20 de nov de 2015


[Resenha] Salve-me - Maya Banks

Ficha Técnica

Título: Salva-me 
Título Original: In His Keeping
Autor: Maya Banks
ISBN: 978-85-8235-299-1
Páginas: 288
Ano: 2015
Tradutor: Marcelo Salles
Editora: Gutenberg
41O que pode acontecer quando uma heroína determinada encontra um herói alfa sexy? Abandonada quando bebê, dentro de um cesto, para o jovem e rico casal Gavin e Ginger Rochester, Arial cresceu em um mundo de privilégios. Sua única ligação com seu passado encontra-se em algo que a distingue de todos os outros: seus poderes telecinéticos. Protegida por seus pais adotivos e escondida do público para manter seu dom em segredo, Ari cresce no colo do luxo, e isolamento. Até que, quando jovem, alguém começa a ameaçar sua vida… Beau Devereaux é um homem frio, rido e poderoso, CEO da DSS, empresa de segurança criada pela família, após todos os sinistros acontecimentos com o irmão Caleb e a cunhada Ramie. Beau é mais do que familiarizado com as realidades de poderes psíquicos. Assim, quando Ari o procura, dizendo que seus pais haviam desaparecido, e que ela precisa de proteção, ele se prontifica a ajudar. O que Beau não está preparado é para a extensão de sua atração por sua bela e poderosa cliente. O que começou como uma simples tarefa, apenas como mais um trabalho, rapidamente se transforma em algo pessoal, e Beau descobre que é capaz de qualquer coisa para proteger Ari. Mesmo que isso lhe custe a vida.

Resenha


Como eu disse na resenha de Proteja-me, assim que terminei ele parti logo para a leitura de Salve-me, pois a escrita da Maya Banks havia me prendido de tal forma que eu precisava logo saber qual seria sua próxima estória. No segundo livro da Trilogia Slow Burn, conheceremos a jovem Arial Rochester, uma sensitiva de grandes poderes.

Ari foi abandonada quando ainda era um bebê na porta de Gavin e Ginger Rochester. O jovem casal vivia muito feliz, mas Ginger queria muito um filho e Gavin faria qualquer coisa pela felicidade de sua esposa, mas o casal não conseguia que a gravidez fosse até o final. Mas em uma noite de Natal, Ari entrou em suas vidas, deixada em um moisés com um único pedido: amar a criança como se fosse sua filha de verdade. Para o casal aquele não seria um pedido difícil de ser cumprido, afinal, era o que mais desejavam na vida, completar a família com uma criança que seria muito amada e protegida. E proteção era tudo que Arial mais precisava, embora seus pais ainda não soubessem disso.

Com poucos meses de vida, Gavin e Ginger descobriram que Ari tinha poderes de telecinese e, com essa descoberta, precisariam protegê-la do mundo. Ainda assim, Ari cresceu cercada de amor, carinho e compreensão, sempre deixando oculto o poder que tinha, mas quando se viu sendo atacada na rua, seus instintos falaram mais alto e, a partir desse momento, toda a sua redoma de proteção se viu estilhaçada com os acontecimentos seguintes.

Mas se fugir da mídia parecia ser seu único problema, ela descobre que as coisas são ainda piores quando descobre que seus pais foram sequestrados e que pessoas estão tentando pegá-la também, mesmo que não saiba exatamente o motivo, só pode presumir que por terem descoberto seus poderes, querem usá-lo para algo que certamente não deve ser bom.

É aqui que reencontramos a família Devereaux, mais precisamente Beau Devereaux. Sem saber nem por onde começar a procurar seus pais, Ari segue o único conselho que seu pai insistiu muito que ela sempre ouvisse "se algo acontecer comigo e eu não puder protegê-la, procure Caleb ou Beau Devereaux" e foi isso que ela fez. A Devereaux Security Services (DSS) estava ainda mais preparada depois dos acontecimentos de Proteja-me, com profissionais ainda mais capacitados (sim, isso é possível!) e uma estrutura mais sólida, seria o ideal para proteger Ari e encontrar seus pais.

Logo que Ari e Beau se encontram a atração é percebida, mas o foco de Beau e proteger a garota, mesmo sem saber o porquê dela ter sido encaminhada para ele e seu irmão pelo pai, se eles não se conheciam, mas isso teria de ficar para depois. Assim como o foco de Ari era encontrar os pais, nem que para isso ela precisasse se entregar a quem quer que fosse para tê-los em segurança.
"Você foi fisgado, Beau Devereaux", ela sussurrou enquanto se afastava.
Pág. 160
Já havíamos conhecido Beau em Proteja-me, claro que foi pouco, afinal o foco do livro era Caleb e Ramie, mas aqui podemos conhecê-lo mais profundamente, o quão profissional ele é e um irmão extremamente dedicado à família. Embora a princípio possamos achá-lo arrogante ou até mesmo frio e impiedoso, mas a sinceridade deles em diversas situações é o que mais se precisa. Ao contrário, Ari é uma pessoa muito delicada, de coração puro e digo até ingênua em muitas situações, mas que se descobre forte quando vê que as pessoas que ama estão em perigo. Seu primeiro instinto sempre é proteger os outros antes de si mesma.
Algumas causas eram nobres e justas, mesmo quando mergulhadas em violência, sangue e... assassinato. Algumas batalhas, apesar das probabilidades ínfimas de sucesso, ainda assim deveriam ser travadas, porque não havia esperança a mesmo que se lutasse. E Ari precisava acreditar que, de alguma forma, de alguma maneira, iria vencer e salvar seus pais.
Pág. 217
Mas a Maya também nos trouxe Caleb e Ramie para diversas cenas, o que eu particularmente amo. Adoro ver como o casal do livro anterior está, o que está acontecendo com os outros personagens, nesse caso Eliza e Dane que eu admiro muito e ainda tivemos o acréscimo de Zach nesse livro, o braço direito de Beau, um rapaz que parece ter uma estória extraordinária em seu passado.
Amor? Ele a venerava de verdade. Ele idolatrava o chão onde ela pisava. Amor era uma palavra pobre e inadequada para descrever os sentimentos de Beau por Ari. Talvez ele jamais encontrasse, de fato, as palavras certas, mas ele não iria perdê-la. Beau não podia perdê-la. Porque, mesmo que jamais conseguisse se expressar em palavras, ele iria mostrar para Ari tudo o que sentia, todos os dias, pelo resto de suas vidas.
Pág. 211
Agora estou muito ansiosa para saber o que Descubra-me nos reserva. É torcer para a Gutenberg publicar logo mais esse livro da Maya que tenho certeza que será sucesso.

Compare e Compre
Comentários
8
Compartilhe

8 comentários:

  1. Olá, Lay.
    Pelo que vejo, as autoras e autores estão usando muito essa estratégia de escrever sobre um casal, fazer um segundo livro do casal secundário da primeira obra e assim por diante. Deve dar certo, porque sempre vejo elogios. haha
    Eu, particularmente, não curto muito romances (você sabe), mas quando os leio, prefiro os únicos.
    Até achei interessantes os protagonistas dessa obra, talvez dê uma chance. Porém, não sei se leria o anterior.

    Desbrava(dores) de livros - Participe do top comentarista de novembro. Você pode ganhar um livro incrível!

    ResponderExcluir
  2. Oi Layane! Como já mencionei em outros comentários, não curto livros do tipo, mas como nesse caso, trata-se de uma série, parece haver bastante história pra contar. Esse seria um dos motivos que me faria lê-lo. Achei bacana a iniciativa da editora em montar uma trilogia, sendo que cada livro aborda a história de um casal. Dá um ritmo mais dinâmico à obra. Excelente resenha e até a próxima!

    ResponderExcluir
  3. De hot, só li Belo Desastre e posso dizer com certeza que fiquei encantada. Mas não sei se é o tipo de gênero que eu voltaria a procurar. Mas esse eu gostei, é bem interessante, um pouco tentador...

    ResponderExcluir
  4. Oi Layane, que sinopse maravilhosa adoro livros com romances uma pitada de erotismo mas nunca tinha lido algo diferente assim com poderes mais um pra minha lista de desejado bjs.

    ResponderExcluir
  5. Lay!
    Livros do tipo me conquistam totalmente.
    Adoro quando a parte da fantasia traz poderes e o da protagonista me parece bem utilizado.
    E encontrar um protetor que pode até perder a vida para defendê-la, é amor demais, né?
    Quero ler a série toda.
    “Aqueles que não fazem nada estão sempre dispostos a criticar os que fazem algo.”(Oscar Wilde)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  6. esse livro reúne mutas coisas legais. Envolve romance, ação, mistério e coisas sobrenaturais, acho que é uma boa leitura, e para quem gostar ainda há a continuação. Perfeito.

    ResponderExcluir
  7. esse livro reúne mutas coisas legais. Envolve romance, ação, mistério e coisas sobrenaturais, acho que é uma boa leitura, e para quem gostar ainda há a continuação. Perfeito.

    ResponderExcluir
  8. Desistindo de séries, kkkkkkkk. Pelo amor de Deus, essa é uma maneira boa e rápida de ir a falência, kkkkk... Amei a resenha, que me deixou louca de vontade de ler o livro.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo e lembre-se, todos são respondidos.
Portanto volte ao post para conferir ou clique na opção "Notifique-me" e receba por e-mail.
Obrigada!

 
imagem-logo
De Tudo um Pouquinho - Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados.
Layout e Programação HR Criações