maneira bem agradável, fiquei com vontade de ler e descobrir o que te decepcionou no final do livro.

    ResponderExcluir
  6. A sinopse do livro deixa a estória bem interessante... Mas os comentários que vi, não correspondem.
    De qualquer modo fiquei curiosa pra ler o livro..

    Tbm não acredito em amor a primeira vista... acho que estou precisando encontrar um Teo da vida.. rsrs :P

    ResponderExcluir
  7. Eu não acredito em amor a primeira vista, mas em paixão sim, conheço muitas pessoas que se apaixonaram só em olhar outras, mas eu creio que os livros sejam justamente para fugir da nossa realidade, então acho super válido, mas ainda não li este livro, mas fiquei com vontade de ler.

    ResponderExcluir
  8. Amei a resenha, fiquei com aquela vontade louca de ler, sabe? E nesses últimos dias tenho precisado ler um romance mais leve, me iludir um pouquinho com essa de amor a primeira vista...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  9. Não acredito em amor a primeira vista pois hoje em dia isso é muito raro, queria poder encontrar mas duvido que isso aconteça. Adorei a resenha e não conhecia o livro, mas no momento estou procurando ler livro commais ação e aventura, mas deixarei anotado esse para le-lo algum dia

    ResponderExcluir
  10. Pela capa eu nao leria o livro, nao sei, nao me atraiu assim. Mas pela resenha gostei do que li sobre Line e morri de dó dela sendo abandonada pelo noivo e ela sem rumo na vida.
    E concordo totalmente, ela tinha q aproveitar o momento, amores de verao sao tao bons...gostinho de quero mais, hahaah.
    Pena que o final nao foi tao bom, mas animei de ler.
    Beijos

    https://fuxixiu.wordpress.com/
    https://meumundinhoficticio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Li diversos comentários referentes a esse livro, tanto positivos quanto negativos, mas sinceramente, não me interessei pela história, apesar de eu gostar de romance o estilo dessa história não me agradou.
    Sua resenha está muito boa.

    ResponderExcluir
  12. Olhe apesar da Eveline ser Baiana não gostei muito dela, porque não quis vim embora pra nossa terrinha preferiu ficar la na cidade "maravilhosa" mesmo não estando essa maravilha toda, só pra não dar o braço a torcer , para que melhor que a Bahia não ha viu Eveline. Não vou ler, e pra além de meu desgosto pela personagem que já um fator bem considerável, não gostei muito da historia não.
    Bjocas

    ResponderExcluir
  13. O livro não me chamou a atenção, também não acredito em amor a primeira vista. A protagonista parece ser muito indecisa, e não gosto de livros com pessoas indecisas.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações